setembro 15, 2003

O Triunfo do Espírito Humano

O Triunfo do Espírito Humano deve-se a nossa inata insensatez, à nossa capacidade de sonhar para além, de ver para além de desejar para além das nossas próprias capacidades.

Surge do desejo de nos ultrapassarmos. De nos superarmos!
Desejamos mais do que podemos aceitar...gerir na nossa existência.
Sonhamos ser heróis! Mas não sonhamos com a escolha que nos leva a esse caminho.

Queremos sobressair,
Ser mais
Ser melhor
Sonhamos sonhar melhor e mais longe
Somos a nossa própria perdição e em simultâneo, a maior força.

Desejar, sonhar são a nossa própria essência. Sem esta não vale a pena existir.
Sonhamos e desejamos o que não podemos ter...
Sonhamos e desejamos deixar de desejar.
Por isso existem homens e mulheres que vão para além do sonho até se esgotarem.
Lutam por ideias, desejos, ou por outros homens e mulheres. Esperam elevar a sua alma da existência indesejável.

Por outro lado existem mulheres e homens que lutam para serem desejados, esperando que com o reconhecimento desse desejo, elevem a sua existência para além do momento presente.
Todos fugimos dos limites da nossa existência, dos nossos desejos, dos nossos sonhos pois eles são a âncora que nos prende a este presente.
E se de repente percebêssemos que só existem limites na nossa mente. Que podemos fugir tempo infinito sem no entanto escapar dos nossos limites.

Aqueles que caem na vida diária passam o limite do conhecimento, onde de um lado está o conhecido, do outro está o nosso terminus.
No limiar dessa linha invisível está algo de desconhecido e maravilhoso. Algo que só sonhamos quando longe ou para além dessa linha.

Está uma outra consciência da verdadeira existência, da verdadeira natureza das nossas vidas.
Está...a verdade.
Para além do físico e do dogma espiritual!
Está...o Megalito de 2001.
Está a consciência universal...
Está a capacidade de perceber que ir mais longe, que não mais é do que dar um pequeno passo!

É a vida!

Publicado por emigas em setembro 15, 2003 11:22 PM
Comentários