maio 30, 2005

Maturidade, The Beggining

(Que belo inicio para um livro!)

Ao longo da minha vida tenho estado com muitas mulheres, não no sentido bíblico do termo, mas em quase todos os outros.

Se a Mulher é um ser que me merece adoração, pois por ela tanto se constrói e vida de cada um de nó se deve às mães, avós e irmãs por esse mundo fora, devemos adorar tudo o que resulta da nossa existência conjunta.
Quer queiramos ou não, fazemos parte de circulo de equilibrio, em que nenhum subsitiui o outro.

A minha visão da Mulher foi sendo construida com o tempo e com a Maturidade.
Tive a sorte e o azar de ser filho benjamim e ao mesmo tempo, filho único.
Ter pais por avós e irmãos por pais.
Por isso sempre busquei o equilíbrio fora de casa e de mim.
Dai, surge uma adolescência tardia, que se categorizarmos as crises da minha existência, provavelmente ainda não terminou.

De todas as mulheres que passaram pela minha vida, marco três de grande importância...
Das outras rezará o resto da minha História, sobretudo uma, pela sua pureza de alma, de objectivos e já agora de nome!
A grande amizade que lhe tenho advém da compreensão e do carinho!

Mas não faz parte das três mulheres que regeram e regem a minha vida!
Todas elas são de grande força, de convicções fortes, de amor ardente e crente!

Duas delas representam o passado e o presente. Uma delas talvez represente o futuro!

Como um vinho, a maturação de uma pessoa, passa por várias fases.
Comparativamente a maturação de um Homem, mais complexa é que a de uma Mulher!
Quer hormonalmente quer socialmente!
O galo do poleiro, o macho da zona, expressões que denotam a degradação de valores sociais, dos papeis sociais atribuídos.

E ainda bem!
A primeira coisa que todos temos de compreender é que somos iguais.
A mais elementar lição de democracia “um Homem, um voto”, só foi aplicada em finais de Século XX em países ditos civilizados, às mulheres.

E passamos a vida a tentar diminuí-las e isso vai-se virar contra nós.

Destruo outro grande mito: O Homem escolhe!
Não é verdade!
Elas escolhem-nos, nós pensamos que nós as escolhemos!

O que isto tem a ver comigo?

Tudo...Lembrem-se, elas são mulheres de grande força!

Publicado por emigas em maio 30, 2005 01:20 AM
Comentários