« Violência doméstica feminina | Entrada | Tentação da maioria? »

fevereiro 22, 2005

Livingstone recusa pedir desculpas

A polémica aqui evocada que envolveu o mayor de Londres e um repórter do Daily Mail não parece terminar. Apesar da pressão do tablóide para que o fizesse, Ken Livingstone recusou-se a pedir desculpas e acrescentou que o jornal é o menos qualificado para falar em anti-semitismo, dado, segundo ele, ter sido durante 50 anos o grande promotor das teses anti-semitas em Inglaterra!
A grande questão que permanece em aberto é a da liberdade de expressão. Até onde irão os fanáticos politicamente correctos para limitar a livre expressão de ideias?

Publicado por FG Santos às fevereiro 22, 2005 03:15 PM