« abril 2012 | Entrada | junho 2012 »

maio 31, 2012

que fazer?

após o desalojo violento, vergonhoso e sem aviso prévio, que a p(ut)aladina do urbanismo sustentável, helena roseta, justifica alegando que para ter casa temos de nos pôr na fila, seguiram-se duas acções :

1- invasão do gabinete da vereadora pelos ocupantes para mostrar a sua indignação e saber por que raio tal terá sucedido. resposta? barricou-se no gabinete toda borrada, mandou chamar a policia que identificou toda a gente;

2- decorreu, pelas 19h, uma manifestação em solidariedade com os ocupantes e de denuncia da violência e das detenções arbitrárias. chegados aos anjos, os manifestantes ocuparam a estrada (os violentos!) para prosseguirem a sua marcha. de imediato, e com a cobertura de quase uma dezena de carrinhas do corpo de intervenção, cercaram cerca de metade da manifestação e identificaram toda a gente, como, aliás, já tinha acontecido a 19 de Maio na Rua com Todos.

Quando vamos à câmara e somos identificados, quando vamos a uma manifestação e somos identificados, quando estamos a dizer à polícia que está a abusar e somos presos, continuará a fazer sentido este trabalho político às claras?

E agora, que fazer?

Publicado por [Paradise Café] às 09:45 PM | Comentários (15)

A democracia musculada


Publicado por [Rick Dangerous] às 04:24 PM | Comentários (10)

Um dos melhores comentários até ao momento


Tal como disse em relação à Fontinha, não me parece que haja mal em por ao serviço do público um equipamento público pelo qual as autoridades administrativas públicas manifestam desinteresse e mantêm fechado desnecessariamente.
Por outro lado, a PSP e a Polícia Municipal estão a desobedecer diretamente a uma ordem judicial.
Há aqui uma inversão estranha: há alguma nebulosidade quanto à legalidade da ocupação que os cidadãos fizeram, mas não é evidente que fosse imediatamente ilegal; já a ilegalidade da atuação policial e camarária é evidente e comprovada. Evidentemente, não são os executores das ordens quem tem de ser castigado, mas sim quem as deu. Espero, para bem dos agentes envolvidos, que tenham sido escritas.
O comunicado da CML apresenta alguns problemazitos que inevitavelmente gerarão imbróglio jurídico.
Em primeiro lugar, a entidade citada (a “Autoridade Administrativa”) foi a Câmara Municipal e não a Vereadora, pelo que esta, não lhe tendo sido delegados os respectivos poderes, poderá não ter legitimidade para emitir a “Resolução Fundamentada” que a Citação judicial e o CPTA exigiam. Embaraçoso.
Por outro lado, o ponto 20 do documento da Vereadora refere que o edifício estava devoluto de inquilinos habitacionais desde 2005, e no ponto 24 refere-se que (milagrosamente?) “estava já programada” para Maio de 2012 (programação extensa: foram “só” 7 anos…) uma Vistoria que deveria depois permitir “ponderar” a inclusão do prédio num programa de recuperação (ponto 22).
No fim de contas, e enquanto os juristas se degladiam, o que respinga na espuma dos dias é isto:
-a CML tem deixado degradar o património que lhe pertence, e por isso é público. Há pois gestão danosa;
-por estranhas e/ou polémicas que possam ser as intenções dos “ocupantes” daquele e de outros espaços públicos, a verdade é que da sua atividade resulta benefício para a comunidade.
A Vereadora Helena Salema parece ter esquecido o seu próprio percurso: em 1967, com 20 anos, tomou contacto com a miséria da população da envolvente de Lisboa (http://goo.gl/fPlts, http://goo.gl/JW2UR) e isso levou-a a tomar atitudes que culminaram com a sua prisão, pela PIDE, em 1973. Nessa altura, também as suas intenções “estranhas e/ou polémicas” desagradaram aos poderes. É pena que a memória seja tão curta.

Vítor Vieira, numa caixa de comentário do 5dias

Publicado por [Rick Dangerous] às 04:19 PM | Comentários (0)

Da cara de pau: «De quem é a rua?»


Na Praça da Catalunha, em Barcelona, forças policiais agridem cidadãos pacíficos aí concentrados, apenas porque é preciso garantir que a Praça fica livre para… os festejos do futebol.
As imagens são chocantes e o abuso do poder indigna-nos tanto como nos tem indignado a reacção dos vários poderes ditatoriais à revolta árabe.
Em Lisboa, centenas de cidadãos, sobretudo jovens mas não só, têm desde há oito dias ocupado pacificamente o Rossio para exigir “democracia verdadeira, já”.
Tenho-os acompanhado quando posso e partilho muitas das inquietações e indignações dos nossos “acampados”. Tudo isto se passa perante o silêncio da generalidade dos media, com excepções como o Jornal de Negócios, que hoje, num editorial inspirado de Pedro Santos Guerreiro, intitulado “Passa por mim no Rossio”, alerta para a necessidade de termos os olhos abertos perante o que se está a passar.
Não sei o que iremos conseguir com estas formas de cidadania que estão a procurar inventar-se um pouco por todo o lado e também aqui, em Lisboa. O que sei é que a rua pode ser, e está a ser, o “espaço público” de que a democracia precisa para viver e crescer. A democracia, é preciso lembrá-lo, não nasceu no campo, nasceu nas praças de Atenas. E todos os grandes momentos de transformação social passaram pela rua.
Não podemos deixar que este “espaço público” nos seja roubado. Saberemos defendê-lo com convicção e civismo. Na rua e nas redes sociais, saberemos demonstrar o que queremos e o que não queremos. Fá-lo-emos também nas urnas. Chegará o dia em que os poderes instituídos, políticos, económicos ou mediáticos, terão se ser capazes de ouvir o clamor da rua – pela liberdade, pela democracia, pelo direito ao sonho e ao futuro.

Texto de Helena Roseta publicado há um ano e ressuscitado aqui pela Joana Lopes.

Publicado por [Rick Dangerous] às 03:58 PM | Comentários (1)

Despejo ILEGAL de São Lázaro a acontecer neste momento

A PSP e Polícia municipal está a despejar ILEGALMENTE a casa okupada de São Lázaro. Pede-se a todos que possam que se desloquem lá.

Via Portugal Uncut

Está a acontecer. Todos a São Lázaros, para aqueles que morarem perto! 20 polícias a agir contra uma providência cautelar. Ocupantes dizem que é ilegal.

A providencia cautelar apresentada dá 90 dias para “seja o que for”. E o “seja o que for” inclúi, obviamente, permanecer na residência.
Hoje agentes da polícia apareceu a Policia Municipal com a Equopa de Intervenção Rápida.
A “equipa” que até ao momento está a infringir a lei, é composta por uma carrinha da polícia, um carro de patrulha, duas carrinhas da PM, um carro de uma transportadora, Estão no local cerca de 15 polícias.

Existe ainda uma notícia não confirmada de que uma pessoa já foi para a esquadra, no entanto ninguém está a ser arbitrariamente detido.
Pelas 11h começaram detenções e agressões.

A confirmar-se, esta é uma ordem ilegal, que não cumpre a providência cautelar em que favorecia os ocupantes deste andar em Lisboa.

Para mais desenvolvimentos podem consultar este post no blog da ocupação, que será actualizado ao longo do dia.

Na Rua de São Lázaro, 94, há mais de um mês que se luta por uma ocupação legal.

Via Indymedia

Publicado por [POKE] às 11:14 AM | Comentários (3)

maio 30, 2012

Xeque-mate (?!)

relvas.jpg


Depois de uma manhã cinzenta em que Passos Coelho revelou que : "Relvas comportou-se com a correcção e transparência devidas" nada como uma tarde cheia de sol em que se percebem as mentiras da erva daninha e fica claro que "Relvas omitiu negócios com Silva Carvalho".

Até temos a data e tudo: "A assinatura deste acordo, que Silva Carvalho e Relvas negociaram pessoalmente, foi feita no dia 21 de junho de 2011, no mesmo dia em que Relvas tomou posse como ministro. Já não era, há um mês, administrador da Finertec."

Em qualquer lado civilizado isto era xeque-mate... será que o relvas ainda mantém confiança no passos para se auto-demitir?

Hoje ainda há relvas na comissão parlamentar... vai sair mais forte!!!

ADENDA: olha outro jornal a fazer o serviço que é pedido aos orgãos de comunicação social aqui: "Nos SMS enviados por Jorge Silva Carvalho a Miguel Relvas em 2011 constam os nomes de duas operacionais dos serviços secretos."

Foi apenas mais um cliping.

Publicado por [POKE] às 04:37 PM | Comentários (3)

No Nouveau Latina : "Sur un air de révolution"

Publicado por [Shift] às 11:47 AM | Comentários (0)

No church

Publicado por [Chuckie Egg] às 10:44 AM | Comentários (1)

maio 29, 2012

Tudo o que é preciso saber acerca da polícia


Stress na Morais Soares por lxgorila
Lisboa, Av. Morais Soares, 28/05/2012
Não se ouve se não falar dos perigosos violentos extremistas radicais anarco-qualquer-coisa que não descansam enquanto não puserem tudo a arder. Pessoal que tem contactos no estrangeiro e partilha ideologias de caos e destruição. Que por razões obscuras odeia a polícia, a autoridade e o Estado. Que é preciso reprimir preventivamente antes que se torne uma ameaça séria. Que está por trás de todo e cada gesto de desobediência e resistência verificado ao longo do último ano e meio. Que mais cedo ou mais tarde irá malhar com os cornos à cadeia para aprender o que custa meter-se com o poder e para dar um sinal a todo o resto.
E depois vemos isto e percebemos porque razão se diz, escreve e inventa tudo isso. Eles sabem o que estão a fazer e têm medo. Não percebem como é que, com tudo aquilo que já fizeram, ainda não lhes caiu em cima nada de sério, nem um motim que se apresente, um cocktail molotov que os queime, uma insurreição que os remova das nossas vidas, um caixote de lixo onde colocar toda a merda que se passeia nas nossas ruas vestida de azul e armada para nos pôr na ordem. Para que serve o pacifismo perante um exército ocupante?
Eles têm medo e têm razão em ter medo.

Publicado por [Rick Dangerous] às 04:00 PM | Comentários (17)

maio 25, 2012

O império contra-ataca

Parece que afinal já há um guião em curso, resta saber se queremos continuar a ir aos castings.

(No link o discurso de um comissário dos mossos d'esquadra no "dia das esquadras" explica como acabar com os movimentos "anti-sistema")

Publicado por [Party Program] às 02:58 PM | Comentários (5)

« 100 dias de greve, 100 dias de desprezo, 100 dias de Luta »

100jours
78.jpg

Da luta contra o aumento das propinas passou-se a um nível superior de contestação : demissão do governo . Jean Charest cometeu um erro basico quando adoptou a lei 78 - especial estudantes - que proíbe o direito dos estudantes a manifestar . Apesar das centenas de detenções e multas, as manifestações não só continuaram como se tornaram ainda maiores, agora com um amplo apoio do resto da população. O fruto proibido é o mais apetecido… fala-se em desobediência civil. Entretanto, já é noticia em França.


O hit das panelas ouvido nas manifestações

montreal
Resposta dos estudantes ao pedido da policia de Montréal do percurso de manifestação.

Publicado por [Shift] às 02:08 PM | Comentários (3)

maio 23, 2012

I ♥ mineiros asturianos

mineiros astúrias.jpg
mineiros astúrias 2.jpg

Publicado por [Rick Dangerous] às 06:06 PM | Comentários (2)

Ambição Internacional Marketing, Lda: As empresas de merda geralmente fazem merda (e os tribunais acompanham a merda)

Como o Rick já tinha dito, um tribunal sentenciou ontem os precários inflexiveis a apagar 50 comentários que várias pessoas deixaram no seu site relativos a denuncias de precariedade e de abuso laboral por parte duma empresa.

Dos comentários é claro que a Ambição Internacional Marketing, Lda é associada diversas vezes a "burlas, fraudes, charlatanices, esturros, esquemas, mentiras, vergonhas, trafulhices, oportunismos, armadilhas, aldrabices farsas e desonestidades", conforme a sentença ontem proferida.


Em estrita observância pelo rigoroso serviço público e de acordo com o maior interesse da nação seguem os comentários que existem no site dos precários, para verem a pouca vergonha que era a Ambição Internacional Marketing, Lda :

Anónimo disse...
Ainda há dias vi o anúncio para isto - sim, eles continuam aí no activo - no site net-empregos. O anúncio indicava que queriam pessoas para se tornar formadores da empresa. Eu achei algo manhoso, pois dizia que os candidatos podiam ter qualquer tipo de formação. Algo não batia bem; era demasiado «fácil», acessível. Nem me candidatei. E ainda bem.
10 de Maio de 2011 17:37


Anónimo disse...
Agora estão na Rua dos Fanqueiros Nº 277 2ºEsq
1100-213 Lisboa

E o número de tlm é: 914552508<, email: dir.rh09@gmail.com.

Continuam a tentar enganar o pessoal da mesma maneira
12 de Maio de 2011 16:32


Anónimo disse...
Eu passei exactamente pelo mesmo. Aquilo é uma aldabrice do principio ao fim. Fui exactamente à mesma morada e o procedimento e as "lavagens cerebrais" foram exactamente as mesmas. 

Muito obrigado a quem postou este testemunho. Já era tempo de alguém o fazer.
17 de Maio de 2011 04:02


Anónimo disse...
Amig@s Precári@s,
Não vos podia estar mais grata por terem publicado o meu testemunho. Ao que parece teve efeito imediato, pois a dita empresa já mudou de nome nos anúncios: agora apresenta-se como "Ambição Internacional" - sei que são eles porque a conversa é a mesma. E assim se prova uma vez mais o quão fraudulentos são!
17 de Maio de 2011 17:40


Anónimo disse...
Olá

O que se sucedeu comigo foi muito paraecido com o relato que aqui vem. 

Também pesquisei na net e descobri que o mesmo "modus operandi" foi utilizado em Espanha. Claro que o nome da empresa já foi modificado, aliás dando continuidade a uma táctica da empresa.

Deixo o link onde se pode encontrar o relato do que se passaou no país vizinho: http://community.justlanded.com/es/Espana/forum/CUIDADO-REY-KAIZEN
17 de Maio de 2011 20:11


Anónimo disse...
Eu já havia marcado entrevista com os ladrões, no entanto ao pesquisar na net para maiores informações sobre a empresa me deparei com os vossos relatos. Agora chamam-se AMBIÇÃO INTERNATIONAL MARKETING, LDA, a qual funciona na R dos Fanqueiros, nº. 277, 2º esq, 1100-213 Lisboa. Possuem os seguintes contactos 218885478 / 914552508, email info@aimportugal.com. Onde será que anda a ACT que não vê esses charlatões???
27 de Maio de 2011 11:35


Anónimo disse...
Na verdade essa empresa já está cá em Portugal há cerca de 20 anos a empresa mãe chama-se BF, Grupo BF.
O core da Trata-se de Markting Directo, o que em si não é nenhum negócio ilícito ( toda esta técnica é original dos USA). A empresa promove aos seus vendedores proporcionando-lhes aberturas de escritórios, para os seus vendedores mais dedicados, que em muitos casos são jovens imaturos e desrespeitadores em geral, já que para atingir os seus objectivos, enganam e mal tratam não só os seus clientes como os presumíveis novos candidatos sem escrúpulos alguns.
Esses escritórios apresentam-se com vários nomes BF, GR, AMBIÇÃO INTERNATIONAL MARKETING, LDA, AXES MARKET; e ETC. A escolha do nome depende da criatividade de cada um. No meu caso já me deixei ir na conversa duas vezes, mesmo assim ainda ganhei algum dinheiro, porque é preciso ter veia para andar no D2D, e quem tiver esse despudor de ego, consegue ter alguns êxitos. Aprende-se no entanto alguma coisa contudo relativamente a vendas presenciais. 
A grande questão aqui será a forma como efectuam o recrutamento, aliciando as pessoas para trabalho com alguma relevância e depois os põem na rua a vender produtos variados.
29 de Maio de 2011 13:54


Anónimo disse...
eles agora chamam-se ambicao internacional, o conteudo do mail que eles enviaram tanto a axes markting como esta ultima que mencionei cheirou a esturro!!!qualquer dia apanham um gajo virado do avesso.
30 de Maio de 2011 13:54


Anónimo disse...
OBRIGADO AMIGOS PELO VOSSO TESTEMUNHO. EU IA A UMA ENTREVISTA. JÁ NEM VOU PERDER TEMPO..
31 de Maio de 2011 11:53


Anónimo disse...
Obrigada a todos pelo testemunho, enviaram-me precisamente ha poucas horas um e-mail para marcar uma entrevista na Ambição International Marketing. Pesquisei sobre a empresa e eis que descobri os vossos testemunhos. Menos uma pessoa a ser enganada... :)
31 de Maio de 2011 16:56


Anónimo disse...
obrigado a todos 

ja que tambem tinha uma reuniao amanha e assim sendo ja nao irei 

obrigado 

spreed the word
31 de Maio de 2011 22:37


Anónimo disse...
Boa noite, antes de mais mt obrigada por ter posto este anuncio, Pois tive o dia todo num dilema e o meu precentimento, realmente estava certo. 

Fiquei desempregada a pouco tempo e ando a tentar arranjar emprego pois tenho casa e um filho e assim. entao vi um anuncio nas ofertas de emprego e pensei olha vou me candidatar afinal de contas o nao esta sempre garantido. 

ligaram-me logo no dia a seguir para ir a entrevista ontem as 15h, levar um copia do curriculum e ir vestida profissionalmente.Mandaram email e relatava tudo o que descreves.-te em cima. 
Bom, Assim que la cheguei achei um pouco estranho pois estava a sala xeia de gente para ser entrevistada e entravam dois a dois. a sra que me entrevistou a mais um rapaz em simultaneo era espanhola entao decidiu falar em ingles mas um ingles mtttttttt rapido com sotaque castelhano mt carregado, falou mesmoa correr apanhei as coisas por metade e achei estranho o conteudo do esquema... pois falou em 4 fases com duraçao maxima de 10 meses bla bla. e disse que ligava no fim do dia no fim do dia realmente ligou-me um rapariga que eu acho que era brasileira mas eu fazia perguntas e ela parecia fugir da resposta. disse para eu ir no dia seguinte a uma 2º entrevista das 15 as 21h mais estranho axei mas eu disse que nao podia e ela disse entao 4º ou 5º feira pode ser?? e eu disse que depois confirmava hoje tentei ligar mas ja nao atenderam, recebi dois mail´s um a dizer que tinha faltado a 2º entrevista bla bla e outro logo a seguir a dar-me os parabens pois iam-me dar a oportunidade de poder reagendar a 2º entrevista o que eu achei logo estranho pois basicamente imploram que eu va agora ja sei que resposta dar amanha.ja Quando vi o anuncio tinha estado a procurar informaçao sobre a empresa em questao mas realmente nao encontrei nada felizmente que nao desisti e encontrei este testemunho que me foi super util. Mais uma vez muito obrigada.
1 de Junho de 2011 01:49


Anónimo disse...
Olá a tod@s.
Fico satisfeita por saber que a mensagem se está a espalhar e que, mais dia menos dia, esses vendedores da banha da cobra vão acabar por ter que parar de enganar pessoas honestas que querem trabalhar.
Como alguém disse anteriormente, o marketing directo não é ilegal, mas creio que a forma como a empresa anuncia a função o é, porque leva a crer que é um emprego normal de vendedor/comercial(ou do que quer que seja) e depois afinal já é "por conta própria", sem hora de sair. Já para não falar nas sessões diárias de brainwashing e da pressão psicológica que fazem e incitam os colaboradores a fazer aos potenciais clientes.
Quando lá estive, o propósito era fazer as pessoas aderir a um serviço fibra de uma determinada empresa, alegando que seria obrigatório e etc, e, o pior de tudo, davam-nos instruções para dizer que o formulário que íamos preencher era apenas para fazer a verificação, quando era na realidade uma proposta de contrato com um período de fidelização de dois anos.
1 de Junho de 2011 08:40


Tiago disse...
Eu ia a uma entrevista amanhã á tarde e quando pesquisei pelo site da empresa e vim aqui parar e li isto já escuso de amanhã ir perder tempo para lá.
Obrigado pelo testemunho e pelo alerta!
Cumprimentos
1 de Junho de 2011 15:32


Anónimo disse...
AGRADEÇO DESDE JA TODOS OS TESTUMUNHOS, POIS EU ERA PA IR HOJE A UMA ENTREVISTA PARA A EMPRESA AMBIÇAO INTERNACIONAL MARKETING LDA, E ASSIM, JA NAO VOU. POIS JA PERCEBI QUE SO VOU PERDER O MEU TEMPO....

Obrigado a todos!
2 de Junho de 2011 12:00


Anónimo disse...
Eu candidatei-me a um Lugar de Customer Service na Empresa AMBIÇÃO INTERNACIONAL, onde existiriam apróximadamente 15 vagas.
O processo foi igual...
Notificação por e-mail, apresentar para entrevista em fato profissional, levar CV,entrada a pares, apresentação da empresa a correr (mais propriamente em Sprint).... informação de periodo de "formação de 6 a 10 meses,.... etc,.
Felizmente não fui chamada para uma segunda entregista, mas sempre gastei 3€ em parque e mais a gasolina,...
2 de Junho de 2011 17:58


Anónimo disse...
Ainda bem que pesquisei antes de ir a uma entrevista... obg pelos testemunhos ;)
2 de Junho de 2011 18:50


Nélia disse...
Não deixem de partilhar esta informação com o máximo de pessoas possível! Ponham no FB e afins, para evitar até que haja candidatos, porque é muito triste e injusto os jovens iludirem-se com uma coisa assim. Nem vale a pena ir à primeira entrevista...é tudo uma mentira do princípio ao fim.
3 de Junho de 2011 01:41


Anónimo disse...
olá a todos!
hoje fui convocada para ir a uma entrevista mas vou so para gozar com a cara deles e perguntar a final qual é o nome da empresa ... vou na segunda feira da parte da tarde quem quer comparecer?!
3 de Junho de 2011 15:57


Anónimo disse...
Olá precários, antes de mais quero agradecer aos comentários aquí postados pois é de mais valia para quem está a procura de emprego e é enganado por estes charlatões. Hoje recebi um e-mail da tal Ambição Internacional Marketing igualzinho ao que descrevem aquí. Marcaram-me uma entrevista pra próxima segunda-feira ainda bem que tive a iniciativa de pesquisar a empresa e deparo-e com estes comentário. Fogo, será que não temos entidades competentes para travar esse tipo de gente que tentar subir na vida as custas dos outros? Felizmente tomei conheciento que a empresa é uma fraude a tempo. E vou continuar a divulgar isto para que mais ninguém seja enganado por estes charlatões.
3 de Junho de 2011 17:58


Anónimo disse...
Por causa desses anormais, faltei a uma convocatória no Centro de Emprego, e nem sequer me passaram uma declaração de presença bem escrita.
5 de Junho de 2011 15:31


Frederico disse...
Já tinha ido à Axes e por feeling mandei-os dar uma volta antes de aceitar.. amanhã já ia lançado para a Ambição Internacional a uma entrevista quando encontrei o vosso blogue..

Já divulguei no facebook, no meu, dos meus amigos, do Marketing Portugal, da DECO e sugiro o mesmo a todos vocês! 

Abraço
Frederico
6 de Junho de 2011 12:53


Anónimo disse...
Podemos sempre combinar e aparecer lá todos e virar aquilo do avesso!
6 de Junho de 2011 16:46


Anónimo disse...
Olá pessoal. Eu também tinha uma entrevista marcada para amanhã... Não achei muito normal a forma como me abordaram ao telefone e por isso vim pesquisar pela empresa quandome deparo com os vossos comentários! Já publiquei no meu facebbok tb... Amanhã se me ligarem vos dizer-lhes das boas! O que me assusta é que reparei que pelo menos 680 pessoas visulaizaram o último anuncio publicados por eles nos últimos dias. Imagino a quantidade de pessoas que são enganadas por eles diariamante. Provavelmente o melhor é tentarmos avisar o próprio site "Empregos On line" mas talvez já estejam em mais deste género... :(
7 de Junho de 2011 01:11


Anónimo disse...
Incrivel, também tive o prazer de ir a uma entrevistta na empresa BF, felizmente desconfiei logo e não fui à fase seguinte... obrigada pelos vossos testemunhos, esperemos que pelo menos sirva para as pessoas deixarem de ir a estas entrevistas e deixarem de uma vez por todas de ser enganadas... Boa sorte a todos!
7 de Junho de 2011 14:31


Anónimo disse...
Os anúncios continuam a ter muitas visualizações, mas acredito que a tendência geral será fazer a pesquisa sobre a empresa e encontrar os nossos testemunhos. Infelizmente, quando me contactaram, pesquisei imenso e só encontrei aquele site muito básico e cheio de informações contraditórias(tal como, de resto, acontecia dentro da própria empresa). Só que queria mesmo arranjar emprego e acabei por cair na esparrela.
8 de Junho de 2011 08:37


Anónimo disse...
Passei por algo idêntico em Novembro de 2010 mas no Porto. Respondi a um anuncio no net-empregos para um reforço de Natal. Do anuncio não constava nome da empresa. Fui contactada para ir à entrevista. No dia da entrevista deparei-me com cerca de 20 pessoas de todos os tipos e todas as idades. Notei que não havia nenhuma pré-selecção dos candidados.

As entrevistas duravam cerca de 5 minutos e à medida que saiam uns iam chegando outros. 

Quando me chamaram fui recebida por uma Dra. Fez apresentação da empresa falando muito rápido com discurso ensaiado. Procuravam comerciais para vender produtos e serviços de empresas clientes deles. Comerciais esses que caso tivessem um bom desempenho poderiam coordenar uma filial. E eu até calhava bem porque iam abrir uma filial na minha área de residência.

Questionei que tipo de produtos e serviços e remeteu-me para o site da empresa, que lá encontrava toda a informação...

Caso fosse selecionada para a 2ª entrevista (que consistia em 1dia de trabalho na rua) deveria ir vestida tal e qual como estava, que estava muito bem mas que levasse sapato raso porque ia andar bastante. Pediram para ligar às 18h para saber se fui selecionada.

Mal cheguei a casa, vim à net procurar informação sobre a empresa, não encontrei... Não havia informação nenhuma a não ser o e-mail para onde enviei o cv e muitos mais anuncios para todo o país.

Às 18h liguei para saber o resultado, tinha sido seleccionada. Pedi para falar com a tal Dra. porque tinha algumas dúvidas.

Perguntei em que consistia ao certo a 2ª entrevista. A partir daqui a simpatia da sra. desapareceu. Disse que já me tinha dito e eu expliquei que não tinha encontrado informação nenhuma e que gostaria de saber ao certo o que iria vender. Disse novamente que já me tinha dito que eram serviços...
Perguntei ainda com quem iria e para onde. Resposta: Com colaboradores da empresa e que no dia é que se decidia o local.

Com isto educadamente agradeci e disse que desse modo não estava interessada. Que não iria me deslocar com pessoas que não conheço de lado nenhum para um sitio que não me dizem qual nem para vender o quê.


Agora ao encontrar este depoimento penso que poderá ser o mesmo esquema.
8 de Junho de 2011 12:15


Vivendo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
8 de Junho de 2011 13:41


Anónimo disse...
Ainda ontem fui a uma entrevista para o BF group. No anuncio publicado ( num site de emprego fidedigno) disseram que era uma vaga para administrativo e que teria de ter disponibilidade para passar uma semana em Aveiro. A empresa em questão iria abrir uma nova filial em Leiria ( onde vivo). O anuncio não dizia o nome da empresa, e ao telefone deram-me um nome e morada para a entrevista( que se iria realizar a 70 kms de distancia de Leiria). Como achei que era uma oportunidade aceitei ir à entrevista e comecei a procurar informações da empresa. Achei estranho que não encontrei nada com o nome que me deram a não ser anúncios de empregos, vários anúncios e em vários sítios diferentes.
Mesmo assim no dia marcado fui à entrevista. Quando cheguei estavam já varias pessoas à espera, pediram-me que me sentasse a preenchesse uma ficha. Enquanto isso foram chegando mais pessoas para entrevistas. Com tudo isto já fiquei um pouco desconfiada, mas o que me levou a ter certezas foi com a parte da entrevista.
Um senhor muito sorridente, mesmo com aspecto de vendedor, que me recebeu e começou a fazer perguntas. eu disse que nem sabia o nome da empresa e a que se dedicava ao que ele me responde : è o Grupo BF! Não conhece o grupo BF? eu disse que não! e ele disse-me para ver o site deles quando chegasse a casa, e desconversou para eu não poder fazer mais perguntas. Deu-me a entender que a empresa estava muito bem, com muito crescimento...o que me fez logo desconfiar. No final com muitas dúvidas, mas pesquisei logo na Internet o tal BF grup. Estava tudo em inglês, não se percebia o que a empresa fazia, vi logo que era burla. Tentaram me ligar mais tarde para dar uma resposta, eu na altura não vi a chamada, mas nem me interessei em voltar a ligar de volta. Depois destes testemunhos tenho a certeza que era o mesmo grupo de burlões, e mesmo que o trabalho fosse administrativo eu não aceitava trabalhar numa empresa sem escrúpulos como esta!
8 de Junho de 2011 13:43


Suporte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
8 de Junho de 2011 18:14


Anónimo disse...
Olá a todos. 

É preciso continuar a divulgar as trapacices destes tipos que é para mais ninguém cair na esparrela montada por eles.
9 de Junho de 2011 03:10


Ermelindo disse...
Hoje tembem me telefonaram para ir a uma entrevista na segunda, mas já não vou, sempre são 10 € que se poupa, e não vai para vigaristas.
9 de Junho de 2011 16:23


Anónimo disse...
Olá a todos
Agradeço o facto de estarem a relatar o sucedido com cada um, pois eu seria mais uma que iria encher os bolsos a estes burlões, pois andas tu a vender de porta a porta e eles é que ficam com os lucros,ia hoje a uma entrevista, já nem meto lá os pés.
13 de Junho de 2011 13:06


Anónimo disse...
Aqui fica um link para um blog (em espanhol) que fala de uma tal Rey Kaizen, que é basicamente a mesma coisa:

http://mundotrompa.blogspot.com/2009/11/quienes-son-estos-senores.html

Só assim por acaso, uma das pessoas do topo da Axes Market(a espanhola que fala um inglês péssimo) tem no seu perfil do FB a empresa Rey Kaizen como sua empregadora. Curioso...!
13 de Junho de 2011 16:36


Anónimo disse...
Olá a todos,já vi que muita gente tinha entrevista para amanhã,tal como eu,achei logo esmola a mais e pesquisei,muito obrigada por partilharem as vossas experiências,como é obvio amanhã nem meto lá os pés.
14 de Junho de 2011 17:28


Anónimo disse...
Olá a todos,
Em primeiro lugar gostaria de agradecer a todos por divulgarem esta terrível situação!
Após me ter candidatado a uma série de ofertas no Net Empregos recebi este email: "Agradecemos o seu interesse na nossa empresa. A sua candidatura e CV foram revistos pela nossa gerência e concluíram que gostariam de convidá-lo para uma entrevista preliminar.
A AIM, Lda está situada em Lisboa, e foi criada para atender à emergência no mercado para a qualidade na aquisição de clientes em Portugal.
Devido à exigência do cliente, estamos expandindo rapidamente, o que nos levou a recrutar para preencher várias oportunidades. Os candidatos terão orientação nas seguintes áreas: Marketing/Sales,Team Leadership, Business Operation e Customer Service.
Uma vez que se encontra inserido no nosso processo de recrutamento, e como já deve ter notado, a maioria das vagas é para inicio imediato, estamos a realizar entrevistas o mais depressa possivel.
Pode contactar-nos assim que receber este email para 914552508 ou para o email info@aimportugal.com, e perguntar pelo Departamento de Recursos Humanos.
Aguardamos o seu contacto.
Atentamente
Ana Santos
Departamento de Recursos Humanos". A primeira coisa que fiz ao receber o email foi ir à internet tentar perceber que tipo de empresa era esta AIM, Lda visto não me lembrar de ter envviado qualquer candidatura para a mesma. Claro que não apareceu qualquer site por isso tentei perquizar pelo email, tendo vindo dar aqui. Poucos segundos após ter descoberto esta página recebi uma chamada desta Sra. Ana Santos, tendo-a despachado rápidamente. 
Mais uma vez, agradeço a todos e vou divulgar toda a informação sobre esta AIM, Lda, com o email info@aimportugal.com junto de todos os que conheço.
Cumprimentos!
14 de Junho de 2011 17:33


Anónimo disse...
Olá a todos,

gostaria de deixar aqui o meu comentário, porque parece que não são os únicos a ser apanhados por esta gente. A minha situação foi a mesma de muitos, respondi a uma entrevista e lá passei um dia inteiro com um "líder" que, supostamente tinha um grande cargo numa empresa qq de gestão mas desistiu para poder entrar nesta empresa que, nem acreditava que era verdade existir por ser bom demais... etc, etc... enfim. O que posso deixar aqui é que, essa empresa todos os dias envia milhares de ofertas de trabalho, como trabalho administrativo para no futuro serem lideres e poderem abrir o seu próprio escritório... Não gostei do trabalho nem do ambiente nem do "modus operandi", como diz aqui um leitor: "parece tudo muito fácil"... 
Estejam atentos!
14 de Junho de 2011 19:03


Anónimo disse...
Olá a todos, 
Informo que este mal chegou ao Brasil com este mesmo nome Axes Market, a mesma história fraudulenta , a mesma lavagem cerebral, as mesmas promessas e o processo de recrutamento e seleção...enfim, Eles estão cadastrados na Infojobs e Catho on line ( sites muito recomendados de empregos) porém ao ficar muito desconfiada pela conversa esquisita e cheia, repito, cheia de erros, para aqueles que possuem boa percepção de fraudes, resolvi pesquisar. Participei de entrevista coletiva e saímos de lá sem saber "exatamente" do que se trata o trabalho , fomos convocados , "todos" inclusive aqueles sem perfil para o tal "negócio" , para uma nova fase no dia seguinte entre as 11h às 19h com um líder de equipe que ira supostamente nos acompanhar e fazer o que fez com os demais acima em Portugal e etc.
Sou muito otimisma e costumo pagar pra ver porém , como possuo princípios Católicos desconfiei quando o selecionador, por nome Paulo, disse que ninguém é realmente honesto quando vai a uma entrevista e diz ter as qualidades... porém ele disse : "Ninguém é honesto, nem mesmo eu! "
Acredito que a honestidade é peça fundamental de uma empresa e, dizer isto na presença de 10 pessoas num processo seletivo , é mesmo muita ignorância!
Algo que me chamou muito a atenção, foi quando me apresentei, como sou muito religiosa, sempre falo de Deus em qualquer situação, e percebei que ele ficou com uma expressão de indeferença. Acho que nem todos podem compreender isto mas, quando uma pessoa consegue ficar indiferente quando se fala de Deus algo de bom com certeza não pretende fazer! Desonestidade e Deus não se misturam! Fiquei muito desconfiada porém, como estou desempregada e precisando muito do emprego aceitei voltar para a fase 2, mas mamãe sempre dizia que "Seguro morreu de velho, rs ! Aqui estou, pesquisei na internet o nome da empresa e logo encontrei os mesmos formatos desta fraude , com o mesmo nome justamente nos países que eles possuem filiais. 
Amigos, muita atenção eles continuam recrutando, localizados atualmente na Av. Paulista 1159, sala 512 São Paulo-SP 
Não paguem pra ver, eu também não pagarei!
Amanhã mesmo já estou indo em outra entrevista, em outra empresa participar de uma entrevista normal como tem que ser , e digo mais, desconfiem de tudo o que parece "fácil" de mais,pois, só há uma forma de ganhar dinheiro e subir na vida : Acordando cedo, enfrentando ônibus lotado e trabalhando muito como todo bom brasileiro sabe fazer!
Boa sorte e que o Sagrado Coração de Jesus por meio do Coração Imaculado de Maria Santíssima proteja e abencoe cada um de vós !
15 de Junho de 2011 01:01


Anónimo disse...
Ola,
tambem fui vitima destes senhores, mas ao fim de andar duas horas atras de uma vendedora vi que não era trabalho para mim e disse que não estava interessada. Mas eles continuam a contactar para ir a entrevistas. E o local ainda é na Rua Rodrigues Sampaio. Estes tipos são do mais burlão que existe.
15 de Junho de 2011 16:40


Anónimo disse...
Ainda bem que fiz uma pesquisa no Google pelo numero de telefone: 218885478. Cheirou-me logo a esturro a demasiada simpatia ao telefone, a demasiada simpatia no email e claro algumas expressões usadas como: "... é aconselhável que venha vestido de forma profissional."

Tenho a entrevista amanhã e já não vou, graças a este blog.
Obrigado.
16 de Junho de 2011 15:03


Anónimo disse...
Olá a todos, eu e uma prima também fomos vitimas desta empresa, que nos seleccionaram imediatamente, iríamos começar amanhã.... mas como quem não deve não teme, desconfiámos do porquê de tanto segredo em relação aos serviços prestados pela empresa e procurámos mais informação e eis que aqui chegámos... isto para além de o meu namorado já ter trabalhado para estes burlões há uma série de anos e de os ter apelidado de burlões, trapaceiros, mentirosos, etc,,, assim que lhe disse que se tratava do grupo BF. Enviei-lhes um e-mail que colo aqui de seguida "Cara Senhora,

Após uma pesquisa na internet, na tentativa de tentar descobrir O MISTÉRIO dos produtos que comercializam, descobrimos (Eu e a minha prima Filipa Nogueira), o site que abaixo anexo.
Queremos apenas avisar V. Exas que amanhã não será necessário contarem com a nossa presença e que este golpe fraudulento vai ser exposto no meios de comunicação a que temos acesso e sairá de um blogue.

Mais informo, que da Borges e Fonseca não obtivémos referências credíveis por parte de ex colaboradores vossos."

Devo dizer-vos que o efeito foi emediato... ligaram-me e como não atendi ligou o suposto sr- Director à minha prima a mostrar-se ofendido comigo, apelidou-me de "muito dura".

Dura, eu??? Não!! Desempregada, desesperada e a sentir-me traída e enganada!! Brevemente espero ver a reportagem nos meios de comunicaçao, já mandei alguns e-mails, fiz alguns contactos e espero que seja feita justiça.

Obrigado a todos por terem criado este blog.
16 de Junho de 2011 19:53


Anónimo disse...
Aqui fica um exemplo do tipo de actuação destas empresas: 

http://www.youtube.com/watch?v=sOEge-WqdBM&feature=related

:)
16 de Junho de 2011 20:26


Anónimo disse...
Boas,

Mais trenguices desta empresa: http://www.youtube.com/user/salvadorgilserrano#p/u

e não fica por aqui, insistem em divulagar a asneirada:http://www.youtube.com/user/salvadorgilserrano#p/u/1/NOq6UV0t45g
17 de Junho de 2011 05:19


Anónimo disse...
Os vídeos do comentário acima foram filmados na própria Axes Market, Ambição Internacional ou lá o que seja.

Alguém propôs que se levasse o caso para a tv e afins, o que acho uma excelente ideia. Seria interessante alguém infiltrar-se e filmar a entrevista e uma "sessão de motivação". Quanto às ditas promoções, os próprios já fizeram o favor de filmar, como vimos.
17 de Junho de 2011 10:26


Anónimo disse...
eheheheh acabei agora de receber um telefonema deles... era para ir na segunda "...at 3:00 pm" como dizia no e-mail que me enviaram... ora bem ia, mas já não vou!
17 de Junho de 2011 15:48


Anónimo disse...
Boa Tarde, Hoje o mesmo sucedeu com a minha ex mulher, pois estava eu a ir levar as papeladas da miuda para entrar para o proximo ano, quando ela me liga sem duvida alguma assustada e muito nervosa.

Perguntei o que se passava e tal e qual como foi relatado , a roupa, os sapatos confortaveis, tambem ela passou por isso, ficando eu com os nervos a flor da pele.
Deveria-se juntar todas as pessoas e entrar por ali a dentro pois farto de Mer... abnda o mundo e esta gente so quer enganar quem quer trabalhar, por isso metem gente espanhola, brasileira etc etc a roubar e enganar os que realmente querem trabalhar independentemente da nacionalidade idade ou cor da pele.

Uma bela entrevista para a televisao é que deveria ser feita.

Obrigado
17 de Junho de 2011 16:14


Anónimo disse...
n existe uma maneira d levar tds estes testemunhos ao cm ou á sic, tvi whatever??? alguem tem d por um travao nisto cm urgencia. cda x mais jovens procuram emprego e usam recursos q n teem para poderem ir as entrevistas q no final so resultam em fraudes e frustraçao por parte d quem realmente necessita d trabalhar...
17 de Junho de 2011 23:42


Anónimo disse...
Aproveitem para ver os videos postados em cima, noutro comentário, que sempre dá para conhecer algumas das caras dos "trapaceiros". Assim quando forem a uma entrevista reconheçem os "Charlatães".
19 de Junho de 2011 05:22


Anónimo disse...
Muito Obrigada pela informação aqui postada! Para mim foi muito útil uma vez que respondi a um anuncio para a empresa Ambição Internacional Marketing, Lda, sendo marcada entrevista para dia 17/06. Uma vez que não pude comparecer, simplesmente faltei sem dizer nada, até porque de momento tenho trabalho, apenas procuro um melhor! Achei estranho também os requisitos para se responder ao anúncio, era dubioso, mas ainda assim respondi. Qual não é o meu espanto que quando nao compareci no dia 17/06 às 12h30, como combinado, ligaram-me por volta das 18h para remarcar para dia 20/06. Mas quem me ligou parecia que me queria levar para lá com unhas e dentes!! Tudo bem, marquei de novo a entrevista, mas achei tudo tão estranho, que decidi pesquisar na net. E eis que me deparo com isto. É exactamente aquilo que eu pensava: esquemas e mais esquemas, mentiras atrás de mentiras para encher os bolsos a uma cambada de gente sem escrúpulos, nem humanidade! Da minha parte não terão sorte, farei de tudo para os desmascarar, quer no FB, Twiter, outras páginas da internet e acima de tudo, comunicação social. Temos de acabar com esta gentalha!
20 de Junho de 2011 14:07


Anónimo disse...
Acabei de enviar um email para o programa da manhã da TVI a relatar o sucedido, porque assim chegará facilmente aos que estão em casa, desempregados, e que são os principais alvos.
20 de Junho de 2011 15:20


Anónimo disse...
Aconteceu-me exactamente o mesmo.
Para informação ficam os emails que me enviaram.

17 de Junho
Agradecemos o seu interesse na nossa empresa. A sua candidatura e CV foram revistos pela nossa gerência e concluíram que gostariam de convidá-lo para uma entrevista preliminar.
A AIM, Lda está situada em Lisboa, e foi criada para atender à emergência no mercado para a qualidade na aquisição de clientes em Portugal.
Devido à exigência do cliente, estamos expandindo rapidamente, o que nos levou a recrutar para preencher várias oportunidades. Os candidatos terão orientação nas seguintes áreas: Marketing/Sales, Team Leadership, Business Operation, Customer Service.
Uma vez que se encontra inserido no nosso processo de recrutamento, e como já deve ter notado, a maioria das vagas é para inicio imediato, estamos a realizar entrevistas o mais depressa possivel.
Pode contactar-nos assim que receber este email para 914552508 ou para o email info@aimportugal.com, e perguntar pelo Departamento de Recursos Humanos.
Aguardamos o seu contacto.
Atentamente,
Ana Santos
Departamento de Recursos Humanos

20 de Junho
A sua entrevista será no dia 20/06/2011 at 5:30 PM
A sua entrevista preliminar será com um dos membros da Direcção, que está animado em saber mais sobre si, bem como sua experiência profissional e os seus objectivos para o futuro. 
Por favor, traga uma cópia do seu CV consigo para que este seja anexado à sua ficha e também para que o director o tenha durante a entrevista. 
Nesta entrevista será dada informação mais detalhada de cada vaga em aberto na nossa empresa e os serviços que oferecemos aos nossos clientes.
Entendemos que nem todos os nossos candidatos tenham experiência no mundo dos negócios, no entanto é aconselhável que venha vestido de forma profissional. No caso de se atrasar ou por qualquer motivo não puder comparecer, agradecemos que nos informe. Vamos também fazer o nosso melhor para mantê-lo informado sobre qualquer alteração de última hora. As nossas entrevistas têm uma duração de 30 a 45 minutos, incluindo o tempo de espera.
Com os meus melhores cumprimentos,
Ana Santos
Departamento de Recursos Humanos
Pode contactar-nos através dos números 218885478 ou 914552508 ou através do email info@aimportugal.com.

Achei tudo sempre muito estranho principalmente o facto de não encontrar nenhuma informação sobre a AIM na internet, e de serem sempre muito prestáveis e demasiado atenciosos.
Ainda bem que encontrei estes testemunhos, obviamente agora já não vou à entrevista.

Nota: têm um website, convenientemente, em desenvolvimento
http://ambicaointernacional.com/
20 de Junho de 2011 16:49


Anónimo disse...
Fui hoje contactado por estes srs. e, negligentemente, iria amanhã a uma entrevista, motivado e "profissionalmente vestido". Muito obrigado a quem divulgou esta trapaça. Seguem os dados apurados e agrupados correspondentes a esta empresa, para quem chegar a esta página perceba imediatamente que se trata de FRAUDE:

AIM PORTUGAL, AIM LDA.
NIF: 502602767
CONTACTO: 218885478, 914552508 
MAIL: info@aimportugal.com
ŃOME: Ana Santos
MORADA: R Fanqueiros, 277, 2º E.
1100-213 Lisboa

Boa sorte para a continuação de pesquisa de emprego...
20 de Junho de 2011 20:19


Anónimo disse...
Eu também cai no esquema desses gajos! No final do ano passado, fui a uma entrevista de emprego e achei aquilo tudo muito estranho mas como era a primeira vez na vida que fazia entrevista deixei passar.
Entrei na empresa e passei pelas mesmas coisas que vocês relatam, tenho mestrado em psicologia e nunca me apercebi que me pudessem estar a tentar fazer uma lavagem cerebral...
Acabei por ir ficando e sempre procurei o porquê de tudo o que me sugeriam para corrigir:... Curiosamente estou na empresa há menos de meio ano e sou a próxima assistant manager!
Infelizmente existe um grupo de neuróticos com mania da perseguição no nosso país que precisam mesmo é de um bom psiquiatra, porque o caso já é grave demais para alguém com a minha formação conseguir ajuda-los e que como não têm mais que fazer das suas vidas insignificantes se dedicam a estragar a oportunidade da vida de outras pessoas.
Não contem comigo para vos atender aos vossos problemas psiquiátricos porque vou estar mais ocupada em ser gerente e fazer mais dinheiro que vocês e toda a vossa família junta e curiosamente: de forma honesta... À é verdade, vocês estão desempregados e por isso não contribuem para orçamento familiar!
Desculpa lá!!!!!
22 de Junho de 2011 01:57


Anónimo disse...
Estás desculpada. Parabéns, pela tua "incoming promotion" certamente, deves ver os teus atributos académicos recompensados em bateres a umas portas e a percorreres uns quarteirões. Podes ter a certeza que não contamos contigo para resolver os "nossos" problemas "psiquiátricos", para tal seria necessário um Psiquiatra. Quanto a forma honesta, julgo, não, tenho a certeza que posso discordar. Gostaria de saber como foram processados os teus descontos para a segurança social? Esta uma das perguntas, se quiseres tenho muitas mais. Para finalizar, oportunidades todos nós as queremos, apenas exigimos transparência, nada mais!! P.S. Minha querida psicóloga, devia ter aprendido que numa primeira abordagem, nunca devia ser tão agressiva. Para além de deixar "fios soltos" por onde as pessoas podem pegar, os insultos gratuitos (passo a citar: neuróticos, vidinhas insignificantes, fazer mais dinheiro que voçês e toda a vossa família), só demonstram um falso conforto para com a vida que leva e com aquilo que pretende...
22 de Junho de 2011 05:24


Anónimo disse...
Sra Psicóloga, deixe-me corrigi-la: se pesquisar na internet alguns nomes de empresas da mesma família(está a ver essas folhinhas que estão afixadas na parede da "atmosfera" com os rankings de vendas, com o objectivo de provocar o greed nos colaboradores...?)ou mesmo o nome do director vai ver que não é só em Portugal que há neuróticos com a mania da perseguição; também os há, pelo menos, em Espanha e no Reino Unido, aos milhares, a relatarem os mesmos factos. 
Se lhe está a correr bem, óptimo. A principal questão que se coloca aqui é a honestidade e a ética, que não existem! Numa empresa séria as pessoas vão a entrevistas e são seleccionadas com base no seu perfil, isto é, se aparentam ser os candidatos certos. No caso desta empresa, os entrevistadores dizem que só têm uma vaga e, quando lhes é perguntado se há um tempo à experiência(como em qualquer emprego), dizem que não porque, precisamente, só escolherão o candidato que têm a certeza que seja capaz de desempenhar as funções em causa - que não são andar de porta em porta, claro que não! Se bem que eu tive a oportunidade de ver a assistant manager várias vezes a fazer isso, mas enfim...mentem acerca de tudo, incluindo horários, contratos e remunerações, de tão desesperados que estão para construir equipas, porque o que recebem provém mais das vendas daqueles que recrutaram do que propriamente das vossas - e as desistências são tão comuns que têm que andar sempre à procura de mais pessoas, às quais aplicam as técnicas de venda que depois ensinam, para que as utilizem com os clientes. Que tipo de trabalho tem que ser vendido ao candidato? Normalmente é ao contrário! E que tipo de empresa em expansão e bem conotada em vários países muda nome com tamanha frequência?
22 de Junho de 2011 09:38


Anónimo disse...
E essa conversa de ganhar mais que nós e a nossa família é mesmo típica dessa seita! O que sabem vocês dos ganhos da família dos outros? Só a minha mãe recebe o suficiente para eu arrendar um t2 e viver confortavelmente...e acredita que a ela não passa necessidades para que isso seja possível. Tem um emprego sério, estável e com uma remuneração certa ao fim do mês(mais descontos para a Segurança Social,e devidos subsídios) desses que vocês dizem que não valem nada por terem uma progressão mais lenta e ser por conta de terceiros.
Se gostam de estar aí, a bater a portas durante 8h/dia, debaixo de chuva e sol, a pagar para trabalhar e a não ter direito sequer a uma baixa se adoecerem ou tiverem um acidente de trabalho, continuem! Mas não venham para aqui dizer que é tudo muito bonito e sério, que têm grandes lucros e que os outros são uns preguiçosos, falhados e sem ambição.
22 de Junho de 2011 09:54


Anónimo disse...
Pessoal, não sei se já repararam, mas os comentários são todos a reclamar de horas de trab, trab de baixo de sol e chuva, receber à comissão (um rendimento fixo faz mto mais sentido, posso nem fazes nada o dia todo q ele cai na conta a mesma), etc. Pessoalmente não vou fazer nenhum comentário desse genero pq para dar imagem de "preguiçosos, falhados e sem ambição" já cá estão muitos! Acho que se deve dar uma oportunidade a uma oportunidade, não me custa nada! Alguém sabe dizer aonde posso encontrar info para marcar uma entrevista??
23 de Junho de 2011 00:16


Anónimo disse...
Comigo foi exactanmente a mesma coisa. Envio de candidatura num dia, entrevista no dia seguinte com um Americano, dia no terreno com uma “Leader” que me mentiu descaradamente sobre as reais condições de trabalho e que me fazia perguntas enquanto eu tirava notas e que fugia constantemente às minhas questões.Depois seguiram-se as mesmas lavagens ao cérebro e manipulações, conversas da treta.

A única coisa que posso dizer a estes Americanos que não passam de uns vigaristas de merda, de uns charlatões, exploradores, que não dão quaisquer condições de trabalho minimamente dignas aos comerciais é,como se diz na vossa terra “Go fuck yourselves”.

Graças a tantas mentiras, aldrabices, falta de frontalidade e pressão, engonharam com a assinatura do meu contrato (sorte a minha, livra) e puseram-me numa situação em que fui obrigada a rescindir imediatamente o meu contrato com a empresa onde estava anteriormente e depois deixaram-me no desemprego mais de 7 meses.

Um bem haja para vocês cabrões de merda. Vão-se lixar, vocês e a vossa chafarica, que mais parece uma “empresa fantasma” onde nada tem cabeça, tronco e membros. O que vocês mereciam era uma queixa no Ministério do trabalho para verem o que era bom para a tosse. 
Quanto à não possibilidade de abrir um escritório da Axes Market, temos pena pois TINHA VERGONHA DE DIRIGIR UM ESCRITÓRIO COM O VOSSO NOME E FALTA DE CARÁCTER.
23 de Junho de 2011 00:40


Anónimo disse...
Realmente isto hoje em dia já não há condições... uga-se que estes americanos e n sei quantos mais realmente são uns charlatões.. porquê..? porque vêem no seu próprio conceito de negócio uma oportunidade de crescimento.. ignorantes pah... uga-se que não perceberam que este povo sobrelotado de gente com ética de trabalho, licenciaturas, doutores e engenheiros, não merecem realmente esta merda deste tratamento em que se tem de trabalhar a sério para vingar no mercado e na progressão da carreira... eles até dão comprimidos verdes e tudo à malta para questões de lavagem cerebral.. já ouvi dizer que fazem sessões de hipnotismo e tudo para impulsionar o desenvolvimento das pessoas.. que estupidez... sinceramente.. logo aqui que os licenciados, doutores, seja qual for o seu título, merecem e dignificam a sociedade querendo "estabilidade~", "progessão na carreira" e "conforto financeiro" trabalhando das 9h às 17h, com 1h30 de almoço, auferindo um rendimento de 1500€ por mês, e isto apenas aplicando o esforço necessário para garantir os serviços necessários e imprescindíveis para o complemento das suas funções!!!! Esforçõ? Empreendedorismo? Dedicação? Empenho..? Nada disso... isso é para charlatões.. isso é para pessoas que efectivamente sabem dar valor à oportunidade, para pessoas com ambição, para pessoas com objectivos e metas a médio longo prazo... não é para os doutores engenheiros... para pessoas que não têm medo de vergar a mola... Eh pah o povo português outrora era nº 1 em tomar iniciativa... ah e tal trabalhar de sol a sol que é bom.. hoje???!!! hoje nao.... hoje somos os reis do comodismo, hoje somos aqueles que mais reclamamos por aquilo que não temos por falta de iniciativa, por aquilo que depende tanto de nós mas que como bom português culpamos todo o mundo que nos rodeia!!! é tão fácil julgar.. apontar... xiiiiiii.. é mesmo fácil... é um sinal de ignorância, é um sinal de conformismo, de fraqueza.. e dos fracos n reza a história... já tinham ouvido dizer..? Eh pah n sei.. Olhem, até vos digo mais.. a partir de agora, vou recomendar a todos aqueles que procuram uma oportunidade no mercado de trabalho... façam o seguinte:
- parem de enviar curriculos;
- parem de procurar emprego;
- parem de apostar no vosso proprio desenvolvimento...
Porque sois todos tão bons mas tão bons e com qualidades e aptidões tão fortes e bem definidas que simplesmente o sucesso e o vosso futuro risonho simplesmente cair-vos-á ao colo... sem terem que aplicar o minimo esforço ou qualquer sacrifício... porque a vida é fácil... muito fácil... 

Enfim...
Não existe o trabalho perfeito, nem as óptimas circunstâncias, EM LADO NENHUM MEUS AMIGOS! Mas digo-vos, existem grandes empresas a recrutar constantemente e de notoriedade Internacional que estão em recrutamento constante... deixo alguns exemplos para vos ajudar... Zara, MacDonald's, H3... experimentem.. certamente irão ter oportunidade de desenvolver uma grande carreira... ou então não, mas nunca se esqueçam... quando as coisas correm mal.. a culpa é sempre do mercado de trabalho.. nunca nossa! ok?
Ao reclamarem não vão a lado nenhum..nada se resolve! GARANTIDAMENTE!!! (não sei se alguma vez vos tinham dito isso)
Vão à luta, tenham muito sucesso, e sejam muito felizes... mas... têm que fazer por isso.. lo0l!
Um bem haja... e... toma!
23 de Junho de 2011 02:36


Anónimo disse...
Um bem haja e toma??? Antes de mais, saliento que isto é forma mais prepotente de se terminar um comentário. A quem o escreveu o meus pêsames pela tacanhez mental aqui demonstrada. Meu caro amigo e já que entrou numa de história e de definição de caracter eu posso dar-lhe, com todo o gosto a resposta... Sabia que Portugal foi dos primeiros países a abolir a escravatura? Sabia que por condições dignas de trabalho, por melhores condições, por mais respeito muitos seus conterrâneos e estrangeiros pereceram pela luta desses ideais? Sim, o Povo quando quer é "Danado" para encontrar e defender os seus ideais. Sim, o Povo quando quer, que o seu trabalho seja respeitado e valorizado é "Danado" por o conseguir. No fundo, e ainda que não tenha percebido é isso que pessoas que vêm aqui reclamar. Somos muitos a ficarem "Danados" por promessas infrutiferas, por más explicações, por falta de transparência e respeito... 


In fact we Trace (and not Tracy) some high values of moral (and not Morales), because we are damn (and not "Danado") for Justice and Respect...
23 de Junho de 2011 03:43


Anónimo disse...
Bom dia a todos
Quero desde já agradecer o facto de terem publicado esta situação, pois está a acontecer-me o mesmo, tinha uma entrevista hoje à tarde, e assim sendo já não vou gastar o meu tempo nem o meu precioso dinheiro em transportes.
Também recebi um e-mail a confirmar a entrevista com a morada da Rua dos Fanqueiros, nº 277 2.E e o nome da empresa é AIM Portugal. achei estranho de marcarem entrevista para o dia feriado, e decidi andar à procura de informação e descobri os vossos comentários pela morada.
Obrigada por divulgar esta preciosa informação, sou menos uma a ser enganada
23 de Junho de 2011 10:36


Anónimo disse...
Ena, tantos inconformados... Então e procurar emprego? Nada? Bora mas é comentar blogs e caluniar quem trabalha que se continuarmos assim vamos lá ;-)

PS: ando à procura de uma mulher a dias, salariozinho fixo ao fim-do-mês (nem é à hora porque conta como comissão), faço contrato de trabalho, descontinhos para a seg.social, etc. Algum dos blogers se quer candidatar? Ops, esqueçam, continua a ser preciso trabalhar.. Que chato!!
23 de Junho de 2011 20:48


Anónimo disse...
À pessoa que rematou com :"In fact we Trace (and not Tracy) some high values of moral (and not Morales), because we are damn (and not "Danado") for Justice and Respect... " 

Bem, essa foi mesmo um pontapé debaixo do cinto daquela corja! Quem lá está ou já esteve sabe bem de que se trata!

Não vale a pena virem para aqui com os vossos discursos formatados de "preguiços", "falhados", "pobres", "empregados dos outros"...blá blá, blá...quem trabalha na Axes Market, AIM ou lá o que seja TAMBÉM É EMPREGADO ou até escravo. Vamos lá a ver:
- a empresa distribui as zonas para onde os vendedores vão;
- há sempre, pelo menos, um líder no grupo, e é essa pessoa que decide a que horas e onde se almoça e quando se regressa ao escritório;
- os "distribuidores" não podem sequer sair do prédio sem serem escoltados por um líder. Além disso, o líder também liga todos os domingos à noite, para ter a certeza que a pessoa não aproveitou o dia livre para pensar melhor no que anda a fazer;
- em teoria, podes entrar e sair às horas que queiras, mas és pressionado a trabalhar o dia inteiro e, sobretudo, a estar presente na atmosfera;
- o processo de selecção é uma farsa, não esclarecem as pessoas e só quando já lá estão é que ficam a saber quais são os horários e as condições. Quando vão ao dia de observação, não podem falar com os distribuidores que acompanham o líder, que é para não perceberem que não é nada daquilo que eles julgam. Os que fazem muitas perguntas são despachados depressa, porque o interesse do líder não é só recrutar, também é manter a equipa, porque é por aí que se ganha alguma coisinha; 
- ninguém pode dizer algo mais realista sem ser acusado de estar a perder a atitude e até tende a ser posto a uma distância de segurança dos mais recentes;
- não se pode falar sobre quantas vendas se fez durante o dia para não se perceber que os outros também não venderam nada de jeito e vão de mãos a abanar na maior parte dos dias, preferido, em vez disso, chamar a atenção para os que mais venderam no dia anterior.

Só queria que um de vós, defensores do "sistema" me desse uma explicação alternativa para essas situações que nomeei, se a minha está errada. E sem usar termos como preguiçoso, negativo, sem atitude, pouco empreendedor, trabalho das 9 às 17h, McDonalds e afins.
E já que estão a ler isto, digam aí aos vossos donos para ao menos pagarem às pessoas as devidas comissões, porque isso é o limiar da dignidade. Já não basta serem exploradores, ainda são ESCLAVAGISTAS.

AIM MARKETING, já pensaram no próximo nome?
23 de Junho de 2011 21:14


Anónimo disse...
E não se esqueçam que quanto mais aqui vierem pôr comentários, mais o blog sobe na pesquisa...continuem, caros senhores bem-empregados! Continuem!

E ninguém está a difamar quem trabalhar, estamos a denunciar quem se aproveita dos trabalhadores. Se acham que é calúnia, metam um processo contra esta gente toda.
23 de Junho de 2011 21:17


Anónimo disse...
Ao distribuidor do post de 23 de Junho de 2011 21:14:
- Terei todo o gosto em responder às tuas questões sobre o "sistema" em uma sessãozinha de retrain.
- O próximo nome será o da MINHA empresa.
Um bem haja!

Ao anónimo de 23 de Junho de 2011 21:17:
Tem toda a razão... Se estivéssemos preocupados com todas as asneiras que foram postadas acima não estaríamos aqui a postar e a alimentar esta "teoria da conspiração".
A verdade é que nem todos vão chegar ao topo, a verdade é que tudo tem um motivo lógico. e não emocional como a indignação que tem sido postada por desconfiados e entrevistas revoltadas com o desfecho das suas observações.
Se frustramos as vossas expectativas de emprego ideal e se perderam tempo connosco peço compreensão: a verdade é que estamos em aprendizagem e acima de tudo vocês não são ratos de laboratório mas pessoas com emoções "à flor da pele".
Todos os trabalhos são dignos, desde o CEO ao cantoneiro da câmara de Lisboa e à dona de casa.
Agora é óbvio que não acho justo estarem a fazer com que pessoas com grande potencial desistam de experimentar a oportunidade devido às asneiras sem sentido e aos insultos à empresa.
23 de Junho de 2011 23:00


Anónimo disse...
INSULTOS Á EMPRESA???!!!!!

Meu caro se a empresa fosse séria e apresentasse aos seus futuros colaboradores todas as condições de trabalho,horários,e MÉTODOS DE PAGAMENTOS só iria quem quisesse arriscar uma "ambição internacional" que pode resultar muito bem num conhecimento da cidade LISBOA geograficamente ao promenor...e os bolsos vazios porque nem o almoço ou "lanche"(pois o almoço costuma ser ás 16 HORAS) voçês pagam.

e pelos vistos ja andam a fazer sucesso pelo Brasil também!
24 de Junho de 2011 00:59


Anónimo disse...
A quem escreveu isto:

"Ao distribuidor do post de 23 de Junho de 2011 21:14:
- Terei todo o gosto em responder às tuas questões sobre o "sistema" em uma sessãozinha de retrain.
- O próximo nome será o da MINHA empresa.
Um bem haja!"

Mas que rica empresa que vais fundar. Baseado no que aprendeste aí, não vais muito longe. Aliás e para não estar a alimentar-te com falsas esperanças: sabes em que país estamos? Conheces a nossa situação económica? Sabes o que custa fundar uma empresa? Conheces os procidimentos legais para o fazer? É que empresas ficticias é uma coisa, empresas a sério é outra... Se quiseres a primeira hipotese é simples: baseias-te no conhecimento que já tens, és um aldabrão que mais tarde ou mais cedo é descoberto e rapidamente sais do circuito. Se optares pela segunda hipotese: Keep on dreaming!!

A quem escreveu: "PS: ando à procura de uma mulher a dias, salariozinho fixo ao fim-do-mês (nem é à hora porque conta como comissão), faço contrato de trabalho, descontinhos para a seg.social, etc. Algum dos blogers se quer candidatar? Ops, esqueçam, continua a ser preciso trabalhar.. Que chato!!"

Se o teu rendimento não é declarado como é que podes contratar uma pessoa efectuando todos os procedimentos legais? Ou, baseias-te no ditado, "que uma mentira contada muitas vezes se torna verdade"? Assim, já acredito no teu mundo de fantasia.
24 de Junho de 2011 01:39


Anónimo disse...
lo0l.. isto é mesmo ridiculo.. é impressionante a ignorancia das pessoas... oh pah se queres falar de algo de que tens conhecimento mas com o qual n te identificas ou simplesmente n tens perfil, engole o sapo e segue a tua vida agr "Se o teu rendimento não é declarado"...??? rapazinho/a.. a sério..? Na tua fraca e curta exibição alguma vez te disseram isso? se tás habituado a isso as coisas por este lado n funcionam assim...! n faças confusão!! poxa vá lá parem de reclamar por coisas que só vos põem mesmo em posições comprometedoras... mesmo.. olha, porque não se dirigem lá e, como bons adultos dignificados da sua posição dizem as coisas na cara das pessoas... a sério... vão sentir-se muito melhor! pelo menos com um pensamento desses era o k eu faria, saia do anónimo e impunha a minha opinião..! ou será k precisam mesmo de blogs para dignificar aquilo que tanto ostentam..?! hummm...
24 de Junho de 2011 02:42


Anónimo disse...
Fala o anónimo do anónimo... lol e reparei que depois do que foi escrito perdeste o teu sentido de Humor e Ironia. Gostava mais de ti assim! Julgo que não me fiz entender: Com rendimento declarado pertendia saber se estás legalizado/a nas finanças e se o que recebes (sim que para estares a defender com tanta garra a camisola, és daqules/as que come da panelinha)é sujeito a desontos para a segurança social? Tens seguro de trabalho? Já chega de tanto rodeio,abre o jogo... Meu caro amigo/a, fique sabendo que estamos num país livre e que se as pessoas optaram por esta forma de comunicação, tem no mais que respeitar. Pelos vistos, tem feito mossa, porque as pessoas têm tomado conhecimento e a vossa revolta é sinal disso. 

Posição comprometedora não é a daqueles que divulgam as injustiças mas sim daqueles que as protagonizam.
24 de Junho de 2011 03:05


Anónimo disse...
Enquanto as reclamações ficarem pelos blogs, facebooks e eventualmente televisão, muito bem estão vocês...porque algum dia podem deparar-se com pessoas que não se limitam a denunciar e divulgar fraudes, e que prefiram fazer justiça de outras formas.

Quanto ao comentador que procura uma mulher a dias com salário ao mês e tudo o resto: limpar sanitas não é mais nem menos vergonhoso que ser vendedor porta-a-porta, mas trabalhar com comissões e independência fictícia está muito abaixo daquilo que o nosso povo conquistou. Qualquer Zara ou McDonalds(para falar das empresas em que vocês mais baseiam os vossos argumentos) trabalha com contratos e horários de acordo com a lei. Podem pagar o salário mínimo, mas pelo menos esse é garantido.

Quem vem para aqui dizer essas coisas devia ter vergonha. Andam a desprezar o vosso próprio povo e a deixar-se comer por pessoas dessa índole. Sabem por que é que eles vieram para cá? Primeiro, porque os esquemas de pirâmide são proibidos nos EUA, e segundo porque no Reino Unido já são bem conhecidos, muito embora ainda vão arrebanhando alguns inocentes. 

Senhores da AIM, tenham vergonha!!!
24 de Junho de 2011 09:28


Anónimo disse...
Poça, ainda bem que alguém postou isto aqui...

Fui convocado para uma entrevista e nem sabia ao certo para o que ia. Graças a Deus que vim aqui parar e agora já sei o que me espera...

Nem vou pôr lá os pés e vou tentar divulgar ao máximo a intrujice que a AXES MARKET/AMBIÇÂO INTERNACIONAL é.

Obrigado a todos. :)
25 de Junho de 2011 06:01


Anónimo disse...
Parabéns! Mais um idiota a cair na burrice!
25 de Junho de 2011 21:33


Anónimo disse...
O principal objectivo aqui não é desencorajar as pessoas de irem às entrevistas, é apenas esclarecer em que consiste o trabalho na AXES MARKET, AIM, Whatever, e quais as condições oferecidas, que é o que a empresa não faz. Quem achar que consegue ser tão desonesto como vocês ou simplesmente deseja arriscar, não deixará de o fazer por causa destes testemunhos. 
Aliás, eu até recomendaria que que as pessoas fossem à entrevista depois de lerem isto, para confirmarem que o que aqui se diz é a verdade.
27 de Junho de 2011 10:37


Anónimo disse...
Muito boa tarde, respondi a um anuncio para Gestor Junior Licenciado,para AIM. no site empregos online. Tambem achei estranho tantas facilidades sou formado em Engenharia com mestrado, mas sempre gostei da área de Gestão e gostava de adquirir novas valências nessa área.No entanto o tambem achei estranho nao haver qualquer informação sobre a empresa e mais normalmente ligam para marcar entrevista não enviam email a pedir para nós ligarmos. Marcaram me para amanha e pediram pa levar curriculum em papel e ir bem vestido, vendo estes comentários é certo que não vou. Mas gostava que me dissessem para que cargos é que responderam.
obrigado
27 de Junho de 2011 13:47


Anónimo disse...
Juntem mais uma ao grupo BF.. chama-se SORRISO PLAN!!
27 de Junho de 2011 15:08


Anónimo disse...
Para o anónimo que concorreu ao cargo de gestor júnior:
Eu respondi a um anúncio de atendimento ao cliente ou algo semelhante, que referia ser "perfeita para 1º emprego". Entretanto, reparei que todos os anúncios, independentemente da suposta função, são iguais, tal como o trabalho em si. Isto é, não importa a que anúncio respondemos, chegamos lá e vamos tentar vender serviços de fibra/ pedir doações para instituições porta-a-porta, durante 8h/dia(+ 3 ou 4 para a "atmosfera" e deslocações) apenas à comissão e sob a promessa de altas remunerações e ascensão rápida na carreira.
27 de Junho de 2011 15:17


Anónimo disse...
Obrigado pela resposta. confirmas tudo aquilo que aqui tem sido dito? quais para ti serão realmente os pontos fracos? e CONTRATOS de trabalho? alguém chegou a essa fase?

Estou decidido a não, até porque estou empregado simplesmente gostava de mudar para algo melhor, certamente não é este o caso.
27 de Junho de 2011 15:32


Anónimo disse...
Eu acho que o pior mesmo é mentirem aos candidatos e aos trabalhadores mais recentes da empresa acerca das funções e condições de trabalho.

O contrato é apenas "para inglês ver", e nem nos dão a cópia. Mas, basicamente, é onde se declara que não somos funcionários da empresa e sim uma espécie de sócios, e que por isso não podemos exigir ordenados, subsídios e afins - e que recebemos uma comissão por cada "aplicação". Eu fiz algumas vendas mas nunca recebi nada.

Teoricamente, há isenção de horário(já que somos "independentes"), mas deixam bem claro que quanto mais tempo passarmos no trabalho, mais possibilidades temos de ganhar e aprender. Espera-se que o distribuidor lá fique das 11 às 22 ou 22h30, e o líder mais uma hora antes e outra depois.

Sem dúvida que empresas deste tipo nunca são uma boa opção, nem mesmo para quem está desempregado e desesperado, porque vai ter que pagar viagens e refeições sem a garantia de ser pago.
27 de Junho de 2011 16:01


Anónimo disse...
Boa noite.
Li estas queixas e denuncias e vou fazer a minha
UNICEF: diz-vos alguma coisa? A axes market faz a recolha de donativos para a UNICEF, que ate e uma organização de prestigio e o pior são as empresas que enriquecem a custa da UNICEF e dos donativos que as pessoas enviam.
Trabalhrei para a AXes market que em Aveiro tem o nome de Tons de Exemplo e tem o hábito de explorar quem lá trabalha principalmente quem está a recibos verdes, prometem ganhos extraordinarios com os donativos que angariarem em que os pagam a dobrar e os ganhos mensais podem chegar aos 1000 euros ou mais!!!!
trabalhei lá alguns meses e realmante abrem escritórios do nada e dizem que é com muito esforço. Os donativos são feitos por transferência bancaria e se não fizermos o mínimo passamos por MALANDROS PUROS E ANDAMOS ALI A PASSEAR PELA CIDADE EM VEZ DE NOS DEDICARMOS AO QUE NOS TIRA DA MISERIA, dizem eles. Queriam à toda a força que eu fosse chefe de equipa e quando recusei uma proposta mirabolante em que me pagavam tudo e mais alguma coisa mudaram de postura e passado um mês despediram-me, eu já lá devia tar a causar comichão, porque ja passo dos 30 e conheço bem os meus deveres e os deles enquanto entidade empregadora.

Quando encontrarem alguem com um colete da UNICEF, fazem parte da AXES market que usa outro nome para fugir aos impostos e são uns aldrabões de primeira. o sistema de recrutamento e o mesmo aqui descrito por outras pessoas mas o intuito e de angariar donativos e não D2D. So gostam de quem trabalhe a recibos verdes porque assim lavam as mãos em caso de infortunio e alteram o nome no formulario do donativo angariado caso a pessoa vá embora e assim ficam com a comissão indevidamente. Dizem que se a pessoa não fica e porque não queer trabalhar e dizem que aquele trabalho e que é bom... enfim.

Andamos na rua, se não fazemos os mínimos somos malandros,e se vamos embora nãoqueremos trabalhar,

são uma cambada e aldrabões e usam a UNICEF para encher os bolsos desde o director ao mais novo chefe que abre mais um escritório com nomes diferentes para fugir ao fisco!
27 de Junho de 2011 23:52


Anónimo disse...
É por essas e por outras que este país "não tem ponta por onde se lhe pegue"!
Os líderes, chefes, responsáveis ou lá como as pessoas desta seita se auto-intitulam, através dos seus comentários ordinários só vêm dar razão ao que os "lesados" e potenciais "lesados" têm vindo a publicar.
Acho que o grande mal é que em Portugal qualquer idiota pode abrir uma empresa.
Pessoal, todos nós precisamos de trabalho, mas temos que pensar bem quando virmos os anúncios, pois a nossa dignidade está em primeiro lugar!
Boa sorte para todos e esperemos que alguma entidade oficial acabe com os vermes parasitas!
28 de Junho de 2011 00:49


Anónimo disse...
Amigos ainda ontem fui à primeira entrevista da empresa que actualmente se chama de "Ambição internacional" e a entrevista foi feita por uma espanhola que falava a 200km/h e que nem se esforçava por falar mais devagar. Não falaram pormenores sobre renumerações nem concretamente o tipo de trabalho, apenas sei que o horário de trabalho seria das 11h às 21h. Telefonaram-me para ir hoje ter uma pré formação das 13h às 21h e já vi que isto é uma banhada e mandei-os dar uma volta... é uma vergonha isto tudo. Sinto-me indignado
29 de Junho de 2011 12:26


Anónimo disse...
tbm estive ontem na rua dos fanqueiros 277, 2º esq.
não fui recebida por uma espanhola, mas sim por uma brasileira, que de cada local que falava ou já lá tinha estado a trabalhar nos escritórios ou era para onde queria ir! 
devo dizer que passei todos os pontos referidos e o que me fez desconfiar e vir à net à procura de infos foi mmo a grande insistencia de telefonemas e emails super-atenciosos e super-cordiais a confirmar entrevistas... mais parecia que os "desesperados" eram eles e não quem está à procura de emprego! para além disso, já me tinha questionado que não é normal uma empresa com "esta dimensão" ter o site em manutenção (nem que tivesse sites de outros países já que é tão internacional), o horário das 11h às 21h e a tal ascenção em 10 meses também me haviam deixado com a pulga atrás da orelha!
quando comecei a ler este post, começo a ver que tinha passado grande parte dos pontos e que a conversa era a mesma, desisti! já estava vestidinha com a roupa profissional e o sapato baixo e tudo! 
Obrigada pela partilha. Desempregados, mas não estúpidos nem explorados... já bem nos bastam as empresas de trabalho temporário através das quais conseguimos arranjar qqr coisa, mas que nos ficam com uma boa parte do vencimento e os estágios onde até aprendemos mas praticamente pagamos para trabalhar!
30 de Junho de 2011 11:53


Anónimo disse...
Há cerca de uma semana entrei em contacto com o site através do qual me candidatei à oferta e denunciei a situação, focando-me, sobretudo, no facto de os anúncios serem enganosos, e sugerindo que a equipa averiguasse mais cuidadosamente as empresas e respectivas ofertas que aparecem no site, sob pena de terem a sua credibilidade posta em causa. 
Continuo à espera de uma resposta, mas, até agora, eles continuam a publicar os mesmos anúncios.
30 de Junho de 2011 14:07


Anónimo disse...
A minha aventura com estes sacanas foi em finais de Novembro e durou apenas 3 dias. Não foi preciso muito tempo até descobrir a verdadeira careca deles. Quando percebi que as condições que me haviam prometido não se estavam a confirmar pedi para falar com o director, um tal de Ryan Tracy (muitos de vocês devem conhecer) e que inicialmente até parecia ser porreiro, que primeiro quando percebeu a minha desconfiança teve um vipe e começou aos gritos comigo, depois, percebeu que tinha de me cativar e não só me escoltou até ao terreno onde me estava a dar uma lavagem cerebral a dizer que este e aquele comercial a semana passada tinham ganho em vendas 80, 100 e até 600€, como estava todo simpático e meiguinho

Enfim esta corja é um nojo. Através do nome deste director tentei perceber se chegava a alguma informação relevante, mas infelizmente

Publicado por [Spectrum] às 12:32 PM | Comentários (3)

maio 22, 2012

Isto está bonito


O movimento Precários Inflexíveis foi alvo de uma Providência Cautelar pela empresa Ambição International Marketing. Esta empresa, dizendo-se injuriada por vários comentários (escritos por centenas de pessoas) num post de denúncia, avançou com um processo em tribunal para forçar o movimento a apagar todos os comentários do blogue. Independentemente de serem ou não contra esta empresa, independentemente do que está escrito, a empresa quer que seja apagado cada um dos mais de 350 comentários.
Infelizmente o Tribunal colocou-se do lado da empresa de forma mais do que inesperada: na sentença proferida, condena o PI a retirar não todos, mas muitos dos comentários escritos pelos cidadãos que por vezes nem sequer referem a empresa. Como sempre dissemos, nunca faremos qualquer censura nem julgaremos ninguém pelas suas opiniões. Por isso, discordamos frontalmente da sentença executada.
Apresentamos alguns factos:
- A empresa em causa, Ambição Internacional Marketing, exige que se retirem os comentários sobre um texto que é sobre outra empresa, Axes Market, e não sobre qualquer texto em que fosse citada.
- A Ambição International Marketing, que avançou com o processo, nunca pediu direito de resposta ao PI e nunca dirigiu qualquer carta ou contacto ao movimento.
- Nenhuma das empresas (ou talvez a mesma com nome diferente) avançou com qualquer processo ou queixa contra quem escreveu os comentários. Portanto, o que preocupa a administração da empresa é a liberdade de expressão na internet. O mesmo preocupa o Tribunal.
O movimento Precários Inflexíveis defende e defenderá sempre a liberdade de expressão e a igualdade na exposição de textos e ideias, críticas, ou outras, na internet, salvo excepções sobre textos violentos sob qualquer ponto de vista: físico ou social. A internet deve continuar a ser um espaço de liberdade e igualdade.
O PI vai reagir judicialmente, porque não aceita que o Tribunal e a Justiça sejam instrumentos para afirmar que as empresas podem exigir que os comentários negativos sejam apagados ou que os seus textos e marcas valem mais do que as opiniões e denúncias dos cidadãos. Particularmente quando centenas de pessoas denunciam actividades suspeitas de empresas como esta. A liberdade é a base da democracia, porque, antes de mais, significa igualdade. Lutaremos por elas até ao fim.

Precários Inflexíveis

Publicado por [Rick Dangerous] às 07:50 PM | Comentários (2)

maio 21, 2012

Em matéria de extremismos ideológicos


Em matéria de extremismos ideológicos, 2011 ficou marcado pelo desenvolvimento das plataformas de protesto iniciadas para a contestação da cimeira da North Atlantic Treaty Organization (NATO), em NOV10, às quais se deu continuidade com a reciclagem de causas e frentes de intervenção pública, facto que teve a sua expressão visível mais significativa no movimentos das ‘Acampadas’, organizadas em diversas cidades do País, mimetizando o fenómeno das Puertas del Sol (MADRID), no verão de 2011.
Conjugadas diversas condições, designadamente os fatores de instabilidade económica aliados ao desencantamento das populações em relação ao universo politico e a criação de movimentos alargados de protesto global de rua, como são exemplos o ‘12MARÇO’ e o ‘15OUTUBRO’, os grupos mais atuantes no espectro radical da extrema-esquerda aproveitaram o movimento de indignação geral para uma reorganização de meios e uma redefinição de objetivos mais orientados para a crise.
Ainda que alguns destes grupos e indivíduos defendam perspetivas ideológicas extremistas e violência política sobre o sistema, e apesar do forte dinamismo revelado ao longo do ano, a sua ação, em 2011, limitou-se a iniciativas de impacto mediático reduzido, muitas das quais integradas nos protestos gerais da chamada ‘Geração à rasca’ e do ‘Indignados’, motivados pelo clima de instabilidade económica e social.

Relatório Anual de Segurança Interna, 201, p.311

Publicado por [Rick Dangerous] às 05:09 PM | Comentários (4)

maio 19, 2012

FUCK YEAH TEXTOS

Dois textos importantes para uma análise mais profunda de tudo o que se anda a passar:

- O primeiro chama-se Para que a insurreição tenha êxito, temos primeiro de nos destruir a nós próprios e vem assinado por Alex Trocchi (em homenagem ao situationista/junkie/beatnik Alexander Trocchi, um escritor escocês radicado em Nova Iorque que passava os seus dias a viver num barco, a escrever pequenas novelas existencialistas e a pensar a insurreição invisível de um milhão de mentes). Alex Trocchi parte dos últimos quatro anos na Grécia para analisar as questões da identidade "anarquista", ou de qualquer outra "contracultural" ou "alternativa", e do seu carácter essencialmente contra-revolucionário. Mas muito mais interessante do que a enésima denúncia do que é que vai mal com a cena o texto presta-se a iniciar um debate sobre como é que um movimento pode construir infraestruturas de confronto com o estado e ao mesmo tempo negar-se a si próprio, ou seja, evitar uma especialização militante ou identitária que recrie no seu seio os momentos de reprodução das lógicas do capitalismo. Ainda que parta de um momento ligado às problemáticas de um movimento "anarquista", grande parte do que Alex Trocchi aqui discute aplica-se de um modo bastante mais interessante às questões que podemos pôr às diversas iniciativas que no último ano têm acontecido por cá, dos 15Os às primaveras globais, das Fontinhas aos São Lázaros.
O texto vai ser lançado e discutido na feira do livro anarquista no próximo fim de semana.

(A tradução portuguesa é editada pelas Edições Versus Capitalismus e o texto está formatado para impressão, para os que preferirem o original em inglês está aqui)

Se o próprio acto de identificação é contra-revolucionário, o primeiro acto de conteúdo insurrecional deverá ser a deserção de uma identidade anarquista sub-cultural e de uma ideologia do “insurrecionário” enquanto forma de separação da população em geral. A pergunta insurrecionária deverá transformar-se de “Como aumentar a intensidade do ataque?” para “Como poderá aumentar o número de pessoas envolvidas no ataque?”. Como a primeira manobra da guerra social é isolar os indivíduos pró-revolucionários para evitar que formem redes que possam espalhar práticas insurrecionárias entre a população em geral, os insurrecionários devem procurar multiplicar as sua relações sociais. Já que a imagem de “ser anarquista” limita os tipos e espécies de relações que se podem ter, os insurrecionários devem procurar ter relações que se entrecruzem com o terreno de uma sociedade guetizada em identidades. Para dar resposta no contexto da guerra social, a insurreição deve criar e aumentar as relações sociais em que se baseia.

O segundo texto, OCCUPY OAKLAND IS DEAD. LONG LIVE THE OAKLAND COMMUNE, discute a superação do modelo Occupy na cidade. Oakland tem surgido diversas vezes enquanto o local em que o movimento occupy se revelou mais aguérrido e capaz, organizando várias greves gerais e parando umas quantas vezes os portos da cidade. De novo partindo de um contexto bastante diferente do nosso as questões aqui postas são as mais centrais ao que agora se passa: como ultrapassar a lógicas dos picos de mobilização, como transformar a presença nas ruas em algo mais concreto, como começar a conquistar terreno.

This is what we began to call The Oakland Commune; that dense network of new found affinity and rebelliousness that sliced through seemingly impenetrable social barriers like never before. Our “war machine and our care machine” as one comrade put it. No cops, no politicians, plenty of “autonomous actions”; the Commune materialized for one month in liberated Oscar Grant Plaza at the corner of 14th & Broadway. Here we fed each other, lived together and began to learn how to actually care for one another while launching unmediated assaults on our enemies: local government, the downtown business elite and transnational capital. These attacks culminated with the General Strike of November 2 and subsequent West Coast Port Blockade.

The task ahead of us in Oakland and beyond is to search out and nurture new means of finding each other. We are quickly reaching the point where the dead weight of Occupy threatens to drag down the Commune into the dust bin of history. We need to breathe new life into our network of rebellious relationships that does not rely on the Occupy Oakland general assembly or the array of movement protagonists who have emerged to represent the struggle. This is by no means an argument against assemblies or for a retreat back into the small countercultural ghettos that keep us isolated and irrelevant. On the contrary, we need more public assemblies that take different forms and experiment with themes, styles of decision making (or lack there of) and levels of affinity. We need new ways to reclaim space and regularize a contagious rebel spirit rooted in our specific urban contexts while breaking a losing cycle of attempted occupations followed by state repression that the movement has now fallen into. Most of all, we need desperately to stay connected with comrades old and new and not let these relationships completely decompose. This will determine the health of the Commune and ultimately its ability to effectively wage war on our enemies in the struggles to come.

Publicado por [Party Program] às 11:55 AM | Comentários (9)

Lembrar, lembrar, lembrar sempre, até à independência!

Este vídeo a cores do início dos anos 50, feito por um tal Fred Monoson, judeu americano, mostra as consequências da agressiva ocupação israelita da cidade de Led na Palestina. Jà passaram 64 anos desde a Nakba!

Publicado por [Shift] às 11:54 AM | Comentários (1)

Copupay Frankfurt

É sagrado como o destino: à medida que os Estados recuam na provisão de bens públicos, reforçam as áreas da repressão e da punição. Só assim parecem poder funcionar os mercados eficazmente.

Em Frankfurt, capital financeira da Europa, onde está a sede do BCE, aproveitando o feriado de quinta-feira e a ponte de sexta (claro que fazem pontes!), estava marcado um grande evento de protesto, debate e convívio que começava na noite de dia 16, com uma rave e acabava com uma manifestação no sábado.

Todas as actividades foram proibidas praticamente na véspera, à excepção da manifestação de amanhã, e cerca de 5 mil polícias foram enviados para a Frankfurt com um equipamento digno da guerra das estrelas.

As únicas actividades que se mantiveram foram os debates e conferências que estavam programadas para "dentro de portas", na universidade e na sede de um sindicato, mas tudo foi dificultado pela presença de milhares de polícias que bloquearam literalmente a cidade, controlaram todas as entradas e impediram centenas de activistas de entrar, nomeadamente conferencistas e tradutores.

Foram afinal os polícias que acabaram por fazer o seu Blockupay, não contra as políticas da Troika e pela solidariedade europeia, mas contra a democracia e a liberdade de expressão.

Publicado por [Saboteur] às 12:25 AM | Comentários (2)

maio 18, 2012

A papoila saltitante

ruizeco69.jpg


Uma esquerda livre, programa para amanhã:

Apoiar um tipo qualquer do ps, livre e democático.

Depois de amanhã, logo se vê. Contactos para espectáculos 96 8282737 (chamar pelo tavares)

Também ali

Publicado por [POKE] às 09:19 PM | Comentários (1)

maio 17, 2012

A terra treme, os burocratas hesitam


Versão portuguesa de La semaine sanglante, de Jean-Baptiste Clément e Pierre Dupont (1871). Canção sobre o fim da Comuna de Paris e a violenta repressão que acabou com os seus sonhos. A letra está disponível aqui.

Publicado por [Rick Dangerous] às 06:03 PM | Comentários (0)

maio 15, 2012

Quem é Line Beauchamp ?

500936-plusieurs-militants-contre-hausse-droits.jpg

Mais de três meses de conflito entre estudantes e o governo levaram Line, ministra da educação, a demitir-se do seu cargo. Estamos a falar do Quebec (região por enquanto com as propinas mais baixas do Canada, ou seja, longe das propinas dos EUA). O governo, liderado por Jean Charest, decidiu aumentar 1625 dólares as propinas durante os próximos cinco anos, os estudantes responderam não. Conclusão ainda não terminada : três meses de greve e de manifestações onde se saldaram vários feridos
causados pela brutalidade da policia e varias detenções (novidade : uma estratégia surpresa de protesto registou-se neste movimento... muitas das manifestações são noturnas . Possível razão : muitos dos estudantes no Quebec são também trabalhadores).

523005_3114960990130_1147616851_2413638_735339833_n.jpg

Publicado por [Shift] às 12:48 PM | Comentários (2)

maio 14, 2012

As pessoas são tão importantes como os elementos estruturais


Este relatório da inspecção ao edifício ocupado na Rua de S. Lázaro é um verdadeiro assassinato de carácter para todos e todas (repito, todos e todas) que ocuparam o lugar de vereador da habitação e que têm responsabilidades sobre o património da CML. E um hino ao mui antigo slogan: «quem ocupa, preocupa-se». É ler, é ler:
AVALIAÇÃO FINAL
A situação actual do edificio deve-se ao seu abandono durante anos. Uma acumulação progressiva de residuos e lixo na rede de escoamento pluvial que originou uma acumulação de água em zonas pontuais, que levaram a acumulaçao de humidade e falhas locais na estrutura do edificio. Não tendo estas falhas implicações na restante estrutura do edificio, permanecendo este estável e seguro nas zonas onde não se identificou humidade( como se demonstra no relatório).
Os edificios estão pensados para que se viva neles, as pessoas são tão importantes como os elementos estruturais, para que estes sejam saudaveis, são mais um elemento constructivo. Um edificio vazio e abandonado gera deficiências significativas, como as que enocontrámos neste, que não só prejudicam a sua estrutura mas que se se permite, começará a prejudicar a dos edificios contiguos.
É necessário habitar este edificio para que se possa resolver o problema da humidade, para que a casa recupere a sua vida. A situação actual favorece a sua melhora, deixou de ser um ninho de humidade, sujidade e dejectos de pombo, que em pouco tempo afectaria a vizinhança, para ser uma oportunidade de regeneração construtiva e social.
A avaliação aqui descrita, assim como as obras de rectificação são as medidas minimas necessárias para assegurar a segurança do edificio e permitir a sua habitabilidade, sendo posteriomente necessária uma reabilitação para melhorar as condições interiores, não sendo esta melhoria necessária estruturalmente.

Publicado por [Rick Dangerous] às 04:30 PM | Comentários (2)

Lázaro94 - E agora, Helena?

rinolázaro.jpg

6.º COMUNICADO DA ASSEMBLEIA DE SÃO LÁZARO
No dia de hoje deu entrada no Tribunal Administrativo de Circulo de Lisboa uma providência cautelar a requerer a suspensão da eficácia do despacho 7/GVHR/2012 proferido pela Vereadora da Habitação e Desenvolvimento Social da CML Helena Roseta a 16 de Abril de 2012, bem como da notificação do despejo ordenado pela mesma Vereadora aos ocupantes do n.º 94 da Rua de São Lázaro em 2 de Maio passado, que o vem aplicar.
Põe-se em causa a legalidade do referido despacho, que altera o prazo de desocupação voluntária previsto no n.º 2 do artigo 4.º do Regulamento das Desocupações de Habitações Municipais (RDHM), reduzindo-o de 90 para 10 dias úteis nas situações de ocupações não autorizadas de habitações municipais, e, consequentemente, da ordem de despejo acima mencionada. Aprovado pela Vereadora Helena Roseta ao abrigo de uma delegação de competência do Presidente da CML António Costa, o despacho 7/GVHR/2012 mostra-se inválido do ponto de vista jurídico pela violação de regras de competência, em concreto o facto de ser a assembleia municipal e não o presidente de câmara (ou um vereador por delegação de competências) o órgão competente para decidir alterações a um regulamento municipal.

Nada que nos surpreenda. Já estamos habituados a que o estado e as suas instituições violem as leis que eles mesmos produzem. Foi isso que aconteceu em 25 de Novembro de 2010, quando a Polícia Municipal, acompanhada por elementos da PSP, arrombou a porta do prédio de São Lázaro para desalojar e deter os que então ocupavam o edifício em violação da norma que estabelecia um prazo de 90 dias úteis para o desalojo após notificação. Foi isso que aconteceu no despejo do projecto Es.Col.A, no Porto, em Maio de 2011. Foi também isso que agora aconteceu com o despacho 7/GVHR/2012, aprovado por quem não tinha competência para tal.
Porém, não podemos deixar de recordar a insistência da Vereadora Helena Roseta na sua determinação no cumprimento da lei no que à ocupação de São Lázaro diz respeito. “Não há qualquer hipótese de os ocupantes ficarem no imóvel. Os regulamentos não o permitem.” E permite a lei que o Presidente da CML e a Vereadora Helena Roseta determinem a alteração do Regulamento das Desocupações de Habitações Municipais, uma competência exclusiva da Assembleia Municipal?

Julgamos que as questões da cidade, dos prédios abandonados à mercantilização das praças e jardins públicos, não são de natureza legal ou judicial. São políticas e sociais. No entanto, não recusamos nenhum meio de nos defendermos do autoritarismo da posição da CML, da arrogância e incompetência de quem contribui há largos anos para a construção de uma cidade sem vida. Não está em causa apenas o n.º 94 de São Lázaro. Estão os cinco mil prédios abandonados na cidade de Lisboa, a privatização de espaços públicos de convívio e lazer, toda uma política urbana com consequências criminosas para quem aqui vive, como a manutenção de rendas impossíveis, a impossibilidade de independência dos mais jovens, a retenção e especulação que alimentam e inflacionam o mercado imobiliário dos grandes grupos económicos.
É, afinal, contra tudo isso que Lázaro se levanta.

Assembleia do prédio ocupado na Rua de São Lázaro
14 de Maio de 2012

http://saolazaro94.blogspot.pt/

Publicado por [Chuckie Egg] às 04:09 PM | Comentários (6)

maio 12, 2012

Uma pequena desprivatização da Praça das Flores

relva1.jpg

Um grupo de activistas ocupou um lugar de estacionamento, junto a uma esplanada, na Praça das Flores, com relva.

Publicado por [Saboteur] às 04:10 PM | Comentários (10)

maio 11, 2012

A 13 de Maio, na cidade de Santarém, aparecerá brilhando a "Fatucha Superstar"

fatucha3.jpg

FATUCHA SUPERSTAR | 13/05/2012


Fatucha Superstar
De: João Paulo Ferreira
Com: Fefa Putollini, José Cabecinha, J. M. Rodrigues, João Carlos, Domingos Oliveria
Género: Ficção
Classificação: M/16
Outros dados: POR, 1976, Cores, 43 min.

SINOPSE: Embora a sua obra, iniciada em 1975, tenha acabado por focar muito mais fortemente questões políticas e sociais, João Paulo Ferreira realizou esta obra singular, Fatucha Superstar, num registo musical inspirado no Jesus Christ Superstar, de Andrew Lloyd Webber. Com a revolução ainda quente, Ferreira desconstrói aquele que foi um dos grandes alicerces do Estado Novo: as aparições de Nossa Senhora de Fátima. Se por um lado, Fatucha Superstar é fiel à estética hippie do musical de Webber – e a uma geração portuguesa da altura –, já Fátima, ou Fatucha, é um sofisticado travesti que surge aos três pastorinhos de óculos escuros e descapotável.

LOCAL: Fórum Actor Mário Viegas (Centro Cultural Regional de Santarém)

DATA: 13/05/2012, Domingo, 16h
Tertúlia destinada a formação de público e com entrada livre.

Publicado por [POKE] às 06:32 PM | Comentários (4)

maio 10, 2012

LAZARUS RISING II

O pessoal de São Lázaro escreveu nova carta à vereadora Helena Roseta, que os tinha convidado hoje para uma reunião mediante um papel deixado na porta pela PSP. São Lázaro continua a ter actividades todos com dias com a casa sempre cheia vida, é ver o blogue e acompanhar as mudanças diárias que ocorrem no espaço. Aproxima-se rapidamente o dia 16 no qual a Polícia Municipal irá despejar os ocupantes para entregar de novo o espaço ao abandono e à ruina, vale a pena passar por lá e perceber porque é que este é um dos projectos e experiências mais interessantes dos últimos anos em Lisboa.

Sem mais,LAZARUS SPEAKS!

II CARTA ABERTA A HELENA ROSETA, VEREADORA DA HABITAÇÃO DA CML.

Algumas horas após termos publicado a nossa primeira Carta Aberta chegou-nos a notificação de despejo pela mão da Polícia Municipal (PM) e PSP assinada pela Vereadora Helena Roseta. Nela é dito, de essencial, que temos dez dias úteis para abandonar o imóvel, caso contrário «a PM executará a desocupação de forma coerciva», a partir de dia 16 de Maio. A Vereadora escreve ainda, comunicando connosco através das suas forças policiais, que se disponibiliza para uma reunião no dia 10 de Maio, pelas 15h no seu gabinete.

Lamentamos que seja esta a forma mais cordial que encontrou para se dirigir a este projecto e lamentamos que pense ser possível juntar duas partes interessadas a uma mesa negocial, quando sobre a proposta e projecto de uma das partes se pendura uma espada afiada – o despejo em contra-relógio de 10 dias.

Voltamos a afirmar: Chegámos ao 94 da Rua de São Lázaro no dia 25 de Abril de 2012. Nos dias que passaram, estiveram pela casa centenas de pessoas, tivemos debates, concertos, projecções de cinema, yoga, jantares, cabarets... Houve trabalhos na casa, limparam-se as salas, rasparam-se e pintaram-se paredes, arranjou-se a canalização. Tudo isto num vaivém de gente que tanto se sentava a conversar como pegava na pá e na vassoura. O que se pode consultar demoradamente em saolazaro94.blogspot.pt.

Relembramos: Em 25 de Novembro de 2010, a Vereadora Helena Roseta despejou o mesmo 94 de São Lázaro com a justificação de ter projectos aprovados para o edifício. Não aconteceu nada mais que a lenta continuação da ruína do prédio, causadora de vários problemas para os outros ocupantes deste edifício, inquilinos da CML. Uma degradação testemunhada pelos nossos vizinhos que nos vêm congratular ao ver o prédio ganhar vida.

O levantamento do parque edificado devoluto da cidade de Lisboa, feito pelo seu pelouro, diz-nos que nesta rua há vários prédios, parcial ou totalmente devolutos, mais de uma dezena sob a tutela da CML. Onde a CML faz projectos a 10 anos, que tarde ou nunca concretiza, uma mão cheia de gente levanta um espaço coletivo, enche-o de centenas de outras mãos, num ferver que não cabe numa 'revitalização', 'reabilitação', 'reanimação', ou outros tantos 're', que se amontoam nas páginas dos inúmeros projectos que não saem do papel. Cara Vereadora, somos habitantes da cidade de Lisboa que assistem, pensam e criticam há vários anos o modelo de revalorização a que têm sido sujeitos os bairros da cidade.

Nem todos os edifícios devolutos são propriedade da CML, nem todos os que ocupam o fazem para criar um 'espaço cultural'. Já ninguém se surpreende com as casas vazias ou com as marcas no corpo de quem procura abrigo num qualquer prédio abandonado. Esta normalidade é apenas a fina pele de um balão prestes a explodir. Não se resolvem problemas de habitação emparedando e espancando. O direito a ser dono nunca será maior do que o direito a ter um tecto, seja para o que for. São palavras que lhe sabemos familiares, simplesmente saíram do papel e estão a tomar as ruas.

Posto isto e no que toca a São Lázaro 94, não temos mais a dizer-lhe nas condições que nos impõe. Não obstante, não querendo fechar a possibilidade de um amplo debate sobre a cidade de Lisboa, que este alegre elefante na sala veio proporcionar, convidámos três profissionais e especialistas que têm trabalhado em Lisboa - na área social e urbana - para aceitar o seu convite para dia 10 e que levarão consigo esta nova Carta Aberta.

A Assembleia da Casa de São Lázaro 94
10 de Maio de 2012

Publicado por [Party Program] às 03:08 PM | Comentários (7)

maio 09, 2012

Só para dizer que há mais de 2000 prisioneiros palestinianos a fazer greve de fome.

prisonniers.jpg

Aqui, comunicado dos grevistas (28 de abril 2012) : “We swear to continue to strike until our demands are met (…) we must live with dignity or die. «

Publicado por [Shift] às 01:28 PM | Comentários (2)

maio 08, 2012

Enquanto milhões vivem na lama, o patronato desdramatiza a situação através da diabolização das forças de esquerda.

Capture d’écran 2012-05-08 à 12.24.10.png
Conseil National du Patronat Français (actual Medef), 18/02/1972

Publicado por [Shift] às 11:29 AM | Comentários (0)

Sábado 12 de Maio - Primavera Global

fatucha.jpg
bagina.jpg

Se a Fatucha e o Bagina recomendam quem sou eu para ficar em casa.

Publicado por [POKE] às 02:22 AM | Comentários (3)

maio 07, 2012

VALE DA AMOREIRA: ORDEM DE DEMOLIÇÃO

EditalArrentela.JPG

Foi no mês de Março que a Câmara Municipal da Moita colocou os editais assinados pelo seu presidente a anunciar a destruição das hortas situadas entre o Grupo Desportivo, Escola Secundária, Centro de Experimentação Artística e cemitério; um terreno baldio sem finalidade ou projecto de construção. Parte dele está inclusivamente situado na zona de exclusão de segurança do TGV, o que impede qualquer tipo de edificação.
São chamadas as "hortas da crise" por terem surgido em 2009, durante o ciclo de austeridade. A falta de trabalho, o corte nas prestações sociais, o encarecimento de alguns serviços e bens fundamentais (gasolina, luz, trasportes,rendas, etc..), levou a que um grupo de moradores do Vale da Amoreira, em especial jovens, procurassem novas formas de sobrevivência através do cultivo.
Alegam que a Câmara Municipal da Moita "facilitou" a ocupação agrícola do terreno que agora lhes quer retirar.
Por seu lado, o município em evocação da necessidade de destruição das hortas fala em proteger "algum coberto vegetal que interessa ver preservado" e em "danos em infra estruturas existentes" de um terreno baldio e abandonado.
A destruição está marcada para 9 de Maio (Quarta-Feira). Até ao momento nenhum dos ocupantes foi contactado pela edilidade.

Via: Stress.fm

Publicado por [Chuckie Egg] às 02:43 PM | Comentários (2)

maio 05, 2012

Festa da Cicloficina - HOJE

1º aniversário da Cicloficina dos Anjos

A Cicloficina dos Anjos abriu há pouco mais de um ano no Regueirão dos Anjos #69.
Durante este ano temo-nos dedicado a dar um apoio voluntário e semanal a bicicletas. Temos igualmente funcionado como um ponto de encontro da comunidade ciclista de Lisboa. Temos arranjado, reparado, consertado, aparafusado, colado, rebarbado, cortado, oleado, carregado, instalado e sujado tudo o que esteja relacionado com bicicletas. É um projecto que nos tem deixado a todos cansados e manchados, mas muito orgulhosos.

Queremos celebrar a bicicleta no próximo dia 5 de Maio, Sábado, com todos vós.

Se se revêem minimamente no projecto da Cicloficina dos Anjos estão convidados a aparecer para um fim de tarde e uma noite sempre em duas rodas.

PROGRAMA:
16H00 - CICLOFICINA
17H00 - INSCRIÇÕES PARA A CORRIDA ALICATE E PARA A CORRIDA LENTA
17H30 - CORRIDA ALICATE (uma questão de vida ou morte)
18H00 - FILME BLACK LABEL BICYCLE CLUB (colectivo de construção de bicicletas mutantes).

19H00 - CORRIDA LENTA
19H30 - FILME A SUNDAY IN HELL (documentário sobre a corrida Paris-Roubaix)
20H00 - JANTAR
21h00 - ENTREGA DE PRÉMIOS
21H30 - BAILARICO + COPOFONIA

Publicado por [Striker] às 09:40 AM | Comentários (2)

maio 03, 2012

RDA69 Maio

maio2012.jpg

Publicado por [Chuckie Egg] às 03:52 PM | Comentários (4)

Marcha Global da Marijuana

Este Sábado, em dezenas de cidades em todo o mundo serão realizadas manifestações de apoio à legalização da Marijuana.

Em Lisboa, a concentração está marcada para as 3 horas no Jardim das Amoreiras ao pé do Largo do Rato. A Marcha seguirá depois para o Largo Camões.

Já agora à noite haverá a festa da cicloficina no RDA69. Uma boa oportunidade para convívio e copos (só) uma vez que a marijuana não é legal...

Publicado por [Saboteur] às 03:24 PM | Comentários (6)

maio 02, 2012

Lazarus Rising

O pessoal de São Lázaro escreveu uma carta aberta à Helena Roseta comentando as suas declarações:


Carta aberta a Helena Roseta, Vereadora da Habitação da Câmara Municipal de Lisboa

No dia 25 de Abril, em solidariedade com a Es.col.A da Fontinha no Porto, um grupo de 50 pessoas decidiu ocupar um prédio devoluto na Rua de São Lázaro, em Lisboa.

Num primeiro momento tratou-se de um gesto de solidariedade e de recusa face à prepotência autoritária e à arrogância ilimitada de um presidente de Câmara. Mas após algumas horas no interior do edifício, pareceu-nos que permanecer ali, juntos, construir outra ilha de autonomia e de resistência é a possibilidade mais lógica nestes tempos em que procura impor-se em Portugal e na Europa um regime de miséria, de bastonada e de ataque brutal às nossas vidas. Decidimos, em assembleia e por unanimidade, ficar e responder ao apelo que nos chegou dos amigos da Es.Col.A da Fontinha: criar réplicas!

Nesse mesmo dia à noite recebemos a visita da Polícia Municipal, que identificou as pessoas no interior do edifício e nos informou (depois de confirmar hierarquicamente as suas ordens) que seríamos notificados para abandonar o prédio num prazo de 10 dias.

No dia seguinte a imprensa apressou-se a noticiar a nossa acção e a reacção da CML, na voz da sua vereadora da Habitação, que se opôs à ocupação. Helena Roseta adianta que «há várias formas de demonstrar solidariedade, sem ser a de por um pé em cima dos direitos dos outros». A vereadora da habitação procura desacreditar o colectivo enquanto tenta descalçar a bota que é a impossibilidade lógica de se ser simultaneamente solidário com a ocupação da Es.Col.A no Porto e repressivo com um projecto idêntico em Lisboa. Sem nunca explicar que “direitos” e que “outros” são esses que pisamos com esta ocupação, deixa apenas no ar a impressão que a única coisa que estamos a pisar realmente são as contradições da vereadora. Esta carta é, por isso, um exercício de esclarecimento e de memória em três pontos. (Cont.)

Publicado por [Party Program] às 11:20 PM | Comentários (0)

30 anos depois - não esquecemos, não perdoamos


Segundo os dados coligidos no Livro Branco sobre a madrugada sangrenta 1º de Maio 82 - Porto, e nomeadamente os elementos recolhidos nas conclusões do relatório da PGR nele publicadas, a actuação policial careceu de qualquer provocação séria e deixou no terreno, depois de mais de duas horas de batalha campal que se estendeu a varias áreas do Porto, pelo menos seis dezenas de feridos atendidos em hospitais, nove dos quais com ferimentos de bala e duas vítimas mortais: Pedro Manuel Sarmento Vieira, operário têxtil de 24 anos e o menor Mário Emílio Pereira Gonçalves, de 17 anos. [...]
Cerca das 23h30 aparecem as forças do Corpo de Intervenção da PSP destacadas de Lisboa, carregando brutalmente sobre tudo o que encontram à frente. A porrada dá rapidamente lugar ao uso de armas de fogo, num pandemónio de violência que espanta e indigna os presentes. Durante mais de duas horas são espancados cidadãos e registam-se dezenas de disparos por parte da polícia.
Das vítimas mortais, Pedro Vieira é atingido pelas costas quando corria em direção à Av. Afonso Henriques, presumivelmente por uma bala em ricochete vinda de distância considerável. [...]
Mario Emílio, a outra vítima mortal, é apanhado numa carga e devido ao seu estado convalescente terá optado por ficar à espera ao pé da polícia por não poder fugir a correr. Um polícia dispara-lhe à cabeça duas vezes quando passa por ele. Segundo a PGR o Mário é virtualmente executado por um elemento policial (Relatório da CI da PGR, 102), qualificando a sua morte de crime de homicídio voluntário tipificado na lei (107). Foram abertas varias investigações sobre os acontecimentos. Não conhecemos, porém, qualquer desenvolvimento penal relativo aos mesmos. [...]
No dia 4 de Maio a CGTP convoca uma greve geral para uma semana depois. No dia 5, dezenas de milhar participam nos funerais dos falecidos numa das maiores manifestações de sempre na cidade do Porto, que o então secretário-geral da UGT Torres Couto qualificou como “uma passeata com caixões”. A greve geral de luto de 11 de Maio de 1982 voltou a ser um momento alto de combatividade.

Miguel Pérez, 1º Maio 1982: "Entraram na cidade como cowboys no far-west"

Publicado por [Rick Dangerous] às 02:50 PM | Comentários (1)

Era tipo como ontem mas com 100% de desconto

Depois do ano passado se escandalizar com o comportamento da canalha em Londres, Sérgio Lavos volta a enojar-se com a plebe, desta vez em território nacional. Lá estão eles outra vez a quererem coisas que não é suposto terem. Diz que "não chegarão a perceber que parte daquilo que compraram não era absolutamente necessário e por isso viverão felizes na ignorância dos estúpidos". Ora dado que os 50% de desconto não se aplicavam a electrodomésticos, electrónica, têxtil, combustíveis e parafarmácia, presumimos que para Lavos o excesso consumista se tenha dado quando a populaça invadiu o supermercado em busca de fruta, legumes, peixe e carne. Não bastava os marginais em Londres quererem blackberries agora também aqui querem bifes e massa? Ou pior ainda, produtos de higiene pessoal? Talvez tenham ousado sonhar com marisco a metade do preço?

Surge uma e outra vez no que escreve Lavos esta imagem do Zombie, do marginal, da "horda". A social-democracia enquanto última barricada entre os legítimos consumidores de produtos frescos e a bárbarie das multidões. E ainda dizem que o pensamento Lovecraftiano é da direita. Afirmar que é ignorante ou estúpido quem ontem aproveitou para comprar produtos de primeira necessidade a metade do preço não é só idiota, é violentamente cretino.

A Sociedade do espectáculo

O fetishismo da marcadoria

Publicado por [Party Program] às 09:13 AM | Comentários (11)

maio 01, 2012

Maio é luta. Maio é festa.

Hoje em Lisboa ou em Setúbal ou no Porto que se cumpra Maio.

Publicado por [POKE] às 01:05 AM | Comentários (1)