« Fragmentos Económico-Filosóficos 2. Trabalho Assalariado e Capital | Entrada | Days of Glory »

março 11, 2005

Vantagens e possibilidades do equilíbrio - entre a acrobacia sem rede e o contorcionismo desesperado

"O PCP tomou a iniciativa de propor ao PS a realização, a breve prazo e ao nível das direcções nacionais, de um encontro destinado ao exame das vantagens e possibilidades da reedição da coligação", refere aquele partido, em comunicado.
O PCP considera, no entanto, que "a presença e equilíbrio das principais forças da coligação é em si um factor de garantia da concretização daqueles objectivos e programa".



Publicado por [Rick Dangerous] às março 11, 2005 06:43 PM

Comentários

Belo post

Publicado por [Anónimo] às março 12, 2005 03:08 PM

Sendo isso verdade, é para as Autárquicas? Ou também para acordos no Parlamento? Se for neste último caso, a questão do referendo à IVG não se põe. O C.P. como defende, e em, o PCP, é revisto na Assembleia da República.

Feedback, please.

Publicado por [Golfinho] às março 12, 2005 04:35 PM

Não precebi a ultima parte da tua frase.

Acho que é para Lisboa. Neste momento, a CDU arrisca-se a ser a 4ª força de Lisboa, perdendo freguesias à bruta... a coligação com o PS a todo o custo é a 2ª fase da tragédia/deriva estalinista do PCP.

Publicado por [Anónimo] às março 12, 2005 05:33 PM

Antes era porque o Partido tinha uma má política de alianças, que era monolítico e se isolava das outras forças de forma sectarista, agora é porque não sei quem nos vai passar à frente (?) e como tal já não vale a pena, o melhor é ver o partido definhar como os bons revisas pretendem apesar de terem vergonha de admitir. Afinal o que querem vocês?

Publicado por [Anónimo] às março 12, 2005 06:50 PM

Eu quero um tacho no pelouro da cultura, coisa com bom ordenado e pouco trabalho. Isto é o que eu quero. E, por favor, não me venhas dizer que não é ou que tenho vergonha de admitir. Já agora, pode ser num pelouro qualquer.

Publicado por [Renegade] às março 12, 2005 10:48 PM

Peço desculpa, vícios de jurista. CP: Código Penal.

Assim revia-se as causas de exclusão de ilicitude do aborto, melhor aumentava-se o leque destas como por ex. para as 12 semanas e outras, como defende o PCP, sem necessidade de referendo. isso seria o ideal. Isso é possível ser feito na Assembleia da República logo que comecem os trabalhos.
É só mesmo para as autarquicas?

Publicado por [Golfinho] às março 13, 2005 12:29 AM

é mesmo para as autárquicas :(

Publicado por [Golfinho] às março 13, 2005 10:02 PM