setembro 19, 2003

Tristeza numa Sexta não é natural!

Estou triste, por mais de um motivo!

Sinto que o que faço durante a semana não vale um tusto!

O meu trabalho, friso a palavra “trabalho” deveria ajudar, ser algo nobre, destinado a criar possibilidades de tornar o nosso pequeno mundo melhor!
(digo, o nosso país)

Em vez disso, vejo-o alimentar parasitas e vejo esses parasitas impunes.

Já não vejo ninguém a lutar pelo ideal, só pelo coiro!

E vejo o meu pequeno mundo de trabalho refletir uma verdade aterradora.

Apenas quem encara o sítio para onde vai todos os dias como emprego, não como trabalho, é recompensado.

Não é uma questão de competência, apenas de bajulação!
Não importa o que se faz, apenas o que os outros pensam que se faz!
Não importam quem faz, desde que quem tenho os louros seja que não fez!

Assim é difícil conseguir motivação para fazer o que seja!
Assim é me difícil sequer olhar e não tentar mudar o que estás errado!

O problema é que eu ainda acredito!
Acredito que é possível salvar o que resta.

Mas vejo o meu país governado por pessoas que põem incompetentes a trabalhar para eles (em empregos), que aplicam a arte da destruição em tudo o que se fez, para fazer igual ou pior.

Este paradoxo aparente, de acreditar e não acreditar, resulta, não da descrença em políticos, mas daqueles que aplicam a política.

Qualquer dia, começo a acreditar que os políticos têm mesmo intenções de mudar as coisas para melhor, mas que vivemos numa realidade paralela tipo S(Br)it Com “ Sim, Sr. Primeiro-ministro”, onde os funcionários (públicos), sabotam tudo o que de bom se tenta!

A verdade é que...
É Sexta e vou dar uma volta para ver se me divirto!

O trabalho fica para trás, pelo menos até segunda!

Publicado por emigas em setembro 19, 2003 10:35 PM
Comentários

to fuckin real

Afixado por: james bond em setembro 26, 2003 02:55 PM