setembro 26, 2003

Silêncio

Outro poema..desta vez ensurdecedor!

Não oiço nada!
Não digo nada!
Olho e nada vejo!

Sinto calor,
diferente do do Sol,
Sinto calor,
calor da lua que cresce!

oiço o nada,
e espero ouvir mais.
Espero ver,
vendo nada!

Falo, para ti,
mas as palavras não chegam
Grito-te, e não ouves
Silencio-me,
E estranhas não falar!

Triste fado,
De um silêncio,
que me ensurdece!


M. Lima

Publicado por emigas em setembro 26, 2003 02:04 AM
Comentários

Bullshit!

Afixado por: james bond em setembro 26, 2003 02:57 PM

Pois é o silêncio por vezes fere os tímpanos e a alma!!

Afixado por: Ana em setembro 26, 2003 04:58 PM