abril 30, 2005

BEFORE STONEWALL (1984)

before_Stonewall.jpg

Abre o Ciclo de Cinema GRIP/Cinema Invisível amanhã às 22h30 no Bar Pinguim. Este é um documentário sobre o movimento gay nos Estados Unidos antes da revolta de Stonewall, em 1969. Saiba mais sobre o filme aqui. Entrada livre.

Boss

Publicado por renaseveados em 05:02 PM | Comentários (2)

DAILY SHOW ROCKS

Uma leitora já me tinha enviado o ficheiro por e-mail, mas só agora descobri onde qualquer pessoa o pode descarregar. É aqui e é de chorar a rir. Humor assim em Portugal urge!

Boss

Publicado por renaseveados em 03:57 PM | Comentários (2)

DA OBJECÇÃO DE CONSCIÊNCIA

Sobre a "objecção de consciência" a que alguns autarcas espanhóis tencionam apelar para se recusarem a casar homossexuais importa mesmo ler este texto de Xabier Cordal que indica o Martin. Já agora recordo ainda este outro do Gato Fedorento. Para quem continue a achar que a objecção de consciência é válida para estes casos, pergunto, e que me dizem do comentário deixado pelo Barba Ruiva: «da proxima vez q tiver de fazer reanimaçao a um padre, vou invocar objecção de consciencia!!!!»?

Boss

Publicado por renaseveados em 02:49 PM | Comentários (1)

COMO CHEGAR AO PINGUIM?

Penguin-3.jpg

Antes de começar a série de apresentações e críticas dos filmes do Ciclo GRIP/Cinema Invisível, convém esclarecer os leitores sobre o local onde o mesmo decorrerá. Ora será então no simpático Bar Pinguim, Rua do Belomonte, 65-67, que é como quem diz, logo ali atrás do mercado Ferreira Borges, é só subir mais um bocadinho. E o melhor de tudo, a entrada é de borla!

Boss

Publicado por renaseveados em 03:56 AM | Comentários (0)

GET A GRIP!

grip_logo.JPGNovíssimo colectivo LGBT do Porto! Já fazia muuuuuuita falta, está associado à ILGA Portugal e por extenso diz-se Grupo de Reflexão e Intervenção do Porto. Tem um site giríssimo, arriscaria dizer o mais giro site de associativismo gay tuga - pronto está dito. E o logotipo mais fashion de todos. Começam logo a matar com um fantástico Ciclo de Cinema LGBT durante o mês de Maio em parceria com o Cinema Invisivel. A primeira sessão é já no próximo Domingo, no bar Pinguim, e todo o evento terá a mais ampla cobertura rénica. GRIP-ME NOW!

Boss

PS: Decidimos ainda em conselho rénico tornar o GRIP o nosso novo protegé [ver nota dos comentários], substituindo assim a rede ex aequo. Lamentavelmente este nosso apoio deverá resumir-se à divulgação do link do grupo, já que com a miséria que nos dão os Google Ads, ainda não conseguimos pagar o que gastamos no alojamento do R'n'V...

Publicado por renaseveados em 03:24 AM | Comentários (8)

DA IMPORTÂNCIA QUE DÃO AO RENAS

É possível que este post pareça pretencioso, mas tenho lido e ouvido tantos comentários sobre a suposta "importância do renas", que não resisto a discorrer sobre o assunto. É claro que a tal "suposta importância" me deixa lisongeado, mas por outro lado preocupa-me e entristece-me. Ora por partes.

O renas está já há algumas semanas no top10 da Blogosfera portuguesa. É claro que acho fantástico que um "blog gay" e assinado com nicks chegue a tal marca, mas há que ser realista. O renas não é tão lido quanto se pensa. O sistema em que é editado, o Movable Type, favorece a visibilidade no Google, de onde provêm a maior parte das visitas. E desde logo fica claro que a esmagadora maioria das visitas são meramente acidentais, procuram "fotos do Cristiano Ronaldo" ou similares. No entanto de algumas destas visitas acidentais podem surgir leitores, cujo número real é simplesmente impossível de contabilizar, seja em que blog for. Além disso estas visitas acidentais fazem o renas subir nos tops, e criar fama de "ser muito lido". Da fama ao ser "muito lido" vai um passo, mas mais facilmente passa a ser muito "treslido". Porque toda a gente gosta de passar a vista àquilo que toda a gente supostamente lê.

E daqui parto para outro ponto, a inexistência de meios de comunicação LGBT de referência em Portugal. De tal forma não há, que muita gente encara o renas como um "meio de informação LGBT", e cobram-no! Não é. É apenas um blog, e como todos os blogs, é um meio divulgador de opiniões em que as possíveis informações são apenas consequência das primeiras. Esse estatuto que algumas pessoas nos atribuem declinamos gentilmente. Não somos nem pretendemos ser uma "referência LGBT nacional", e preocupa-me que haja quem nos encare assim, sobretudo heterossexuais. A nossa opinião é apenas nossa, aliás, de cada um de nós, que não é sempre a mesma entre os agora 7 renas. Nem sequer somos todos gays - desculpa lá o outing miss detective, mas algum dia teriam que saber da tua heterossexualidade, sua fag-hag!

Resumindo, aprecio a importância que algumas pessoas nos dão - até há um caso curioso de alguém que nos remete comunicados em que o e-mail do renas surge entre o do Público e o da TSF LOL Mas rejeitamos tal responsabilidade. Somos minoria dentro da minoria, somos só 7!

Boss

Publicado por renaseveados em 02:52 AM | Comentários (10)

ASSUMIDAMENTE COM NICK

«Não custa na blogayesfera fazer insulto gratuito sobretudo se por detrás deste não vem o nome verdadeiro da pessoa, e isso, sim, é sad. Truely sad...

Gostava de ver maior frontalidade de muitas coisas que tenho lido. Coerência nas palavras de quem as escreve, ou pelo menos cara.»

Isto comentou a Sara sobre o que escrevi aqui. Eu não considero insulto gratuito dizer que um gay católico é uma aberração, tal como me parece uma aberração um judeu nazi ou um negro que milite no Ku Klux Klan. No entanto a Sara acha que é "insulto gratuito" e tem direito de o achar. Quanto à questão do nick isso sempre foi claro, neste blogue escreve-se com nick (excepção feita ao João), quem não concorda com a regra é convidado a não nos ler. Em todo o caso, e para não voltar a ferir susceptibilidades, comentarei de futuro apenas em blogs que assinem igualmente com nick, ou de pessoas que conheça pessoalmente e que acredite não se susceptibilizarem com essas questões - caso esteja enganado avisem-me!

Obrigado.

Boss

PS: Não posso deixar de assinalar a surpresa de ver que numa semana tão rica em claros insultos da igreja católica aos homossexuais, só o meu suposto "insulto" tenha merecido um post no Assumidamente. Agradeço a importância que me atribuem - eu, um mero nick - mas não exagerem!

Publicado por renaseveados em 01:45 AM | Comentários (20)

contradições

As contradições que assaltam ao discurso liberal em Portugal, quando envereda pelos assuntos da moral são intelectualmente constrangedoras. Se por um lado advogam o livre-arbítrio, prezam a liberdade e valorizam a iniciativa privada, no plano dos costumes começam logo a aparecer contradições e rupturas de argumento. Veja-se o caso de Miguel Sousa Tavares. Reconhecido pelo modo como abomina uma certa tendência pré-moderna e caceteira de tratar questões como o ambiente, a governação pública (veja-se a sua coerente oposição a Santana Lopes), a influência da religião, não resiste nunca a espalhar-se redondamente quando fala de questões como emancipação e direitos das mulheres (o seu anátema sobre as quotas entra para história como argumento cabotino e machista: elas querem é lugares, as senhoras socialistas!) e os direitos dos LGBT's (e as constantes comparações com a natureza e os anuimais para evidenciar que é contra a igualdade no casamento). Isso torna-se óbvio na sua recente condenação da decisão tomada pelo tribunal de Ponta Delgada ao recusar-se a aplicar o artigo 175 do Código Civil que penaliza mais fortemente actos homossexuais com adolescente menor, por inconstitucionalidade, dada a existência do artigo 13 da CRP (no Público de hoje, que não linko por ser pago).

Do mesmo modo, no blog Blasfémias, mostram o seu repúdio por esta decisão do tribunal, alegando que: O dano só não é maior no caso em que o menor tem uma orientação homossexual estabelecida. Nesse caso, poderá argumentar-se que o artigo 175 é discriminatório porque trata os menores homosexuais como se eles fossem heterosexuais e não protege os menores homosexuais contra actos heterosexuais. Mas nunca se poderá alegar que o artigo 175 discrimina adultos homossexuais.

Ou seja, deslocam-se do acto que é o que é punivel pela lei, para entrarem num debate sobre o que é que é pior. Se ser violado por um homem ou por uma mulher. Ora a lei não se deve centrar em características de quem comete o crime, sob pena de usar dois pesos e duas medidas. E sim, é discriminatória, porque pressupõe uma visão negativa de uma das orientações sexuais possíveis. E além disso permite entrar numa manhosíssima - para dizer o menos - retórica de legitimação do abuso sexual a raparigas menores de 16 anos, como sendo um mal menor. Por isso para além de homofóbicas, estas afirmações são machistas e claro inconstitucionais por alegarem um privilégio para violadores e abusadores de menores, desde que não tenham o mesmo sexo que a criança. Mas isso já devemos ser nós a ser politicamente correctos... como eles dizem!

João O e Boss

Publicado por renaseveados em 01:44 AM | Comentários (3)

abril 29, 2005

Tom Ford


1997 © Courtesy of Herb Ritts Foundation

Por sugestão de um leitor muito simpático encontrei esta imagem de Tom Ford, também disponível no seu livro. Após ter abandonado a Gucci e a YSL, muita especulação correu sobre o futuro profissional de Tom Ford. Soube-se este mês que está associado ao grupo americano de cosméticos Estée Lauder para criar uma linha de produtos de beleza com o seu próprio nome, Tom Ford Beauty.

Drocas

Publicado por renaseveados em 10:34 PM | Comentários (2)

LIBERDADE PARA IVO FERREIRA

O jovem cineasta português Ivo Ferreira está preso no Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, desde 5 de Abril por ter fumado haxixe numa habitação que partilhava com um amigo. Ou seja, o Ivo fez uma enorme estupidez, num país onde consumir drogas pode dar pena de morte o melhor a fazer é definitivamente NÃO CONSUMIR DROGAS. [Neste caso o Ivo está em risco de ser condenado a 5 anos de cadeia.] Mas o mal já está feito, e cabe-nos a nós ajudar o Ivo a livrar-se desta. Como? E-mails para o Ministério dos Negócios Estrangeiros e para as próprias autoridades do país [se alguém me indicar um endereço.. obrigado].

O caso tem ainda mais um pormenor sinistro. A detenção do Ivo e do seu amigo, cuja nacionalidade não é esclarecida pelo Público, aconteceu depois da denúncia feita pela ex-namorada do segundo. Como adjectivar a rapariga? Bem, adiante, sendo ela portuguesa não haveria a hipótese de ser julgada por tentativa de homicídio? Eu sei que o haxixe também é ilegal em Portugal, mas parece-me clara a intenção da rapariga em lixar - literalmente - a vida ao ex-namorado, e não propriamente ajudar o combate à droga no Dubai...

Boss

PS: Que saiba não existe ainda nenhum site que coordene e indique formas de ajudar o Ivo e o seu amigo, por favor informem-nos caso saibam outras formas de os ajudar.

Actualização: Há uma petição on-line a pedir a libertação do Ivo. O tom da carta dirigida ao Sheik é num tom tão subserviente que enjoa, mas é o "sapo" que temos que engolir se queremos ajudar à libertação do Ivo, que é o que mais importa neste momento.

Outra forma de pressionar o Dubai a libertar o Ivo é enviando protestos e queixas para o Departamento de Turismo. Devem no entanto ter o cuidado de escreverem mensagens no tom mais educado possível, para que as mesmas não sejam contra-producentes.

Publicado por renaseveados em 11:49 AM | Comentários (48)

Estamos em Espanha ou em Portugal?

Em Espanha não é só a ICAR que continua a promover a homofobia apelando à desobediência civil relativamente ao casamento entre pessoas do mesmo sexo recentemente aprovado pelo Governo Espanhol. Alguns autarcas do PP, que se encontra completamente dividido quanto a esta questão, entre os quais os alcaides de Valladolid, Léon, Pamplona e Las Palmas de Gran Canaria já manifestaram publicamente não ir celebrar casamentos entre pessoas do mesmo sexo invocando a objecção de consciência mas refugiando-se prudentemente na delegação de competências relativamente a esta matéria como forma de não incorrerem no incumprimento da lei (afirmações políticas que na prática funcionam como uma forma de pressão condicionando o exercício administrativo de funcionários no cumprimento da lei). Outros, como os de Málaga, Madrid, Huelva e Cádiz entre outros, afirmam ir cumprir a lei sem quaisquer reservas.

Quando se defende que deve haver primeiro uma discussão alargada sobre estas questões e chegar a um amplo consenso antes de se avançar para inovações legislativas polémicas, deve-se olhar para estas situações e perceber que mesmo com a lei em vigor, a discussão, os diferendos, não terminam havendo sempre posições irredutíveis mas que têm que se exercer noutros moldes, ou seja, sem prejuízo da positividade conferida pela lei ao exercício universal de direitos fundamentais como o casamento e a adopção.

veado_

Publicado por renaseveados em 05:36 AM | Comentários (7)

abril 28, 2005

Cambridge Spies amanhã na 2:

cambridge_spies.JPG

Falei aqui das estreias previstas para o segundo canal da RTP de séries de temática LGBT, e esqueci referir a repetição da Cambridge Spies da BBC. Esta é uma mini-série baseada na história verídica de quatro britânicos, estudantes de Cambridge, que trabalharam para o KGB. A série já passou antes, creio que há um ano atrás sensivelmente, e dos quatro personagens principais pelo menos dois são homossexuais. É interessante ver como era a vida gay do princípio do século passado, existe até um "julgamento por actos homossexuais". Mas o tema principal é a espionagem, claro. Muito boa, definitivamente a rever. Primeiro episódio amanhã às 22h30.

Boss

Publicado por renaseveados em 08:09 PM | Comentários (9)

CULTURA PARA PRINCIPIANTES

Bisonte

Para começar a vossa tarefa hercúlea sugiro que comecem por aqui.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 08:05 PM | Comentários (1)

O PRIMEIRO CASAMENTO É JÁ DIA 30!

Sim, por muito que lhes custe (igreja e fascistas em geral), o primeiro casamento homossexual (de carácter simbólico) a ser realizado em Espanha é já no próximo dia 30, ou seja, Sábado. Vai ser precisamente em Pontons, a cidade dos arredores de Barcelona cujo alcaide afirmou recentemente que os homossexuais eram tarados, deficientes etc, afirmações que lhe valeram a expulsão do partido. Mais informações na Europa Press.

Boss

Publicado por renaseveados em 07:40 PM | Comentários (4)

MI RELATIVISMO ES MEJOR QUE EL TUYO

Ana Botella, a mulher do ex-presidente Aznar (na foto a ser vaiada por colectivos LGBT em 2003), em declarações a um jornal italiano, afirmou: «que por contentar a los gays Zapatero traiciona al país». Entende-se perfeitamente que pense assim já que, no mesmo artigo, afirma: «confieso que no entiendo la política de Zapatero».

Entretanto, o desespero da ICAR espanhola é tal que o bispo emérito de Barcelona, Ricard María Carles, afirmou que: «en relación con la polémica sobre la objeción de conciencia de los funcionarios para celebrar matrimonios homosexuales en España, que si se obedece antes a la ley que a la propia conciencia, "esto lleva a Auschwitz"». Fosse Espanha um país pobre e analfabeto e teríamos manifestações maciças como as que se têm visto neste país.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 03:52 PM | Comentários (2)

QUEM O ACOMPANHA?

icar_abismo.JPG
Cartoon de Bandeira

A ICAR é nazi. E pronto, nem digo mais nada, não há que dizer, é tudo demasiado obviamente mau para sequer ter que perder tempo a argumentar. Ou se percebe logo o quão mau é, ou não se percebe nada. A notícia está no JN, mas ainda não na sua versão on-line. Vejam este post e sabereis do que vos falo. Quanto aos gays e lésbicas que insistem em dizer que são católicos depois disto, não me merecem qualquer respeito. Haja um mínimo de amor próprio!

Boss

Publicado por renaseveados em 03:41 PM | Comentários (17)

É TEMPO DE VOLTAR A VER TELEVISÃO

novidades_tv.JPG

Estreia já na próxima segunda-feira a quarta série de Sete Palmos de Terra. Para o dia 13 de Maio está anunciada a já muito aguardada Queer as a Folk [Diferentes como nós]. E finalmente, parece que a 2: também vai comprar a The L World! Mais pormenores e estreias no Jornal de Notícias.

Boss

PS: Desculpa lá doxo, mas acho que prefiro uma "2: gayzada" à tele-basura espanhola ;)

PS2: Ao que consta a versão que vai passar do "Queer as a Folk" é a britânica e a imagem do post é da versão americana. Amanhã também repete a Cambridge Spies.

Publicado por renaseveados em 02:58 PM | Comentários (13)

DESCUBRA AS DIFERENÇAS

MEC burro

Ambos têm orelhas grandes, ambos gostam de palha, ambos tornaram-se vedetas num programa de televisão (este e este, curiosamente apresentados pela mesma pessoa). O sujeito da direita, se falasse, provavelmente também diria que era conservador.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 01:29 AM | Comentários (10)

abril 27, 2005

O que vais fazer às 15h do dia 15?

E que tal um passeio a Viseu? De caminho, indo eu, indo eu, aproveitas para mostrar que Portugal não é tão atrasado quanto querem fazer parecer, e engrossas a concentração anti-violência que está a ser preparada pelas Panteras Rosa e que conta já com o apoio de diversas organizações, desde a Amnistia Internacional, à ILGA Portugal ou SOS Racismo - entre outras. Há camionetas organizadas a partir de Lisboa, Porto e Coimbra para Viseu, podes inscrever-te via e-mail (Panteras.Rosas@sapo.pt) ou através do nº 21 887 39 18 (4ª a domingo, a partir das 17h). Vai, e como diz a canção, ainda encontras o teu amor...

Boss

Publicado por renaseveados em 04:26 PM | Comentários (14)

TERRORISMO CATÓLICO PARTE 2

Agora em Espanha. Lluís Fernando Caldentey autarca de Pontons (Barcelona) afirmou que os homossexuais são uns "deficientes", "tarados", com "más formações físicas ou psíquicas". Quem revelou não ser tão atrasado quanto parece foi o PP espanhol que já tratou da sua expulsão do partido. No entanto a igreja católica continua o seu apelo à desobediência civil por parte dos autarcas católicos, para que não celebrem casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Diz o bispo de Castellón que os católicos têm que obedecer a deus e não ao estado. Eu só acho que o bispo e os católicos em geral deviam ser mais coerentes e aplicar esta regra a toda a sua forma de estar na vida, por exemplo, se adoecem nada de hospitais, rezem, etc etc etc. Para já há 10 alcaides galegos do PP dispostos a obedecer ao bispo, perdão, a deus.

Boss

Publicado por renaseveados em 04:17 PM | Comentários (8)

TERMÓMETRO AVARIADO

O "Termómetro" do Jornal de Notícias é uma pequena secção da versão impressa, onde se apresentam 3 figuras em destaque nesse dia, e com a indicação "a subir", "a descer" ou "neutra". Em geral estas classificações são bastante sensatas, só costumo torcer o nariz aos constantes "a subir" dados ao presidente da república por uma superficialidade qualquer que diga.. Mas ontem e hoje o termómetro esteve muito mal, muito mal mesmo.

Na edição de ontem chamava "insensato" a Mari Alkatiri, o primeiro-ministro timorense, perseguido pela igreja católica da ilha por ser muçulmano e querer implementar uma experiência pedagógica em 32 escolas, que assenta no fim da obrigatoriedade do ensino de Religião e Moral e a sua passagem a facultativa. Hoje apresenta Ximenes Belo "a subir" pela sua "sensatez e experiência", e porquê? Porque Ximenes apela à calma e ao cancelamento da experiência pedagógica. Ou seja, Ximenes está com o resto da bispalhada timorense no que toca à imposição do catolicismo e à perseguição dos políticos não católicos. E o JN ainda aplaude os talibãs! Está visto, nem no Vaticano a imprensa deve ser tão beata como a nossa.. haja pachorra!

Boss

Post Scriptum: Ontem vi pela primeira vez uma reportagem na TV sobre este assunto, foi interessante constatar que a igreja timorense anda a usar os donativos que, entre outros, muitos portugueses lhe fizeram chegar, em casas de banho e refeições grátis para atrair os manifestantes. O mais triste é pensar o quão nocivas estas manifestações são para a pretendida atracção de investimento estrangeiro ao país, e quantas pessoas não estarão lá precisamente pelo prato de comida oferecido. Quanto às entrevistas aos manifestantes já se imaginava, estão lá porque acham que o governo quer acabar com a religião! A mentira e manipulação por parte do clero continua tão desavergonhada e suja como antigamente... que bando de pulhas!

Publicado por renaseveados em 01:22 PM | Comentários (7)

A INESTÉTICA DE DIREITA

Image hosted by Photobucket.com

Já está on-line a revista que a direita portuguesa ansiava e que veio preencher uma lacuna inadmissível (coff... coff... coff...) num país onde os meios de comunicação social são claramente dominados pela esquerda (coff... coff... coff... e coff...).

A atlântica directora do projecto, Helena Matos (responsável por momentos hilariantes nas páginas do jornal PÚBLICO) afirma: «Num ambiente em que os protagonistas primam pela previsibilidade e em que na imprensa triunfam os modelos “chave na mão”, apostámos clara e conscientemente num projecto inconfundível. Dos tipos de letra usados à opção pela ilustração, a ATLÂNTICO é uma revista que tem uma identidade. Forte e polémica. Única».

Ficamos somente com uma dúvida: o design da distinta revista foi inspirado naquelas fotos amarelecidas que costumam acompanhar as campas funerárias ou a bolinha vermelha é a alusão a um sinal de trânsito, por sinal, de proibição.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 01:15 PM | Comentários (7)

É possível ser-se gay e do Partido Popular?

Felipe del Baño diz que sim.

Nota: Aguardamos a resposta do PP tuga.

Boss

Publicado por renaseveados em 01:04 PM | Comentários (7)

Isto explica tanta coisa...

«Um em cada três portugueses sofre de distúrbios mentais»

Boss

Publicado por renaseveados em 04:33 AM | Comentários (4)

the voice

Já foram ao cinema, suponho. Já repararam naquela voz? "One man, one opportunity, one life, one woman, a desire..." Apresento-vos o ícone - Don "Thunder Throat" LaFontaine. Ao que parece o homem faz gravações entre 10 e 100 vezes por semana, tem 40 anos de ofício e recebe um salário de 6 dígitos. Há profissões que... realmente!

Image hosted by Photobucket.com

miss detective

Publicado por renaseveados em 02:32 AM | Comentários (4)

INQUÉRITO LITERÁRIO V


E em baixo segue a continuação aos inquéritos: só cusquice!

1 - Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quereria ser?

Um que tivesse luxúria e preguiça q.b.

2 - Se já fiquei apanhado por alguma personagem de ficção?

Para dizer a verdade, amores platónicos só quando era mais nova, por isso foi o Chico da colecção "Uma Aventura" [tinha 8 anos ok?]. Mais recentemente, o Michael Corleone. Li "O Padrinho" em Paris, sem ter visto o filme, e foi mesmo o cenário perfeito para o nosso romance. O Boss gosta(va) de fachos, eu de mafiosos.. c'est la vie!

3 - Qual foi o último livro que compraste?

Foi a Constituição da Rep. Portuguesa. Fora esse, foi o "1984" de George Orwell, uma pechincha a 5 €.

4 - Qual foi o último livro que leste?

O último que li foi o último que me ofereceram: "Viagem pela América" do Che Guevara.

5 - Que livro estou a ler?

"Globalization and Its Discontents" de Joseph E. Stiglitz; tem que ser!

6 - Seis Livros que eu levaria para uma Ilha Deserta?

"Guerra e Paz" e "Os Miseráveis", impressos em folha de tabaco... Depois de os ler, teria que os fumar... *puff puff*
Além desses, livros técnicos ("Como sobreviver numa Ilha Deserta", "1001 receitas à base de coco") e uma coisa mais bonita para distrair o espírito, um livro de fotografia de Herb Ritts.

miss detective

Publicado por renaseveados em 02:09 AM | Comentários (1)

O ELOGIO À TELE-BASURA

Na imagem Boris Izaguirre, co-apresentador de um dos programas mais populares em Espanha (Crónicas Marcianas), que esta noite terá como convidados, entre outros, seis casais homossexuais que falarão sobre o assunto do momento: a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Para além do intenso trabalho desenvolvido no país vizinho pelos colectivos, creio que a televisão teve um papel fundamental na adesão da população espanhola às causas LGBT (não será alheio o facto de, ao contrário do que sucede em Portugal, a esquerda dominar claramente aquele meio de comunicação).

E não estou só a referir-me a programas feitos pela e para a comunidade LGBT (como este ou este). Refiro-me a programas de âmbito geral, em que a homossexualidade é um só um entre muitos temas. Por exemplo, a televisão nacional (a TVE) tem um programa de educação sexual em que a apresentadora explica, sempre, todas as perpectivas possíveis sobre determinado problema, inclusivé as especificidades do sexo entre gays, lésbicas, transsexuais ou bissexuais.

Quem vê televisão espanhola dirá, com alguma propriedade, que grande parte da programação dos canais generalistas (talvez à excepção dos do Estado, dos regionais e um ou outro privado) pode ser catalogada como tele-basura (em português, será tele-lixo). De facto, a poderosa indústria rosa daquele país transtorna a paciência não só dos visados (os colunáveis) como a dos telespectadores. Mas a virtude desses programas de vasculhanço da vida privada (um coisa que nuestros hermanos parecem adorar), está no facto de não ser discriminatória.

A curiosidade mórbida dos espanhóis pela vida privada alheia não olha para o facto do famoso ou não tão-famoso ser gay. Jesús Vasquez, apresentador de televisão (saiu do armário depois de ter estado implicado num caso de pedofilia - o caso Arny - tendo, posteriormente, sido ilibado de todas as acusações) é um dos famosos mais assediados pela prensa rosa.

Mas há ainda um outro nível, o do cidadão comum, que expõe os seus problemas e as suas ansiedades em directo, como este que é do género do que Fátima Lopes fazia há uns anos antes de fazer esta porcaria. E é talvez aqui, neste e noutros programas feitos por gente desconhecida do grande público, que a televisão desempenha um papel fundamental de adesão aos problemas quotidianos que gays, lésbicas ou transsexuais vivem permanentemente. O público que assiste no estúdio ovaciona entusiasticamente todos os casos. Nesta tourada, sem touros felizmente, todos ganham, sobretudo mais compreensão e mais humanidade.

Não é por acaso que organizações sinistras, como a ATR - Associación de telespectadores y radioyentes, tentem controlar a programação das televisões espanholas (já tinha dado conta aqui), que, sob o discurso politicamente correcto da salvaguarda do bom gosto e da protecção dos menores, esconde o puritanismo de uma outra Espanha que, felizmente, tende a acabar. É caso para dizer, quando é que o tele-lixo português atinge a qualidade da tele-basura espanhola?

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 01:54 AM | Comentários (6)

PSD: a excelência na gestão das contas públicas

Não entendo! Então os governos PSD acham que cabe ao Ministério da Saúde, pagar habitação social, lesando este ministério em dez milhões de euros, em negociatas ínvias a propósito da construção de uma maternidade (que nem anda a ser construída, apesar de muito necessária)? Caberá o financiamento de obras da Câmara Municipal do Porto ao Ministério da Saúde? Mas aquela gente, tão douta em economia e gestão, nem para isto prestou?

João O

P.S.: E não é que as autárquicas estão a chegar?

Publicado por renaseveados em 12:37 AM | Comentários (1)

abril 26, 2005

Os que são inteligentes e as que vêem bem no escuro

Submerso em trabalho, vim à tona com um texto do Miguel (no qual me revejo), sobre a divulgação jornalística de investigação científica sobre diferenças entre os sexos no que toca às capacidades cognitivas. Lamento não ter acesso ao estudo para perceber mais concretamente a que diferenças se referem, dado que os resultados parecem contradizer outros resultados conhecidos de pesquisa e meta-análise (passo o jargão científico) já referidos por Anne Fausto-Sterling sobre estas matérias. A autora critica precisamente as falhas metodológicas e teóricas, que acompanham muita desta pesquisa e que consagram a ideologia da diferença biológica (uma refutação desta certeza na biologia, aqui). Já que entramos na questão da ciência, citem-se autores e obras, para evidenciar que esta pesquisa não é nova e alimenta os fora científicos internacionais.

Curiosa é a referência, a medições da capacidade craniana e a brilhante descoberta de que os homens têm maior capacidade craniana do que as mulheres. Brilhante, precisamente por replicar resultados obtidos há 100 anos atrás, em que se tentava provar por a+b que as mulheres eram menos inteligentes que os homens. Pesquisa aliás, que deve muito à tradição frenológica (aqueles senhores que tentavam construir os mapas das localizações dos cérebros, a partir de palpação craniana, lembram-se?). Presumo que esta seja mais sofisticada que a anterior, mas lá que os resultados são parecidos, lá isso...Ora reza assim o jornal: Os rapazes são melhores no raciocínio matemático, na filosofia e na leitura de mapas e as raparigas vêem melhor no escuro, têm mais habilidades verbais e maior persistência e capacidade de concentração . E que quer isto dizer? Que os meninos têm melhor futuro profissional nas profissões mais remuneradas, enquanto que elas, as parvas, têm uma capacidade irrelevante face à iluminação pública, falam mais (mesmo que seja sem objectivo), portanto tagarelas e concentram-se mais nessas actividades, ainda por cima de forma, persistente. Mas safam-as as emoções e a expressão da mesma. Ora ainda bem que não é tudo mau.

Partir deste tipo de pressupostos apenas legitima uma ordem social estabelecida: a de que eles têm uma função instrumental, de trabalho e elas têm capacidades expressivas, para garantir um certo equilíbrio, nomeadamente no âmbito familiar. Ora isto é o funcionalismo levado às últimas consequências. Curiosamente, o jornal não fale da variabilidade interna dentro das categorias (ie, o facto de na maioria destes estudos se encontrarem mais diferenças dentro da categoria mulheres, por exemplo, do que entre homens e mulheres, o que torna a própria categorização... absurda). Extrapolar destes resultados para a realidade social, é tão somente, preconizar a velha e securizante ordem "natural (izada)" das coisas. Curiosamente não vejo nada nesse texto sobre teorias dos sistemas dinâmicos, que têm vindo a evidenciar, na investigação biológica e cognitiva, o modo o corpo (e mais especificamente o cérebro) internaliza determinadas condições de vida e divisões sociais, adaptando-se a essas estruturas. E parecem também esquecer que o cérebro é um orgão mutável, graças ao processo de mielinização, que permite introduzir alterações na estrutura do cérebro, por questões de adaptação ao meio. Começa a pensar-se que a socialização interfere neste mudanças, nomeadamente a socialização de género. Também existe evidência de que a própria arquitectura cerebral pode alterar-se, graças a mudanças nos padrões de conectividade de grupos grandes de células no cérebro. Por isso este determinismo biológico estrito é, no mínimo, discutível. Para além disso, não explica, por exemplo, como é que sendo os rapazes tão bons a matemática e a filosofia, tenhamos uma população universitária maioritariamente feminina, ie, de seres que vêem bem no escuro. E apesar disso, as mulheres ganharam sistematicamente menos do que os homens e acumularem mais trabalho, graças ao trabalho doméstico.

Daí a usar estes estudos para alimentar sonhos segregacionistas e mais mitos de diferenças entre os sexos (que são e tão só manifestações das ordens de género), só revela o facto como ainda hoje, a nossa sociedade se incomoda tanto com os desarranjos na ordem do género.

João O

Publicado por renaseveados em 11:52 PM | Comentários (4)

UNIÕES CIVIS PARA TOD@S NA NOVA ZELÂNDIA

kiwi_nz.JPGFoi hoje, a Nova Zelândia passa a ser o primeiro país do hemisfério Sul a garantir exactamente os mesmos direitos aos casais homo e heterossexuais. Bem, não exactamente, a nova lei chama-se "civil union" e não casamento. Na prática direitos como adopção ou imigração estão garantidos, mas ao passo que as uniões civis estão abertas a tod@s, gays e heteros, o casamento continua a ser um exclusivo hetero. A lei passou com 65 votos a favor e 55 contra, uma sondagem feita no ano passado indicava que 68% dos neo-zelandeses apoiava a lei. Mais informações em www.civilunions.org.nz, ver também a entrevista ao trabalhista Chris Carter, um dos principais responsáveis pela conquista de hoje. Parabéns kiwis!

Boss

Publicado por renaseveados em 05:25 PM | Comentários (5)

INQUÉRITO LITERÁRIO 4

Na sequência deste repto, cá vai:

1 - Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quereria ser?

Também não percebi a pergunta. Talvez devesse ser: não tendo ainda lido este livro em que país é que o senhor vive?

2 - Se já fiquei apanhado por alguma personagem de ficção?

Plotina, personagem maior, por incrível que pareça, de «Memórias de Adriano» de Marguerite Yourcenar.

3 - Qual foi o último livro que compraste?

Dado o estado calamitoso das minhas finanças pessoais, o último livro que me ofereceram foi «Os livros da minha vida» de Henry Miller.

4 - Qual foi o último livro que leste?

Deixa-me cá pensar... ah, foi «Os livros da minha vida» de Henry Miller.

5 - Que livro estou a ler?

«Noites Brancas» de Fiódor Dostoievski.

6 - Seis Livros que eu levaria para uma Ilha Deserta?

Levava esta colecção.


Passo agora o repto a outros leitores: à Miss Detective, ao Graven e ao Pedro Fontela.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 05:14 PM | Comentários (4)

Abril sempre mas não como sempre

Estava a ler a entrevista que Vasco Gonçalves deu ao Público de hoje e recordei-me como todos os anos é assim. As comemorações do 25 de Abril servem sempre para uma revisitação aos símbolos de Abril e são uma oportunidade para muita gente fazer uma espécie de ponto da situação das promessas traídas da revolução revelando por vezes no mínimo um convívio difícil com a democracia e o mais das vezes uma nostalgia pelo ambiente então vivido. A nostalgia tem muito pouco de revolucionário e as revoluções costumam ter pouco de democrático. A de Abril pelo menos teve a faculdade de não ter desembocado numa deriva totalitária, o que a tornou numa referência de transição pacífica de regime que, diga-se o que se disser é trouxe melhores dias do que os que se viviam sob o regime anterior. Mas não deixa de ser enervante vê-la tantas vezes relembrada numa nostalgia estéril e inoperante que só denuncia o que está mal na perspectiva de um idealismo utópico mas apresenta poucas soluções para se progredir no sentido de uma sociedade mais justa no âmbito do pragmatismo democrático. Eu vejo em relação a Abril um conflito latente entre o acontecimento histórico e o acto fundador de regime que nunca poderá ser resolvido dialécticamente. De que serve ter Abril no coração e passar a vida a queixar-se quando sempre que se tenta fazer alguma coisa para mudar mentalidades e a ordem social há tão pouca adesão? E não falo apenas da luta por direitos LGBT que não estava decerto inscrita nas promessas da revolução. Por vezes desenhar o horizonte longínquo da utopia só serve para não se dar nenhum passo em frente e marcar um compasso de espera...

veado_de_cravo_nas_hastes

P.S.- Eu deixei este post já para o fim do dia propositadamente só para lembrar que amanhã também pode ser Abril.

Publicado por renaseveados em 03:22 AM | Comentários (6)

abril 25, 2005

Inquérito literário III

Agarrando no repto lançado pelo boss aqui ficam as respostas, bem enroladinhas numa garrafa e lançadas no mar da blogoesfera:

1 - Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quereria ser?

O Anti-Édipo/Capitalismo e Esquizofrenia de Deleuze e Guattari que vale a pena ser decorado.

2 - Se já fiquei apanhado por alguma personagem de ficção?

A primeira foi o jovem Torlëss. Desde então foi um ver se te avias...

3 - Qual foi o último livro que compraste?

Ainda não comprei. Parafraseando o Bocage estou sempre à espera do último livro para o comprar.

4 - Qual foi o último livro que leste?

Nesta não quero parafrasear o Bocage. ;-) Foi o A Descoberta Do Mundo de Clarice Lispector.

5 - Que livro estou a ler?

Não estou a ler, mas a ouvir o audiobook do Orlando de Virginia Woolf. Também é a última vez que me meto numa destas...

6 - Seis Livros que eu levaria para uma Ilha Deserta?

Food for thought ou food for dish? Eis a questão! Como já não deve haver ilhas verdadeiramente desertas acho que levaria apenas uma coisa leve pois não aguentaria ficar muito tempo num sítio desses. 'Praí o Pantagruel.

Passo agora o repto a outros leitores: Zun, Tiago e Panasca-Mor.

veado_literário

Publicado por renaseveados em 11:52 PM | Comentários (3)

LIBERDADE... PARA FODER

Foda feita aqui.

João O e Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 10:41 PM | Comentários (6)

Ganhei!!!

Não, não foi o Euromilhões que esta semana voltou a sair a um português, mas algo de mais virtual mas não menos gratificante - um 2º prémio do I Concurso Fotográfico H2omens (resultados aqui) com esta fotografia:

Amuo Aquático

Obrigado ao Miguel e ao Bruno pela preferência e aproveito para desejar os parabéns pelo aniversário e votos de muitas postas.

veado_reflex

Publicado por renaseveados em 10:28 PM | Comentários (9)

E mais um...

Cravo! Nem que seja num copo! É que hoje é 25 de Abril! E este cravo é para Miss D!

João O

Publicado por renaseveados em 08:42 PM | Comentários (4)

Zeca, Sérgio, Jorge

Nasci 10 anos depois de '74. As minhas lembranças mais antigas do 25 de Abril têm a ver com: 1) discursos do Mario Soares 2) ajuntamentos de gente com cravos em Lx 3) concertos de Sérgio Godinho e Jorge Palma. Infelizmente aos livros de História falta sentimento e é ao ouvir os clássicos que as emoções se tornam palpáveis.

Não me digas que não me compreendes
quando os dias se tornam azedos
Não me digas que nunca sentiste
uma força a crescer-te nos dedos

e uma raiva a crescer-te nos dentes
não me digas que não me compreendes

Sérgio Godinho, 1971

miss detective

Publicado por renaseveados em 08:12 PM | Comentários (2)

ANO NOVO, RENA NOVA

Faz hoje precisamente 1 ano que nos mudamos para a Weblog. Para celebrar convenientemente a data, apresentamos hoje a nossa mais recente colaboradora, vinda directamente do nosso último e secreto conclave: miss detective! Sim, porque nós, como grupo democrático que somos, não fazemos conclaves só quando alguém morre, mas quando entendemos necessário ao bom funcionamento do blog. Da miss não adianto muito mais, é uma pessoa discreta, deixemos que o tempo e a blogagem a apresentem. Bem vinda ao renas miss detective!

Boss

Publicado por renaseveados em 07:36 PM | Comentários (9)

E CONTINUA O TERRORISMO CATÓLICO EM TIMOR-LESTE

Bispos de Timor pedem demissão do primeiro-ministro, o motivo é o já aqui denunciado, os bispos querem a continuação da obrigatoriedade do ensino de religião católica nas escolas de Timor. Estas ameaças e pressões dos bispos timorenses acontecem na mesma altura em que se realiza uma nova conferência de doadores no país, essencial para a recuperação económica de Timor. Ou seja, os ayatolas de Timor não se importam de pôr em risco a economia do país, e a própria estrutura democrática, só para perpetuarem a ignorância do seu povo. Eles sabem o que fazem, a pobreza e a ignorância sempre foram os maiores aliados da fé. Fascistas de merda!

Boss

Publicado por renaseveados em 05:44 PM | Comentários (4)

Inquérito literário 2

1 - Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quereria ser?

R: Se é para ser queimado, pode ser a Bíblia mesmo!

2 - Se já fiquei apanhado por alguma personagem de ficção?

R: O Adriano, claro (das Memórias de Adriano, da Yourcenar). O Antínoo não me dava jeito, porque ninfeta gay não é de todo o meu estilo.

3 - Qual foi o último livro que compraste?

R: Para aí um reader sobre feminismo francês... Irigaray, Cixous, Kristeva, essa malta!

4 - Qual foi o último livro que leste?

R: Vinte anos e um dia do Jorge Semprun.

5 - Que livro estou a ler?

R: Vários ao mesmo tempo. Sheila Rowbotham: A century of Women; Donna Haraway "The Haraway Reader"; Mário de Carvalho "Um deus passeando na brisa da tarde" e mais um ou outro ensaio que se rapina aqui e ali...

6 - Seis Livros que eu levaria para uma Ilha Deserta?

R: Olha, levava obras completas: o Deleuze todo, o Foucault todo, a Haraway toda, a Spivak toda, a bell hooks toda, a Butler toda... levava esta alegre companhia, mas excedia largamente os 6 livros... Até porque imaginava que a ilha era neo-con, seria preciso ter uma biblioteca de suporte!

Por fim lanço este repto a 3 pessoas: Manel da Truta, Miguel e ao Drocas

João O

Publicado por renaseveados em 05:43 PM | Comentários (5)

25 DE ABRIL, ONDE ESTÁS TU?

Sócrates convida Ratzi a fazer turismo em Portugal, desculpa, "todos os portugues o querem cá" - e pronto, eu não sou português segundo o PM de Portugal.

Da Presidência da República não sopram melhores bentos, aliás, há muito que fede intensamente no Palácio de Belém. Sem pingo de vergonha na cara, Jorge Sampaio usa as comemorações do 25 de Abril para fazer campanha pelo "sim" à constituição europeia. O mesmo PR que tem vergonha de dizer que é pelo "sim" à descriminalização da IVG, ou seja, da Liberdade de escolha para as mulheres, usa precisamente o dia da Liberdade para promover a sua agenda político-partidária.

Last, but not least, José Manuel Fernandes, o director do pasquim por vezes referido como "jornal de referência da esquerda portuguesa" - pois! - aproveita o 25 de Abril para dedicar o seu editorial a quem? Ao CDS/PP.

Está visto, no ano passado tiraram-nos o R da Revolução, este ano devolveram-no, mas vem da reacção! Haja pachorra!

Boss

Publicado por renaseveados em 05:26 PM | Comentários (7)

Muitos cravos...

Muitos cravos para todas e todos. Uma das coisas que Abril nos deu, para além da liberdade, foi a igualdade. Mas não as tomemos por adquiridas, porque haverá sempre quem não as queira, por medo, por atavismo, por conservadorismo reaça, por estupidez, ou por querer privilégios só para si. Abril é uma luta diária e conquista-se todos os dias! Por isso, cravos para todas e todos! Viva o 25 de Abril!

João O

Publicado por renaseveados em 05:24 PM | Comentários (0)

abril 24, 2005

LIBERDADE

Image hosted by Photobucket.com

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 10:34 PM | Comentários (5)

25 DE ABRIL SEMPRE!

Aproveito para desejar um excelente dia da liberdade para todas e todos, fazendo votos que rapidamente tiremos da cabeça os fascismos atávicos que ainda regem a nossa esfera pública e as mentalidades de muit@s. Que se foda o salazarismo político, mental e discursivo. Muitos cravos para tod@s!

João O

Publicado por renaseveados em 06:41 PM | Comentários (6)

Finamente consegui

Eu - Quando descobriste a infecção?
Ele - Há 3 semanas.
Eu - Tens ideia de como foste infectado?
Ele - Oh… claro… sexo desprotegido. Não fazia sempre desprotegido, mas eu tinha sexo tantas tantas vezes que, essas poucas se tornaram muitas. Eu era uma puta. Tive períodos de anos em que todos os dias tinha relações. Engatava qualquer pessoa em qualquer lugar: discotecas, wc's, parques, matas, saunas, ginásios, hammams, cinemas, praias, bombas de gasolina, Internet, sex shops, na rua… qualquer lugar servia. Vários por dia.
Eu - Há quem diga que esse estilo de vida é no mínimo divertido.
Ele - Divertido?! Eu estava desesperado… não conseguia parar. Sentia-me a pessoa mais vulnerável e triste do mundo. Só o sexo me acalmava. Já não sentia nada pelas pessoas, só pensava em engatar. Saber o resultado do exame fez-me parar, finamente consegui.
Eu - Que idade tens?
Ele - 26.

Drocas

Publicado por renaseveados em 05:52 PM | Comentários (9)

INQUÉRITO LITERÁRIO

Finalmente encontro tempo e disponibilidade mental para responder ao repto lançado à minha pessoa sobre os meus hábitos literários. A altura não podia ser pior, dado não me lembrar de uma época em que tenha lido tão pouco como nos últimos meses.. shame on me! Mas vamos lá ver no que dá..

1 - Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quereria ser?

R: E já começa mal, pois nem sei se entendo bem a pergunta. Eu nunca li o Fahrenheit 451, mas sei que é sobre censura de livros, tem que ser um dessa lista - que desconheço? Bom, adiante, um livro que me tenha dado a sensação que ali seria um bom sítio para viver.. pode ser o História com cão do Lars Gustafsson - surpreendentemente iria viver para o Texas!

2 - Se já fiquei apanhado por alguma personagem de ficção?

R: Já, completamente! O meu grande amor hetero. Chamava-se Hortense, e é a heroína de três livros de Jacques Roubaud.

3 - Qual foi o último livro que compraste?

R: Eh pá.. deixa cá ver.. hmmm já foi há algum tempo... tenho uma pilha imensa por ler.. ah já sei, O Meu Chapéu Cinzento de Olivier Rolin, que na altura me chamou a atenção não me lembro porquê, e a 1,50€ nem hesitei. Lamentavelmente ainda não o li e nem me lembro porque o queria ler!

4 - Qual foi o último livro que leste?

R: Ultimamente tem funcionado mais a táctica "deixa-los a meio", de princípio ao fim o último há-de ter sido o Na Patagónia do Bruce Chatwin.

5 - Que livro estou a ler?

R: O último que comecei foi o Um Dia na Vida de Ivan Denisovich. Mas como já perdi o fio à meada, estou tentado a começar uma nova empreitada literária a par com o povo venezuelano.

6 - Seis Livros que eu levaria para uma Ilha Deserta?

R: Finalmente uma fácil! Levava 5 daqueles livros infantis feitos de borracha para fazer uma bóia e tentar escapar da ilha, e caso não resultasse levava também uma lista telefónica (pode ser a de Tóquio ou São Paulo) para fazer sinais de fumo...

Por fim lanço este repto a 3 pessoas: Hetero_doxo, veado_literário e João O. (depois passem às restantes renas ok?).

Boss

Publicado por renaseveados em 04:05 PM | Comentários (6)

JOIN THE HOMOSEXUAL INTIFADA

raspberry_reich.JPG

Put your Marxism where your mouth is. Ou será que a revolução já não passa por Berlin? Em qualquer dos casos, obrigadinho senhora dot, fiquei encantado! :)

Boss

Publicado por renaseveados em 03:44 AM | Comentários (14)

BANDWIDTH EXCEEDED

É isto que verão até ao final do mês a substituir as imagens que ilustram os meus posts. As minhas desculpas, apesar de serem vocês a darem-me cabo da largura de banda coff coff... Ainda pensei em substituí-las, mas.. perdoem-me a preguiça, quem viu viu, quem não viu vê em Maio. Um bom domingo a tod@s!

Boss

Publicado por renaseveados em 03:11 AM | Comentários (0)

abril 23, 2005

HOMENAGEM A ESPANHA

Guernica Rénica

A partir de Guernica de Picasso, que se encontra aqui.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 06:59 PM | Comentários (2)

DIA DA TERRA

Evopoluidor

Foi ontem, mas devia ser todos os dias. Cartoon tirado daqui.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 02:50 PM | Comentários (2)

Linux ou Mac? Eis a questão!

A Microsoft cedeu às pressões da extrema-direita cristã dos EUA, e retirou o seu apoio a uma lei anti-discriminatória. O Los Angeles Gay and Lesbian Center já pediu a devolução do prémio anteriormente atribuído à empresa, pelas suas políticas gay-friendly. Se a empresa se torna homofóbica perante a ameaça de boicote dos cristãos fanáticos americanos, merece claramente um boicote mundial por parte de gays e lésbicas. A nova versão do Mac estará disponível dia 29, e se optar pelo Linux basta seguir este link.

Boss

PS: By the way, desde quando é que os "christian-freaks" usam computadores?

Publicado por renaseveados em 04:32 AM | Comentários (8)

Béu, béu

Chegou-me esta piada por e-mail. Disclaimer: Não inclui qualquer juízo de valor sobre o povo alemão, mas sim sobre uma raça de cães (conhecida quer por ser relativamente agressiva, quer pelo Rex, o cão polícia): "O rebanho do Senhor, tem um novo pastor. Um pequeno senão. É um pastor alemão."

João O

Publicado por renaseveados em 03:51 AM | Comentários (12)

Não é facultativo. Todos os cristãos devem estar dispostos a pagar o preço mais elevado, inclusive a perda do emprego

Estas são as palavras do cardeal colombiano, Trujillo, que têm causado furor pela blogosfera. O cardeal ordenava assim que os funcionários públicos católicos se recusassem a celebrar casamentos civis entre pessoas do mesmo sexo. O CCA põe em evidência a ilicitude destas palavras, e o Rui Tavares sugere que esta poderia ser uma boa forma de "emagrecer" a função pública do nosso país. Posto isto, resta-me mostrar a cara do colombiano que incita à desobediência civil por terras espanholas, e lembrar-lhe que se deve limitar, nos seus apelos, aos católicos, já que existem várias congregações cristãs que celebram elas próprias casamentos homossexuais de carácter religioso.

Boss

Publicado por renaseveados em 03:42 AM | Comentários (3)

Priscilla

E como estamos de fim de semana prolongado recomendo Priscilla, a Rainha do Deserto (1994), um dos primeiros filmes com personagens gay que vi. Excelente argumento, óptimas interpretações e um guarda roupa brilhante (literalmente!). Priscilla é um autocarro que conduz 3 drag queens pelo deserto australiano em busca do sonho de uma vida: subir o King's Canyon, na Austrália Central, in a full length Gaultier sequins, heels and tiara. Terence Stamp (Bernadette Bassenger) é uma tímida tia-trans, Hugo Weaving (Mitzi Del Bra) é a drag casada e Guy Pearce (Felicia Jollygoodfellow) é a bixona boa como o milho. Em suma, uma mistura cheia de glitter os próximos dias de liberdade. Enjoy!

Depois de assistirem poderão ficar a saber que Priscilla são e inscreverem-se no clube de fans. E como as renas são umas kridas, deixamos um link para a primeira música do filme: Charlene - I've Never Been To Me em mp3. Downloads em número limitado disponíveis por 7 dias.

Bom fim de semana!

Drocas

Publicado por renaseveados em 03:20 AM | Comentários (7)

Referendos a direitos humanos

A Suíça já tem data marcada, é no próximo dia 5 de Junho o referendo sobre a legalização de uniões homossexuais. Não se trata de casamento, mas de uma união registada com menos direitos, e apresentada pelo ministro da Justiça helvética, Christoph Blocher, assim: «A registered partnership is not a marriage, it is an institution for those people who by definition cannot marry.» [Uma união registada não é um casamento, é uma instituição para as pessoas que por definição não podem casar.] Se dúvidas houvesse de que se trata de uma forma discriminatória, que claramente secundariza os cidadãos homossexuais... O referendo neste caso não será tanto por cobardia política, mas pela velha tradição referendária suíça.

Na Irlanda discute-se a possibilidade de referendar a actual constituição, de forma a que possa permitir o casamento e adopção por casais homossexuais. A constituição irlandesa é profundamente retrógrada - data de 1937 - e por isso exige alterações. Os fanáticos católicos já vieram a terreno dizer que o casamento homossexual seria o reconhecimento de "práticas malévolas" e uma "afronta a deus". Who cares?

Boss

Publicado por renaseveados em 02:24 AM | Comentários (10)

abril 22, 2005

Why DINK stinks?

Face à presença mais ou menos próxima dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo, surge o argumento DINK (Double Income - No Kids) pela voz do heterossexismo homófobo e invejoso. Por terem dois rendimentos e estarem ausentes de encargos com descendentes, os casais homossexuais recebem as propostas mais patéticas que variam desde o pagamento de um imposto extra por estilo de vida acima da média ao pagamento integral dos tratamentos antiretrovirais.

1. Os casais homossexuais auferem todo o tipo de rendimentos, do mais elevado ao mais reduzido, tal como os casais heterossexuais. Ter uma família sem descendentes não significa por si só a presença de uma condição económica acima da média. Significa apenas que foi feita a escolha de não ter descendentes ou que não existe a possibilidade de os ter, de acordo com a legislação em vigor.

2. Os casais homossexuais não são responsáveis pelas escolhas que os casais heterossexuais fazem ao longo da vida. Ter filhos é uma opção entre muitas. Desta forma, não temos que ser nós a pagar pelas pressões sociais criadas pelo próprio sistema heterossexista sobre os casais heterossexuais, o qual, por nós, teria morrido há muito.

3. Se, por inúmeros motivos, um casal homossexual quiser e puder passar férias 3x/ano nas Maldivas, por que razões esse direito lhe deveria ser retirado? Faz mais sentido, e depois de centenas de anos de homofobia legalizada, serem os casais heterossexuais a pagar um imposto extra aplicado directamente no bem estar dos casais homossexuais. Em nome da justiça social, esta seria a medida adequada e nunca o inverso.


Ilustração: Crimes de Colarinho Branco in Diário Económico, 2001 por Patrícia Romão.

Drocas

Publicado por renaseveados em 07:01 PM | Comentários (21)

LA OTRA ESPAÑA

Um dia antes da aprovação, pelo Congresso de los Diputados espanhol, da lei que permite os casamentos homossexuais, o Foro Español de la Familia entregou um abaixo-assinado, com 500 000 assinaturas, contra as modificações ao código civil propostas pelo Governo de Zapatero (que incluem a possibilidade de adopção de crianças por cônjuges do mesmo sexo).

A mensagem que este Foro tenta transmitir não andará longe dos movimentos Pró-Vida em Portugal: se, neste caso, a questão do aborto é manipulada a fim de fazer coincidir IVG com infanticídio, naquele, o intuito é passar a ideia de que o casamento entre parceiros do mesmo sexo significa o fim do casamento heterossexual e dos direitos da criança.

Facto estranho, é que para além das tradicionais ligações à ICAR, esta associação espanhola conta, entre os seus parceiros, com a ATR - Associación de telespectadores y radioyentes, uma das associações mais reaccionárias de Espanha, que tenta travar a liberdade de opinião e expressão dos meios de comunicação social do país vizinho.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 04:59 PM | Comentários (4)

Do mal o menos

Image hosted by Photobucket.com

Cartoon de Bandeira.

Boss

PS: Por falar em cartoons-papais o Farpas & Bitaites recolheu dois óptimos, aqui e aqui.

Publicado por renaseveados em 01:59 PM | Comentários (3)

A ICAR só quer o melhor para os seus fiéis

Nomeadamente o desemprego. O cardeal Alfonso López Trujillo apela a que todos os funcionários municipais católicos em Espanha se recusem a colaborar na oficialização de casamentos civis entre pessoas do mesmo sexo, nem que para isso tenham que perder o seu emprego. «Não podemos impor coisas injustas às pessoas» - acrescenta. [fonte: El Mundo via O Quilombo]

Boss

Publicado por renaseveados em 01:52 PM | Comentários (5)

STOP FRAGA

Fraga Iribarne garante estar apto a continuar à frente dos destinos ao Norte do Minho pois ainda há uns dias matou um veado a 350 metros de distância. Antes avaliar a capacidade política através de um "braço de ferro" com o adversário, sem que haja sangue de veado derramado... Bom, mas as insanidades de Fraga estao com os dias contados, 19 de Junho é a data anunciada para a libertação galega. Um muuuuuuuuito obrigado à va-ca pelo fantástico banner cervídeo. Há que botá-los!

Boss

Publicado por renaseveados em 01:43 PM | Comentários (0)

abril 21, 2005

El Congreso aprueba el matrimonio entre personas del mismo sexo

Image hosted by Photobucket.com

É a foto do dia, o beijo do activista gay Pedro Zerolo ao ministro da Justiça de Espanha. E nós, quando saímos da zona de seca?

Boss

Publicado por renaseveados em 07:56 PM | Comentários (7)

Ist Gott ein Deutscher?

Esta era a capa de ontem do tablóide inglês The Sun. Já a do seu homólogo alemão, o Bild, era bem diferente. Na Alemanha vive-se uma autêntica euforia nacionalista em torno da eleição de Ratzinger. O delírio é tal, que até o líder liberal alemão, Guido Westerwelle, afirma ser "uma honra para a Alemanha" esta eleição - recordo que Guido é o mais proeminente político alemão abertamente homossexual. Quase toda a imprensa se refere a Bento 16 simplesmente como o "papa alemão", e o Bild não se cansa de referir o "orgulho que é para a Alemanha". Sete livros de Ratzi estão no Top10 alemão de vendas. Já viram o que seria se tivesse sido eleito Policarpo? Do que nos livramos! No meio da insanidade colectiva alemã sabe bem ler a lucidez no Die Tageszeitung.

Boss

Publicado por renaseveados em 07:20 PM | Comentários (3)

Ódio une o que "deus" sempre dividiu

«Católicos, ortodoxos, protestantes y judíos se unen contra el matrimonio gay» [Via Ferran]

Boss

Publicado por renaseveados em 06:36 PM | Comentários (4)

O DIVÓRCIO GAY

Via Miguel Vale de Almeida chega-nos a notícia: El Pleno del Congreso de los Diputados ha aprobado hoy la reforma del Código Civil, que permitirá el matrimonio entre parejas del mismo sexo. El proyecto ha sido aprobado por todos los grupos, salvo el PP, Unió Democràtica de Catalunya y algunos miembros del PNV, que han votado en contra. Agora só falta o divórcio. Não será de estranhar ver, nos próximos dias, a ICAR em luta contra o divórcio entre parceiros do mesmo sexo.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 04:18 PM | Comentários (3)

O PROGRESSO À LUZ DO RETROCESSO

Mesmo para um católico e liberal, (seja lá o que isso signifique neste caso) deve ser mesmo difícil perceber a palavra progresso. Declarava ontem o Cardeal Português José Saraiva Martins (Prefeito para a Congregação dos Santos): «Não, Bento XVI não é só um conservador, também tem muito de progressista. Todos devemos ter algo de conservador e algo de progressista. Conservador para conservar o que há de bom e progressista no sentido dessa mesma conservação» (citado de cabeça). Foram declarações à televisão que anda em greve... à laicidade.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 01:16 PM | Comentários (11)

UMA NO CRAVO E OUTRA... TAMBÉM

Ontem morreu Edgar Correia. E ontem, também, fui ver contar histórias ao vivo. Aparentemente, um e outro facto, nada teriam a ver se ambos não fossem coisas que não são deste tempo.

Não vivemos os verões e invernos quentes de outrora, em que dezenas de formações políticas, associações culturais, movimentos cooperativistas, etc., floresciam como cogumelos. Refiro-me, obviamente, ao pós-25 de Abril (podem procurar informação aqui).

Num país ruralizado, em grande parte analfabeto, a tradição oral marcava pontos enquanto testemunho vivo de um país orgulhosamente só (e este «só» excluía, também, as antigas colónias). E continuou a marcar nos anos seguintes à revolução, até que definhou progressivamente.

Ontem, mesmo para quem está habituado a ir ver teatro ou outras manifestações culturais, não deixei de estar incomodado com aqueles contadores de estórias. Não era stand up comedy glamouroso e o meu corpo teve dificuldade em reagir ao que não é de plástico. Mesmo que se tenham que ouvir, de vez em quando, as moralidades de um Grimm ou de um Christian Anderson (sinais do esquecimento da riquíssima tradição estoriográfica portuguesa) mil vezes as prefiro ao massacre televisivo: posso revoltar-me ali mesmo, em carne e osso.

Morreu pois o associativismo, a participação desinteressada e a cultura não-telegénica. E morreu, também, esse furor que há 31 anos permitia a formação de partidos, partidos de outros, quase sempre violentamente. Perdeu Edgar Correia e outros ex-camaradas, cuja importância, noutros tempos, daria sem dúvida um novo movimento político algures entre o PCP e o BE.

Tenho, de facto, saudades desses tempos que nunca vivi...

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 04:14 AM | Comentários (7)

UM PONTIFICADO BENTOSO

Bentos do Baticano

Cartoon tirado daqui.

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 02:25 AM | Comentários (6)

abril 20, 2005

Agora a sério, quando é que a internam?

Zita Seabra afirmou no parlamento que a lei portuguesa do aborto é igual à espanhola e italiana, e mais "permissiva" que a francesa! [ouvido na TSF]

Boss

Publicado por renaseveados em 08:10 PM | Comentários (9)

Já teve sexo com este homem?

A Outrage! está a recolher toda e qualquer informação sobre a vida sexual de Ratzinger. Se já dormiu com este homem, mesmo que tenha sido apenas um engate-de-uma-noite ou uma mastrubaçãozita, contacte já a associação britânica. Entretanto o Towleroad apurou que Bento 16 terá participado no elenco de Star Wars, por isso se teve algum tipo de contacto sexual com algum membro do elenco, por via das dúvidas, contacte a Outrage!

Boss

Publicado por renaseveados em 06:56 PM | Comentários (15)

Ciao, ciao bambino

... Berlusconi demite-se... já não era sem tempo. Arriverdeci e não voltes nunca! Acaba-se assim uma página negra da história política de Itália? Lamento dizer que não, porque Berlusconi (aliás como santana) é como aqueles bichos rastejantes com propriedades regenerativas. Corta-se-lhes uma parte, mas aquilo volta a crescer. Mas pelo menos, demitiu-se e nem o bentinho o safou!

João O

Actualização: Afinal ofereceu-se ao Presidente para liderar o novo executivo. E continuará a rastejar!

Publicado por renaseveados em 05:22 PM | Comentários (2)

Já se notam os bentos de mudança

«Timor-Leste: Governo acusa Igreja de estar a preparar golpe de Estado»

Boss

Publicado por renaseveados em 04:05 PM | Comentários (2)

MAIS PAPÁVEIS

Depois do Bossterdamus ter adivinhado a nomeação do seBentinho, cá vai mais uma prendoca para o pessoal. Desta vez é um bonequinho de sua graça Billy com um dos seus amigos (Carlos e Tyson). São ou não são papáveis?

Hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 03:45 PM | Comentários (2)

Foi de falcon

Policarpo

Voltará de carroça? Que não sejamos nós (vale para quem paga impostos) a pagar o regresso, que a ida ficou pelos olhos da cara! Devia seguir o exemplo do Fujão.

Boss

Publicado por renaseveados em 12:31 AM | Comentários (9)

abril 19, 2005

Vivas ao Bentinho!

Minhas e Meus que(e)ridos, pois cá estou eu exultante! Finalmente que ganho alguma coisa. Ratzinger, agora Bento, para mim bentinho, já lá canta, olarecas! Já o li, já o ouvi e francamente gosto do estilo. Penso que é um restaurador das glórias passadas da Igreja e que ele trará com todo o seu esplendor de Santa Madre que acarinha os seus filhos e relega os seus proscritos para as profundas dos infernos.

JP II, não era de todo, papa que eu apreciasse. Muito reaça para umas coisas, mas depois um coração mole, derretia-se perante uma plateia de jovens mal-vestidos, com as violinhas e as canções do grupo de jovens. Bah! Patético! Com o Bentinho, dificilmente haverá destas coisas. Tendo-se apresentado como um excelente Inquisidor Geral, cumprindo à risca, os preceitos e a doutrina da Fé, intactos e representando com o antigo papa, o outro lado da moeda desse pontificado descrito de forma demasiado condescendente pelos media. Ratzinger, agora Bentinho, representa o poder instalado, o debate doutrinário regido pela mais arreigada fidelidade ao dogma e a necessidade de preservar a visão do Bem e do Mal no seio da Igreja. Bentinho, é aliás, reputado especialista na luta contra os relativismos e até contra determinados "excessos" ecuménicos do papa anterior, comentários velados, a requererem um olhar em profundidade.

Para além disso, sempre pareceu que Ratzinger desprezava completamente as so-called virtudes humanas de JPII. Imagino-o a sentir uma espécie de asco daquela populaça que o aclamava in San Pietro, enquanto ele congeminava as suas futuras encíclicas. Teólogo com muita experiência, Ratzinger, tem felizmente um perfil muito mais intelectual do que JPII. O que o pode tornar interessante no modo como discute as questões. Mas chega de futurologia e projecções. A minha vontade é beber um copo e desejar-lhe saúde e força.

Irá, sem dúvida, suscitar um enorme debate no seio da Igreja, mas que se encarregará de dar por terminado, mantendo-se na sua ortodoxia reacionária. Haverão cisões (espero mesmo um Cisma... o que eu gostava de viver um cisma!), mas o Vaticano e Bentinho permanecerão imperturbáveis. O rottweiller de Deus é hoje papa. Fico feliz por ele, lamento desiludir. Ódios assim destes, é bom vê-los no generalato, e como dizia a Maria Filomena Mónica, num muito infeliz artigo sobre o Boaventura de Sousa Santos, aos generais, atira-se-lhes à cabeça! Eu, por ele considerado, como os meus pares, uma espécie de fonte de todo o mal, tais são as afinidades (para ele) negativas que acumulo, não me ralo nada. E desejo-lhe que continue a obra, já iniciada. Decerto me referirei a ele, muito mais vezes e dá jeito como tema para postas! Por isso,

Annuntio vobis gaudium magnum:
Habemus Papam!
Eminentissimum ac Reverendissimum Dominum,
Dominum Iosephum,
Sanctæ Romanæ Ecclesiæ Cardinalem Ratzinger,
qui sibi nomen imposuit Benedicti decimi sexti.

P.S. Só não subscrevo na íntegra, porque não habemus nada papa, a mim o Bentinho não me é nada. Papa para mim é o cervo_hetero_doxo e mais nada.

João O

P.P.S.: Que comece então o cabaret, que cá estamos para assistir. Força, Bentinho!

Publicado por renaseveados em 11:41 PM | Comentários (29)

Papai-vos uns aos outros

Image hosted by Photobucket.com

Ou porque é que os action men são brinquedos demasiado papáveis para dar a crianças. Eis o primeiro presente para os nossos leitores, conforme prometido. Esforçar-nos-emos por oferecer ainda alguns palpáveis, além de papáveis é claro.

Boss

Publicado por renaseveados em 10:45 PM | Comentários (4)

EIS A RENA!

Habemus Rena

Obrigado pelo acolhimento.

cervo_hetero_doxo

Publicado por renaseveados em 09:30 PM | Comentários (8)

Cara ou coroa?

Boss

Publicado por renaseveados em 07:13 PM | Comentários (21)

TEMOS RATAZANA!

Ratzinger

Weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!

Finalmente a ICAR tem um chefe com o currículo certo para o cargo, infância na Juventude Hitleriana, puberdade no Exército do 3º Reich. Heil Ratz, Heil!

Boss

PS: Aguarda-se para breve uma reformulação do design do logotipo católico, continuará a ser uma cruz, mas...

Publicado por renaseveados em 05:46 PM | Comentários (32)

Fumo Branco também em Roma

Image hosted by Photobucket.com
Pintura de Jack Balas

Não tão branco como o nosso, e ainda sem rosto. Novidades a qualquer momento.

Boss

Publicado por renaseveados em 05:38 PM | Comentários (0)

Habemus Rena

Fumo Branco

Chegou ao fim o nosso conclave, Habemus Rena! Bem vindo sejas hetero_doxo ao trono rénico!

R'n'V

Publicado por renaseveados em 05:11 PM | Comentários (3)

Fumo branco... na Bélgica!

Uma loja de electrodomésticos na cidade belga de Tielt, a Elektrozaak PV Sounds, devolverá aos seus clientes o dinheiro gasto em compras no último sábado, caso o novo papa seja o cardeal Godfried Danneels, nascido naquela cidade. A promoção está garantida por uma seguradora, e no telhado da loja vemos uma chaminé a exalar continuamente fumo branco [fonte: Euronews]. No entanto o cardeal belga não deverá ter hipóteses por ser considerado "demasiado progressista", lucra a loja em publicidade. O renas garante desde já ofertas-surpresa aos seus leitores no caso de ser escolhido o nosso candidato, o cardeal Ratzinger!

Boss

Publicado por renaseveados em 01:41 PM | Comentários (7)

Género e Blasfémia


Nan Goldin


No Espaço da Eira 33 vai iniciar-se um workshop dedicado ao tema "Género e Blasfémia" orientado por Francisco Camacho e João Oliveira. Este workshop está integrado no Ciclo Género e Blasfémia que é o 1º de um conjunto de ciclos que constituem o programa Inbreeding- Identidade e Criação Contemporânea de que, em tempo, faremos a devida promoção aqui no Renas. Para já aqui fica a proposta da primeira iniciativa. Do programa:


"As posições de mulheres e homens na sociedade são estruturadas por uma ordem social, que cria os lugares onde uns e outras podem habitar.

A nossa proposta consiste em blasfemar a propósito da construção dos lugares possivelmente habitáveis para cada um dos sexos.

Partimos da blasfémia de Donna Haraway, o Manifesto Cyborg, para engendrar com @s participantes, instâncias criativas, que permitam contestar, desconstruir, desconfirmar ou não(!), os lugares onde homens e mulheres (essas criaturas de ficção?) possam viver um espaço que seja seu. e/ou do outro!"


Assim a partir de diversas vertentes artísticas (teatro, artes plásticas, dança, etc) não se pretende lançar um olhar externo sobre os lugares que estabelecem a divisão social entre sexos, como se o lugar da criação artística não fosse permeável e alheio a essa ordem social, nem interrogar numa instancia endógena limitada aos pressupostos da representação artística essa suposta ordem social, mas criar espaços de alteridade onde a promessa de individualidade se joga, e perde/ganha nos espaços de representação colectiva onde a construção de identidades de género tende a anular essa individualidade. Daí a estrutura revoluta do programa. Primeiro faz-se, depois questiona-se!


Datas: workshop - 26 a 30 de Abril entre as 14h00 e as 18h00

Apresentação informal e debate pos-workshop - 30 de Abril às 18h30


Inscrições: eirageral@mail.telepac.pt ou através dos telefones- 21 3530931 ou 91 2555100

È solicitado o preenchimento de um questionário


Local: Espaço Eira 33, Rua Camilo Castelo Branco, 33, 1º, Lisboa


veado_

Publicado por renaseveados em 12:47 AM | Comentários (1)

abril 18, 2005

Actualização: nova votação no conclave rénico (II)

Resultado da segunda consulta às Renas:

Tudo muito turvo. Tudo muito turvo. Que as Divinas Hastes da Grande Rena (Rudolph, of course) nos ajudem nesta escolha tão difícil. O ambiente entre as renas está pesado e a escolha afigura-se muito difícil. Por hoje não há mais votações, podem sossegar e as Renas poderão ir até ao bar gay mais próximo engatar relaxar!

João O (a.k.a. Rena Camerlenga)

P.S.: Pede-se o favor ao Drocas, que não leve meninos para dentro do conclave, apartando-nos da nossa missão e distraindo as Renas eleitoras. E ao Zun, que faça menos fumo da próxima vez, porque estamos todos sufocados.

Publicado por renaseveados em 10:57 PM | Comentários (6)

Entretanto em Roma

Falso alarme, sai um fuminho branco - possivelmente um simples flato - seguido de uma fumarada negra. Ao primeiro fuminho há palmas, gritos, lágrimas. A mente humana é estranha. Uma portuguesa completamente histérica parece ter um orgasmo aos microfones da rádio. Muito estranha...

Boss

Publicado por renaseveados em 07:20 PM | Comentários (10)

Actualização do conclave rénico I

Primeira votação. Resultado:

Ainda não foi desta, mas está quase...

João O

P.S.: Boss, menos palha, por favor, que estamos intoxicados com o fumo.

Publicado por renaseveados em 06:23 PM | Comentários (10)

Conclave Rénico


Desenho de Hetero_Doxo

Pois é, os cardeais não têm o monopólio dos conclaves. Estamos reunidos em conclave rénico e brevemente haverá fumo branco...

João O

P.S.: Mas nós, aos contrários dos outros senhores, podemos usar telemóvel, sair de casa, falar com as pessoas, beber copos, etc, etc.

Publicado por renaseveados em 02:25 PM | Comentários (12)

abril 17, 2005

Radical, corajoso e romântico - o casamento, claro!

Frida e Modotti

Eu não sou nada adepto de posts-citações, nada mesmo. Mas não podia aqui deixar de reproduzir o mais belo "discurso de felicitação aos noivos" que já ouvi, ontem ao ver o Frida. Dizia então Tina Modotti (interpretada por Ashley Judd):

«I don't believe in marriage. I really don't! Let me be clear about that, I think at worst it's a hostile political act. A way for small-minded men to keep women in the house and out of the way, wrapped up in the guise of tradition and conservative, religious nonsense. At best it's a happy delusion. It's two people who truly love each other and have no idea how truly miserable they're about to make each other. [She pauses.] But when two people know all of that and decide, with eyes wide open, to face each other and get married anyway* well, then, I don't think it's conservative or delusional. I think it's radical. And courageous. And very romantic. [She lifts her glass.] To Diego and Frida.»

Boss

Publicado por renaseveados em 07:10 PM | Comentários (4)

What is it?

Drocas

Publicado por renaseveados em 06:37 PM | Comentários (16)

Aqui é só renas

No dia em que o Blasfémias anuncia a sua colaboração com o jornal O Comércio do Porto, é ultrapassado no Blogómetro por um blog também, parcialmente, editado a partir do Porto - sim, o R'n'V. Dou assim em nome d@s renas os parabéns a(o)s blasfem@s, e também informo que vista a actual posição no Top, aguardamos o contacto do Jornal de Notícias.

Boss

Publicado por renaseveados em 06:16 PM | Comentários (11)

Europa para tod@s?

Não aprecio o conceito de identidade. A sua clara definição ontológica, que apesar de anos e anos, de teorias sobre a identidade nas ciências sociais, continua como paradigma dominante basicamente enfada-me. Não gosto da ideia do "ser isto" ou "ser aquilo". Passe a identidade pela noção da pertença a grupos (portanto meramente categorial) ou pela ideia de uma construção ao longo do tempo, que vai sendo enriquecida pelos percursos de vida (portanto biográfica), traz-me sempre à memória que é o status quo, a hierarquia social, a ordenação simbólica, que vai dar sentido ao conceito de identidade.

Prefiro mil vezes, a ideia de afinidade. Precisamente por envolver uma escolha, uma proximidade consentida, mutável e maleável. E que passa muito mais pelo "sinto-me" do que pelo "sou", e que como reivindicação de um espaço, permite recusar pertenças escolhidas à partida, por factores estruturais. Daí o carácter subversivo e desestabilizador das afinidades face aos modelos da identidade. Um exemplo que poderá tornar mais evidente este meu distanciamento face à ideia de identidade, é o facto de me sentir feminista. Defino o feminismo como um movimento filosófico e social, que visa garantir e estruturar as condições para uma igualdade de oportunidades entre tod@s @s seres humanos, no quadro de sociedades democráticas, e por isso igualitárias e por isso mesmo justas. Para mim, não há democracias sem feminismo. Contudo não apelo à identidade de feminista como uma caraterística essencial. Foi uma escolha. Politicamente sustentada e movida pelas afinidades do meu pensamento pessoal com o pensamento feminista. Poderia dizer o mesmo em relação a quase tudo que possa cair nessa ideia de identidade escolhida, a que se tem vindo a chamar afinidade.

Ora em relação à Europa, sinto precisamente o mesmo. Partilho afinidades intelectuais, emocionais, culturais com a ideia de uma Europa progressista e capaz de permitir às suas e aos seus cidadãs/ãos, um projecto de sociedade aberto, multicultural, igualitário. Sinto-me muito mais europeu do que português. E isso foi uma opção que escolhi. Contudo e para respeitar essa escolha, vejo-me forçado a votar não à constituição europeia. Não quero uma Europa exclusivamente económica e neo-liberal. Não quero uma Europa que se escude nas leis do mercados e da concorrência, para retirar direitos a quem trabalha. Não quero uma Europa xenófoba com medo da imigração, prefiro um espaço europeu que acolha @s outr@s como suas/seus. Não quero uma Europa servil a um capitalismo selvagem, prefiro que se preservem valores importantes como o papel do Estado na garantia de serviços colectivos para tod@s, como a cultura, a educação, a saúde. Não quero uma Europa distante e burocratizada, prefiro uma Europa concreta e que defenda os direitos humanos. Por isso, votarei no NÃO no referendo do tratado constitucional.

Porque quero uma Europa a sério e não apenas um espaço económico comum. Porque é com a Europa de tod@s que sinto afinidades e não com a europa para alguns. E também por saber que este Não não é uma recusa da Europa. É querer muito mais Europa do que a constituição oferece.

João O

P.S.: O debate em França promete muito mais do que o debate incipiente que está ser feito em Portugal. Parece que o apelo presidencial de Chirac ainda deu mais votos ao Não. Porque será?

Publicado por renaseveados em 04:07 PM | Comentários (4)

abril 16, 2005

A Intérprete

interpreter2.jpg

Estreou na passada 5ª feira o mais recente filme de Sidney Pollack, A Intérprete. Nicole Kidman é Silvia Broome, uma intérprete que ouve parte de uma conversa acerca de uma conspiração para assassinar o controverso líder de um país africano. Sean Penn faz o papel de Tobin Keller, um agente dos serviços secretos que pretende averiguar a veracidade das alegações de Silvia, e que tenta descobrir as ligações do passado desta à possível conspiração.

O filme não é brilhante mas achei-o bastante bom. Os actores principais estão bastante bem e conseguem imprimir vida a personagens que poderiam ficar um pouco limitadas pela história. O enredo é cativante mesmo sem ter grandes surpresas e há uma preocupação em explorar o passado e as motivações das personagens que não encontramos noutros filmes do género. Há também algumas cenas e pormenores da intriga que achei muito bem conseguidos, mas não quero fazer spoilers aqui. As ideias e perspectivas em relação à diplomacia e à guerra também são apresentadas de forma simples e distinta, sem nos aborrecer, e fica a mensagem de que não há soluções perfeitas e que há sempre muito por fazer para melhorar as condições de vida em muitos países.

Zun

Publicado por renaseveados em 09:14 PM | Comentários (10)

o argumento da autoridade ou a autoridade do argumento?

Jurgen Habermas, na sua teoria sobre a esfera pública, diferencia entre estes dois modos de acção comunicacional: aquele que se baseia num qualquer privilégio de classe ou de posição e cujo o argumento é mais baseado nessa posição de classe do que propriamente na sua racionalidade intrinseca (o argumento da autoridade) e um outro que é ancorado no príncipio da qualidade e da racionalidade do argumento e que não tem considerandos sobre quem o emite. Ou seja, não depende da posição nas várias hierarquias sociais (a autoridade do argumento).

Sucede que em Portugal ainda é frequente, graças à falta de escolarização geral da população e à ausência de critérios racionais para avaliar os argumentos derivada dessa ignorância estrutural que afecta a maioria, alegarem-se títulos académicos para defender ideias. É certo que cabe ao sistema universitário formar pessoas capazes de emitirem um conjunto de argumentos racionais sobre temas diversos da vida quotidiana. Mas não por terem um título académico. É por serem capazes de apresentarem racionalidade e lógica na argumentação. Dou-vos um exemplo concreto:

"O facto de Ratzinger ter passado pela juventude hitleriana não constitui nada de particularmente extraordinário: em 1935 cerca de 60% dos rapazes alemães pertenciam à organização; em 1936 tornou-se obrigatória a pertença ao grupo na Alemanha.(fonte: Enciclopédia Britância em: http://www.britannica.com/eb/article?tocId=9040609). (...)"

Aquii encontram um exemplo de um argumento com autoridade. O autor esforça-se por demonstrar que sabe do que está a falar e que é capaz de esgrimir as suas posições, fundamentando-as e evidenciando factos que as sustentam. Apesar de não ir directamente às fontes precisas, que seriam sempre as posições do próprio Ratzinger. O problema é o que vem a seguir:

"nomeadamente do "diário ateísta", uma página cheia de erros e distorções que qualquer pessoa licenciada em História, como eu, reconhece
Afixado por SullenBoy em abril 16, 2005 03:24 AM"
(destacado meu)

E aqui entra o argumento da autoridade. Por receio, necessidade de evidência ou tentativa de se constituir como uma autoridade, o autor socorre-se de um grau académico para fundamentar a sua posição. E isto que caracteriza uma esfera pública muito pouco amadurecida, em que não se discute, mas em que se procura uma legitimação pelo título, grau ou posição social e que resulta num esforço quase "Ancien Regime" para fundamentação de ideias. Prefere-se sempre discutir com pessoas que argumentem racionalmente, ainda que tenham teses contrárias à minha, do que com pessoas que precisem de recorrer a estes expedientes intelectuais para conseguirem fazer passar uma ideia. E é este o estado da esfera pública portuguesa.

João O

Publicado por renaseveados em 04:53 PM | Comentários (11)

Porque precisamos de uma lei de limitação de mandatos de cargos executivos? Alberto João Jardim responde!

Aqui se encontram, nestas declarações, todos os argumentos para apoiarmos a lei de limitação dos mandatos e tenho pena que a mesma não possa ter efeitos retroactivos. Diz Alberto João Jardim: "Eu não deixo aquela gente (do continente) decidir sobre o futuro da Madeira". Aquela "gente" presumo que seja o governo e a Assembleia da República.

"A Lei Jardim - toda a gente percebeu - é feita pelo PS visando-me a mim próprio (...) porque se não consegue ganhar ao Jardim nas urnas, há que ganhar na secretaria", sublinhou o presidente do Governo Regional da Madeira, que está no cargo há 27 anos. 27 anos? 27 anos? For fuck sake... 27 anos! Isto significa que alguém da minha idade nunca na vida conheceu outro presidente do governo regional a não ser este...

Considerando que se fica a rir daquela que designou como "Lei Jardim" - porque já está numa idade em que a lei não lhe diz respeito - Alberto João Jardim realçou contudo que a Lei "é inconstitucional e imoral" Numa idade em que a lei já não lhe diz respeito? O que quer isto dizer?

O presidente do Governo Regional da Madeira considerou que "o povo fica mais uma vez limitado por orientação da Assembleia da República nos seus direitos e, ainda por cima, com uma lei com carácter retroactivo" O povo tem andado limitado de facto, nas suas escolhas, nomeadamente por alguém ainda não se mancou e resolveu eternizar-se no poder, sabe-se lá a que custo!

Só estas declarações fazem perceber que esta lei não é importante... é fundamental para arejar este país. Para nos livrar de autoritarismos carnavaleiros e de pacotilha.

João O

Publicado por renaseveados em 04:24 PM | Comentários (7)

Quero uma destas!

Chego a casa, cansado...

... atravesso-a meio tonto de sono...

... e afundo-me!

You Wish! Um excelente fim de semana a tod@s!

Imagens por Fernando Guerra da Casa Malveira (ARX Portugal) e da Casa Alentejo (Aires Mateus).

Drocas

Publicado por renaseveados em 04:50 AM | Comentários (4)

Di qual cosa di sinistra

"Dì una cosa di sinistra!... di qual cosa di sinistra"! Quem viu "Abril" (pois é, Boss, tens razão! É mesmo o abril!) de Nanni Moretti, recorda-se decerto, do modo como este acompanhava o debate entre D'Alema e Berlusconi e tentava incitar o candidato do centro-esquerda a ganhar aquele debate. Moretti vai realizar um novo filme, de acordo com o Y, que se chama Il Caimano (o caimão) dedicado a uma das figuras sinistras (não "di sinistra") da política italiana: ele mesmo, Berlusconi himself. Mal posso esperar... Nanni, é a dar-lhe! Forte e feio!

João O

P.S.: não há aí nenhum/a jovem realizador/a que queira realizar o menino guerreiro? Argumento mais mirabolante e macarrónico não deve haver!

Publicado por renaseveados em 12:28 AM | Comentários (2)

abril 15, 2005

Salvem o Toby

Image hosted by Photobucket.com

Este é o Toby, um lindo coelhinho que será morto e comido no dia 30 de Junho, caso o seu dono não receba até lá 50.000 dólares em doações através do site savetoby.com. Definitivamente os americanos têm jeito para o negócio. O João ajuda coelhos a matarem-se há meses, e não consta que tenha recebido algum tostão por isso...

Boss

PS: Os donativos já estão quase nos 25.000 dólares!

Publicado por renaseveados em 05:12 PM | Comentários (20)

Reescrevendo a História

1) «Homossexualidade de James Dean refutada pelo actor Dennis Hopper». Pois...

2) João Paulo II mostrou «abertura e aceitação dos resultados produzidos e defendidos pelas Ciências experimentais». Pois...

3) Google Maps revelam a misteriosa área 51. Atenção, esta pode ser mesmo verdadeira.

Boss

Publicado por renaseveados em 05:02 PM | Comentários (3)

Timor e o totalitarismo católico

Tenho-me aqui esquecido de fazer referência a um assunto grave, e que não tem passado despercebido ao sempre atento Diário Ateísta. Falo da influência e poder da igreja católica em Timor Leste. No nosso país a imagem da igreja timorense é muito positiva, sobretudo graças ao prémio Nobel para Ximenes Belo, e graças à falta de informação detalhada da sua acção no terreno. Os ecos que nos chegam são muito preocupantes. A ICAR timorense age como um partido político (comportamento muito frequente por todo o mundo de resto), e enfurece-se perante qualquer perda do seu poder totalitário em assuntos como a Educação.

Quando o governo timorense avança com medidas próprias das democracias, como acabar com a obrigatoriedade das aulas de religião católica, e diminuir o seu peso nas notas finais, a ICAR reage dizendo que é um "ataque contra a convicção e referências fundamentais dos timorenses" (sic). Ou seja, tudo o que não for a imposição dos dogmas católicos desde pequeninos é um ataque à ICAR. Chocados? Pois não tem sido exactamente o mesmo que tem feito a ICAR espanhola e a própria Santa Sé em relação ao casamento civil homossexual? Vê essa alteração das leis que são do estado, e não de uma qualquer seita, como um ataque a si própria? O fundamentalismo é isto mesmo. Espero que o governo timorense não ceda perante as pressões e ameaças dos talibãs católicos de Timor, e que as crianças desse jovem país possam ter um futuro mais feliz e esclarecido.

Boss

PS: Em todo o caso, esta posição da ICAR, não deixa de ser um reconhecimento de que só consegue manter a sua influência pela força/obrigatoriedade. Quando há hipótese de escolha, a ICAR perde.

Publicado por renaseveados em 12:52 PM | Comentários (3)

abril 14, 2005

Do ódio à cultura

Infelizmente, nasci num país que abomina a cultura. Creio que este é o diganóstico que tem que ser feito, num país onde se cortam financiamentos para a cultura e educação (inúmeros casos abundam no anterior governo), um país que prefere ter estádios de futebol do que equipamentos onde se possam ensinar, aprender, sentir, criar. Não, neste país, a preocupação é mesmo a subsistência, o pagar menos impostos e se possível escapar-lhe. E pelo meio mencionar os subsídios recebidos pelos outros ou os dinheiros gastos

Um país em que ainda se vive assim, está condenado a assim permanecer, caso não se façam esforços de mudança e de desenvolvimento. E um dos vectores fundamentais para um país mudar, é de facto, o sector cultural. Com subsídios, apoios estatais, precisamente para permitir a diversidade e a qualidade e não apenas termos La Férias, Revista e teatro comercial, por exemplo, que obviamente e graças a terem receitas próprias, não são subsidiados. O mesmo é válido para outras áreas de intervenção artística. Não compreendo por exemplo, a razão pela qual Lisboa não tem um equipamento, exclusivamente dirigido para a criação contemporânea. No Porto, temos Serralves que já evidenciou o seu papel fulcral para trazer e divulgar obras e artistas que até então só conheciamos ou de catálogos ou de viagens ao estrangeiro.

Existe público, que por via de uma educação formal deficitária ou mesmo quase inexistente, precisa de ser sensibilizado para a fruição dos objectos culturais. Uma obra como a Casa da Música permite que se faça uma muito mais eficaz difusão de música, nomeadamente e particularmente daquela que não tem entrada no circuito comercial. Porque essa vende, difunde-se e aparece. E ainda bem. Mas e tudo o resto? Tudo o que não seja de imediata absorção e precise de algo mais do que o mastigar e deitar fora?

É precisamente esse o lugar do Estado. De trazer a diversidade cultural, por via do uso dos impostos. De permitir projectos que nos enriqueçam como país e como cultura. Junto com todos os outros que apareçam e que tenham viabilidade a nível de público de massas. Por isso os discursos que ouvi hoje sobre a Casa da Música só me deixam mais uma vez perplexo: há muita gente que não sentiu, não experienciou determinadas manifestações culturais e usa os critérios economicistas para perceber os ganhos intangíveis que uma aposta na cultura permite trazer. Em muitas, é um sistema educativo deficitário e a falta de escolarização. Noutras, é mero dogma neo-liberal.

A minha vontade é lançar um repto: Consuma cultura subsidiada! E já agora visite a Casa da Música!

João O

P.S.: É claro que se poderá questionar as derrapagens e os custos do projecto, mas fazer como os media portugueses, que abrem telejornais e canais de informação só com esta informação, é perfeitamente empobrecedor. É importante dizer que abriu e que devemos fazer uma festa por ter aberto. E está linda!

Publicado por renaseveados em 11:26 PM | Comentários (15)

Go Ratz, Go!

Image hosted by Photobucket.comPara que conste, o meu homem em Roma é este, Ratzinger! Também conhecido por Razinga ou simplesmente Ratz. Como gay e ateu não duvido que esta é a melhor solução, diria mesmo, uma quase "solução final" para a ICAR. Ratz is the man for that job, ou não tivesse ele militado na juventude hitleriana e no exército do terceiro reich.

Noutros tempos a sua eleição seria perigosa, na actualidade porá apenas a nu o fascismo fundamentalista da ICAR. Seria também um castigo merecido para todos os gays e lésbicas católicos que têm falseado a mensagem ultra-homofóbica de João Paulo 2º ao longo dos últimos anos, com Ratz isso será impossível. Ele é muito mais explícito, porno até. Diz que a homossexualidade é uma "anomalia" (sic), e que "alguns tipos de discriminação anti-gay são moralmente legítimos" (sic). E também não hesita em chamar "assassinas" (sic) às mulheres que usem métodos contraceptivos.

Recomendo a visita ao The Cardinal Ratzinger Fan Club - têm blog e tudo - também já sugerida pelo Barnabé e Diário Ateísta. Ainda me faço sócio!

Boss

Publicado por renaseveados em 03:30 PM | Comentários (17)

Afinal nao foi para um banqueiro

«Euromilhões saiu a emigrante português na Suíça»

Boss

Publicado por renaseveados em 02:44 PM | Comentários (12)

O Coice

In Correio da Manhã, 13 Abril 2005

Seguidor da primeira edição da 'Quinta das Celebridades', Serzedelo recorda que "havia lá dois elementos polarizantes, Alexandre Frota e José Castelo Branco, e nesta 'Quinta' "são todos muito apagados. Ninguém tem nada para dizer, nem de engraçado nem de importante. Daquelas cabeças não sai nada de relevante. Só dizem futilidades. Se calhar, também não se estava à espera que essas pessoas do 'jet set' fossem intelectuais. É aí que reside o equívoco", conclui António Serzedelo.

Eu, de facto, não acho nada fútil que um presidente de uma associação de defesa dos direitos gay se dedique a fazer declarações públicas sobre reality shows. Principalmente, é centralíssimo para o movimento. Dou especial atenção ao facto da pertença ao "jet set" ser necessariamente dissociada de actividade intelectual, o que não é nada preconceituoso, diga-se de passagem! Na mesma linha poderiamos afirmar que as pessoas que escrevem blogs não fazem mais nada da vida ou que um verdadeiro gay gosta de ser muito bem fodido. Só afirmações de elevado nível intelectual!

E é também assim que se vive algum activismo lgbt em Portugal... afinal a necessidade de protagonismo tipo "Quinta das Celebridades" não reside só nos que lá estão. Como diria o meu avô... temos que fazer pela vida!

Drocas

Publicado por renaseveados em 01:13 AM | Comentários (28)

abril 13, 2005

OS ZIG-ZAGS DE JORGE SAMPAIO

Jorge Sampaio está em Paris em campanha pelo "Sim" ao tratado constitucional europeu, perdão, em visita oficial como presidente da república portuguesa. Perante a oportuna pergunta de uma aluna portuguesa, «A actual legislação sobre a interrupção voluntária da gravidez não dá uma imagem retrógrada e hipócrita de Portugal?», Sampaio hesita, queixa-se da pergunta, e dá uma resposta (frouxamente) positiva. Entretanto o CDS (ouvido pela TSF) já veio criticar Sampaio por revelar a sua posição publicamente. Os zig-zags de Sampaio não são seu exclusivo.

Por um lado, aparentemente, ninguém acha estranho que o presidente da república portuguesa dedique grande parte da sua visita oficial a França para fazer campanha pelo "sim" ao tratado. Por outro, logo surgem incomodados com o seu envergonhado "sim" à IVG. A razão pelos vistos, segundo o CDS e o próprio PR, é que o tema "divide os portugueses" (sic). Mas não há portugueses contra o tratado? Ou a opinião destes não conta? E não é a pluralidade de opiniões uma virtude da democracia, e a razão pela qual se fazem referendos? Que triste ter um PR feito de gelatina...

Boss

Publicado por renaseveados em 06:42 PM | Comentários (3)

As coisas que me vêm parar às mãos

moeda holandesa de 2 euros

Achava eu que as moedas mais religiosas a circular na Eurolândia seriam as (felizmente) raras moedas vaticânicas*. Mas eis que recebo de troco uma moeda holandesa de 2€ com a inscrição "GOD ZIJ MET ONS", que quer dizer "deus está connosco". Não que acredite na peça, mas livrei-me o quanto antes da dita - troquei deus por um gelado - que sempre fui muito selectivo com as minhas companhias.. livra! Como se já não bastassem os perfis de monarcas em para aí metade das moedas, incluindo as holandesas...

Boss

* - Porque é que uma ditadura teocrática, não pertentencente à UE, pode cunhar as suas próprias moedas de euro, é coisa que também me ultrapassa...

Publicado por renaseveados em 02:31 PM | Comentários (16)

Richard Linklater

O mesmo encontro em três filmes brilhantes...


Julie Delpy e Ethan Hawke em Before Sunrise (1995)


Julie Delpy e Ethan Hawke em Waking Life (2001)


Julie Delpy e Ethan Hawke em Before Sunset (2004)

Drocas

Publicado por renaseveados em 03:26 AM | Comentários (13)

Marijuana Teahouse

O consumo de canabis é menor entre adolescentes nos países onde é permitido face a países onde é proibido. I wonder why...!

Drocas

Publicado por renaseveados em 03:01 AM | Comentários (15)

abril 12, 2005

Mulheres Transgredindo

Manif contra a violência de género
Contra a violência de género - 23/11/2004

Via O Quilombo - as usual ;) - descubro o genial colectivo feminista compostelano Mulheres Transgredindo. As acções até agora realizadas são simplesmente brilhantes, e exemplificam bem como fazer manifestações eficazes com poucos manifestantes, e em silêncio! Originais e didácticas, é impossível ficar-lhes indiferente. Go Go MT!

contra o trabalho escravo
Dia dos trapos sujos na Zara - contra a escravidão na indústria têxtil, 08/03/2005

Boss

Publicado por renaseveados em 05:27 PM | Comentários (4)

Recomendações...

A pedido de muitas famílias (mentira, foi só o Drocas que pediu) aqui vai mais uma recomendação. De coisas que gosto. Logo após a chegada a casa, depois de descalçar os sapatos e tirar peças de roupa menos confies, nada como... um gin tónico! Parafraseando a V., o nome diz tudo. É um tónico relaxante. É claro que o preparo do gin tónico, quando obedece a certas regras, faz dele uma bebida excelente. Assim e para um gin daqueles, aqui seguem umas tips.

1. Marca do Gin. Absolutamente essencial. Para mim, gin só há um e tem a Rainha Vitória no rótulo (que irónico!). Bombay Sapphire e mais nada! Para quê sucedâneos ou coisas menores, quando podemos ter o melhor? O mesmo é aplicável aos homens. Be picky, be gourgeous, be happy! é o lema.

2. Lemon, lemon, lemon. Um bom gin tónico leva limão e tem o sabor do limão. O truque é mesmo a rodela de limão e sumo de limão espremido lá para dentro. Aqui não sou tão exigente como com a marca do gin. Pode ser daqueles sumos de limão que vêm da Sícilia, numa embalagem que é um limão de plástico, mais conhecida na minha tribo como pscht, pscht!

3. Água tónica aberta muito recentemente. Nada de guardarem águas tónicas abertas há mais de uma semana. Se não tiver gás, não presta e só sabe mal. Por isso, quando perceberem que no gas, é favor reciclar a embalagem e deitar a àgua fora. Sem gás não presta para nada.

4. E gelo. 3 pedras para mim, obrigado.

5. Deve ser bebido relaxadamente, assim como algo muito precioso, sem maçadas. Desligar os telefones se necessário. E não admitir incómodos de espécie alguma. Se se estiver a conversar, o estilo irónico cai bem com o gin. Interessante para discutir política. But smoothly. Um charro também não cai mal com o gin. De todo! Música aconselha-se ecletismo, o gin convida a isso! Para o gin que bebi hoje, escolhi Antony and the Johnsons "I am a bird now". Aproveitem e vão vê-lo à Aula Magna no dia 31 de Maio. Mas se quiserem algo mais chill out, tentem Thievery Corporation "The Cosmic Game" e alucinem um pouco!

6. Um truque importante. Não sirvam demasiado gin. Normalmente faço a olho e ponho sempre menos do que é suposto. Dizem que ficam very, very subtle. Outro: mexam sempre o gin! Fica muito melhor. Uma colher ou palhinha should do the trick!

Por isso, quando beberem um belo gin tónico, relaxem e não stressem. Be cool!

João O

Publicado por renaseveados em 12:28 AM | Comentários (14)

abril 11, 2005

Andrea Dworkin

Andrea Dworkin morreu dia 9 de Abril. Uma das feministas mais conhecidas no mundo, Dworkin sempre foi para mim, uma autora complicada. Não porque a sua obra seja fastidiosa ou díficil de ler. Dworkin tem um estilo muito directo. É mais a questão da discordância. Andrea Dworkin notabilizou-se no feminisno radical (corrente muito mal compreendida e muito difamada do feminismo, assente nas ideias de patriarcado, opressão e diferença, que foram bandeira no feminismo americano nos anos 70 e princípios de 80, até à emergência do feminismo pós-moderno) e destaca-se em duas grandes lutas: a luta contra a pornografia e contra a violação.

No que toca à pornografia, Dworkin evidenciou-se pela sua ferocidade no combate à indústria pornográfica, destacando-se a sua importância na criação de legislação, mas mais ainda na produção de instrumentos teóricos e analíticos para fundamentar esse combate. A minha ambivalência começa aqui. Dworkin crê na natureza eminentemente sexista da pornografia e vê em toda a pornografia uma situação de opressão para as mulheres, pegando no caso de Linda Lovelace, alegadamente coagida a fazer sexo oral em "Deep Throat". Ora há exemplos históricos de aproporiações da pornografia por mulheres, que negam este carácter da pornografia, como o filme de Catherine Breillat "Romance X" entre outros.

Outra luta de Dworkin foi a violação. Dworkin acreditava que a violação (e até o sexo consentido) eram uma forma de opressão. É óbvio que temos que concordar com ela quanto à violação. Contudo quanto ao sexo consentido, é necessário assumir a posição contrária. Ainda na violação, Dworkin acreditava que a pena de morte deveria ser aplicada aos violadores ou o direito da vítima matar o agressor, coisa que acho indefensável. A não ser claro, emn legítima defesa.

Andrea Dworkin alinhou com parceiros duvidosos, com forças terrivelmente conservadoras e profundamente anti-feministas para atingir os seus objectivos políticos. Mas apesar de discordar de Dworkin, sei que ela dedicou uma vida à causa das mulheres. E por isso, há que recordá-la. E vale mais uma feminista como a Andrea Dworkin do que qualquer cabra anti-feminista primária na moda, como a Camille Paglia.

João O

Publicado por renaseveados em 09:49 PM | Comentários (12)

Falta saber se alguma organização internacional estará disponível para o aturar

«Jorge Sampaio disponível para ocupar cargo em organização internacional»

Boss

Publicado por renaseveados em 08:26 PM | Comentários (6)

Casa da Música rocks!

Image hosted by Photobucket.com

Não é apenas por coisas más que se fala de Portugal na imprensa internacional por estes dias. O The New York Times de ontem refere-se à Casa da Música como sendo "uma das mais importantes salas de espectáculos construídas nos últimos 100 anos". Ainda não visitei a obra, estou à espera que tudo fique pronto, mas a minha expectativa aumenta de dia para dia. Como grande parte das pessoas, a primeira impressão que tive esteve longe de ser positiva, mas o cliché adequa-se na perfeição, primeiro estranha-se, depois entranha-se. E já é difícil imaginar a Boavista sem o "OVNI de Koolhaas" - arquitecto que pode vencer o "Mies van der Rohe" deste ano. Já só faltam 3 dias para a inauguração!

Boss

PS: Curioso ver que no mapa que vinha hoje publicado no suplemento especial do Jornal de Notícias, sobre a Casa da Música, todos os bares nas proximidades da dita têm fama de serem gay ou gay-friendly.

Publicado por renaseveados em 03:58 PM | Comentários (6)

bispo de roma a falar português?

José Policarpo é apontado pelo Guardian como um forte candidato a Papa, relata hoje o Público. Ando com esta suspeita desde que morreu o anterior papa. Policarpo pode fazer facilmente pontes entre a Europa e a América Latina, é um intelectual, tem um relacionamento facilitado também com África (por via dos países de língua portuguesa) e com a Ásia (por via de Timor e do pézinho na China, Macau). E permite ter um último reduto na Península Ibérica, face à recente preocupação espanhola por leis socialmente mais avançadas, ao contrário de Portugal, que continua beato e cinzento. Para além disso é um moderado, o que pode facilitar a missão do conclave. O facto de fumar é algo que pode prejudicar a possível eleição.

É claro que ter um papa português implica obstáculos à partida para debates como o do aborto e dificuldades acrescidas nas campanhas por direitos humanos. Caso suceda, espera-se em Portugal um efeito de atraso estrutural e civilizacional. Por isso, esperemos que não seja eleito. Não por que não tenha as competências necessárias, mas pela força simbólica que passariam a ter os grupos mais conservadores e as facções católicas dentro dos partidos, num zeitgeist ainda mais beato. Esta ideia de ter um papa português assusta-me mais pelas consequências simbólicas e ideológicas que pode ter para o país. Mas no mesmo artigo, também falam da posibilidade de Claúdio Humme, cardeal brasileiro, ser também um forte candidato. Não é à toa, porque o Brasil tem o maior número de católic@s do mundo. Será que o próximo papa falará português?

João O

Publicado por renaseveados em 12:07 PM | Comentários (14)

Laranja Pôdre parte 1.5

Marques Mendes acabou de ser eleito (à rasca) líder do PSD, o seu adversário era Luís Filipe Menezes, o demagogo de Gaia. A dificuldade que teve em vencer o "Santana Lopes 2.0" só será surpreendente para quem ache que Mendes é mais que um "Santana Lopes 1.5". Mendes diz que bloqueia a revisão constitucional caso o governo queira agendar o referendo do aborto antes do europeu. Esta ameaça, além de terrorismo político, é triplamente imbecil, a saber:

1) Para Marques Mendes é prioritário o referendo ao tratado constitucional europeu, apesar do mesmo só entrar em vigor depois de TODOS os países o aprovarem. Ou seja, é indiferente que Portugal o aprove já ou em Outubro, se outros só o fizerem em Dezembro. E aliás, o referendo deixa de ser sequer necessário caso a França rejeite o tratado, o que obriga a reabrir a discussão do mesmo.

2) As mulheres que se lixem! Para Marques Mendes claro. Elas não importam, que continuem a morrer nos vãos de escada e a serem julgadas por exercerem direitos cívicos garantidos nos outros países europeus. Mendes quer o tratado, mas não quer ser europeu...

3) A ameaça de Mendes é bloquear a revisão constitucional que permite referendar o tratado europeu. Ou seja, Mendes, para ver o referendo europeu antes do ao aborto, ameaça atrasar ambos!!!

E assim se vê que nada mudou nas bandas laranjas, a mesma política vazia, inconsequente, irresponsável, desonesta, demagógica e desumana a que já nos habituaram.

Boss

PS: Aproveito para mostrar duas versões tugas do belo slogan referido pelo João:

Publicado por renaseveados em 03:17 AM | Comentários (9)

abril 10, 2005

Nem mais uma...

...mulher julgada por aborto. Como bem dizem as I'm no Lady, nem Papas nem Juízes, as Mulheres decidirão!

E aproveito uma imagem que roubei, a long time ago, ao Miguel e que ilustra bem o momento:

João O

Publicado por renaseveados em 01:23 AM | Comentários (1)

Quem quer namorar com uma rena?

Estou inconformado com o actual estado civil do nosso Zuninho, vai daí decidi promover o concurso "Quem quer namorar com uma rena?" - a rena zúnica. Procura-se rapaz nos seus twenties, da área da Big Lettuce, que saiba beijar, dizer coisas giras na cama e no café, que dê para exibir à frente d@s coleg@s invejos@s da faculdade, e sobretudo que tenha muito amor e carinho para dar - como o nosso Zun. Em troca leva para casa uma rena desenhadeira, ultra-gira, de seus 1,78m de altura, igualmente full of love and hope. Eu farei o escrutínio dos e-mails, se preenches estes requisitos, e outros que fica mal referir no post, mas que estão implícitos, escreve para renaseveados[at]gmail.com. Obrigado!

Brízida Boss

Publicado por renaseveados em 01:03 AM | Comentários (26)

abril 09, 2005

Bicha

Quando comecei a lidar com a minha sexualidade e a pensar que poderia vir a ser gay, comecei também a controlar-me para ser o mais straight-acting possível. Não faças isto assim, esse gesto foi muito feminino, essa palavra não é muito usada por heterossexuais, não, não, não, reprime, controla, cala. O medo de que alguém olhasse para mim e percebesse que era gay era constante e terrível, um passo em falso e... Era preciso afastar-me a todo o custo do esterótipo da "bicha". Com o tempo fui percebendo que as pessoas não estavam constantemente a analisar cada movimento meu e que quem estivesse mais atento iria perceber de uma forma ou de outra. Ainda assim, não me sentia muito confortável com pessoas que, na minha opinião, eram "bichas".

O meu primeiro namorado era uma dessas pessoas, indiscutivelmente muito bicha. Nunca o tratei mal nem lhe pedi que mudasse o seu comportamento, mas por dentro sentia-me incomodado, não gostava de ser o centro das atenções, mas, pior, não gostava que as pessoas percebessem que era gay por estar com ele. O meu anonimato desaparecia quando estava com ele, a segurança que eu derivava daí deixava de existir. No fundo sabia que ele era mesmo assim e que o problema estava nos outros e não nele, mas naquele momento não conseguia lidar bem com isso, os olhares das outras pessoas acusavam-nos e só queria que não olhassem para mim.

Mais tarde comecei a separar um pouco as águas. Comecei a compreender que havia aspectos distintos que me incomodavam e quais deles me causavam esse incómodo por culpa minha ou de quem os possuía. Percebi que os estereótipos ajudam a classificar rapidamente as pessoas, mas nenhuma pessoa se resume apenas a um estereótipo. Percebi que me podia sentir incomodado com pessoas que falam alto e que não suportam passar despercebidas, mas pessoas assim não são só gays nem só gays efeminados. Percebi que não me podia sentir incomodado por alguém ser mais feminino, que direito tinha eu de dizer a essa pessoa para não se comportar da forma que lhe era natural e com a qual se sentia bem, e, mais importante, que realmente não estava a interferir com as minhas liberdades? Só porque me tinham ensinado que os comportamentos de homens e mulheres eram distintos e deviam ser seguidos à risca? Sorry, don't play that game no more. Só tenho pena de duas coisas: de não ter percebido isto mais cedo e de outras pessoas não o virem a perceber. Se tivesse crescido numa sociedade mais tolerante talvez fosse mais feminino, mas também mais autêntico e feliz.

Zun

Publicado por renaseveados em 08:51 PM | Comentários (27)

As fotos do casório

Image hosted by Photobucket.comImage hosted by Photobucket.com

A RTP mostrou hoje que além de beata é monárquica, dedicando várias horas ao casamento de Carlos e Camila. A foto que vos queria mostrar era a de Peter Tatchell, o famoso activista gay, que segundo a Reuters apareceu no casório com um cartaz onde se lia: «Charles can get married twice. Gays cannot get married once.» [O Carlos pode casar duas vezes. Os gays nem sequer uma.] - mas não a encontro em lado nenhum (BBC, The Guardian, etc). Olhem, à falta de melhor fiquem lá com os herdeiros da coroa.. é o que se pode arranjar.

Actualização: Já há fotos on-line da acção de protesto de Peter Tatchell e outros activistas da Outrage! Podem ser vistas nesta página, onde também se encontram fotos de muitas outras acções do grupo - obrigado pelo link Pedro.

Boss

Publicado por renaseveados em 04:32 PM | Comentários (14)

Don’t ask, don’t tell

Este é o nome da política que vigora no exército norte-americano, que basicamente obriga ao silêncio sobre a sexualidade dos soldados gays e lésbicas. Quem falar é expulso. Por estes dias tem dado que falar o sargento Robert Stout, de 23 anos, que decidiu sair do armário depois de ter sido condecorado com a "Purple Heart", por ter sido ferido na guerra do Iraque. O jovem sargento garante que não vale a pena ficar no exército se isso o obrigar a viver a sua vida amorosa às escondidas. Esta política homófoba custou cerca de 200 milhões de dólares aos EUA só na última década.

Boss

Publicado por renaseveados em 03:07 PM | Comentários (3)

Quando os direitos são mesmo para todos

Arthur J. Finkelstein é um importante estratega político do partido republicano nos EUA. Ao longo dos últimos 25 anos ajudou à eleição de vários políticos conservadores, com as tácticas que já lhes conhecemos, opondo-se sempre aos direitos homossexuais. Este foi o homem que levou a cabo a campanha de Jesse Helms - um político claramente de extrema-direita. Arthur J. Finkelstein, de 59 anos, casou esta semana com o seu companheiro desde há 40 anos.

Boss

Publicado por renaseveados em 02:57 PM | Comentários (5)

Reinas y Casados

Image hosted by Photobucket.com
O elenco de Reinas

O cinema antecipa-se a Zapatero, e Reinas é o primeiro filme a retratar casamentos homossexuais em Espanha - estreado ontem. O título refere-se às sogras, as principais protagonistas da película - diz quem viu. Era bom que com o balanço da realidade, o filme conseguisse ter distribuição comercial em Portugal, mesmo que não seja uma obra-prima. Nada como uma comédia ligeira para "desdramatizar" o tema.

Boss

Publicado por renaseveados em 04:07 AM | Comentários (1)

Feministiskt initiativ!

Image hosted by Photobucket.comIniciativa Feminista é o mais jovem partido político sueco, que descubro via O Quilombo. A Suécia é um dos países mais igualitários do mundo, e isso, claro, conseguiu-o através de muita luta feminista. Luta essa que ainda não terminou. As mulheres ainda rareiam nos lugares de chefia, e continuam a haver diferenças salariais entre os sexos. Razões suficientes para justificar o novo partido, que poderá - I hope - ser o primeiro de uma "vaga partidária feminista" na Europa. Poucos dias depois do seu lançamento as sondagens atribuem-lhe já 7% das intenções de voto, sendo considerado uma ameaça para o actual PM. Entretanto têm também já o seu primeiro escândalo fiscal, que espero não seja entrave para a afirmação de tão interessante projecto. Exporta-lo urxe.

Boss

Publicado por renaseveados em 03:22 AM | Comentários (4)

abril 08, 2005

Obscenidade Carioca

Image hosted by Photobucket.com

A G Magazine de Abril será distribuída no Rio de Janeiro com uma tira negra a tapar parte da capa [via Farpas & Bitaites]. A Oitava Câmara Civil do Tribunal de Justiça considerou a imagem do rapaz de sunga, e a manchete associada, "obscena e pornográfica"! Escusado será dizer que todas as revistas com mulheres em poses e trajes semelhantes foram poupadas à dita "burqa". O Rio não "virou" púdico, continua apenas com algumas homofobias por resolver...

Boss

Publicado por renaseveados em 05:46 AM | Comentários (17)

abril 07, 2005

Sangue, xadrês e boatos

Em Inglaterra o irmão do jogador de futebol Sol Campbell bateu num seu colega de faculdade, até este perder os sentidos. Agora o irmão do jogador enfrenta a possibilidade de ir parar à cadeia. A razão de tudo isto? O colega de escola terá insinuado que Sol Campbell é gay.

Image hosted by Photobucket.com
Sol Campbell com David Beckham

Este é só mais um exemplo de como a homofobia é um problema de toda a sociedade, e não apenas dos homossexuais. Por ser homofóbico, Mark Golstein levou a coça da sua vida, também por ser homofóbico, John Campbell poderá agora ir para a cadeia. E finalmente Sol Campbell, que se calhar é hetero, vê os rumores que o dizem homossexual nas páginas dos jornais, com os prejuízos que isso poderá trazer à sua carreira, dada a homofobia da sociedade em geral, e do mundo do futebol em particular. Não seria tudo mais simples se fosse indiferente a sexualidade do jogador?

Boss

Publicado por renaseveados em 08:05 PM | Comentários (6)

Gay Cowboys em Cannes?

Image hosted by Photobucket.com

Parece incerta a presença em Cannes do último filme de Ang Lee, Brokeback Mountain. O primeiro western gay da história de Hollywood é inspirado no livro homónimo de Annie Proulx. A estreia nos EUA deverá acontecer no final do ano. Aguardamos expectantes pela estreia portuguesa.

Boss

Publicado por renaseveados em 04:17 PM | Comentários (20)

Precisa-se físico...

... ou estudante de Física versado em mecânica quântica, string theory, M-theory, supersymmetry e unified field theory para tirar algumas dúvidas básicas nestas matérias. A alma caridosa que se disponibilizar a esta ajuda pode escrever-me para drocas [at] gmail.com. Thanks in advance!

Drocas

Publicado por renaseveados em 04:12 PM | Comentários (4)

Papa News

Image hosted by Photobucket.com
Homopater - JP2º ressuscitado em formato herói de BD, na Colômbia

Antes demais as minhas desculpas aos leitores que eventualmente procurem o renas para fugir ao tsunami mediático papal, mas não dá mesmo para lhe resistir. Tentemos pois dar uma outra visão das coisas, que não a impingida pelos beatíssimos média que temos.

1) RTP1, a beata. Ainda agora assisti, apenas por um minuto, a mais um "documentário" papal, onde pude ouvir que «Cristo é o único salvador do mundo.» E ainda há quem defenda esta propaganda católica, pura e dura, em horário non-stop no serviço público. A comparação com a CNN ou a SkyNews carece de sentido, estes são canais noticiosos e privados, além de internacionais (a CNN que vemos em Portugal não é a mesma que é vista nos EUA).

2) Não há contraditório. Para disfarçar a total falta de isenção nas notícias papais vários órgãos de comunicação têm procurado entrevistar outros líderes religiosos, que invariavelmente aumentam a ladaínha de elogios. Mas se líderes muçulmanos e judeus têm conseguido umas gotinhas de espaço mediático, o mesmo não se pode dizer de ateus e agnósticos - segundo o Jornal de Notícias respectivamente o 3º e 2º maior "grupo religioso" depois dos cristãos, em Portugal.

3) Homem da Liberdade? Também esta mentira tem sido eficazmente vendida pelos média. Valham-nos entrevistas como esta, para lembrar que este foi o homem que apoiou a ultra-fascista Opus Dei para travar a Teologia da Libertação na América do Sul.

4) O falcon. Jorge Sampaio não esteve mal, esteve ao seu pior nível de sempre. Este é sem dúvida o presidente da república mais triste e patético desde o 25 de Abril. O caso do falcon é não só uma machadada no princípio da separação Estado/igreja, como um gesto de subserviência asquerosa e cobarde a uma instituição que "nada em dinheiro", e que não precisava deste esbanjamento de milhares de contos sacados (de saque) directamente aos bolsos dos contribuintes portugueses, católicos ou não. Policarpo, a sanguessuga, não hesitou em aproveitar, Sampaio é o estereótipo do político rasca.

5) Papa português? Believe it or not, esta foi a motivação de Sampaio ao emprestar o falcon (que é de tod@s, e não seu) a Policarpo. Achava eu que este patriotismo pacóvio de Sampaio estaria curado depois dos resultados da fuga de Durão para Bruxelas, em grande medida incentivada por si. Mas não, o homem continua tão ou mais parvo que nessa altura, e deve achar que ter um papa português seria positivo para o país. Fazia melhor Sampaio se pegasse no falcon e fosse dar um passeio à Polónia, nomeadamente às suas clínicas de aborto clandestino ou à florescente "cena nazi polaca". Quanto ao resto, evite parecer mais tolo que o que já é, senhor presidente. Policarpo fuma, é quanto basta para não ser sequer uma hipótese. Do que nos livramos! Ufff.

Boss

Publicado por renaseveados em 03:42 PM | Comentários (11)

abril 06, 2005

Fuck Fiji

Um turista australiano foi condenado a 2 anos de prisão por ter tido sexo consentido com outro adulto do mesmo sexo, nas Fiji. O seu parceiro sexual, natural daquelas ilhas do Pacífico Sul, foi igualmente condenado. São mais que muitos os paraísos turísticos onde a homossexualidade é ainda ilegal, antes de viajar para estes países convém informar-se muito bem sobre a lei e a forma como é aplicada. Desde países onde a homossexualidade é ilegal, mas não se conhecem aplicações recentes da lei (ex. Cabo Verde), a países onde a lei é efectivamente aplicada, e qualquer acto sexual com alguém do mesmo sexo é de alto risco (ex. Arábia Saudita). Normalmente o sexo gay é mais penalizado que o lésbico, que muitas vezes nem é considerado pela lei. O risco de ter problemas com as autoridades aumenta se for "para o engate com nativos". Há sítios onde além da escova de dentes, também o parceiro sexual deve ser já levado de casa. Países como as Fiji, que vivem do turismo, mais do que cautelas, merecem boicotes.

Actualização: só agora, 29 de Agosto, as pressões diplomáticas australianas deram resultado e Thomas McCosker voltou para casa em liberdade, depois de cerca de 5 meses passados na prisão.

Boss

Publicado por renaseveados em 07:06 PM | Comentários (7)

Desperate Bitchwives

Image hosted by Photobucket.com

As protagonistas de Desperate Housewives, a série que anda a causar furor na América e que a SIC já prometeu passar por cá, são a capa da última Vanity Fair. Mas lembrem-se, elas são actrizes e aqueles sorrisinhos fotogénicos não são necessariamente sentidos, neste caso, não o são mesmo. Reparem na manchete «You wouldn't believe what it took just to get this photo», pois pelos vistos as meninas só não andaram à porrada pelo melhor ângulo na foto, para não estragar a maquilhagem. Mais informações no Farpas & Bitaites, no Towleroad, no Defamer, na TV Squad e na Page SixSixSix.com - é que não se fala de outra coisa. A morte do papa é ancient history by now, e o funeral de Rainier do Mónaco foi agendado para dia 16, a ver se ainda consegue alguma capa de revista...

Boss

Publicado por renaseveados em 06:44 PM | Comentários (4)

Comunista, católico e homossexual

Mistura explosiva ou capacidade de agradar a vários eleitorados? Pelos vistos para Nichi Vendola valeu a segunda hipótese, dada a vitória em Puglia, nas regionais italianas. De assinalar a forma eficaz como conseguiu usar uma série de epítetos que à partida o poderiam prejudicar, em seu favor - vejam o banner.

Boss

Publicado por renaseveados em 02:20 PM | Comentários (18)

Terramoto político em Itália

Os média portugueses não têm dado muita atenção ao assunto, ofuscados que estão pela morte do Papa, querendo ofuscar também algo que terá muito mais importância para o futuro dos italianos a médio prazo do que o nojo papal. Nas eleições regionais italianas que decorreram este domingo e segunda-feira para 13 das 20 regiões italianas, a coligação que está no governo liderada por Berlusconi levou uma razia fenomenal, só conseguindo manter duas dessas regiões em seu poder. Este acto eleitoral esteve para ser cancelado devido à morte de João Paulo II no sábado mas felizmente o bom senso prevaleceu não tendo a democracia ficado hipotecada pela comoção religiosa- laicité oblige. Sendo considerada pelos analistas como um teste à força da Forza face às próximas eleições legislativas de 2006, estes resultados não deixam de ser um poderoso indicador de que Berlusconi está prestes a ser corrido do poder, não podendo esperar milagres ;-). É certo que não é homem de contar com milagres mas sim com o seu poderoso império mediático, que juntamente com a ICAR sediada em solo outrora romano muito tem contribuído para o obscurantismo contemporâneo, mas parece que agora nem um nem outro lhe poderão valer. Eu imagino a sensação de alívio que se vive hoje em Itália.

cervi_

Publicado por renaseveados em 04:58 AM | Comentários (7)

Laicidade?

Enquanto a maioria dos países aceitam, de forma acrítica e pacóvia, ter bandeiras a meia-haste, lutos nacionais e falcons emprestados a cidadãos, pagos por nós, noutros estas coisas são debatidas e questionadas. É o caso da França de que nos dá conta o Libé. Aparentemente Dominique Villepin, ministro do Interior deu ordem de bandeira a meia haste e solicita a comparência d@s presidentes de câmara nas missas. Para além disso, foi decretado um luto nacional de 2 dias e o governo e o presidente da república assisitiram a uma missa por alma de Wojtyla. A própria campanha para o referendo da constituição europeia será parada por um dia. 2005, 100 anos depois da primeira lei da laicidade. E um ano depois do intenso debate que culminou na proibição de símbolos religiosos ostensivos nas escolas.

Felizmente o repúdio republicano não se fez esperar. Apelos quer do Partido Socialista, quer dos Verdes, quer dos Sindicatos recusam esta opção do governo francês, alegando precisamente que se se trata de um líder religioso, estas atenções sugerem uma cedência da França a uma religião em particular, o que atenta contra o princípio da liberdade religiosa. Se se trata de um chefe de Estado, a cedência viola mais uma vez o princípio da lacidade, dado que esse estado em particular, confunde-se com a Igreja. Para além disso, a obrigação dos presidentes de câmara assisitirem a missas, é tido como uma cedência nesses princípios considerados basilares para a República francesa e consagrados na lei. O debate continua, apesar das tentativas de justificação da parte do governo, a considerarem o debate como rídiculo.

Cá o temor beato é tanto que a questão nem se levanta. Como não se levantou na Concordata, em claro detrimento de outras religiões e claro do Estado. E o PS minado por católicos progressistas chorosos não diz nada e até sorri, quando o presidente põe o Falcon à disposição. Tivemos os canais todos cheios de missas, os jornais com frases do tipo "Já chegou ao céu" e faltaram as vozes contra esta onda, que os media criaram, de benesses e privilégios à santa madre igreja. Até tivemos direito ao obscurantismo de ouvir que a soma da data de nascimento ou de morte do papa dava 13, logo Fátima!

João O

Publicado por renaseveados em 12:42 AM | Comentários (16)

abril 05, 2005

O que é a Realidade?

Somos bombardeados constantemente com uma quantidade gigantesca de informação. Os nossos sentidos captam parte dessa informação e enviam-na para processamento. A cada passo do processamento, parte da informação é eliminada. Aquela que chega à consciência é a que melhor nos serve, a mais adaptada às nossas crenças, aquela que passou os nossos juízos de valor. O cérebro e o sistema cognitivo processam 400 biliões de bits de informação por segundo e nós temos consciência apenas de 2 000 bits. Esta pequena parte de informação trazida à consciência refere-se ao ambiente, ao nosso corpo e ao tempo. Nós não integramos a maior parte da realidade.

O nossos olhos vêem muito mais que aquilo que é projectado na consciência.


André Marques © supermercado 2005

Então, o que é a realidade? What the fuck do we know?

Devido ao funcionamento do nosso cérebro e sistema cognitivo, só vemos aquilo que acreditamos ser possível. Temos padrões registados no sistema cognitivo que são formados durante o desenvolvimento através da aprendizagem. Por isso, a única informação processada é aquela que se adapta a esses padrões. A restante realidade, não chega à nossa consciência.

História interessante (e polémica):

Quando os navios de Colombo chegaram às Américas, os nativos não conseguiam vê-los. Não conheciam nada que se assemelhasse a um navio, ou seja, não havia padrões cognitivos construidos por aprendizagem. A informação visual entrava no sistema, mas não se adaptava aos padrões existentes, por isso, era eliminada. Não chegava à consciência. Os navios não eram observados conscientemente, embora existissem no horizonte.

O shaman não vê os navios, mas percepciona as alterações na água. Questiona-se sobre a causa daquele efeito. Após algum tempo de observação, ele consegue percepcionar também os navios. Foram criadas representações mentais que possibilitam o processamento dessa informação. Quando vê os navios, conta à restante tribo que existem "navios" e descreve-os. Porque os nativos confiavam e acreditavam nele, conseguiram percepcionar a armada de Colombo.

Drocas

Publicado por renaseveados em 08:48 PM | Comentários (25)

Cristiano Ronaldo na GQ Portugal

Image hosted by Photobucket.com

O André já tinha recomendado a revista. Desta vez até eu o acho giro. Claro que o facto de ser das poucas capas no quiosque sem o cadáver papal possa estar a influenciar-me o gosto... Mais fotos aqui.

Boss

Publicado por renaseveados em 03:35 PM | Comentários (24)

Valha-nos o capital!

«Um dos países mais católicos da Europa, a República da Irlanda, surpreendeu ao anunciar que não vai decretar nenhum dia de luto nacional, por ser prejudicial à economia do país. »

Cuba decretou 3 dias de luto, tal como Portugal. Talvez um dia percebamos que o "milagre económico irlandês" não foi conseguido à custa do esbanjamento de recursos públicos com viagens de luxo pagas a cardeais...

Boss

Publicado por renaseveados em 02:01 PM | Comentários (6)

Eu vou passear de Falcon e és tu que pagas!

Image hosted by Photobucket.com
Pormenor de um cartoon de Bandeira

Hehehe, obrigado Sampaio! Voar de Falcon é o máximo, garantiu-me o Mogais Sagmento, e nem sai assim tão caro aos contribuintes portugueses, mais milhar de conto, menos milhar.. hehehe. Felizmente que nunca paguei impostos, senão sentia-me roubado com isto hehehe, estava a brincar, a "importância do momento" justifica tudo hehehe. Vou andar de Falcon weeeeeeee! E não pago nada! Weeeee! :)

Zézinho Falconicarpo

Publicado por renaseveados em 05:14 AM | Comentários (6)

Moralidade de Falcon

José Policarpo, apontado pela imprensa tuga (e apenas por esta) como "papável" (é que nem de olhos vendados), vem mais uma vez dizer (aproveitando o mediatismo que o momento lhe proporciona) que o «aborto será imoral mesmo com referendo».

Há uns meses atrás, quando um ministro do anterior governo fez umas mini-férias em São Tomé e Príncipe, a imprensa tuga fez, e bem, uma escandaleira. Gastar rios de dinheiro para que um governante vá três dias para um paraíso tropical, usando um Falcon da Força Aérea com a desculpa da assinatura de um contrato... enfim!

Mas desta vez o caso é muitíssimo mais grave, pois não tem a desculpa do contrato, nem sequer a de transportar um governante, e a imprensa muda e queda está, como se fosse normal:

«Por sua vez, o cardeal-patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, voa terça-feira de manhã para Roma num "Falcon" cedido pelo Estado português, revelou hoje à Agência Lusa fonte do Patriarcado.

O avião foi "posto à disposição" de D. José Policarpo pelo Presidente da Republica, atendendo à "importância do momento", disse o porta-voz do gabinete do Patriarca.»

Separação Estado/igreja, cadê? Não esbanjamento de fundos públicos, cadê? Vergonha na cara, cadê? Um pingo de moralidade, cadê? "Não roubarás", cadê? É o vale-tudo só porque morreu o papa? O pilhar-quanto-se-pode?

E o Partido Socialista? Que tão veementemente criticou Morais Sarmento, que diz disto? Haja vergonha!

Boss

Publicado por renaseveados em 05:07 AM | Comentários (13)

abril 04, 2005

Gaystatistics

Na Holanda a taxa de divórcios entre casais homossexuais é semelhante à dos casais heterossexuais: 1%. As lésbicas divorciam-se ligeiramente mais que os gays, o que também acontece na Escandinávia - lá se vai mais um mito.

Nos EUA a percentagem de homossexuais que lê blogs é superior à dos hetoros: 27% contra 18%. Também viajam mais, 31% contra 19%. Mais estatísticas aqui.

Boss

PS: Será que o nosso INE já incluiu alguma vez nas suas pesquisas o critério "orientação sexual"? E a Marktest?

Publicado por renaseveados em 11:19 PM | Comentários (2)

Blogaiquedada

vigo_quedada.jpg

Este fim-de-semana tive o imenso privilégio de ter sido convidado pela Direcção Xeral do Turismo Galego para uma festa/convívio/bacanal, que decorreu na Casa da Cultura Anglo-Sueca de Vigo, e que contou ainda com a presença do Cônsul alemão e do libanês. Além, claro, de Tintin. Culinária galega e cinema vaticânico garantiram um excelente serão. A tod@s, o meu muito obrigado :)

Boss

Publicado por renaseveados em 03:47 AM | Comentários (8)

Quem é que os media andam a chorar?

Car@ leitor@, se lhe apresentassem uma pessoa com as seguintes características, que pensaria dele? Este indíviduo tem:

a) um pavor anti-esquerda, notório na condenação da teologia da libertação preocupada com os trabalhadores, com a exploração capitalista e com um discurso emancipatório, que este papa tanto detestava;

b) um discurso anti-feminista, assente na exaltação das virtudes "femininas" da subjugação e do cuidado, em vez de permitir e impulsionar a igualdade de direitos;

c) um discurso anti-escolha radical, assente na preponderância de células sobre vidas já existentes e na ilicitude moral do uso dos contraceptivos;

d) um discurso anti-preservativo em tempos de sida, e dirigido aos países em vias de desenvolvimento, alguns deles com 1/3 da população infectada;

e) um discurso anti-gay, homofóbico, assente na negação da cidadania plena @ homossexuais;

f) medo da modernidade e das culturas onde a liberdade sexual e reprodutiva é respeitada;

g) ardor no combate aos direitos reprodutivos e sexuais. em que o vaticano chega a comprometer a aceitação de protocolos da ONU, tão importantes como a declaração de Pequim;

h) procedeu a beatificações e a canonizações excessivas e com objectivos políticos claros. Exemplos: Jose Escrivá (Opus Dei); Pastorinhos, Beata Gianna Beretta (luta contra o aborto)

i) o combate total ao divórcio

j) a preocupação em impedir o acesso das mulheres ao sacerdócio

k) a lata de apelar a que as mulheres bósnias violadas e grávidas dos invasores, não abortassem

Esta pessoa, é claro está, João Paulo II. De repente e pensando nele, encontro estas características. Encontram mais aqui e aqui (posts que subscrevo e apoio inteiramente). Se juntarmos a isto tudo, o facto de ser um dos únicos monarcas absolutos e teocráticos da Europa, quem é que os media, afinal, andam a chorar? E será que a morte é como a lixívia, que tudo branqueia?

João O

P.S.: Para quem for mais susceptível, devo esclarecer que todos estes pontos são explicitados de forma muito mais crua em textos da autoria do visado e da cúria a que ele presidiu.

Publicado por renaseveados em 02:12 AM | Comentários (19)

A anedota da pornografia necrófila papal

Image hosted by Photobucket.com

Este fim de semana quase consegui escapar ao tsunami informativo propagandístico da morte papal. Quase. Que isto de tsunamis, não trazem nada de bom e não há quem não se molhe, mesmo estando longe de TV's ou internet's. Morreu, não morreu, a luz do quarto está apagada, acendeu, afinal está vivo, paragem cardíaca, resiste, falece, está cadavérico e em exibição pública. Pelo meio ouvem-se algumas das mais delirantes frases desde o chuto p'ra canto dado a Santana Lopes: «Jesus já lhe abriu as portas» - ou "está quase, está quase" em linguagem vaticânica; «Saber morrer é uma arte, e o papa mostrou que sabe morrer» - frase de Vítor Melícias, estava o papa, afinal, ainda vivo; «Neste momento curvo-me ao silêncio da oração» - assim começava uma longa entrevista ao bispo do Porto, com o papa vivo, mas como se estivesse já morto; «este é o dia mais triste para a vida de qualquer católico» - ou como afinal os católicos são uma ínfima minoria de acordo com um jornalista da SIC.

Perante todo este exagero, esta obsessão necrófila dos média, ninguém fica indiferente, e a maior parte das pessoas perde a pachorra. Comentários ouvidos da boca de católicos durante o fim de semana: «Que seca, não passaram mais nada à tarde [na TV], queria ver um filme, e é só isto.. que tédio!»; «Eu disse que eles já tinham dito de manhã que ele morreu, mas devem ter desmentido, como agora [gargalhadas]»; «Vão mandar o coração para a Polónia!? Mas está tudo louco, e a pila vai para onde? Haja pachorra!»; e mais três anedotas papais.

Apesar de ofensivo para ateus, agnósticos e não-católicos em geral, todo este tsunami "informativo" non-stop papal tem as suas virtudes. 1) O rídiculo. A isto se resume a imagem da ICAR depois da maratona propagandística do fim-de-semana. As bizarrias ritualísticas, as gaffes morto/vivo, a exibição pornográfica do cadáver. 2) O descrédito dos média. Não merecem o crédito que têm, e este fim-de-semana perderam parte dele. A lágrima junto ao logotipo do 24horas é apenas uma gota no mar de informação lamechas, completamente propagandística, reles, vaticanicamente lambe-botas, enfim, tudo o que o jornalismo não devia ser. 3) O anedotário. Das três anedotas papais que ouvi, conhecia apenas uma. Tal tem sido a enchurrada noticiosa, que a morte de JP2º parece ter acontecido há meses já, e ninguém se inibe a criar anedotas novas em torno da figura. É só para desanuviar.

Boss

PS: Se algum/a católic@ quiser comentar em tom ofendido este post, pense antes porque está a ler um blog reconhecidamente gay e ateísta numa hora em que, e estou a citar variadíssimos membros da ICAR, o papa tanto precisa que rezem por ele. Chamam-lhe "santidade", mas o acesso directo ao paraíso parece longe de estar garantido, ide rezar ide!

Publicado por renaseveados em 01:29 AM | Comentários (22)

Hórus Gay

E finalmente começam a chegar boas notícias de Viseu. Segundo o Jornal de Notícias de ontem, está a ser criada na cidade uma nova associação de defesa dos direitos LGBT, dá pelo nome de Hórus Gay, como um dos deuses homossexuais do antigo Egipto, e para já tem como meio de contacto o Apartado 3001, 3510-006 Viseu. Bom trabalho!

Boss

Publicado por renaseveados em 12:36 AM | Comentários (4)

abril 02, 2005

Viseu não pode cair no esquecimento

É bom que acontecimentos como os de Viseu não sejam ignorados pelos média mas lhes seja dado a devida cobertura jornalística. Mas melhor ainda é que, dado a gravidade dos mesmos, não sejam ignorados pelos responsáveis políticos caindo no esquecimento de um fait-divers jornalístico sem quaisquer consequências a esse nível. Nesse sentido é de louvar a iniciativa da deputada do BE, Helena Pinto, de apresentar um requerimento ao Ministro da Administração Interna no sentido de serem apresentados esclarecimentos à Assembleia da República sobre os acontecimentos de Viseu, assim como sobre a inacção das forças policiais denunciada pelas vítimas das agressões.

É por um trabalho parlamentar assim que eu votei no BE, pelo que o partido está de parabéns na pessoa de Helena Pinto. No seguimento desta iniciativa já outras forças políticas anunciaram medidas idênticas: o PCP já apresentou um requerimento na AR no mesmo sentido e o PS de acordo com José Junqueiro, líder dos socialistas de Viseu, deverá questionar António Costa sobre a matéria. Quanto ao PSD, de acordo com a mesma notícia, o assunto terá sido abordado numa reunião mas desconhece-se para já qualquer iniciativa, a que não será alheio o facto do Presidente da Câmara Municipal de Viseu, o autarca Fernando Ruas, ser eleito pelo PSD, tendo tido uma atitude conivente com as milícias. Já o PP não prevê qualquer acção relativamente ao assunto, nem seria de esperar que tal acontecesse, não só devido à homofobia doutrinária do partido, como pela associação do mesmo a acções perpetradas por milícias populares.

veado_

Publicado por renaseveados em 09:02 PM | Comentários (2)

Happy birthday to Gmail

O Gmail faz hoje um ano de vida. Parece que a política seguida dos convites foi bem conseguida e não deve haver hoje nenhum cibernauta que não tenha pelo menos uma conta G. Para celebrar este 1º aniversário resolveu duplicar a capacidade de armazenamento das contas de Gmail para 2GB, contando não se ficar por aqui, nem pelo limite do infinito... Entre outras novidades há também a possibilidade de formatação de texto dos mails em rich text format que inclui a coloração com 'over 60 colors of the rainbow'. Como eles próprios dizem 'Discover a land of more than just black and white'. Provavelmente muitas destas funcionalidades nunca serão usadas pela maioria dos seus utilizadores, mas que fazem sorrir fazem. ;-)

veado_

Publicado por renaseveados em 03:29 AM | Comentários (7)

Vida e o Papa

Neste episódio rocambolesco da cobertura jornalística da "morte" do papa (entre aspas, porque oficialmente ainda não está morto), em que se afirmou com avanços e recuos a morte e quase-morte do senhor, há algo que me escapa inteiramente. Até peço a alguém que solícitamente saia do seu recolhimento espiritual e me explique isto, porque honestamente não consigo perceber. Como é que abdicam de tudo que é humanamente possível fazer para salvar a vida do papa, apenas porque ele exprimiu essa vontade? A vontade divina não determinaria que ele estivesse a ser assistido com tudo o que a medicina oferece, em contexto hospitalar? Ao que parece, nem lhe podem fazer electrocardiogramas, porque o aposento papal não dispõe desses equipamentos. Não faz parte da ideologia pró-vida (onde este papa tanto se notabilizou) que a vida não depende da decisão pessoal do principal interessado, mas sim de Deus, e que tudo deve ser feito para preservar esta vida desde a concepção até que Deus decida a hora da morte?

Afinal onde estão os defensores da vida a exigir que o papa seja ligado a maquinarias hospitalares que lhe permitam manter essa vida, ainda que artificialmente, mesmo contra a sua vontade, contra o seu livre-arbítrio? Ou temos duplicidade de critérios e privilégio papal, escapando este à ideologia que tanto pregou? I wonder...

João O

Publicado por renaseveados em 01:17 AM | Comentários (19)

Ufa, tava a custar!

Finalmente tornou-se credível! :)

De facto podíamos ter sido mais originais, mas eram 6 da manhã, e repetir a peta do ano passado foi a única coisa que nos ocorreu. Como isto já está a virar cambalacho, e vou estar off durante o week-end, melhor parar por aqui. Não há divórcio nenhum, nesta casa só casamentos, nem que tenha que amarrar o Pagan e apontar-lhe uma arma à cabeça *riso maquiavélico de best-man must be*

FELIZ APRIL'S FOOL FOR EVERYONE! :)

Boss

PS: Para manter o espírito, o desmentido vai com data do dia seguinte.. apesar de ter sido feito hoje, enfim.. é mentira!

Publicado por renaseveados em 12:00 AM | Comentários (5)

abril 01, 2005

Divórcio rénico

Eu sei que isto soa a déjà vu, mas desta vez é a sério. Verificadas algumas posições internas inconciliáveis, nomeadamente em matérias casamenteiras, decidimos separarmo-nos e seguirmos carreiras bloguísticas a solo. Logo logo daremos os endereços correspondentes, mas o R'n'V quina aqui, num dia 1 de Abril, para parecer mentira.

Boss

Publicado por renaseveados em 06:31 AM | Comentários (29)

A importância do casamento

Ao longo da História da humanidade sempre existiram cerimónias de reconhecimento público de uniões amorosas. Estas cerimónias em muitos momentos ganharam uma importância superior à das uniões que visavam celebrar, sobretudo pelo que implicavam (dotes etc) - e assim tornou-se comum existir união para haver a celebração, e não haver celebração por haver união - as it should.

Na nossa sociedade o casamento foi-se democratizando, going back to is rooths, e as pessoas já não casam por a isso serem obrigadas, mas por escolherem fazê-lo. Casam porque se amam, e querem ver o seu amor reconhecido por tod@s, pela mão do Estado. Ao fazê-lo assumem ainda um compromisso perante tod@s, como prova de confiança mútua - there's always divorce, of course.

É essa a beleza do casamento, o reconhecimento público do amor. Em Portugal, exclusivamente do amor hetero.

Boss

Publicado por renaseveados em 06:18 AM | Comentários (9)

First things first

Em Portugal gays e lésbicas não podem casar, não com pessoas do mesmo sexo. Esta é a principal discriminação legal que temos. Há ainda a idade de consentimento para actos sexuais com pessoas do mesmo sexo, diferente da existente para actos sexuais com pessoas de sexo diferente. Ambas as leis são anti-constitucionais, já que a constituição determina que ninguém deve ser discriminado pela sua orientação sexual. É isto que temos no plano legal.

Parece-me bastante óbvio que a luta pelo casamento deva portanto ser considerada de máxima prioridade por tod@s quantos queiram lutar contra a homofobia. Ainda neste plano há quem defenda a criação de uma nova lei, anti-homofobia.

Esta lei é necessária e tem um simbolismo muito importante, existe um problema de homofobia, que urge combater e tal passa a ter reconhecimento legal. Mas ao avançar primeiro com esta lei, e não com o casamento, estaremos a criar o contra-senso legal de considerar @s homossexuais merecedores de protecção especial, mas não merecedores de direitos iguais. Reconhece-se a homofobia, mas não se reconhecem @s homossexuais.

Como resolver isto? A lei anti-homofobia deve chamar-se lei anti-discriminação com base na orientação sexual. E o casamento deve avançar ontem! Em Espanha as pessoas perceberam bem isto, e por isso têm agora o casamento. É importante que haja a honestidade de dizer que se exige o casamento para se lhe poder fazer oposição depois de alcançado, e não fazer o contrário, ou seja, dizer que se é a favor, quando na verdade se é contra, e fazendo oposição antes do direito existir. É que ninguém (homossexual) pode escolher não casar actualmente, simplesmente somos tod@s obrigad@s a isso.

Boss

Publicado por renaseveados em 05:33 AM | Comentários (0)

Parece mentira...

Barroso

Mas não é. A Associação de Imprensa Estrangeira em Portugal elegeu Fujão Barroso como a personalidade portuguesa que mais contribuiu em 2004 para a projecção de Portugal no exterior. Só se foi negativamente tendo em conta a imagem criada com o caso Buttiglione, mas tratando-se de uma entidade que de certo modo representa a forma como somos vistos por um olhar estrangeiro só apetece dizer que este prémio ou se trata de um acto de diplomacia para com o país onde trabalham ou a imprensa estrangeira em Portugal padece do mesmo provincianismo que leva muitos portugueses a delirar com a simples projecção internacional de um português, não importa porquê. Quando a atribuição é reincidente (a mesma Associação já atribuíra o galardão a Barroso em 1993 pelo empenho pessoal que teve na assinatura do Acordo de Bicesse), facto que é lembrado nas notícias do acontecimento, devem ter uma predilecção por distinguir actos falhados...

veado_

Publicado por renaseveados em 04:40 AM | Comentários (2)

Temos April's fool?

Ou o humor negro está em alta na cidade do Vaticano, ou é mesmo verdade que o papa João Paulo 2º recebeu a extrema-unção. Aguardemos.

Boss

Publicado por renaseveados em 03:07 AM | Comentários (6)

É já amanhã!

Um parabéns antecipado e divirtam-se! ;)

Boss

Publicado por renaseveados em 02:59 AM | Comentários (0)
Contador