14 de outubro, 2002

um só suspiro. um só olá. fomos belos e fáceis de encantar. amaram-nos, pensavamos. um só abraço e a vida ali ficava prostrada para sempre. uma eternidade prometida. um só adeus e um só sorriso eram promessas de amor. hoje, o vazio da dor e da loucura. um só sentido de esperança.

Escrito por jm às 01h03...




Comentários