« O homem-sombra do Presidente | Entrada | Excuse me, Sir!? »

setembro 19, 2009

Quem tem medo do fim dos benefícios fiscais nos PPRs ?

expresso.jpg

O Expresso faz manchete com os PPRs de Louçã.

Que isso seja uma notícia nos tempos que correm, em que o jornalismo se faz em torno de superficialidades que podem dar boas conversas de café, não duvído. Mas primeira página?!

Achar que Louçã não devia ter PPRs por propôr o fim dos benefícios fiscais para os mesmos é a mesma coisa que dizer que Bernardino Soares não devia comprar livros escolares para os filhos porque defende a gratuitidade dos manuais, ou dizer que eu devia enviar um chequezinho todos os meses para a CML, porque acho que o estacionamento de automóveis na cidade deve ser taxado.

É significativo que o Expresso faça estas primeiras páginas. É confirmaçãio que o BE vai ter um grande resultado nas legislativas.

Publicado por [Saboteur] às setembro 19, 2009 11:26 AM

Comentários

Artigo muito esclarecedor no IOL:
http://diario.iol.pt/politica/legislativas-be-bloco-de-esquerda-francisco-louca-ppr-tvi24/1090160-4072.html

Publicado por [João] às setembro 19, 2009 12:47 PM

Assim, se vé, a força do bê é !

Publicado por [Tárique] às setembro 19, 2009 02:41 PM

também acho, é o tipo de manchete em que se sente o nervosismo de quem manda nisto.
o último resultado deste nível foi há 30 anos.

Publicado por [renegade] às setembro 19, 2009 03:46 PM

Ó saboteur, quantas vezes nós ouvimos (pelo menos eu ouvi de algumas pessoas, saliento algumas, não todas) na nossa faculdade: "se defendes os pobres, porque é que não vais tu morar para uma barraca?"

É a lógica da batata de quem não tem cérebro para mais.

Publicado por [Helena Romão] às setembro 19, 2009 04:15 PM

Exacto, Helena!

Publicado por [Saboteur] às setembro 19, 2009 09:37 PM

Caro saboteur já hoje pus um post no meu blog sobre o assunto: http://trix-nitrix.blogspot.com/2009/09/os-odios-de-classe-ressuscitados.html

Publicado por [Jorge Nascimento Fernandes] às setembro 19, 2009 10:04 PM

Caro saboteur já hoje pus um post no meu blog sobre o assunto: http://trix-nitrix.blogspot.com/2009/09/os-odios-de-classe-ressuscitados.html

Publicado por [Jorge Nascimento Fernandes] às setembro 19, 2009 10:06 PM

Isto está bonito, está, com esta merda de imprensa.
Sábado, é isto.
Sexta, a descoberta do conluio do Público com a fonte P.R.
Quinta, a descoberta da compra de depoimentos pela Sábado, sobre a compra de votos PSD...
Com franqueza...

Publicado por [a.m.] às setembro 19, 2009 10:25 PM

óh, a.m você deve estar bêbado quanto à descoberta da compra de depoimentos feita pela Sábado. Quem é que acredita numa treta divulgada pela concelhia laranja em Lisboa.

Ainda para mais: pq é que a Sábado, uma revista claramente de direita, que não tem um único cronista de esquerda ou sequer de centro-esquerda (há o pachecho pereira, a maria joão avillez, o nuno rogeiro e o nazi alberto gonçalves) iria pagara para tramar o partido que apoia? ganhem juízo.

Publicado por [Anónimo] às setembro 20, 2009 01:58 PM

Dra. Cunha:

Depois do seu chefe ter-se convencido que o melhor era meter a queixa-crime na gaveta, apenas resta que a sra. conclua a formalização da vossa desistência com o meu advogado.

Imagino que esteja sobrecarregada de trabalho, mas indicar o contacto dos vossos advogados ao meu, leva-lhe 5 minutos. Você sabe o que sucedeu da última vez que não quis perder 5 minutos, não é?

Agradecia-lhe que aligeirasse o expediente, de modo a que possa eu ir de férias sem ter de reportar à polícia sobre o meu paradeiro - facto a que a vossa queixa-crime pendente me obriga.

Por fim, resta-me dizer que não tenho PPRs nem guito pra fazer "aplicações financeiras", nem participo no saque às empresas públicas privatizadas comprando acções da mesmas. Mas graças a Lénine... eu não sou "esquerda moderna".

Muito obrigado e mexa o cuzinho

Publicado por [Rui Faustino] às setembro 21, 2009 02:36 PM

O Rui Faustino, segue o mesmo expediente do Jerónimo e une-se à direita na crítica aos PPRs do Louçã.

De qualquer forma se não tem PPR, deveria ter feito enquanto estava a recibos verdes a ganhar mais de 2000 euros por mês, a fingir que trabalhava numa biblioteca municipal. É que assim ía buscar ainda algum ao IRS.

Publicado por [Anónimo] às setembro 21, 2009 03:20 PM

That's a mold-breaker. Great tihnikng!

Publicado por [Lavon] às julho 7, 2011 01:23 AM

At last, semonoe comes up with the "right" answer!

Publicado por [Tamber] às julho 9, 2011 02:50 AM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)