25 de outubro, 2004

SIS à espreita com o olho do cu

Para contentamento de muita gentalha, andam por aí os SISters a fazer olho gordo despropositado e sem sentido... sentido? Saberão o que significa putanheiros de merda?

Gente que governa e outros a mando são governados sem se interrogarem. Dá-lhes prazer uma certa ordem... experimentem uma com pau de vassoura, mas longe, longe!

O SIS e os seus SISters. Santana e comadres, tricot de sala bafienta. Não olho para trás! Olho para a frente e vejo o vómito.

No dia 19 de Outubro do corrente ano da graça do Santana e Portas, por obra do Sampaio, Possidónio Cachapa escreveu isto:

*******************

O REGRESSO DA PIDE

Estou a avisar há uma série de tempo que este início de século, em Portugal, será uma época de barbárie onde os valores mais retrógrados e confundidos irão causar dano...
Eis a prova:

Telefonam-me do "CRIME", para me interrogarem a propósito de um relatório que o SIS (Sistema de Informações e Segurança) lhes teria fornecido (vendido?) em que uma das minhas obras era referida. Aparentemente, sou citado, ao lado de Thomas Mann e de André Gide, como um dos escritores que escreveram livros que "apresentam a pedofilia a uma luz favorável". O livro em questão é A Materna Doçura. O meu primeiro romance entra assim para o Index 5 anos após a sua publicação (o que só abona a favor da penetração da Oficina do Livro entre os meios... por assim dizer, policiais...).
E aqui estou eu, que nunca lidei de perto com a PIDE e não percebo nada de estar fichado por ter escrito um livro obviamente não lido, chocado...
Ainda mais com pasquins a farejar sangue (ainda que inexistente...), sempre atentos na produção de lama.
Quem nos protege disto?

O Sântano é ainda mais triste do que eu pensava...

ps: se não fosse desolador ver que o dinheiro dos nossos impostos vai para os ordenados de pessoas que perdem tempo a ver em livros "matérias proibidas", em vez de andarem atrás dos gangs de criminosos que matam e lesam economicamente o país, seria risível. Assim, nem por isso.

*******************

Escrito por jm às 23h40...




Comentários

Pois, nem risível chega a ser.

Escrito aqui por Anjo élico em 25 de outubro, 2004 às 23h50

ultimamente (sem coincidências, desde que psl chegou a pm), há muitos - demasiados - momentos em que o único som que consigo produzir é ARGGGGGGGH!

Escrito aqui por margarete em 26 de outubro, 2004 às 00h06

acabei de ficar descolhoado. isto é inacreditável. só pode ser piada.

Escrito aqui por Juraan Vink em 26 de outubro, 2004 às 00h13

Caramba! Isto começa a ficar demasiado assustador... E com o susto vão-se as palavras, o que só piora tudo, porque sem palavras não há indignação e era preciso que houvesse e que fosse bem visível por toda a parte.

Escrito aqui por Sara Figueiredo Costa em 26 de outubro, 2004 às 12h11