« A dar-lhes Música | Entrada | Diário de Atenas »

janeiro 09, 2009

I'm terrorized in my own land And I'm the terrorist

Há 5 minutos, um gajo chamado Pedro Mexia conclui a sua intervenção num programa na TSF assim, entre o escandalizado e o ar snob de quem não faz mais que esfregar uma evidência na cara de quem o ouve: "Israel é uma democracia!!". Pois é pá! Também a França era uma democracia quando andava a espalhar massacres no Norte de África há 50 anos, ou os EUA há 30 no Vietname. A democracia, o último e primeiro argumento da mediocridade instalada.
5 minutos antes a frase feita era outra: "A mim, se me atirassem rockets para o jardim de casa, também fazia tudo o que pudesse para impedir isso". Pudera, especialmente se os cantos da tua casa ainda tivessem o cheiro do proprietário que tu expulsaste de armas na mão.
Esperei, durante a parte final do programa, que a consciência de esquerda, aka, Ricardo Araújo Pereira, salvasse a cara, falasse, sei lá, dissesse qualquer coisa de esquerda, no limite, que dissesse qualquer coisa. Não disse. Há coisas em que o humor engraçadinho não é suficiente.

Desejo o dia da independência da Palestina livre de ocupantes. Cada dia que passa vejo esse dia mais longe.

Publicado por [Renegade] às janeiro 9, 2009 07:59 PM

Comentários

Por acaso o Pedro Mexia mora aqui a meia-dúzia de metros de mim. Se tivesse um qassam à mão fazia a festa.

Publicado por [Robespierre] às janeiro 9, 2009 11:51 PM

Também, do Ricardo AP não se pode esperar milagres.

Publicado por [quero] às janeiro 10, 2009 03:35 PM

nada de admirar: os Mexias são judeus (o big boss é o da Energia); essa frase
"A mim, se me atirassem rockets para o(...) é do Obama, não sei se repararam, dita exactamente na mesma cidade de Sderot em Julho de 2008, quando andava em campanha.
Quanto ao Ricardo AP, aqueles que atentarem contra o Lobie não terão grandes sucessos nas carreiras.
Outro caso sintomático da família dos pencudos é o daniel de Oliveira. o último artigo do gajo no Le Monde Diplomatique é um autêntico pedido de emprego politico

Publicado por [xatoo] às janeiro 11, 2009 01:26 AM

nada de admirar: os Mexias são judeus (o big boss é o da Energia); essa frase
"A mim, se me atirassem rockets para o(...) é do Obama, não sei se repararam, dita exactamente na mesma cidade de Sderot em Julho de 2008, quando andava em campanha.
Quanto ao Ricardo AP, aqueles que atentarem contra o Lobie não terão grandes sucessos nas carreiras.
Outro caso sintomático da família dos pencudos é o daniel de Oliveira. o último artigo do gajo no Le Monde Diplomatique é um autêntico pedido de emprego politico

Publicado por [xatoo] às janeiro 11, 2009 01:28 AM

tenho pelo menos duas amigas com ascendentes directos judeus e estão bem longe ser filo-sionistas como este mexia. não confundo o cú com as calças. se é judeu ou não, não sei, o que sei é que o gajo é um cretino (politicamente falando, claro, por outro lado parece que escreve umas coisas com piada), além de ter sido agraciado com um tacho do caraças na cinemateca, mas isso é outra história.

noto no comentário do xatoo um certo travo de ódio contra os "pencudos". bom, eu sou pencudo, sem aspas, e essa conversa da penca tresanda a medicina nazi e eugenia. não acho isso nada bonito.

Publicado por [renegade] às janeiro 11, 2009 02:20 AM

Me and this arcilte, sitting in a tree, L-E-A-R-N-I-N-G!

Publicado por [Bardo] às novembro 4, 2011 04:19 PM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)