« Who wants to live forever? | Entrada | A lição de dia 20 »

março 04, 2005

Camarada Freitas

Há uns anos ninguém dava nada por ele. Qualquer dia está no Comité Central do PCP.

Publicado por [Renegade] às março 4, 2005 10:26 PM

Comentários

Quem diria que ainda iamos ver Zita Seabra do PCP a liderar a lista do PSD por Coimbra ou Durão Barroso do MRPP a liderar o PSD.

A politica em Portugal é feita de muitos casos.

Publicado por [a.pacheco] às março 5, 2005 12:42 AM

Esses exemplos são exemplos claros do cumprimento do papel histórico dos esquerdistas. Não tenhas dúvidas que muita da gente do Bloco seguirá o mesmo caminho.

Publicado por [Anónimo] às março 5, 2005 11:46 AM

Não é o BE um "partido" aberto? Decerteza que se visses era na Mesa Nacional do BE!

Publicado por [jovem atento] às março 5, 2005 12:31 PM

Acho que te deves ter enganado. No PCP não entram traidores, isso acontece é no antro dos teus amiguinhos bloquistas.

Publicado por [blablabla] às março 5, 2005 02:42 PM

Eh pá, que falta de espírito! Adoro antros. E adoro os meus amigos. Já o BE é-me quase indiferente.

Publicado por [Renegade] às março 5, 2005 08:36 PM

há um ano apelei para que a esquerda o indicasse como candidato presidencial e fui injuriado para cima de FDP :PP, passado uns meses chamava hitler a bush :D. Coisas de doido, vulgo bipolar, eheheh ;-)

Publicado por [Golfinho] às março 5, 2005 09:17 PM