« Cultura de Violência | Entrada | JKS - Just Kant Stop »

janeiro 22, 2009

"Eu gostava de ser um buda gordo..."


1ª parte de uma entrevista a João Pereira Coutinho, em São Paulo. Data desconhecida.

Publicado por [Rick Dangerous] às janeiro 22, 2009 01:50 AM

Comentários

que maravilha... vejam também a 2º, 3º (em especial a explicação para o facto de não ser de esquerda) e a 4º.

Publicado por [Catarina] às janeiro 22, 2009 11:49 AM

Esta gentinha de direita é tão estéril de ideias que só rindo...

Manuel Monteiro

Publicado por [Anónimo] às janeiro 22, 2009 01:58 PM

Resisti 25 segundos à profunda impressão masoquista que gente deste género me provoca. Felizmente, acho que nunca saberei quem é este gajo.

Publicado por [renegade] às janeiro 22, 2009 03:20 PM

Na minha terra chamamos peralvilho a um gajo destes.

Publicado por [PM] às janeiro 22, 2009 05:01 PM

Um pedante. Fez vários artigos a bater no Saramago. Não era suficientemente bom para um intelectual do seu gabarito, habituado à melhor litratura... Agora, parece que caíu na realidade. Provavelmente ganhou alguma maturidade (mesmo os betinhos aprendem alguma coisa à medida que envelhessem) e percebeu que era demasiado ridículo o que escrevia sobre o velhote. Li recentemente um artigo em que elogiava muito "A viagem do Elefante"

Publicado por [Saboteur] às janeiro 22, 2009 05:24 PM

Será que estava demasiado gordo para pular da janela?

Publicado por [Anónimo] às janeiro 22, 2009 09:48 PM

Não conheço o indivíduo foi a primeira vez que o ouvi ou vi, mas como já afirmei várias vezes, na realidade os pedantes, peralvilhos e gentinha de direita intolerante são vcs. Apresentam um enorme problema na interpretação da informação que recebem e se a coisa não se encaixa no pequenino esquema de 48k, pufff.
Vamos por partes para não ser mais um, como vós.
A entrevista é pessoal, é para saber que é o João não sei quantos. Fala-nos de pular de janelas (pensamento que ocorre com frequência a quem luta por se mater lúcido no mundo presente, olhem o álvaro de campos "sou lúcido merda!"), das suas inquietações, da incapacidade de auto-analise, do desejo de serenidade, de paz interior que não tem, da coacção de uma educação, com a qual não concorda e lhe confere fraquezas.
Acrescenta da décalage entre a realidade e os seus desejos legítimos, da morte e da loucura, da vidinha que leva, dos seus gostos pessoais, enfim.. Mas afinal qual é o problema?
O que é que vos motiva para essa raiva uníssona?

Já agora, é com prazer que vos informo do MONTE DE TRAMPA que o Saramago é! (como escritor)

Publicado por [SuperPixas] às janeiro 23, 2009 07:50 PM

Obrigado pela "informação" SuperPixas, mas eu e outros concidadãos já lemos saramago e temos a opinião que a tua informação não é para levar a sério.

Publicado por [Saboteur] às janeiro 24, 2009 03:24 PM

Shoot, who would have thugoht that it was that easy?

Publicado por [Keshawn] às outubro 1, 2011 12:41 AM

PUldAD mqafxntsagwe

Publicado por [egjjecgae] às outubro 3, 2011 12:32 PM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)