julho 28, 2004

Amor Pessoal...

Quando questionamos o nosso papel nesta vida, questionamos a nossa importância para os outros!

Se dermos demasiada importância a isso podemos perder o pouco que temos. Viveremos sempre na insegurança e no medo!

Pelo contrário se dermos importância apenas à forma como vivemos a nossa vida , poderemos ganhar o mundo!

É assim que me sinto, importado em viver bem a minha vida, rodeado dos meus amigos, das minhas paixões e dos meus desejos...mas também com os desejos dos outros. As usas alegrias e tristezas, ajuda-los se puder, tomar coragem se conseguir e correr por vezes por outras pessoas que não eu!

Decidi viver a minha vida sem ter medo do futuro, decidi vivê-la apenas!

E sinto-me melhor, mais livre, sem medo do amanhecer.
Agora consigo olhar o Sol e para a Lua.
Já os consigo ver!
Consigo adormecer na relva à sombra de uma árvore!
Consigo ir a uma praia e olhar para o mar!
Já olha para a chuva e não me importo com o molhar!

Olho para o mar tempestuoso ou calmo, para o céu límpido ou nublado, ou já agora estrelado, sinto a relva macia...

Mas sinto ainda que vivo apenas meia vida. Uma expressão que não é minha, mas de Mary Jane Watson (Kirsten Dunst) em Spiderman 2.
Mas sinto-a minha.
Pois estou meio pobre e meio rico, meio feliz e meio triste!
Mas apenas sozinho! Não só!

Procuro sem procurar alguém!
Não sei quem, nem sei que me trará!
Não sei se já faz parte do meu presente, ou se ainda estará num porto futuro!
Nem um nome tenho para essa metade.

Nem sei se sequer terei direito...ou se ela terá direito...
Apenas sei que deixei de esperar!
Não prendo a minha vida a uma hipótese, quer ela tenha o nome mais bonito que conheço ou ...
Mas conhecerei nomes que não sejam bonitos?

Estou a crescer finalmente! Para além do que sonhei!

E agora...
Espero?
Ou caminho?

Acho que vou caminhar! Exercito a mente e o corpo!
Viajo, conheço, descubro!
Enriqueço e enriquecem-me!

Vivo finalmente... e se tiver sorte talvez ame, de novo, um dia!

Mas sou feliz agora! E isso é o mais importante!

Quanto ao Amor...

Quando chegarmos a essa ponte, logo se verá como a irei atravessar!

M. Lima

Publicado por emigas em 01:22 AM | Comentários (0)

O Despertar da Mente

The Eternal Sunshine of the Spotless Mind.

Este filme com Jim Carrey e Cate Winslet é uma fábula, uma história de amor, de como não podemos apagar o nosso passado sem perdermos algo de nos próprios.

É impossível sermos quem somos, sem a súmula de experiências, boas e más que nos constituem cultural e emocionalmente.
Quem somos nós, senão soma de diversas partes, nem sempre felizes mas no entanto nossas!

No filme após uma briga as personagens principais decidem apagar-se da memória um do outro, evitando a dor e a magoa...esquecendo-se simplesmente.
Mas nada é tão simples assim.

Joel (Jim Carrey) vai descobrindo, à medida que as memórias desaparecem, que o que a sua relação com Clementine (Cate Winslet) foi... foi Felicidade e Infelicidade...
As faces da moeda...
Faces deles próprios...

Então, começa a lutar!
Contra o seu desejo e contra o contrato que havia feito para lhe apagarem a memória...

O filme é alucinante irreal, surreal, indescritível...tudo acontece mesmo o impossível...pois acontece na mente de Joel...

Não será impossível, neste filme passar constantemente pela mesma pessoa pela mesma porta sem nunca deixar de caminhar. A nossa mente em certas alturas não nos deixa avançar... E mente de Joel está perder algo que cada vez deseja mais. Joel viaja na sua luta para onde nunca pensou ir e para onde temia voltar. É também uma forma de exorcizar velhos demónios!
É uma segunda vida revivida!
É uma segunda hipótese...que não se chega a ter por completo!

Mas o verdadeiro amor nunca morre...nunca desaparece...só é, por vezes, esquecido...por algum tempo!

É um filme imperdível... e se não o virem talvez seja melhor apagarem a vossa memória!

M. Lima

Publicado por emigas em 01:21 AM | Comentários (0)

Spiderman 2

Com um grande poder, vem uma grande responsabilidade!

Este filme está fabuloso... é arrepiante, emocionante, espectacular, introspectivo engrandecedor, apaixonante.

É uma história de bem contra o mal...não é uma história sobre decidir.
Por vezes temos de abandonar os nossos sonhos para fazer o que está certo!

Mesmo que, ao fazê-lo estejamos a perder o mais importante da nossa vida, em troca do mais importante da vida de outros.

É uma história de sacrifício, de perseverança... de crescimento pessoal.

Peter Parker torna-se homem, amadurece durante a história, torna-se um herói sem poderes, ganha a verdadeira coragem de fazer o que está certo independentemente das consequências.

Ao recusar o que era e no que se podia tornar, Peter Parker perde o que mais quer: o amor de Mary Jane Watson.

Mas Peter Parker não pode existir sem Spider-Man. Não são sequer duas faces de uma medalha. São uma só vida com duas identidades, sempre presentes e em constante luta.

O filme retrata a aceitação, o compromisso, a escolha!

Um Herói demasiado Humano?
Não apenas um Herói mais real, que partilha a sua vida com o resto do Mundo!

E já agora o Mundo (New York) acolhe-o!

Recomendo este filme...
É mais do que entretenimento!
É uma vida num filme, por muito irreal que possa ser!

M. Lima

Publicado por emigas em 01:19 AM | Comentários (0)

julho 07, 2004

Dido - Belém - 6 de Julho de 2004

Fui ver o concerto de Dido ao pé da Torre de Belém!
Não foi nem o melhor nem o pior que já vi....
Mas certamente foi diferente do que supus!
E ainda bem!
A continuar....

Publicado por emigas em 01:16 AM | Comentários (0)

julho 04, 2004

A Grécia ganhou! Mas Portugal Venceu!

E depois... não mereciam,
Não jogaram assim tão bem...
Os Gregos só sabem defender!
São as novas Falanges Hoplitas!

Mas foram passando e ganhando...

E nós, não jogamos o que podiamos e deviamos...
Mas jogamos!
E por isso Portugal já ganhou!

A organização ficará na história como a melhor.
O público é de certo, o mais entusiasta!
Apoiamos mais, sonhamos e perdemos juntos...

Só por isso ganhamos...Pois perdemos juntos!
Para mim é uma vitória!
A primeira de muitas!

Portugal não desistas!
Esta é primeira de muitas lutas...
E em muitas iremos ganhar!

Publicado por emigas em 11:39 PM | Comentários (0)

Portugal joga...com a Grécia

A Selecção Portuguesa de Futebol vai jogar com a sua congénere da Grécia!
E depois?
Vamos ganhar, não vamos?

Neste momento é uma questão de fé!
E de oportunidade!
Depois do primeiro entrar...digo... golo na baliza grega tudo ficará mais fácil.
No entanto temos de ter em conta, que os gregos defendem bem e muito!

Não quero saber de pormenores, quero é que os nossos joguem mais e bem! Que marquem muitos golos, que arrasem a Grega Selecção!

Mas se por infortúnio do destino os gregos ganharem, garanto pessoalmente que irei festejar com eles...depois de eles saírem do hospital!
Porque todos as equipas europeias eliminadas por esses tipos, lhes querem dar um grande sova!

Jogar à defesa, sem beleza no futebol, e depois num contra-ataque, marcarem um golo de sorte... ou seja sem engenho e arte, mas com muita sorte... Equipas assim não merecem ganhar!

Agora a sério...
Ganhe quem ganhar que seja um bom jogo, que seja um bom espectáculo, que quem jogue mais seja quem ganhe!

Se a sorte dos audazes decidir pelos gregos, juntemo-nos a eles em festejos pacíficos, e mostremos ser bons desportistas!

Se Portugal ganhar que eles demonstrem ser bons desportistas e bons perdedores.

Aconteça o que acontecer que seja uma boa festa!

E que Portugal ganhe...bem!

Publicado por emigas em 01:47 AM | Comentários (0)

julho 01, 2004

À Final, Portugal!!!!!

Magoados pelo Adversário,
Roubados pelo Arbitro,
Encorajados pela Audiência
Com golos esprememos,
A mecânica Laranja avariada!

Estas já estão!
Agora só faltam as outras.

Portugal vai a uma Final!
Portugal já ganhou!
Agora falta Vencer!!!!!
E lembrar de que,
Nem só de futebol se vive...

M. Lima

Portugal 2-Holanda 1
VIVA PORTUGAL!

Publicado por emigas em 12:13 AM | Comentários (0)