« Quando está filmado não há versões diferentes | Entrada | A dar-lhes Música »

janeiro 09, 2009

Mais um jovem negro e pobre assassinado pela polícia


"A plataforma Gueto não pode deixar de denunciar mais uma execução sumária, com pena de morte, dum jovem negro por parte da polícia, e um julgamento injusto feito no tribunal dos media, que condenou o nosso irmão e absolveu mais um assassino.
Uma perseguição policial do passado domingo, 4 de Janeiro às 21h, ditou a morte de Kuku, com apenas 14 anos.
Segundo a versão "oficial" de fontes policiais os agentes identificaram o carro furtado, onde seguiam 4 jovens, no bairro de Santa Filomena. Por não terem respeitado a ordem para parar, a polícia iniciou uma perseguição que só acabou no bairro da Quinta da Lage quando os jovens abandonaram o carro e continuaram a fuga a pé. Depois de terem disparado tiros para o ar, a polícia alega que Kuku, que foi o último a sair da viatura, apontou uma arma de calibre 6.35 a um agente, tendo este, em legítima defesa, disparado um tiro que o feriu mortalmente na cabeça. Outro irmão foi ainda atingido com uma bala na perna.
Ainda na sua versão oficial a polícia declara que o agente não atirou para a matar. Quem não quer matar não aponta uma arma à cabeça, portanto a intenção do agente era matar ou teria apontado a outra parte do corpo.
Na manhã seguinte os media iniciaram a sua propaganda, usando apenas as fontes policiais, para sujar a imagem do jovem e legitimar a acção do polícia, alegando que se tratava de um jovem referenciado por crimes violentos.
Com esta propaganda os media conseguiram transmitir a ideia de se tratar dum jovem violento que era uma ameaça para os agentes, e para a sociedade, bem como glorificar a polícia por mais uma "missão cumprida": assassinar um negro.
Como se não bastasse a idade de Kuku, 14 anos, para que este não pudesse ser considerado um criminoso violento, o mesmo foi referenciado como tal apenas por furtos, dos quais não resultou nenhuma condenação. Ainda que tal tivesse acontecido, em nenhum dos casos houve uso de violência. Tendo em conta aquilo os media têm propagandeado nos últimos meses como "criminalidade violenta" só prova que esta usa e abusa de tais critérios sem nenhum rigor para operar a sua propaganda racista e continuar a fomentar o medo dos imigrantes seus descendentes na opinião publica.
Segundo os jovens envolvidos na fuga, o carro em que seguiam já tinha sido furtado anteriormente, tendo estes, sabendo que estava abandonado, aproveitado o facto para nele se dirigirem ao bairro de Santa Filomena onde iam ver um jogo de futebol. Os mesmos disseram ainda que Kuku não trazia nenhuma arma consigo.
Tal como os restantes ocupantes do carro, vários amigos que estiveram com Kuku naquele dia, negam tê-lo visto com qualquer arma, e acrescentam ainda que nunca viram Kuku armado quer com faca, quer com pistola, e duvidam bastante que ele fosse capaz de apontar uma arma a outra pessoa e muito menos a um agente "Kuku era um puto.. ainda que tivesse uma arma, jamais a apontaria a um bófia". Eles descrevem-no como "calado, tranquilo, talvez até um pouco tímido".
Estes afirmam ainda que Kuku estava marcado desde um episódio em que, logo após acordar, e tendo dormido em casa, foi abordado pela polícia na sua porta, alegadamente por ter sido visto a conduzir um carro roubado nessa madrugada. Indignado negou qualquer relacionamento com o que quer que fosse que tivesse ocorrido naquela madrugada e ao ser agredido e arrastado pelo chão Kuku resistiu à detenção apelando aos seus direitos. A sua resistência originou ainda mais agressividade da polícia. Kuku tentou resistir e só a intervenção da mãe e outros familiares demoveu os agentes de quaisquer que fossem as suas intenções.
Kuku foi julgado e executado pela polícia à semelhança de Angoi, Tony, Tete, Corvo, PTB, etc. Nos últimos meses vários irmãos foram perseguidos e agredidos nas ruas, nas carrinhas e dentro das esquadras. Este não foi um acidente, nem um acto isolado, foi o desfecho que já esperávamos. Destes assassinatos e agressões nunca resultou uma única condenação. Pelo contrário a polícia têm sido aplaudida pelo Ministro da Administração Interna e pela opinião pública manipulada, pela propaganda racista dos media. Resta uma conclusão: face a esta impunidade a polícia tem "luz verde" para matar jovens negros em Portugal. Já não acreditávamos que fosse feita qualquer justiça nos tribunais mas agora sabemos mais que isso.
Num país que nem aplica a pena de morte, até um "criminoso violento" teria direito a um julgamento antes de ser executada qualquer pena. Mas para nós negros, a pena de morte está em vigor e a "justiça" não é lenta, é veloz feita na hora pela polícia. O nosso julgamento é feito todos os dias na imprensa matinal e no noticiário das oito.
Apelamos à mobilização de tod@s os irm@s contra a violência policial, a propaganda racista e contra a opressão autoritária. Se a impunidade, o conformismo e o silêncio continuarem os assassinatos continuarão também.
Apelamos também ao apoio à realização dum funeral digno para Kuku na compra do Cd dos Mentis Afro, duma T-shirt do Kuku, ou através de donativo para o NIB 0010 0000 27703050 0022 0. Para mais info escrevam para o mail indicado em baixo."
Plataforma Gueto. Sem Justiça não haverá Paz.
Plataforma.gueto@gmail.com

Publicado por [Rick Dangerous] às janeiro 9, 2009 04:26 PM

Comentários

ia mesmo agora pôr este por cima do outro post, bom timing

Publicado por [ce] às janeiro 9, 2009 04:37 PM

Quando é o funeral? Já foi?

Publicado por [Anónimo] às janeiro 9, 2009 04:38 PM

este discurso está eivado de racismo. é uma coisa inacreditável

Publicado por [Anónimo] às janeiro 9, 2009 06:04 PM

e não há manif?

Publicado por [PP] às janeiro 9, 2009 06:10 PM

Há funeral...

Publicado por [Anónimo] às janeiro 9, 2009 06:19 PM

Porque razão o jovem que andava a distribuir estes documentos tinha uma máscara de ski? A neve em Lisboa só está prevista para hoje.

Publicado por [Robespierre] às janeiro 9, 2009 07:24 PM

"Porque razão o jovem que andava a distribuir estes documentos tinha uma máscara de ski?"

Por medo?

Publicado por [mescalero] às janeiro 10, 2009 04:15 PM

se fosse branco tavam-se a cagar como é preto conseguiram transformar um puto que rouba e anda no meio da criminalidade num santo

continuem assim que qql dia portugal atinge o ponto de ruptura e ai vai tudo po krl

Publicado por [Anónimo] às janeiro 10, 2009 05:08 PM

O autor deste post demonstra altos níveis de xenofobia e grandes problemas mentais. Então os amigos do Kuku (que também são uns santos) iam dizer que ele andava armado, era violento e apontou a arma ao Sr. Agente? Viram o carro e foram nele para o futebol... és uma merda pá!

Publicado por [Anónimo] às janeiro 10, 2009 10:46 PM

Porreiro pá. O texto está assinado pela Plataforma Gueto e não pelo «autor deste post». E não sabia que a bófia agora também vinha pôr comentários no spectrum. Entre um espancamento e uma bala perdida, devem ter todo o tempo do mundo.

Publicado por [Rick Dangerous] às janeiro 12, 2009 04:16 PM

Espera lá que já mando o guito, nem é preciso apontar facas nem nada!

Publicado por [pombo] às janeiro 15, 2009 06:24 PM

Espera lá que já mando o guito.

Publicado por [pombo] às janeiro 15, 2009 06:27 PM

"Mais um jovem negro e pobre assassinado pela polícia"
Desculpem mas o titulo não está correcto para o texto, penso que seria:
Menos um delinquente a roubar nas ruas Portuguesas, aniquilado pela Policia.
Tenham mas é vervonha e vão trabalhar como os outros.....
Junta-te aos bons e serás como eles, junta-te aos maus serás igual ou pior que eles.

Publicado por [Justiceiro] às janeiro 15, 2009 10:55 PM

Eu farto-me de trabalhar para pagar o empréstimo da casa, os estudos do meu filho, a roupa, os ténis (que não são de marca), a comidinha, esfarrapo-me todo para pagar o carro e o combustivel...Vai na volta tenho andado a perder tempo...Quando quiser ir passear gamo um carrito (sem violência que eu sou pelo amor, quando o puto precisar de ténis vou para a porta de uma escola malabar uns a um chavalito qualquer,posso sempre ocupar a casa de alguém que esteja fora para não ter de pagar renda...No fim se a sociedade tentar condenar os meus actos posso sempre escrever um post com um NIB e dizer que sou um mal compreendido, que a culpa é dos capitalistas e dessa corja (que por acaso são mesmo corja) de politicos...Agora trabalhar??????Isso é que não...Deus "ma" livre!!!E o burro sou eu??!!!

Publicado por [Eu] às janeiro 16, 2009 09:21 AM

Concordo a 1000% com o eu....

Menos a roubar e daqui a uns anos a dar despesa ao País numa prisão qualquer deste País... Coitadinho do emnino só queria destruir o carro a alguem que tanto lhe custou a pagar

Publicado por [lol] às janeiro 16, 2009 10:48 AM

Os comentários racistas que por aqui se encontram enquadram eco no que os media vomitam todos os dias...Enfim este povo já deixou de pensar.
Já agora, a arma foi apontada a 10cm (sim...)da cabeça do KUKU.Será por ele ser "perigoso" e negro??A policia diz que foi legitima defesa...

Publicado por [alex] às janeiro 16, 2009 12:10 PM

+1 com o "eu". tb trabalho todos os dias, e vivo num sitio marcado pela criminalidade com a qual tenho de conviver todos os dias. estes "putos" dos gangs e as suas familias nao fazem ponta dum corno, so roubam e fazem merda, vivem as custas dos contribuintes, ainda sao transformados em martires do racismo e sao todos uns santos qd acontecem situaçoes destas. isto é a gozar com quem trabalha, a desculpa do racismo ja mete nojo, seja preto,branco, castanho ou amarelo, se anda a roubar ou a matar tem de ser punido

Publicado por [Anónimo] às janeiro 16, 2009 02:51 PM

todos temos direito a ser julgados... fardas azuis nao sao Deus.
R.I.P.

Publicado por [rfpf] às janeiro 19, 2009 09:34 AM

Os brancos são racistas porque lhes chamamos pretos mas eles podem matar,roubar, violar e continuam a ser vitimas de exclusão social e racismo que hipocrisia ... Isto não se trata da cor da pele mas sim de cultura urbana é uma opção deles há tantos pretos como brancos nesses grupos.
Estão revoltados com a vida? também eu estou, passam dificuldades? também eu passei, mas não é por isso que saiu à rua num grupo organizado para roubar e maltratar quem tenta fazer algo pela vida, isso não é desculpa, eles sabem bem que há outras alternativas apenas escolhem o caminho mais fácil que mais tarde se torna.

Dá raiva pelos cobardes que são, 10 para 1, quem já foi violentado,perseguido, roubado e agredido por estes grupos sabe o que é ser caçado e ter a vida pendurada.

Mão dura nestes indivíduos e correcção das suas acções.

Publicado por [gonçalo] às abril 23, 2009 04:37 PM

Vão-se todos pro caralho da puta que vos pariu seus brancos de merda...
Mas não há com que se preocupar, o que é vosso tá guardado
vão se foder e foder as vossas mães, e se matarem no inferno. A vossa opressão não nos cala, as vossas frases pré-moldadas, peguem nelas...oiçam o que eu vos digo, peguem nelas e enfiem no vosso cu gordo e branco seu grandas fdp...
escreveria um discurso pra mostrar o quanto vcs são mesquinhos, idiotas, preconceituosos, e obtusamente formatados...mas há que se notar que o nível intelectual dos internautas cu de gelo é ainda reduzida o que os faz ainda permanecer no rabo da europa e do mundo seus...seus...
NHOS MOKA NHOS MAI BANDO DE FIDJAS DA PUTA PÁ!!!!

Assinado: Nigga

Publicado por [Gilberto] às julho 27, 2009 02:13 AM

bem, eu pessoalmente nao concordo com o texto, mas é a minha opiniao e tenho essa liberdade desde 25 de abril de 1974! Acho q ha uma grande diferença entre aqueles que comentaram contra e este ultimo comentario assinado por Nigga... É curioso q a policia nunca m tenha apontado uma arma, tenho um grande amigo preto e tb nunca lhe foi apontada uma arma pela policia... pobreza? um colega meu, timorense tem uma familia de 9 irmaos mais pais o q da 12 pessoas (a contar com ele) vivem numa casa pequena, a vida é complicada e nunca nenhum deles teve problemas com a policia... eu nao consigo acreditar q um policia aponte uma arma por razao nenhuma, por vezes falham, acredito q sim, mas nao vejo policias na rua a apontarem armas à toa nem a brancos pretos amarelos vermelhos ou cor de rosa as bolinhas... e mais uma vez digo: é so a minha opiniao com todo o respeito q tenho por todasas raças. acabo deixando um exemplo de racismo: ha tempos no ruanda houve um genocidio entre duas tribos daquele pais, os tutsis e os hutus, matavam ate vizinhos e amigos desde q fossem da tribo oposta, e para s distinguirem chegavam a usar craveiras,q sao instrumentos de mediçao, para verem a largura do nariz de um individuo e com isso concluir a q tribo pertenciam... isto é racismo...

Publicado por [cidadao] às janeiro 4, 2010 02:08 PM

tambem é curioso ver alguem assinar como Nigga, essa palavra vem da expressao inglesa nigger, q é a expressao usada em paises d lingua inglesa para ofender os negros... o q pessoalmente nao m parece q seja mt bom...

Publicado por [cidadao] às janeiro 4, 2010 02:14 PM

mais uma nota, um estudo feito pelo iscte atraves de inquerito diz q apenas 4% dos africanos s identificam como portugues o q quer dizer q os restantes 96% nao s identificam como portugues mesmo tendo nascido em portugal, nao s identificam inclusive com a cultura... o problema na minha opiniao nao é nao s identificarem, sao livres d o fazerem, o problema é a ausencia de respeito (muitas vezes) e compreensao, afinal é o pais q permite a muitos africanos nao viverem na pobreza extrema q ha em africa. quando digo pobreza nao falo d nao poderem ter uma PS3, eu tb nao tenho, falo de fome mesmo, coisa q mt poucos passam em portugal como acontece em africa, deviam dar mais valor ao q têm e assim como os vossos familiares q conhecem a realidade em africa, darem mais valor ao q têm ca.

Publicado por [cidadao] às janeiro 4, 2010 02:19 PM

Bem, pelas experiências de vida com este tipo de gente, se tiver que escolher entre as afirmações da polícia e as da "plataforma gueto", nem sequer hesito. Escolho as da polícia. Portanto, AFIRMO: o tipo estava armado, foi em legítima defesa, e era um criminoso. GRANDE PONTO FINAL. Quem anda à chuva molha-se, e só é pena que não haja um dilúvio.

Publicado por [HG] às janeiro 7, 2010 03:15 PM

Tanta estupidez com actos racistas...R.i.p Rapa..
Only God can Judge Us..
Fuck the Police

Publicado por [Kebrada] às janeiro 27, 2010 03:52 AM

A policia só é boa para passar multas de transito em vez de combater a criminalidade e proteger os cidadaos que lhes pagam os salários.Queixam-se quando um colega é assassinado mas quando matam pessoas estão caladinhos não é?estão sempre prontos para passar multas,mas para servir e proteger vai lá vai.

Publicado por [Orlando Augusto stock] às junho 15, 2010 01:07 PM

Thanks for sharing. Alywas good to find a real expert.

Publicado por [Teige] às maio 26, 2011 12:43 AM

"mais um jovem negro e pobre assassinado pela policia" puro racismo

Publicado por [Anónimo] às janeiro 20, 2012 04:41 PM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)