19 de setembro, 2002

um pouco de silêncio

um pouco de silêncio
silêncio

ouvem-se bater de asas
um pássaro pressente
passos
e voa

silêncio

gritam na sala
silêncio

chilreia
por entre folhas
a descendência
do pássaro

a lua
é um todo num vasto nada
em silêncio

dançam felizes na sala

Escrito por jm às 00h37...




Comentários