« Mais Férias | Entrada | "Isto está tudo ligado!" »

agosto 02, 2006

Último post antes de férias

Sérgio dos Santos queixa-se de que não é tratado com delicadeza neste blog, que lhe estamos sempre a apontar a questão da idade e que não discutimos o conteúdo do artigo dele.

Por mim vou tentar fazer as pazes com ele:

Conteúdo: Ao discutir economia a partir das premissas mais básicas do modelo clássico, sem considerar o que hoje em dia é comummente aceite, mesmo pela ciência económica (que até é pouco dada – hoje em dia – a grandes questionamentos), que existem externalidades, que não há concorrência perfeita, nem agentes puramente racionais e que os mercados não se equilibram automaticamente fora da sala de aula; não deixa grande espaço para debate de ideias… pelo menos através de uns posts num blog…


Naturalmente acho que a pobreza e miséria são em grande medida problemas de distribuição, porque existem pessoas que, desesperadas com fome, comem areia e eu todas as semanas deito comida para o lixo. Naturalmente que sei que quando um Homem se dispõe a trabalhar por uma tijela de arroz é porque não tem alternativa possível à sobrevivência e não porque assim o escolheu livremente.

E também é natural que a humanidade procure continuamente as melhores formas de se organizar colectivamente de forma a sobreviver, a evoluir e a conseguir níveis de bem-estar cada vez maiores. E é claro que essas formas têm passado sempre, através dos tempos, de forma mais ou menos vincada, pelo contributo de todos (através de um planeador central Estado, Igreja, Rei), para o bem-comum (incluindo desde há muito tempo, o auxilio aos mais fracos). Esse também foi o da Irlanda (do artigo do Sérgio). Quem pagou o programa massivo de educação Irlandês, foram os Irlandeses (e a CEE), não foi cada um deles que decidiu amealhar uns cobres nos anos 60 e 70 para pagar umas pós-graduações nos anos 80.

Enfim, isto para dizer que as nossas são galáxias demasiado distantes. Teríamos de estar a discutir tudo desde o início e um post não deve ter mais que um determinado número de linhas.

A idade: A Joystick não falou na idade. Eu é que falei nisso. Não é por qualquer descriminação ou preconceito contra os jovens. É que a questão política interessa-me: Na semana anterior, um outro jovem, Bruno Gonçalves, que também tem um Blog aparentemente semelhante ao do Sérgio (Israel, ataque à esquerda, etc.), escreveu um artigo de opinião semelhante ao do Sérgio. De onde vem o recrutamento destes “jovens turcos”? É uma estratégia pensada? Por quem? É um post que vem na linha de outros sobre o Jornal Público e a sua linha editorial.

Ou seja, mais uma vez voltando atrás: O meu post não foi feito com intuito de debate de ideias com o Sérgio, mas para chamar a atenção da “Comunidade Spectrum” para outro tipo de fenómeno.

Cordialidade: Ás vezes, sobretudo em contexto blogosférico, é fácil resvalar para o ataque pessoal. Mas leiam o meu post e o da Joystick e digam-me onde é que passamos das marcas.

Claro que o Sérgio diz que fazemos tresleituras da opinião dele, mas isso também podemos dizer nós: Em 2 posts são inúmeros os falsos estereótipos, caricaturas e cretinices acerca do Socialismo e do Comunismo. Naturalmente, não só não conhecemos em detalhe o pensamento um do outro, como não dominamos as linhas ideológicas com que cada um se cose. Isto passa-se sempre assim. Vir agora declarar-se ofendido, adoptando a estratégia (do Governo de Israel) de vítimização, é o tipo de coisas que nos leva para a brilhante BD do post da Joystick, aqui em baixo.

Publicado por [Saboteur] às agosto 2, 2006 01:30 PM

Comentários

Yup, that suhold defo do the trick!

Publicado por [Neveah] às agosto 19, 2011 09:26 PM

Cool! That's a clveer way of looking at it!

Publicado por [Aspen] às agosto 20, 2011 04:16 PM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)