« Por falar em aniversários... | Entrada | Peace, bro! »

outubro 08, 2009

Há festa na aldeia, 5 anos de spectrum!

festaspectrum5anos.jpg

Publicado por [Chuckie Egg] às outubro 8, 2009 12:34 PM

Comentários

Dra. Andreia Sofia Ferreira Soares da Cunha:

Então a senhora Gestora é que é a "queixosa" tal como vem nos autos...

Quer dizer: não foi o deputter, não foi o encenador ou a menina da bilheteira... Não! Foi senhora gestora que gosta de brincar às "esquerdas" por aqui...

Primeiro, tentou ridicularizar a minha performance "Pedro procura Inês" na manif do 25 de Abril...

Depois, plagiou o título do meu projecto (aquele que tentou ridicularizar na manif do 25 de Abril) para conseguir vender meia-dúzia de bilhetes

A seguir, "assustou-se" com as "armas" do 25 de Abril... porque a senhora gestora é toda a favor de protestos e cidadania, mas tudo dentro dos limites do respeitinho e das "boas maneiras".

Finalmente, cúmulo da infãmia, ainda foi você que apresentou a queixa-crime, você é que se disse assustada à polícia!!!

Mas como é loira, a senhora gestora foi à bófia fazer as suas queixinhas ridículas só após 1 mês do vídeo publicado!!!

Levou mais dum mês a chegar à conclusão de que se "assustara" com o vídeoos Meninos do Maria Matos ou as férias correram mal?

Ontem chegou-me correspondência do DIAP... E sabe o que mais? ainda vamos ter muito que rir.

Publicado por [o Pedro que procura Inês] às outubro 8, 2009 02:36 PM

faustino, fizemos uma votação sobre quem seria a maior sarna nas caixas de comentários e ganhaste. enviamos o prémio para que planeta?

Publicado por [Chuckie Egg] às outubro 8, 2009 02:53 PM

Acho que a Andreia Cunha devia-se pôr a pau com este gajo que a anda a perseguir e pedir protecção policial ou coisa do género. Qualquer dia o maluquinho decide queima-la com ácido ou coisa parecida e depois?

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 03:31 PM

No meu blog estou a colocar uma série de depoimentos de apoio a António Costa. Gostava que fossem ver.

Publicado por [Julia] às outubro 8, 2009 03:45 PM

devo confessar que só venho aqui para seguir as quezílias desse rui faustino com uma administradora do spectrum. que saudades, já há algum tempo que o gajo não dizia nada.

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 04:08 PM

caro anónimo,

administradores do spectrum ainda não tive o prazer de conhecer nenhum, como bons camaradas que somos decidimos tudo democraticamente de braço no ar. já quanto ao rui faustino tenho o prazer de não o conhecer bem o suficiente para ter pudores em mandá-lo directamente à merda e ao mesmo tempo conhecê-lo bem o suficiente para saber que ele é só um parvalhão.

ao outro anónimo de cima acho que posso avançar que o único ácido de que o faustino é detentor só queima mesmo a cabeça e ele é a prova viva disso mesmo. e nunca o partilha, muito menos conosco.

Publicado por [Chuckie Egg] às outubro 8, 2009 04:23 PM

no voto de braço no ar há liberdade para concordar, não para discordar. o voto, que se faz de braço no ar, existe de modo a identificar os "fraccionistas" e outras "aberrações", interessa o "colectivo" e não o que cada um pensa. eis o que eu penso do voto "democrático" de braço no ar.
cumps

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 04:32 PM

Chuckie Egg:

Faz como a tua colega a gestora Andreia Sofia Ferreira Soares Cunha e vai já a correr fazer queixinhas à bófia. anda, vai lá, força, em frente e avante

Quanto a ser 1 sarna... Azareco! Eu tenho uma queixa-crime em cima. E se continuas com bocas, reforço a sarnice, cappice?

Já agora ganha coragem e assina com o teu nome verdadeiro e vai chamar "camarada" ao caralho que eu não sou "camarada" de social-fascistas como a gestora Andreia Sofia Ferreira Soares Cunha

Publicado por [o Pedro que procura Inês] às outubro 8, 2009 04:33 PM

Chuckie Egg:

ESPERA! espera 1 segundo!

E chama-me "porco retardado com 2 neurónios fundidos no fundo do olho do cu", que eu gosto mais.

Bora? Põe lá um coment a começar assim:

"porco retardado com 2 neurónios fundidos no fundo do olho do cu: muita gente acha que tu és um atrasado mental em busca de protagonismo com uns versitos de merda escritos para negates rascas, mas eu sei mais do que toda a gente junta. Sim! sei muito mais. Sei que não és um simples atrasado mental, mas antes porco retardado com 2 neurónios fundidos no fundo do olho do cu".

Vá, faz lá o jeito que eu gosto mais

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 05:09 PM

credo!

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 06:09 PM

Rui, que grande chungaria.
começo a ter dúvidas sobre se irás a tempo de aprender que estas coisas tratam-se de outra forma.
gostava de acreditar que, pelo menos, podias aprender qualquer coisa com este processo judicial.
não por moralismo, mas para aprenderes a tratar melhor da tua vida, a dares-te mais valor e que os outros te dessem mais valor (digo eu, acho que em geral é isto que procuramos para as nossas vidas, respeitarmo-nos e sermos respeitados por aqueles que nos esforçamos por respeitar)...mas começo a ter muitas dúvidas.

E olha, o livro do Mishima é porreirinho. Hei-de ir devolver.
Curiosamente fala também disto, das máscaras que criamos para adquirirmos existência social e que acabam por tomar o lugar do que julgávamos ser.
al

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 06:28 PM

O Al teve o melhor comentário sobre esta questão.
De facto o Rui deveria salvaguardar-se mais e não entrar neste tipo de coisas. É bom que ele aprenda com isto. Revisionistas, Sociais Fascistas, Vendidos ao PS, já fomos todos chamados Rui.Por outro lado, quem conhece o Faustino, isto é apenas um começo. Por gostar muito dele é que acho também que tratá-lo como o tal "Chuckie Egg" faz não é seguramente o melhor. Parece que gosta de rivalizar nas loucuras do Faustino. Não o conhece, nem o contexto em que estas pessoas se conheceram. Eu acreditava mesmo que eramos todos camaradas.

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 07:31 PM

a festa vai ter disto? http://www.youtube.com/watch?v=WNGw9mCxCug

ou em camara lenta: http://www.youtube.com/watch?v=E63U3IvqF_U

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 07:52 PM

...e pronto, valeu a pena vir aqui hoje.

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 10:39 PM

Mete a festa na agenda, anónimo!

Publicado por [Anónimo] às outubro 8, 2009 10:40 PM

Bernardino:

Eu também gosto muito de ti, mesmo quando escreves anonimamente, mas escapa-te (ou queres que te escape...) o essencial: isto não é uma questão pessoal.

recapitulando:

1) A senhora gestora Andreia Sofia Ferreira Proença Soares Cunha plagiou conscientemente o título dum projecto artístico alheio. porquê? Para vender mais meia dúzia de bilhetes para uma peça de teatro à boleia da popularidade que eu construíra para Pedro procura Inês.

2) Como resposta aos meus protestos (limitados ao meu blog, pois repara que eu não fui boicotar a peça ou fazer escândalo à porta do teatro), a sra. Andreia Sofia Proença Ferreira Soares Cunha apresentou uma queixa-crime na polícia contra mim.

3) precisando melhor, o famoso vídeo "Os Meninos do Maria Matos" foi publicado a 10 de Julho e fui a 14 de Julho ameaçado de queixa-crime.

Sim! Eu é que fui ameaçado pelo chefe da gestora Andreia Sofia Proença Ferreira Soares Cunha de levar com uma queixa-crime: era uma forma de me pressionar ao silêncio...

4) Mas eu não me calei! 44 dias depois da ameaça de queixa-crime, a queixa-crime foi efectivamente apresentada pela gestora Andreia Sofia Proença Ferreira Soares Cunha... 44 dias depois, vê lá tu o ameaçados que se sentiram "os Meninos do Maria Matos"...

5) Porquê 44 dias depois? A resposta a dás tu: porque como se escreve por aqui "podias aprender qualquer coisa com este processo judicial"... Trata-se portanto duma aprendizagem de vida que me proporciona a senhora gestora Andreia Sofia Proença Ferreira Soares Cunha...

6) EU NÃO ME LEVO A SÉRIO e estou-me literalmente a cagar para o que "certos meios" pensam de mim - incluindo necessariamente o vosso. Surpreende-me como ainda não perceberam isso.

7) enquanto eu tiver uma queixa-crime em cima, vou continuar a frequentar as vossas caixas de comentários. surpreende-me como ainda não perceberam isso.

Publicado por [o Pedro que procura Inês] às outubro 9, 2009 08:21 AM

rui, és um "ponto" pá!
hahahahahahahahahahahahahahaha!!!!!!!!!

Publicado por [Anónimo] às outubro 9, 2009 12:54 PM

ainda bem que gostas

Publicado por [Anónimo] às outubro 9, 2009 12:57 PM

Rui Faustino:

Pois eu não te acho piada nenhuma e não fui eu que escrevi o comentário Mas já lá vamos.

Tu achares que eu escrevo comentários anónimos sobre ti, é mais uma faceta do teu desmensurado egocentrismo.

Realmente as 3 peças exprimentais de improviso ou lá o que aquilo era tinham o nome de 3 pichagens das paredes de Lisboa. Uma foi feita por ti com "Pedro procura Inês". Foi o Autor que escolheu e não nenhum funcionário do Maria Matos. Ainda assim, tentaram-te contactar antes. Fui eu que dei o teu contacto e disse depois onde trabalhavas, porque o telemóvel estava desactualizado. Não te conseguiram contactar e eu disse que de qualquer forma tu irias ficar satisfeito com a projecção que é dada à frase "Pedro Procura Inês".

Quanto aos autores das outras 2 pichagens de lisboa, não houve tentativa de contacto porque ninguém os conhece. A ti conheciamos-te...

O resto da história já tu conheces: Achas-te que te estavam a atacar, primeiro pediste bilhetes para a peça, depois pediste que o teu nome figurasse não sei a onde (título inspirado numa pichagem de Rui Faustino), finalmente já pedias o quê? Que parassem tudo por tua causa? Nem ninguém já precebia bem o que querias afinal... e eu percebo porquê: como já assisti noutras situações, tu és capaz de chamar a um gajo filha da puta na net e depois ser só falinhas mansas quando o encontras na rua. Não é possivel falar racionalmente contigo porque tu não andas a dar para esse peditório.

A queixa-crime, como sabes muito bem, é precisamente fruto disso, em concreto de um vídeo em que avisas "os meninos do Maria Matos" que tens uma arma em casa, que fizeste o serviço militar e que vais atrás deles. Trata-se de uma ameaça séria que assusta quer as pessoas que não te conhecem, quer as pessoas que te conhecem e que sabem que tu não és a pessoa mais equilibrada que existe.

Parece que a queixa crime te fez abrir momentanemanete a cabeça e teres então concordado em retirares o teu video do teu blog, de teres deixado de fazer posts de ódio, etc... Apesar de deixares aquele do "Puta" e de correres a blogosfera a deixares comentários noutros sítios, pelo menos parece que fizeste algumas melhorias...

Imagino que isso tudo seja momentâneo - basta ver o teu último trabalho de ódio, o "Anti-troll Urbano", o que escreveste por lá para perceber do que um gajo obcessivo pode fazer - mas enfim...

De qualquer forma, todo este caso, que envolve ourtros episódios que eu nem vou explanar aqui, fez-me perder o respeito que eu tinha por ti. Não fui eu que escrevi o comentário anónimo, nem te vou responder a mais nenhuma provocação que escrevas. Foi a primeira e a ultima vez.

E por favor: pára de me enviar sms.

Acabo com um conselho: espera calmamente que o processo termine, antes de voltar à carga com os teus comentários agressivos, calúnias, etc. Porque as pessoas que fizeram queixa de ti, e que foram convencidas a deixar caír a queixa, podem legitimamente mudar de ideias.

Não sei se isto vai para além da tua compreensão, mas faz um esforço e imagina-te no lugar delas, com um gajo como tu a escrever comentários sem parar nos blogs, nos termos em que tu fazes... Repara por exemplo no 3º comentário deste blog. Reflecte sobre ele.

Enfim... Isto tudo é uma pena. Claro que mais valia não terem posto "Pedro procura inês" como título da tal peça. Tu, claro, achas que sem esse título não se venderiam bilhetes. Claro... Mesmo que assim fosse, teria-se poupado muito trabalho, tempo e preocupações a muita gente.

Caro Rui: desejo-te uma boa vida e que um dia te tornes famoso como desejas. Vamos ficar por aqui. como te disse, não te responderei mais nenhuma vez, escrevas o que escreveres. Não aproveites para abusar.

Publicado por [bernardino] às outubro 9, 2009 01:30 PM

Andreia:

Não mintas e faz o que tens a fazer

Publicado por [Anónimo] às outubro 9, 2009 01:52 PM

o aranda: tu és acessor do zé transfuga ou advogado dos meninos do maria matos?

Publicado por [Anónimo] às outubro 9, 2009 02:24 PM

eu não conheço todos os pormenores da estória, mas toda a gente já percebeu que o 3º comentário foi escrito anonimamente pla andreia. Golpe baixo, bernardino.

Publicado por [Anónimo] às outubro 9, 2009 02:29 PM

O berbardino tu és um aranda!

Quer dizer, segundo o teu ponto de vista, uns fazem teatro porque são artistas, outros fazem teatro porque querem ser famosos... O Maria matos pode encenar o "Pedro procura Inês" porque são artistas, mas quando o fuastino quer encenar os "Meninos do Maria Matos" já não é artista, é criminoso.

Dizes-lhe que lhe perdeste o respeito? Mas que respeito tiveste tu, a andreia e todos os outros meninos quando nem sequer perderam 5 minutos pra informar o gajo do que iam fazer? Custava assim tanto ir ao blog dele e deixar um comentário nas caixas? Afinal, quando foi para o ameaÇAR DE cadeia, despedimento, multas e etc. parece que toda a gente já sabia ir lá ter.

Acho, enfim, que tens demasiados telhados de vidro para andares a atirar pedras. De qualquer modo, minha opinião fica dada

O faustino quer ser famoso. Já os meninos do maria matos são artistas...

Publicado por [sadik] às outubro 9, 2009 02:46 PM

Caro anónimo das 2.29. Asseguro-te que o 3º comentário não é da Andreia. A Weblog regista, entre outras coisas o IP dos comentadores.

Informo também que por alguma razão, o comentário do Sadik tem o mesmo IP dos comentários do Rui Faustino, do anónimo que diz à Andreia para não mentir (1.52) e do anómio que se dirige ao aranda (2.24).

Publicado por [Web fucking Master] às outubro 9, 2009 03:55 PM

Parabéns! Foste ter ao IP duma biblioteca pública e eu, como utente, estou aqui a escrever-te. eles pedem só o nome sem verificar a documentação... coisa gira, não é? Pode ser que consigas apresentar uma queixa-crime por spam contra mim. eu sou o Bernardino Aranda

Publicado por [Anónimo] às outubro 9, 2009 05:05 PM

O Faustino já encontrou a sua Inês: é o Sadik

Publicado por [Alves] às outubro 9, 2009 05:12 PM

«Como utente»? Uma biblioteca pública assim à escolha hum... deixa-me pensar bem... não estou a ver... não há de ser a biblioteca república e resistência?
O mais engraçado é este argumento forte: vou encher as vossas caixas de comentários com cenas bué fodidas e não há nada que vocês possam fazer! Toma!
Fica a informação.
Os comentários de que não gostamos podem ser apagados com um simples botão do rato. É MESMO fácil. Se quiserem faço uma demonstração. A sério. Igualmente podemos bloquear alguns IP's e garantir que dali nada cá chegará.
Somos ditadores integrais do nosso blog e fazemos questão de o reivindicar com orgulho.
Quanto a esta triste novela informo que todos podemos jogar este jogo. Não é preciso ir muito longe. Há todo um passado do qual fazer o nosso parque infantil. O teu problema Rui Miguel Bregano Faustino, é que somos demasiado poucos e conhecemo-nos demasiado bem.

Publicado por [Rick Dangerous] às outubro 9, 2009 05:21 PM

Vá lá, pessoal... Sejam amigos. Amanhã é dia de reflexão, domingo é dia da grande festa da democracia, em que serão eleitos milhares e milhares de pessoas para o poder local. Está bom tempo, faltam 8 dias para a Festa do Spectrum... animem-se!

Publicado por [Saboteur] às outubro 9, 2009 05:32 PM

Quando quiserem, a gente termina isto. Por mim, estava já tudo enterrado há mais de 3 meses.

Mas alguém quis festa e em meados de Agosto resolveu apresentar uma quixa-crime com um mês de atraso!!!!

Enfim... Esse mesmo alguém também está há mais dum mês para cumprir as ordens do chefe...

Parece-me que a única coisa que todos desejamos é seguir o nosso respectivo e bastante afastado caminho. Desiste dos teus estúpidos e mesquinhos planos de vingança. É melhor pra todos. Também pra ti

Publicado por [Anónimo] às outubro 9, 2009 05:35 PM

a tcheka já sabe que o rui faustino tenciona ir à festa do spectrum armado de foice e martelo. cuidado, não vá ele magoar alguém.

Publicado por [Anónimo] às outubro 9, 2009 05:46 PM

Sra. Andreia Sofia Proença Ferreira Soares Cunha:


Há gente que se intromete nesta conversa.

Mas o meu ponto de vista é bem simples:

por favor, ponha um ponto final nesta história. Peço-lhe. Eu já sofri o que baste com tudo isto.

Até agora sofri e fui lesado do seguinte modo:

a) o meu trabalho artístico (por xunga que seja!) foi usado por V. Exas como bem entenderam.

b) Anónimos insistentemente me ameaçaram com processos, multas, indemnizações, despedimentos, tribunais, hospícios, cadeias. Isso continua documentado no meu blog e até neste vosso!

c) Fui alvo duma queixa-crime de V. Exa! E apesar de sempre ter confirmado o carácter ficcional e poético do vídeo "os meninos do maria matos", V. Exa. continua a vê-lo como uma "ameaça".

d) Passado mais de 1 mês do anúncio da desistência da queixa-crime pelo director artístico do Maria Matos, a queixa-crime, todavia, continua a seguir o seu curso.

e) Como bem sabe, fui eu quem propus um termo de conciliação com o Teatro Maria Matos, sugerindo a eliminação no meu blog dos conteúdos que referissem o dito Teatro e os seus colaboradores assim que a queixa-crime fosse formalmente retirada. Aceitei auto-censurar-me a bem da concórdia. Mas todavia sigo sofrendo com todo este processo, porque apesar de vossas garantias eu continuo na condição de arguido.

f) Enfim... tenho-me sentido, de há meses, esmagado por um pânico interior qualquer, uma espécie de nó que me devora o estômago e a alma.
tenho 35 anos e é a primeira vez na vida que me vejo envolvido numa situação destas.

A única coisa que desejo é ver terminada toda esta trapalhada. ficarei feliz se os nossos caminhos nunca mais se cruzarem. Aliás! Eles não se cruzaram por minha vontade.

Entenda que esta recorrência epistolar é apenas o espernear do ser pequenino e mal-criado que sou. No meu delírio, imagino-me como o pobre diabo, poeta de maus versos, em luta de classes contra a grande companhia teatral.

Por paranóia, (decerto...), ponho-me a imaginar que V. Exa. me odeia e muito gostaria de me prejudicar. Espero que não pense assim. Se o pensar, apenas me resta lamentá-lo.

Independentemente do seu juízo, a minha garantia é certa e segura: não tenho qualquer tipo de questão pessoal consigo. Nem quero ter! Em não sei quantos anos de mútuo conhecimento nunca lhe fiz nem bem, nem mal. fomos todos bastante indiferentes, uns com os outros... e não passámos mal com isso.

Quero esquecer tudo isto. quero seguir a minha vida, pois tudo isto tem sido duma violência psicológica imensa sobre mim. E se tanta gente comenta o meu suposto "desequilíbrio", não sei porque hão-de duvidar do que confesso agora.

No fundo sabemos como tudo vai acabar:

segunda-feira, irei ter uma reunião com o meu advogado e iremos estudar a carta do DIAP. Eu irei desembolsar 200o€ para uma instituição de caridade e o ministério público encerra o caso. É isso que você quer, não é? Que eu pague. Deixe estar, eu vou pagar pelo meu "crime". Você terá a sua vingança. E eu meto esta estória no meu portefólio. Toda a gente feliz.

E no fim esqueça-me. você e os seus, porque ambos sabemos, que no fim, ninguém ganha realmente nada com estas estórias ou com outras piores por assuntos realmente graves. Felizmente, não é esse o nosso caso: a vossa peça foi um fracasso de bilheteira e o meu blog não sai da cepa torta. Pelo meio, gastámos demasiada energia nesta merda.

De qualquer modo, não gostaria de acabar isto com a palavra merda. Volto atrás, aos tempos em que éramos todos camaradas e colegas. Vejamos bem, que você, Andreia, até conhece a "Inês" desses tempos. Dos tempos em que andávamos de megafone na mão... lembras-te da história do megafone?

Muito honestamente, não percebi a tua atitude!

Primeiro, nem te deste ao trabalho de me informar dos vossos planos cénicos. E se assim o tivesses feito, provavelmente, hoje éramos todos amigos.

Segundo, na única vez em que tive oportunidade de falar contigo, olhos nos olhos, expliquei-te que estava a encenar uma representação no meu blog em protesto contra o vosso "pedro procura inês". Disse-te isso, fui pra casa e fiz um filme. Depois passei um fim-de-semana fora de Lisboa e sem net.

Quando voltei, tinha as ameaças, os insultos, a queixa-crime à minha espera. Não sei que proveito tiraste disto, mas a mim nada disto me fez feliz.

Publicado por [o Pedro que procura Inês] às outubro 9, 2009 08:22 PM

Tu queres que eu acredite que nunca te passou pela cabeça que as probabilidades da Andreia vir ao Spectrum ler os teus comentários são mínimas?

Tresandas a má fé. Queres é polémica e links para o teu blog. Para além de, como dizes, meter uma estória no teu portfólio.

É muito errado esse caminho que segues

Publicado por [Anónimo] às outubro 10, 2009 07:22 AM

acaba assim? Então e o ácido?

Publicado por [Rui Faustino] às outubro 10, 2009 09:20 AM

Agora deve ser uma queixa-crime por ameaça de spam.

Publicado por [Rui Faustino] às outubro 10, 2009 09:26 AM

epá, o que eu tenho perdido. acabei de soltar uma saudável gargalhada com a do sadik ser a inês.

Publicado por [PP] às outubro 10, 2009 10:49 AM

e não se pode exterminá-lo ???

Publicado por [POKE] às outubro 12, 2009 07:43 PM

I thank you hmubly for sharing your wisdom JJWY

Publicado por [Spike] às maio 26, 2011 03:12 AM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)