« Camarada Freitas | Entrada | Abro o jornal... »

março 05, 2005

A lição de dia 20

O país político anda a discutir o último Governo. Ontem era sobre o Freitas, sobre o Curriculum Vitae dos ministros, sobre os perigos de as áreas estruturantes nos negócios de Estado terem caído para o lado da direita.

Hoje já veio o mais recente ministro das Finanças, Luís Cunha, dizer, com a souplesse própria do Tarzan Taborda dos grandes dias, que provavelmente os impostos vão mesmo subir. Vão subir para quem? Eu não sei mas sei que o blá, blá do "pedir sacrifícios aos portugueses" já começou. E que o caminho visto pelos olhos do PS só tem uma via - subida dos impostos combinada com "aposta na redução e controlo da despesa pública".

Nos próximos meses:

i) a esquerda parlamentar vai gritar até à apoplexia contra a política neo-liberal do Governo do Sócras,
ii) a CGTP vai voltar à rua contra as políticas de direita
iii) a UGT vai atrás para não dar cana mas vai assinar no recato dos gabinetes tudo o que lhe puserem à frente e
iv) a direita parlamentar vai ficar sem assunto.

No dia 20 de Fevereiro foram todos lá meter a cruzinha. Está a chegar o tempo dos arrependidos.

Publicado por [Renegade] às março 5, 2005 09:12 PM