abril 14, 2007

"LES SORCIERES /AS FEITICEIRAS" poema de MARIA TERESA HORTA Música de ANTÓNIO CHAGAS ROSA

feiticeiras 1.jpg
Alguém já ouviu esta obra, em Portugal? Alguém a viu à venda?
Pouca gente decerto. Penso que nunca foi tocada em Portugal (Em França, pelo menos, foi várias vezes. O Livro com o CD (que está à venda na Livraria Barata - à consignação, disseram-me!- é uma edição ACTES SUD/MUSICATREIZE e nele pode ler-se: " Avec le soutien du ministère de la Culture et de la Communication (DRAC PACA), du conseil régional PACA, du département des Bouches-du-Rhône, de la ville de Marseille et de la Fondation France Télécom, et de la participation de l'auditorium de la Casa musicale de Pigna".

Às vezes queria tanto ter nascido noutro país. Outras vezes não. Mas perante casos como estes queria mesmo. Portugal é pobre, mesquinho. Porque não quer o que tem de melhor. Sempre atirou fora os seus valores. E não pára. Bolas!
De quem é a culpa? Nossa. Dos portugueses, claro!

Publicado por vm em abril 14, 2007 12:03 AM
Comentários

Deve acrescentar-se que Musicatreize foi distinguido com o prémio Victoire de la Musique Classique para o melhor "ensemble" de 2006, em Março passado, pela sua interpretação de "Les Sorcières - As Feiticeiras". Os prémios Victoire de la Musique são os principais galardões atribuídos em França à criação, interpretação, e execução musical. Em Portugal, o acontecimento limitou-se a uma pequena notícia no Diário de Notícias. Assim vamos vivendo!

Afixado por: Luís Barros em abril 16, 2007 12:53 AM

Absolutamente solidária com as palavras acima.
Há bem pouco tempo descobri a obra da Maria Teresa Horta e não consigo perceber, ou não quero, o porquê desta autora ser tão esquecida que é a pior forma de tratamento de alguém.
Quanto às Feiticeiras, elas são uma demonstração recente e reveladora do que acabo de dizer.

Afixado por: Isabel Jesus em maio 11, 2007 05:09 PM

Se me permite eu acrescento o nome de António Chagas Rosa. Acho-o um grande compositor e as obras dele quem as escuta em Portugal?

Somos portugueses. O tamanho da terra não interessa. O da cabeça é mais importante. E somos mesmo pequenos. Não merecemos o que temos.

Afixado por: vm em maio 11, 2007 06:27 PM

Concordo em absoluto ! Também senti exactamente o mesmo ...

Encontrei aqui temas de imenso interesse que vou levar para o " Caderno de campo ".

Obrigada

Isabel Victor

Afixado por: Isabel victor em junho 15, 2007 11:34 PM