« 15-0 | Entrada | O maravilhoso mundo da intermodalidade nos trasnportes "públicos" »

setembro 09, 2009

Louçã e os radicais no país dos parlamentos


O expediente nacionalista de Louçã para ganhar os votos da populaça não é de hoje, mas nos últimos tempos, principalmente desde que traçou como meta chegar a primeiro-ministro (???), tem-se vindo a cimentar como nunca.
“Os portugueses sabem”, “os portugueses querem” e ainda “os portugueses não admitem”. Estas foram algumas das palavras escolhidas pelo líder do BE para defrontar José Sócrates no debate realizado ontem.
Ora, além de ficarmos a saber que o homem tem o dom da adivinhação, e da desonestidade intelectual, já agora, o que podemos inferir destas palavras?
Louçã sabe que temos muitas identidades, (de classe, de género, de orientação, etc.. o blá, blá do costume) e também sabe que tanto a escolha, como a utilização que fazemos de cada identidade é sempre um processo profundamente político. Talvez para Paulo Portas esta questão nunca tenha sido alvo de qualquer reflexão, agora para Louçã, até pelo seu percurso, é uma hipótese absolutamente impossível sequer de colocar.
A escolha que faz - a nacional - em vez da de classe, por exemplo, é certamente condicionada pela febre dos votos para chegar ao “coração do eleitorado”, no entanto, esta utilização de uma identidade construída na mesma forja em que se construiu a ideia de paz social onde todos nós mais que trabalhadores, explorados, gays, belmiros ou polícias somos portugueses é tão grave como defender o código de trabalho mais reaccionário.
E depois chamem-nos radicais e não discutam e não se auto-discutam, no fundo façam o que Sócrates vos faz a vocês: radicais...

Publicado por [Paradise Café] às setembro 9, 2009 12:11 PM

Comentários

Num momento destes é isso q tens pa dizer... Pá malta perde-se tanto com mastrubações mentais que até mete dó.

Olha nunca vi Revolução nenhuma que não fosse populista e com algum toque Patriota, à várias razões para criticar Louçã esta é mijar ao lado...

Publicado por [Francisco] às setembro 10, 2009 12:20 AM

Bom post! feris-te sensibilidades!

Publicado por [Anónimo] às setembro 10, 2009 02:36 AM

Thanks for sharing. Always good to find a real exerpt.

Publicado por [Dalton] às julho 6, 2011 10:03 PM

IA1YjB ovvkaeiezhgs

Publicado por [bhtkyyxwbuw] às julho 7, 2011 09:50 AM

Good to see a tlanet at work. I can’t match that.

Publicado por [Nettie] às julho 8, 2011 09:35 PM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)