« Polit Duro | Entrada | O Mito é um nada que faz tudo »

maio 19, 2005

Com o rabinho entre as pernas

anjinho.bmp


César das Neves brindou-nos, na segunda-feira, com mais uma pérola do neo-movimento-dada. Foi no DN.

A propósito do aborto, o senhor beato, lembra-nos que o sucedido no anterior referendo foi "a mais extraordinária manifestação de maturidade democrática do Portugal moderno". E porquê? É que pelos vistos "Grupos de cidadãos anónimos, com meios improvisados e sem qualquer apoio partidário, enfrentaram forças poderosíssimas de esquerda maciçamente mobilizadas. E Ganharam".

Há mais: diz o dito senhor que "os números astronómicos de abortos clandestinos (...) esses números não têm base séria e foram inventados na lógica de que uma mentira muito repetida fica verdade". Mas, antes de sublinhar esta sua verdade insofismável, Neves relembra que as forças da esquerda é que "obscurecem o problema (...) ocultando os tremendo drama da mãe (?) que abortou".

Bom, comentar isto seria um pouco de mais para a inteligência de qualquer um. Fica o registo.

Publicado por [Paradise Café] às maio 19, 2005 11:52 PM