« Amanhã ao final da tarde, aperitivo por conta do Irmão Lúcia | Entrada | Insólitos Porn #1 »

setembro 11, 2007

Nainilevan

antero08.gif

Das efemérides de hoje, seria demasiado óbvio destacar, como sempre e em todo o lado se faz, o golpe de estado do Chile. Assim, assinalo os 116 anos do suicídio de Antero de Quental. Há datas que merecem não ser esquecidas.

No Turbilhão
(A Jaime Batalha Reis)

No meu sonho desfilam as visões,
Espectros dos meus próprios pensamentos,
Como um bando levado pelos ventos,
arrebatado em vastos turbillhões...

Num espiral, de estranhas contorções,
E donde saem gritos e lamentos,
Vejo-os passar, em grupos nevoentos,
Distingo-lhes, a espaços, as feições...

-Fantasmas de mim mesmo e da minha alma,
Que me fitais com formidável calma,
Levados na onda turva do escarcéu,

Quem sois vós, meus irmãos e meus algozes?
Quem sois, visões misérrimas e atrozes?
Ai de mim! ai de mim! e quem sou eu?!...

Publicado por [Manic Miner] às setembro 11, 2007 09:17 AM

Comentários

Concordo, Antero foi um dos nossos mais insígnes heróis, renunciou à vida talvez por amor a essa mesma vida, bela homenagem, boa semana.

Publicado por [Barão da Tróia] às setembro 11, 2007 09:41 AM

Bravo. Eu fiz o que estava escrito na cartilha: festejei o Chile e o Governo Popular de Allende

Publicado por [Tiago Mota Saraiva] às setembro 11, 2007 09:46 AM

LOL!!!

Publicado por [Anónimo] às setembro 11, 2007 10:10 AM

Your cranium must be protecting some very vualable brains.

Publicado por [Cordelia] às novembro 4, 2011 04:46 PM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)