« The Revolution that wasn't - DOCLISBOA | Entrada | Não é chinesa, mas parece que gostava de ser »

outubro 25, 2009

Deputados Suínos

Não percebo nada disto da suína que, pelos vistos, anda para aí a matar cidadãos indefesos. Diz que é uma pandemia, e que é mais fatal em doentes crónicos, crianças e idosos. Há uma vacina que pode diminuir em muito o risco dessas fatalidades.
Ora, como há vacinas em quantidade inferior ao número de cidadãos é preciso escolher. E os felizes contemplados são: grávidas a partir do terceiro mês de gestação, obesos, asmáticos e profissionais de saúde e ainda... O Governo, o Presidente da República e os senhores deputados.

O argumento é simples "assegurar o normal funcionamento das mais importantes instituições do país". Quem o diz é médico-deputado bloquista, João Semedo, ao DN. Não me surpreende a falta de vergonha vindo de quem vem, mas não me deixa de causar relativo espanto que sejam os deputados dos partidos à direita a porem o dedo na ferida. Dizem eles o óbvio. Que se trata de um privilégio absolutamente injustificado.

É evidente que a questão não se põe no número de vacinas (esta côrte vai precisar de umas 500, no máximo), trata-se sim de um claro abuso, que demonstra, simbolicamente, o que todos dizemos e ouvimos dizer por aí, sobre questões bem mais importantes: que eles estão lá para se servir (e à sua classe já agora) do poder que lhes foi conferido pelos honrados cidadãos votantes.

Publicado por [Paradise Café] às outubro 25, 2009 02:37 PM

Comentários

Mas repare, Paradise Café: não demonstra, no fim de contas, a argumentação de Semedo uma inegável abertura às novas, emergentes e complexas realidades sociais; uma sempre apreciável libertação de dogmas e sectarismos paralisantes; uma não menos louvável defesa da democracia «como um valor em si mesmo»? Para quê agora criticá-la? Foi uma coisa, lembra-se?, pela qual tão boa gente lutou, lutou e lutou nos anos 1999-2002!

Publicado por [Anónimo] às outubro 25, 2009 06:38 PM

pah, nunca percebem nada.
Como os médicos e restante pessoal de saúde anda a fugir com o rabo à seringa, os deputados estão a dar o exemplo, correndo riscos graves de saúde, para demosntrar que aquela merda não faz mal. Glória aos deputados da nação.

Publicado por [renegade] às outubro 25, 2009 06:43 PM

Por acaso faz falta uma discussão de fundo sobre o 'normal funcionamento das instituições' e a possibilidade de crise (ruptura?) séria, revolucionaria ou não. Parece que confiamos todos em como na hora da verdade há-de descer do céu a mão invisivel.

Publicado por [Xica Darque] às outubro 25, 2009 07:11 PM

só me espanta como é que isto ainda espanta alguém.
de qualquer forma eu, doente crónico, dispenso a minha vacina.
se isto da gripe não é mais uma forma de vender os stocks de tamiflu que sobraram da paranoia das aves,, então vou ali e já venho.

Publicado por [Anónimo] às outubro 25, 2009 08:30 PM

uuhh!! quando comecei a ler até pensei "mas o bloco vai ser contra esta feliz contemplação, decerteza...". enfim, logo dali...

Publicado por [trike] às outubro 25, 2009 11:12 PM

João Semedo é medico, e perante o alarmismo em relação ás vacinas, os politicos deveriam dar o exemplo, dispondo-se a tomá-la , não por previlégio, mas até para darem o exemplo.

Em Portugal não se passa o mesmo que na Alemanha , em que os deputados e membros do Governo recebem uma vacina, e os restantes cidadãos outra, isso sim seria discriminação.

Mas quem gosta da demagogia da direita, deveria pensar no seguinte, e se estes deputados que se recusam a tomar a vacina, o fazem por receio das consequências, e não por qualquer atitude altruista?

Mas realmente, se pessoas , com dois dedos de testa escrevem o que li aqui no Spectrum, realmente parece que a demagogia colhe.

Publicado por [Augusto] às outubro 25, 2009 11:27 PM

Primeiro anónimo: és tão subtil que ninguém te ligou nenhuma. Ligo eu, claro. Conta lá como é que fazias: Primeiro eram os do secretariado ou os da comissão de controlo?

Publicado por [Saboteur] às outubro 26, 2009 01:59 AM

Perguntas-me como fazia. Bom, se tiver uma atitude responsável, não demagógica, se tiver uma postura aberta e de esquerda (um bocadinho, aliás, à tua imagem), se tiver em conta a defesa dos profissionais com maior utilidade e relevância para a vida social do país - nesse caso, acho que os primeiros a receber a vacina devem ser os abnegados assessores autárquicos que pugnam dia após dia pela implementação das ciclovias. Está respondido?

Publicado por [Anónimo] às outubro 26, 2009 09:57 AM

Está respondido! Eu tinha razão :)

Vi logo que quem me quer assim tanto bem como o anónimo só podia ser a mesma pessoa que critica quem "defende a democracia como um valor em si mesmo" e que goza com quem pugna pela "libertação de dogmas e sectarismos paralisantes"

Publicado por [Saboteur] às outubro 26, 2009 12:41 PM

e como explica isso, caro amigo saboteur? como explica que haja gente tão avançada, como o amigo, e outros tão retrógrados, como eu? será genético, será pedigree, o que será? pode explicar?

Publicado por [Anónimo] às outubro 26, 2009 12:53 PM

Eu não digo que sejas retrógado, Anónimo. Apesar de todas as fantasias, insinuações, provocações e odiozinhos de estimação que por aí andam, é muito difícil encontrar um comentário meu em que eu me disponha a responder na mesma moeda.

Publicado por [Saboteur] às outubro 26, 2009 02:51 PM

Certo, mais uma vez o amigo saboteur está acima de tudo isso. Além de democrata, não provoca, não insinua e não odeia. Acho bem. Acho bonito. Acho fofo, sei lá. Acho que sim. A sua superioridade está bem patente e atestada.

Publicado por [Anónimo] às outubro 26, 2009 04:29 PM

E digo mais: Se esses 300 e picos deputados, em vez de cederem as suas vacinas para a gripe, cedessem os seus lugares de estacionamento para os residentes ali de S. Bento (e visessem car-sharing com a sua catrefada de assessores), aí é que eu ficava satisfeito com a Assembleia da República! ;)

Publicado por [Saboteur] às outubro 27, 2009 09:25 AM

Felizmente as caixas de comentários do spectrum funcionam melhor do que os aparelhinhos das votações no Parlamento Europeu. Aqui, o Berlusconi não se ficava a rir ; )

Publicado por [Rick Dangerous] às outubro 27, 2009 03:02 PM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)