17 de julho, 2003

estes dias

Estou em recuperação. Ainda não liguei o rádio e, por isso, sinto como que uma distância alegre dos momentos de todos. Das coisas que aconteceram, entre terça e ontem... :

  • postal dos CTT para levantar encomentda e pagar direitos e taxas, os filhos da puta da alfândega a cobrar-me por dois DVD dos Sigur Ros

  • livro chegado em mão amigas, vindo do Porto e enviado por mãos de grande simpatia! (Obrigado, Cristina!!!)

  • os meninos e as meninas parlamentares vão de férias de Verão, dois meses - e depois querem que não os consideremos putos

  • descobri que algumas pessoas responsáveis de uma empresa-patroa multinacional que fazem de elo a empresa-empregada, têm a postura do portuguesinho: quando as coisas estão excelentes calamos, quando as coisas correm um pouco mal chicoteamos... e se, de repente, quando abrem os ohlos outra vez, as coisas se corrigem para parâmetros de excelência, numa inflexão que custa apenas uma directa a uma pessoa, a resposta é: parabéns pelo esforço... o mais grave é que existem pessoas nesta multinacional que não são assim.. mas que deixam estes marmanjos e marmanjas andar com o rei na barriga... se calhar são quase iguais.

    Escrito por jm às 12h33...




  • Comentários