dezembro 26, 2005

Quinta dimensão
Não consigo escrever
Detesto páginas lentas
Estética
Estética
Estética
Envolvente suplicia
Arte sarcástica…
Rebentar com os miolos
Antes que eles rebentem comigo
Rebentar os miolos
Antes que eles, me façam explodir
Elogios
Utopia
Metáforas
Metáforas
Perdidas
Metáforas
Metáforas
Vendo relento
Feito por mágicos
Em analogia narcótica
Claro
Escuro
Adorar
O excitar
Língua
Lín – gua
Não
Não consigo
Não consigo escrever

Publicado por sc em 04:27 PM | Comentários (1)

dezembro 22, 2005

FELIZ NATAL LOL

Publicado por sc em 06:59 PM | Comentários (1)

dezembro 13, 2005

Publicado por sc em 10:59 PM | Comentários (0)

Palavras que correspondem a figuras geométricas. Geomancia. Criptologia. A capacidade da racionalidade diferenciar o conjunto… Perdi-me no raciocínio. Esqueci-me do mundo à minha volta. Perdi-o por um segundo. Por um ínfimo segundo atroz.

Publicado por sc em 10:51 PM | Comentários (0)

A inevitabilidade do amor.
A geometria de um traço perdido sob a tua pele nua.
Um quadrado.
Um circulo.
Um rectângulo.
Um paralelepípedo.
Um pedido.
Geometria metamorfoseada em declives capturados pela matriz da retina. A conjunção da realidade que sai pelas mãos. A imagem que coabita com o corpo. A irreversibilidade da geometria. A obsessão matemática de corpos aglomerados. Unidades transformadas em multiplicidades.
O traço sob a tua pele nua.
A descontinua razão do ser.
A divisão do tempo.
O traço deixado pelo o olhar translúcido.
A clareza da opinião formada.
O homem azul.
O homem azul.
Olha-me nos olhos,
E diz-me o que eu digo
Nos sonhos por vir.

Publicado por sc em 12:04 AM | Comentários (0)

ISMOS

Ismos e ismos e ismos. Cada um por si. Cada um por todos. A dualidade incoerente à analise dos nossos olhos. A sua eternidade. A coesão dos sentidos. Os ismos, os ismos, que nos constroem e nos explicam. A tentativa frustrada de mergulhar na origem através da denominação de factos que nos são “superiores” na medida em que estes se estendem para além na nossa vida. Os ismos, os ismos, ismos. Esquecer o significado da liberdade de conceito e contextualização da explicação, esquecer. Os ismos, os ismos com que nos querem aprisionar.

Publicado por sc em 12:01 AM | Comentários (0)

dezembro 11, 2005

...

Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.
Se tu fosses ar, eu morreria sufocada, pela tua ausência.

Publicado por sc em 04:37 AM | Comentários (0)

dezembro 05, 2005

Publicado por sc em 11:10 PM | Comentários (0)

dezembro 04, 2005

No fundo as coisas acabam sempre por ser o que fazemos delas, consoante a perspectiva pela qual as olhamos ou as sentimos.

Publicado por sc em 03:55 AM | Comentários (0)

Com a luz, capturamos o “real”. Com o breu, divagamos pela conjunção do eu e do suposto “real”.

Publicado por sc em 03:55 AM | Comentários (0)