31 de julho, 2002

no Porto

a semana passada estive no Porto. uma cidade suja como todas as cidades antigas de Portugal. uma cidade que é bonita como todas as cidades antigas de Portugal. o que me chateia é o cerco duma multidão de gente na baixa portuense pronta a roubar o que é dos outros, para o vício da droga que se lhes entranhou no corpo e na mente.

se fosse umbiguista o melhor que eu faria era ir falar com eles e dar-lhes palmadinhas nas costas e dizer-lhes que se continuam assim a próxima vida vai ser uma merda com os karmas que arranjam. mas não sou e considero que o problema social da droga no Porto é tão visível que obrigará o poder a tomar medidas necessárias e urgentes. considero mesmo que o problema deva ser atacado duma forma semelhante às acções tomadas em Lisboa pelo anterior elenco camarário.

a existência de bairros com tantos problemas sociais no centro da cidade, e a má relação dos moradores pacatos com os visitantes dealers e consumidores, exige da cidade uma recuperação social pensada, mas urgente, da baixa e bairros circundantes.

Escrito por jm às 13h32...




Comentários