julho 27, 2006

Bem podia passar por cá

Foi o que pensei quando li esta notícia: El responsable de Movimientos Sociales del PSOE y concejal de Madrid, Pedro Zerolo, ha estado en los últimos días de viaje por Argentina y Uruguay para reunirse con cargos políticos de ambos países y, entre otros temas, dar a conocer la nueva legislación española referente a homosexuales y transexuales.

De acordo com outra notícia do último Expresso é o que pretende fazer a JS para "catequizar" os deputados e dirigentes do PS e conquistá-los para a causa dos casamentos gay, prometendo avançar em 2007 com um projecto-lei para legalizar os casamentos entre pessoas do mesmo sexo, logo a seguir ao referendo sobre a despenalização do aborto. A questão no entanto é sempre referida na notícia com o estigma dos "temas fracturantes".

veado_

Publicado por renaseveados em 11:34 AM | Comentários (9)

julho 26, 2006

Autorização para casar?



E se tivessem de pedir a n milhões de pessoas autorização para casar? Não vos passa pela cabeça pois não? É este o subtext do vídeo intitulado Permission que podem ver ali em cima, produzido pela Public Interest para a MTV no âmbito de uma campanha pela defesa do direito de casamento entre pessoas do mesmo sexo e que ganhou recentemente um prémio na categoria 'Lesbian, Gay, Bisexual, Transgender Rights' no 6º Media That Matters Film Festival. A campanha é de 2004 mas com a onda referendária que se tem vivido em vários Estados dos E.U.A. desde que Bush chegou ao poder, para introduzir Emendas Constitucionais que impeçam a legalização de casamentos gay continua a ser plenamente actual.

veado_

Publicado por renaseveados em 07:24 PM | Comentários (5)

julho 25, 2006

Registo: a pequena História sem acontecimento

Na simpática comédia Aqui Não Há Quem Viva actualmente a passar na SIC, o pré-anunciado beijo gay sempre aconteceu, sem a polémica que se pretendeu. Não vi, mas segundo diz o Tiago aqui, os personagens interpretados por Diogo Morgado (Fernando) e por Luís Gaspar (Gustavo) deram um beijo "rápido mas em cheio nos lábios" neste último episódio transmitido no Domingo. Tratando-se de facto inédito na ficção portuguesa para televisão é digno de registo sem no entanto ter criado um 'acontecimento televisivo', mas não deixa de ser positiva esta ousadia à portuguesa.

veado_

Publicado por renaseveados em 06:22 AM | Comentários (9)

julho 21, 2006

Buéréréda boa!

Ana MalhoaAna Malhoa

Eu até ia fazer um post sério, mas enquanto passeava pela blogosfera dei um saltinho ao Vitamina Y e deparei-me com esta preciosidade, ou pirosidade, como preferirem, e não fui capaz de pensar em mais nada remotamente sério. Ana Malhoa, de mecita cantora que acompanhava o papá e despertava olhares ternos nas avozinhas espectadoras, a página central de revista porno... Ups, parece que as fotos não são para uma revista porno mas para promoção da cantora no seu site oficial.

Está mesmo lá tudo: o bronze, as argolas, o look acabadinho de molhar ou pronto a mergulhar, o piercing no umbigo, o bikini zebra (embora também se aceitem em estilo tigre, leopardo ou outro animal de pele contrastante), os lábios arreganhados e dentes cerrados como quem ruge... E os azulejos da casa-de-banho, senhores! Não se arranjava um jacuzzi numa casinha mais abastada? Por último, já que era para pôr maminhas ao menos ia a um cirurgião que não lhe deixasse aquele vale enorme (completamente natural!) entre os seios.

Sim, é claro que estou a ser mauzinho, em Portugal o mercado é pequeno, aquele tipo de imagem vende, nem sequer conheço a música dela, etc. Mas que a menina do Buéréré está muito playmate gangsta-latina, ai isso está.

Zun

Publicado por renaseveados em 01:04 AM | Comentários (28)

julho 19, 2006

Luxos abençoados

ferrari-s.pedro.jpg

Pope Blesses Fleet Of Ferraris. (via Esquerda Republicana)

Com a devoção deste Papa pelo luxo esta benção não admira. Qual será a preferência de Bentinho - os vermelhos ou os amarelos?

veado_

Publicado por renaseveados em 05:31 PM | Comentários (16)

Cartaz em casa

Cartazes CinemaScope

Passeando por Lisboa, uma amiga chamou-me a atenção para uma loja nova que descobrira ali pertinho de casa, uma loja que despertará o interesse dos fãs de cinema mais aguerridos. A loja chama-se CinemaScope, e fica junto do Príncipe Real, na rua do Monte Olivete. Além dos cartazes e posters originais e de qualidade de muitos e bons filmes - 2001 Odisseia no Espaço, Reservoir Dogs, Seven, Metropolis, Querelle, As Horas e tantos outros! - temos ainda merchandising para quem quer apenas uma recordação. É uma loja pequena mas não conheço nenhum outro local com este tipo de mercadoria e o espaço é simpático, vale a pena a visita.

Zun

Publicado por renaseveados em 12:30 AM | Comentários (6)

julho 17, 2006

O "L" Perdido

theLworld.jpg

Esta série andou uma eternidade a ser anunciada na :2. Assim que finalmente foi para o ar, todas as noites no referido canal, apenas durou uma semana, tendo a sua emissão desaparecido misteriosamente dos feixes hertzianos. Podem procurar aqui... Esperemos que não se trate de mais um episódio de censura como aconteceu com o Queer As Folk.

veado_

Publicado por renaseveados em 06:25 AM | Comentários (24)

julho 12, 2006

Ricos e mal agradecidos

PigWithTennisShoes.jpg

A Federação Portuguesa de Futebol quer que os prémios que vai atribuir aos jogadores sejam isentos de IRS. A intenção da FPF não é inédita e apenas repete idênticos pedidos em anteriores provas desportivas do mesmo nível, mas quando anunciada aos órgãos de comunicação social ainda antes de ser oficialmente formalizada, tenta aproveitar a vaga de fundo de popularidade conseguida pela euforia patrioteira da participação no Mundial. Só que a pretensão arrisca-se a morrer na praia ou enrolar-se no quebra-mar. Apesar de prevista na legislação tributária, esta isenção não será concedida pelo governo, que nas palavras do Ministro da Presidência considera "muito importante preservar a justiça e a equidade no nosso sistema fiscal, sobretudo numa altura que é de grande exigência para todos os portugueses". A questão presta-se a discussões moralistas e a demagogia dá para os dois lados. Quando a Associação Nacional de Defesa do Consumidor aplaude a decisão do governo e considera que o estatuto de atleta de alta competição não pode ser aplicado aos futebolistas só pode estar a basear essa interpretação num plano moral face aos rendimentos astronómicos já auferidos pelos futebolistas de alta competição no âmbito da sua profissão, não só em relação a desportistas profissionais de outras modalidades como aos rendimentos da maioria da população, uma vez que esse estatuto não descrimina modalidades mas resultados desportivos. A discricionariedade da resposta do governo a este pedido em relação a outros desportistas deriva da mesma justificação moral, uma moral não assumida. Do ponto de vista legal é óbvio que a FPF tem razão. Se a lei está mal por estes motivos, então mude-se a lei. Mas a iniquidade não está na lei, mas sim no mercado. É aí que se deve lutar por uma maior justiça. Para quando um imposto sobre as grandes fortunas futebolísticas?

veado_

Publicado por renaseveados em 08:59 PM | Comentários (12)

julho 11, 2006

Sinais dos tempos

Na aldeia mais portuguesa de Portugal não restam bandeiras nacionais nas janelas.
E no entanto, poucas pessoas foram ouvir a Selecção tocar violino no Estádio Nacional no Domingo. Já no Sábado à hora do jogo as ruas de Lisboa e do Porto estavam desertas.

veado_

Publicado por renaseveados em 08:19 PM | Comentários (4)

julho 08, 2006

O Diamante Vermelho

_41798136_rcs203.jpg

O Comité Internacional da Cruz Vermelha votou recentemente a admissão da Magen David Adom assim como do Crescente Vermelho da Palestina neste movimento humanitário, numa decisão de compromisso após décadas de isolamento de Israel devido à pressão dos países islâmicos do Crescente Vermelho (a versão islâmica destas sociedades) por causa da situação dos territórios ocupados na Palestina. Para o efeito aprovaram também a utilização de um terceiro símbolo para identificar as forças humanitárias que beneficiam de protecção para agir livremente de acordo com as Convenções de Genebra e para o efeito têm de ser bem identificadas no terreno através destes símbolos - o Diamante Vermelho, símbolo adoptado por ser religiosamente neutro, a usar em situações onde exista maior sensibilidade à utilização dos símbolos cristão e islâmico evitando assim querelas de cariz religioso. Passa assim a haver 3 símbolos oficiais. Para além destes existe também a Estrela Vermelha de David e ainda o Leão Vermelho com Sol, usado pelo Irão até 1980, de utilização restrita de acordo com os protocolos da Federação.

Estas birras dos símbolos não são novas. Apesar do símbolo original da cruz vermelha ter sido adoptado não por motivos culturais mas em homenagem ao fundador suíço do movimento - Henry Dunant - consistindo na inversão das cores da bandeira nacional Suíça com o intuito de demonstrar a neutralidade do movimento, tal não foi aceite por todas as organizações que aderiram ao movimento. A própria adopção do crescente vermelho deveu-se à convicção de que a cruz tinha uma conotação religiosa - cristã no caso - que apesar de não corresponder à génese de criação do símbolo, existe de facto no material simbólico que lhe serviu de base - a bandeira Suíça.

Pessoalmente penso que o símbolo do Diamante Vermelho deveria ser adoptado universalmente por todas as organizações em todas as acções desta federação humanitária uma vez que a proliferação de símbolos pode comprometer a protecção de que gozam. Não só evita confusões no terreno dos conflitos evitando que os agentes da ajuda humanitária sejam confundidos com as forças beligerantes em caso de conflitos armados, como essa ajuda deixa de ser instrumentalizada para discórdias religiosas. Afinal, o vermelho simboliza aqui o sangue das vítimas de guerra e outras calamidades, não o sangue de Cristo, Maomé ou outro qualquer barnabé que tenha inspirado o aparecimento de religiões, em nome das quais tanto sangue de inocentes ainda se continua a derramar hoje em dia.

veado_diamante_vermelho

Publicado por renaseveados em 06:26 AM | Comentários (29)

julho 07, 2006

Tatchell defende Ronaldo

scolarironaldo.jpgCristiano Ronaldo já teve melhores dias aqui no Renas. Hoje volta por causa de uma notícia indirectamente ligada ao Mundial pois está na altura de voltar a defender este ícone gay. O rapaz tem sido vítima de comentários homofóbicos por parte do tablóide inglês The Sun, o que motivou que o activista Peter Tatchell tenha vindo em sua defesa pressionando a Football Association a apresentar uma queixa contra o tablóide junto da autoridade competente, mas sem grande efeito uma vez que aquela associação se descartou alegando tratar-se de uma querela mediática. Desde que a Inglaterra foi eliminada por Portugal no jogo de dia 1, no qual Ronaldo contribui para o cartão vermelho que afastou a estrelita britânica Wayne Rooney do relvado, que o jogador dos brinquinhos se tornou persona non grata no Reino Unido. Há mesmo um site com o instigador nome de I hate Ronaldo (descoberto via all of me) recentemente criado só para dizer mal do jogador luso e onde o insulto homofóbico não falta. Uma campanha vingativa lançada pelo mesmo tablóide já custou a Ronaldo o prémio de Melhor Jovem Jogador do Mundial atribuído pela FIFA. Não há direito. Os ingleses têm mesmo mau perder. Pobre Ronaldinho que ainda vai ter que voltar ao Manchester United onde corre o risco de ser linchado por hooligans, em vez de voltar à lesa pátria.

veado_

Publicado por renaseveados em 02:56 PM | Comentários (120)

julho 04, 2006

Agora no Porto

marcha_cartaz_porto_2006.jpg

É já este Sábado.

veado_

Publicado por renaseveados em 02:30 PM | Comentários (122)

julho 03, 2006

The Devil Wears Prada

thedevilwearsprada.jpg

Por incrível que pareça para quem ler o título deste post e olhar para a foto acima, não se trata de nenhuma biografia do Bentinho. ;-) Trata-se do último filme de David Frankel, um homem que vem da televisão onde realizou entre outros, alguns episódios do Sex And The City. É uma adaptação para o cinema do célebre romance homónimo de Lauren Weisberger, com Meryl Streep no papel de Miranda Priestly, a todo-poderosa editora de uma revista de moda e Anne Hathaway como protagonista principal, uma recém licenciada da Ivy League que se candidata a um emprego de base na prestigiada revista com a ilusão de que possa servir-lhe de trampolim para trabalhar na New Yorker. Uma comédia 'low-fat' sobre o cínico meio editorial nova-iorquino e a frivolidade do mundo da moda. Meras alfinetadas quando comparado com os horrores das campanhas do Vaticano, onde as vítimas não o são das exigências de estilo, mas do ódio do fundamentalismo religioso.

veado_

Publicado por renaseveados em 12:28 AM | Comentários (182)

julho 02, 2006

Don't ask, don't tell? Diga sí!

Em Espanha irá realizar-se em Setembro próximo o primeiro casamento entre dois militares do mesmo sexo. Os noivos, o Alberto e o Alberto, dois soldados da Força Aérea Espanhola, conscientes da repercussão que o evento poderá ter nas suas carreiras num meio particularmente homofóbico como as Forças Armadas, solicitaram por carta esclarecimentos ao chefe do governo José Luis Zapatero, que não levantou qualquer obstáculo.

veado_

Publicado por renaseveados em 03:57 AM | Comentários (10)

julho 01, 2006

Censura e propaganda

Algo vai mal nas margens do Douro. Na Câmara do Porto, Rui Rio decidiu instituir uma nova "lei da rolha" ao impor regras na atribuição de subsídios. Em troca de dinheiros públicos para as suas actividades, as entidades subsidiadas ficam obrigadas a assinar um protocolo em como se comprometem a não emitir publicamente críticas ao município. Agora usa-se o lápis azul para assinar o protocolo.

Em Gaia, Luís Filipe Menezes optou pela propaganda. A troco da publicidade institucional camarária obrigatória nas suas páginas, a autarquia assinou com sete jornais do concelho um protocolo que obriga estes órgãos de comunicação a acompanhar adequadamente os actos públicos bem como toda a actividade da câmara e empresas municipais. Num comunicado a autarquia esclarece que o protocolo se insere numa "lógica de serviço público", não interferindo com "a forma, o conteúdo e a apreciação jornalística" dos eventos noticiados. Só se esquece que em política qualquer publicidade já é propaganda.

veado_

Publicado por renaseveados em 10:44 PM | Comentários (3)
Contador