« De fazer inveja ao marocas | Entrada | Democracia Hardcore »

maio 03, 2005

Sei lá

Na sólida frente ocidental falam de nós."Tenho inimigos, devo ser célebre", dizia o velho bertolt.
Que a economia semântica não é o forte dos jovens-turcos-neo-qualquer-coisa-pardalitos-a-imitar-falcões, já o sabíamos. Mas mesmo assim tem-me causado algum desconforto um betinho qualquer que eu nunca vi mais gordo (ou, segundo ele próprio afirma, alto) a dirigir-se-me como se tivéssemos andado juntos na tropa.
"Ícone da direita moderna" (na qual, ao que parece, estas aves raras se incluem), "mítico rick dangerous", "men" e "jovem", são alguns dos termos com que um tal rodrigo moita de deus me saúda. Procurei ignorar e manter a coisa à distância que as circunstâncias impõem, confiando nas maneiras britânicas do rapaz. Mas à segunda alguém tem de dizer alguma coisa antes que isto descambe.
Não me cabe naturalmente a mim pôr na ordem este grupinho a quem pacheco pereira fez gala de ignorar durante todo o verão, com um silêncio que atingiu notáveis níveis desprezo, apesar das múltiplas provocações que, como qualquer miúdo mimado, produziram em avalanche. Antes já um deles tinha chamada imbecil ao Daniel Oliveira. Arrogantes, desdenhosos, presunçosos, sectários e com um sentido de humor mais que duvidoso, dali já se ouviram as maiores enormidades e já todos nos teremos habituado a sorrir e a não levar a sério.
E por isso mesmo, e por ainda terem ficado piores depois de perderem as eleições, já ninguém lhes liga, ninguém discute com eles, ninguém quer saber o que eles pensam acerca do que quer que seja. Cada vez são mais (todos quadros do alto funcionalismo público ou pontas esquecidas dos conselhos de administração, a julgar pela disponibilidade que têm para escrever um blog para os amigos lerem) e cada vez dizem menos coisas de jeito. Vieram bater à nossa porta, a provocar, como uma criança traquinas que faz tropelias para arreliar e chamar a atenção. Daqui não levam nada a não ser um bom par de chapadas.
Se é verdade que tenho algum (cada vez menos) gosto por provocar os meus amigos de esquerda, também tenho uma enorme falta de paciência para betinhos que acabaram de lêr Tocqueville e Burke e procuram alguém para terçar armas, citações e lugares comuns. Falta-me o tempo, falta-me a vontade e, sinceramente, falta-me a pachorra. Até lá, o respeitinho é muito lindo, sei lá.


Publicado por [Rick Dangerous] às maio 3, 2005 10:31 PM

Comentários

Palhaço comuna!!!

Publicado por [Anónimo] às maio 4, 2005 12:21 AM

oh rick, diz lá que isto não te anima? nem toda a gente pode orgulhar-se de chatear estes gajos nem de ser um ícone da esquerda moderna :)
caro anónimo, não sei se reparou mas por aqui comuna não é nenhum insulto.

Publicado por [operation wolf] às maio 4, 2005 08:19 AM

você além de tótó inutil tem a mania que é mais esperto que os outros... mas falta-lhe mas é a educação, isso aprende-se de pequenino e pelos vistos os paizinhos não lhe ensinaram a ser bem educado.

Publicado por [miss daisy] às maio 4, 2005 04:13 PM

Chamar comunas a estes gajos é um insulto para aqueles que realmente o são.

Publicado por [Anónimo] às maio 4, 2005 04:23 PM

Sinceramente não existem palavras para descrever a pobreza de espirito deste infeliz!A tentativa de emergir da mediocridade que o acompanha desde a nascença, leva-o a revoltar-se contra todos aqueles que não o acompanham no seu percurso triste e errante.
Dizer mal só por dizer mal é sinonimo de estupidez,portanto tende pelo menos ser um pouco construtivo nas suas criticas,mesmo que ninguem o leve a serio

Publicado por [JMLP] às maio 4, 2005 04:36 PM

Mai' nada!

Da próxima vê se te metes com gajos que saibam responder com coisas mais elaboradas do que "a minha pilinha é maior que a tua". Assim nem dá luta.

Publicado por [Rex] às maio 4, 2005 07:00 PM

Muito bem, Rick, mas se não lhes ligas nenhuma porque é que andaste o verão inteiro a lê-los e continuas ainda hoje. Larga-os da mão, rapazinho, ocupa-te com os teus devaneios. E olha que aquilo do Pacheco Pereira não é verdade: ele chegou a falar deles numa Quadratura do Círculo, em plena SIC. Não o ouvi falar do Spectrum. Porque será?
Re-béu-béu, pardais ao ninho...

Publicado por [Lassie Jones] às maio 4, 2005 10:08 PM

Caro Rick
Esta gente não merece a nossa escrita. Quem age apenas para destruir deve apenas ser ignorado.
O que de facto me choca, e revela a teia de mediocridade que tecem em volta da sociedade portuguesa, é a possíbilidade destes meninos mediocres poderem publicar livros com 2 meses de postas sem qualquer ideia sem ser o mais vil e asco comentário.
Mas não irá ficar assim. No meu blog já apelo ao boicote ao livro á algum tempo. É a melhor maneira de os desacreditar.

Publicado por [NeuroGlider] às maio 5, 2005 01:51 AM

Há pessoas a quem os campos d concentração nunca deveriam ter deixado que lhes passassem ao lado. Rodrigo Moita qualquer coisa Desampara pah, vai até Guantanamo, ou até ao Texas onde podes confortavelmente limpar os fundos dos colhões do mr President de um país civilizado.

Publicado por [deulpem lá a má educação, mas saiu... assim como a diarreia] às maio 6, 2005 08:02 PM