« Banana republic thriller | Entrada | FUCK MAY 68 FIGHT NOW »

janeiro 30, 2009

Entre a historiografia e o delírio

"A própria data escolhida, 31 de Janeiro, para a reunião da extrema-direita pode ser vista como uma provocação à esquerda, uma vez que coincide com a chamada Revolta do Porto, em 1891, a primeira acção militar contra a monarquia.[...]
E uma das maiores preocupações das autoridades está associada ao percurso até ao ponto de reunião, pelas tentações que possam surgir da extrema-esquerda. É que tendo em conta a conotação racista dos Hammerskin, os anarquistas poderão querer demonstrar algum poder, tendo em conta o enquadramento da manifestação contra a PSP, na Amadora, a propósito do homicídio de "Kuku", abatido a tiro pela PSP."

Via Womenage a trois

Publicado por [Rick Dangerous] às janeiro 30, 2009 02:18 PM

Comentários

Entretanto a loja dos Skins da baixa - a Viriatus - fecho e tem um placar a dizer arrenda-se.

O negócio vai mal. Nem loja nem sequer o Spectrum a mobilizar para uma contra-manifestação. Só mesmo os jornalistas tó-tós é que vão na conversa deste pessoal.

Publicado por [Anónimo] às janeiro 30, 2009 06:41 PM

Eu acho lindíssima esta conversa da data. Mas a notícia é toda ela muito boa. Quase dá vontade de falar em lapso freudiano, quando eles falam desta passagem de manifestações contra a PSP para manifestações contra os skins. Wuindo.

Publicado por [FuckItAll] às janeiro 30, 2009 11:09 PM

Delirante lol

Publicado por [Miguel Vaz] às janeiro 31, 2009 12:18 AM

Essa notícia é ridícula de uma ponta à outra. O medo deles é que a extrema-esquerda ceda à tentação de ir provocar os facholas, como se eles até fossem tipos porreiros.

Publicado por [Youri] às janeiro 31, 2009 12:49 AM

anedotico LOL

Publicado por [anon] às fevereiro 1, 2009 05:01 PM

That's way the bsetset answer so far!

Publicado por [Dweezil] às maio 26, 2011 09:50 AM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)