« Já que é para levar, levem tudo! | Entrada | O espaço que nos falta somos nós »

julho 01, 2010

Hummm... Mais um extremista que podia jurar que anda a fazer o jogo da direita

Pela sempre inesperada editora Deriva saiu, no mês passado, o “A Mobilização Global seguido e de o Estado-Guerra e outros textos”, de Santiago López-Petit. O catalão, militante da autonomia operária nos anos 70, dá-nos um breve tratado de "rejeição da realidade para que ela assim se mostre na sua verdade". “Só a rejeição total do mundo nos diz a verdade do mundo”, sublinha. Só rejeitando a realidade é que se abre o caminho para a conhecer, defende, ao contrário do pensamento possibilitista “que leva tão longe a sua aproximação compreensiva à realidade, que se curva perante ela”.

mob.jpg

Da Nota ao leitor

(...) O texto que aqui se apresenta, na medida em que propõe um conceito de realidade absoluta – a realidade tornada una com o capitalismo já não tem afora e pretende-se, para além disso, atemporal – já não comporta um texto prévio (...). A escrita aqui adoptada permite enquadrar os mais diversos fenómenos num discurso unitário e total. Esse discurso é uma ficção, mas toda a ficação produz efeitos de realidade (...). Este texto tem a aspiração de explicar tudo. Decerto, sabemos que no mais essencial existe sempre uma pobreza e um esquematismo que lhe são inerentes. Por essa razão tem tanto de verdade dizer-se que este texto é um croquis para que nos orientemos na realidade e contra ela. Trata-se de um croquis que outros podem ampliar ou concretizar, ou simplesmente, apagar para inventar outro. Vivamente desejamos que isso aconteça.

Publicado por [Paradise Café] às julho 1, 2010 09:54 AM

Comentários

Podiam era ter traduzido para português.

Publicado por [Rick Dangerous] às julho 1, 2010 01:57 PM

Depois não se admirem ao ouvirem dizer que os comunistas portugueses nem sabem ler, quanto mais entender uma filosofia inspirada no chamado marxismo italiano.
Mas, enfim, estamos com os auto-proclamados marxistas portugueses, e está tudo dito...

Publicado por [bellaciao] às julho 2, 2010 02:17 PM

Para caricaturas de merda, vou ver os homens da luta. Sempre estão menos cheios de arzinho quente.

Essa besta não deve ter lido sobre hermetismo ascético ou movimentos gnósticos do séc. III-IV. Já para não falar da Devotio Moderna. Glosam com tanta agilidade o marxismo estrutural, a teoria do valor-trabalho e o modo de produção capitalista que se esquecem do mundo real. Não admira que queiram rejeitá-lo. Puta que os pariu a todos.

Publicado por [Luís] às julho 7, 2010 03:08 PM

Há marxistas iletrados que se lessem as obras originais do Marx também o mandariam à outa que o pariu.
Como só consultaram as vulgatas do costume, acham-no bestial!

Publicado por [bellaciao] às julho 8, 2010 11:55 AM

Wham bam thank you, ma’am, my qusetions are answered!

Publicado por [Lavinia] às julho 7, 2011 02:29 AM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)