setembro 28, 2003

A Verdade Desaparece na Multidão

A Marcha Branca que fizeram contra a Pedofilia no passado dia 27 de Setembro de 2003, serviu exactamente para o quê?

"A Verdade Desaparece no Meio da Multidão"

Os verdadeiros criminosos devem ser descobertos, julgados e condenados.
Costumam dizer que mais vale libertar 100 culpados do que manter 1 inocente na prisão.

Em Portugal misturamos tudo e na dúvida mantemos tudo na prisão!
A não ser que sejam mesmo culpados, ocasião em que se deixa prescrever os processos!

Ou então tornam-se figuras públicas, branqueiam o crime com “Herman lava mais branco”.

Todos pertencentes à memória recente, todos muito culpados, alguns até de conspiração, outros de serem simples ladrões!

A “Vox Populi” condenou-os, mas a televisão e os outros meios de comunicação branquearam a imagem. Um dos culpados até foi “refeito” como um (muito mau) actor!

Ter dinheiro e ser famoso, condições dissociáveis no nosso “Jet Set”, permitem aos culpados andar no meio de potenciais vítimas.

Também é certo que alguns cumprem pena de prisão.
Prisão de luxo diga-se! Duvido que partilhem a cela, com outros presos, ou que não tenham direito a tratamento preferencial.

E chegamos ao catalizador deste “desabafo”!

Na marcha foram feitas algumas reivindicações (que podem ser consultadas no artigo d' O Público).

- Prazo de prescrição do procedimento criminal em casos de crianças vítimas de abuso sexual só deve iniciar-se após a maioridade
- O abuso sexual de crianças muito pequenas, até 12 anos, deve ser sempre considerado crime público
- Agravamento da pena em caso de abuso sexual de crianças quando este é perpetrado de forma prolongada
- Criminalização da venda de crianças seja qual for o fim
- Agravamento da pena em caso de lenocínio e tráfico de menores
- Maior cuidado no tratamento, por parte da Comunicação Social, de casos de abuso sexual de menores
- Maior vigilância e actuação por parte da Alta Autoridade da Comunicação Social sobre órgãos de informação que violem e/ou desrespeitem a dignidade deste grupo social (a infância) nos seus trabalhos, especialmente em casos delicados como o abuso sexual de crianças
- Criação de dispositivos institucionais que favoreçam a investigação para conhecer, caracterizar, padronizar e avaliar a real dimensão dos casos de abuso sexual de crianças em Portugal.

Reivindicações legítimas!
Reivindicações que só têm em conta um crime perpetrado contra um parte muito importante das nossas vidas: As crianças!

E os outros crimes?

A prescrição de processos deve ser aniquilada. Nunca mais um processo deveria prescrever.
Um homicida será sempre um homicida e um ladrão será sempre um ladrão.
E deve ser condenado e castigado, agora ou daqui a 30 anos!
O que pedem para estes crimes deve ser aplicado a todos, com as devidas adaptações!

Por cada criança abusada, há outras espancadas, homens e mulheres abusadas sexualmente ou de outra forma, existem tantos crimes tão cruéis e que são esquecidos!

Mas só se pedem medidas extraordinárias para este!

"A Verdade Desaparece no meio da Multidão"

Pois é no meio dela que se esquece que esta é apenas a ponta de um enorme véu.
Um gigantesco Iceberg que se esconde abaixo da linha de água!
Onde todos os crimes são esquecidos, pois apenas este importa agora!

Publicado por emigas em setembro 28, 2003 06:15 PM
Comentários

Não serve para nada. Nós, portugueses, caímos em desgraça constantemente, e estas figuras tristes que socialmente fazemos de vez em quando dão-me a volta ao estômago. Faz-me lembrar a "solidariedade" para com os timorenses (antes da suposta "independência"), aquilo de as mulheres usarem um lenço branco na mala, etc. Em que é que estas coisas ajudam? E ainda por cima os timorenses agora protestam contra as nossas políticas...deviam era estar calados, pobres e mal-agradecidos...isto é uma desgraça.

Afixado por: Don Corleone em outubro 3, 2003 02:53 PM

Acho uma certa piada a essas pessoas que supostamente marcharam pelas crianças...Será que elas não terão, muitas vezes, ignorado os sons que vinham da casa ao lado, como fizeram aqueles vizinhos que ignoraram os gritos de aflição, como aconteceu com a criança violada em Ermesinde? Parem de fazer figuras para "inglês ver" e portem-se como gente civilizada!

Afixado por: Graça em novembro 17, 2003 09:18 PM