12 de julho, 2003

Sai um expresso!

Foi o que disseram no café! Pensei, "será realmente um expresso? Um expresso passível de consumo e deleite?" Era!

Mas, na mesa do lado, descansava a primeira página do Expresso, o jornal semanal. Espreitei... e ao espreitar lembrei-me que não espreitava o Expresso há muito tempo. Espreitei e foi imediato o meu arrependimento: a «ainda mulher do presidente do FC Porto, abre a alma» na primeira página do Expresso! Parabéns!

Pedi emprestado o caderno do Expresso e folheei-o e agora pergunto aos entendidos: o José António Saraiva quer escrever sobre o dinheiro que Portugal não sabe usar ou perde ou gasta para comprar inutilidades.. enfim, quer escrever sobre o desenvolvimento do país e o nível de competição que não atingimos com os subsídios comunitários... mas porque raio utiliza um tal de Zé Maria do Big Brother como exemplo?? Expliquem-me, sff.

Escrito por jm às 19h36...




Comentários