julho 06, 2005

NOTÍCIA SAÍDA NA PÁGINA WEB DA CÂMARA MUNICIPAL DO PORTO

Há 120 anos, o Porto via nascer a mais prestigiada violoncelista portuguesa. Numa altura em que se comemora o aniversário do nascimento de Guilhermina Suggia, vai ser formalizada, no Porto, a criação da Associação Guilhermina Suggia.
O objectivo é estudar a obra da violoncelista e divulgar o seu espólio através da criação de uma Casa-Museu.

Neste momento, está também a ser gravado um CD onde ficará registado o som do Violoncelo de Guilhermina Suggia, tocado por José Augusto Pereira de Sousa, cujo o lançamento está previsto para o final de Setembro.

Guilhermina Suggia começou a estudar música aos cinco anos e aos 12 anos tornou-se na principal violoncelista da Orquestra do Porto, começando por tocar com o quarteto de cordas Bernardo Moreira de Sá. Um ano mais tarde vai para o Conservatório de Leipzig, na Alemanha. Antes de regressar a Portugal, em 1940, passa ainda por Paris e Londres, onde chegou a tocar com a BBC Symphony Orchestra. Em 1950, morre, no Porto, uma das primeiras mulheres a fazer carreira como violoncelista.

Publicado por vm em julho 6, 2005 12:02 AM
Comentários

Importa salientar que Guilhermina Suggia nunca foi violoncelista da Orquestra do POrto. Fez parte do Quarteto Moreira de Sá, que lhe serviu como meio importantíssimo de aprendizagem. Grandes obras foram tocadas por este quarteto em 1ª audição em Portugal ( caso dos quartetos de Beethoven) Aos 16 anos parte para Leipzig com grandes conhecimentos técnicos saídos de seu pai e Bernardo Valentim Moreira de Sá, um homem importantíssimo na música em POrtugal e na carreira de Guilhermina Suggia. Quando deixa Leipzig é chamada a tocar nos maiores centros musicais de toda a Europa. Até 1913 vive em Paris com Pablo Casals partindo depois para Londres. Em 1927 regressa ao Porto, casa com o Dr Carteado Mena. Dizer que chegou a tocar com a BBC Orchestra é pouco. Tocou com as maiores orquestras e dirigida pelos maiores maestros da altura. Só em Portugal, na altura como hoje, lhe foi negada justiça.

Resta ainda acrescentar que o violoncelo Montagnana que Suggia legou para ser instituído o prémio com o seu nome, já deu som a um CD de 1998 do violoncelista José Augusto Pereira de Sousa ( Edição NUMÉRICA 1067). Que dê som a muitos outros . E não só!

Afixado por: vm em julho 6, 2005 12:19 AM

Grata pela partilha que enriqueceu o meu conhecimento desta grande Artista.
Recordo ainda menina, de ouvir uma estação da Rádio, que não consigo especificar, porque a minha Mãe, grande admiradora desta Artista, me ligava o rádio para ouvir música, enquanto eu estudava e fazia os trabalhos de casa.
Dizia, que me iria ajudar a concentrar. E é verdade. Ainda hoje tenho esse hábito.

Um abraço e vou esperar pela saída do CD.

Afixado por: Menina_marota em julho 6, 2005 08:54 AM

Pois então parabéns pela criação da Associação. Já agora, uma pergunta, em frente à Reitoria da Universidade do Porto, existe uma instituição de formação musical chamada de Guilhermina Suggia, tem algo a ver com esta Associação a ser criada? Cumprimentos.

Afixado por: Quiosk em julho 6, 2005 12:40 PM

De facto a Instituição de formação musical de que fala nada tem a ver com a Associação Guilhermina Suggia. Se não estou enganado, creio tratar-se de uma delegação da Fundação Musical dos Amigos das Crianças, sediada em Lisboa

Afixado por: vm em julho 7, 2005 04:41 PM