« Não, obrigado | Entrada | Aborto I »

maio 20, 2005

Dei por mim à procura na edição on-line do «Avante!» desta semana de qualquer coisa como "Desculpem lá a cena do outro dia do Stalin. Isto às vezes a malta entusiasmamo-nos e depois é no que dá. Nós não achamos realmente que ele seja o maior. Desculpem lá, sim? A sério."

Qualquer dia começo a acreditar na fada dos dentes, estou mesmo a ver.

Publicado por [Rex] às maio 20, 2005 11:02 AM

Comentários

Como é evidente, já nem sequer te deste ao trabalho de ler os artigos que originaram essa onda de indignação entre a gente progressista que dirige o DN. De facto, mentiras como: "contributo decisivo da URSS, do seu povo e do Exército Vermelho" ou "compromissos, a conciliação e a traição da burguesia e dos seus governos que facilitaram o avanço do fascismo e o desencadeamento" da II Grande Guerra." ou "Estaline teve o seu papel na vitória ao lado do povo." ou ainda "livrar a Europa e o mundo do fascismo e abrir novos horizontes à luta de libertação dos povos". Isto é indecente, não é nada ''fixe''.

Publicado por [Anónimo] às maio 20, 2005 11:58 AM

Eu também esperei, para não dizer que me tinha precipitado...

PS: Querido anónimo- devo então pressupor que o PC exerceu direito de resposta acto imediato? PS:eu li os textos.

Publicado por [rita] às maio 20, 2005 12:09 PM

Anónimo,

O DN preocupa-me pouco (quase tão pouco como o «Avante!»).

Li os artigos e digo-te que não fiquei nada indignado, pelo contrário, acho até muito bem. Acho bem que essa corja escreva o que pensa.

Travar o exército alemão com 20 milhões de vidas dificilmente é estar ao lado do povo, quanto mais génio militar ou político. Ver o exército vermelho como libertador de povos é outra anedota. Ou os novos horizontes da libertação dos povos de que falas são os da libertação contra o império soviético?

Publicado por [Rex] às maio 20, 2005 05:42 PM

Temos General! Rex, apresenta-te no quartel general às 8 da manhã, precisamos de ti para ganhar uma guerra. Estávamos mesmo a precisar de um especialista como tu. E já agora, apreciamos o teu conceito de imperialismo, tens toda a razão, os maus são eles.
G. W. Bush

Publicado por [Anónimo] às maio 20, 2005 09:21 PM

Achares que alguma coisa é boa só por ser contra uma coisa má é estúpido.

Publicado por [Rex] às maio 21, 2005 06:15 PM