junho 28, 2004

Ao sexto ano de casamento...

A mãe, mesmo antes do casamento da sua querida filhinha virgem coitadinha, deu-lhe o seguinte conselho:

- Querida filhinha, tu agora vais fazer certas coisas que nunca fizeste.
Vais fazer amor.
Vais ser uma mulher! MAS... quando estiveres no acto intimo com o teu
marido, se alguma vez ele te perguntar, queres experimentar no outro lado?" dizes NÃO! Nunca experimentes no outro lado... pois é pecado!

- Sim mamã - respondeu a filhinha, atenta e decidida a seguir o ensino da
mãezinha.

A filhinha casou-se... os aninhos passaram... 2... 3... 4... 5...até que
no sexto aniversário do casamento da filhinha, o marido perguntou-lhe:

- Querida, tenho um desejo... apetecia-me algo diferente: não queres
experimentar no outro lado? E a filhinha, ainda com a mãezinha (que Deus a tenha) e todos os seus juizos no coração, respondeu, com firmeza:
- NÃO! NÃO! NÃO! E NÃO! Nem penses!

E o gajo, coitadinho, disse:
- Mas querida... não queres ter filhos?

  go_up.gif  Voltar ao topo

Publicado por ferreirasantos em 10:04 PM | Comentários (0)

junho 16, 2004

Grande verdade.....

Parece exagero, mas....na maior parte das casas e dos casos, é mesmo
assim!

A Mãe e o Pai estavam a ver televisão, quando a Mãe disse: "Estou cansada
e está a fazer-se tarde. Vou deitar-me".

Foi à cozinha fazer umas sanduíches para os almoços do dia seguinte na
escola, passou por água as taças das pipocas, tirou carne do congelador
para o jantar do dia seguinte, confirmou se as caixas dos cereais não
estavam vazias, encheu o açucareiro, pôs tigelas e talheres na mesa e
preparou a cafeteira do café para estar pronta a ligar no dia seguinte.

Pôs ainda umas roupas na máquina de lavar, passou uma camisa a ferro e
pregou um botão que estava a cair.

Guardou umas peças do jogo que ficaram em cima da mesa, e pôs a agenda do
telefone no sítio dela.

Regou as plantas, despejou o lixo, e pendurou uma toalha para secar.

Bocejou, espreguiçou-se, e foi para o quarto. Parou ainda na secretária e
escreveu uma nota para o professor, pôs num envelope o dinheiro para uma
visita de estudo, e apanhou um caderno que estava caído debaixo da cadeira.

Assinou um cartão de parabéns para uma amiga, selou o envelope, e fez uma
pequena lista para a mercearia.

Colocou ambos perto da carteira.

Nessa altura o Pai disse lá da sala: "Pensei que tinhas ido deitar-te"

"Vou a caminho"- respondeu ela.

Pôs água na tigela do cão, e chamou o gato para dentro de casa.

Certificou-se que as portas estavam fechadas. Espreitou para o quarto de
cada um dos filhos, apagou a luz de um candeeiro, pendurou uma camisa,
atirou umas meias para o cesto da roupa suja, e conversou um bocadinho com
o mais velho que ainda estava a estudar.

Já no quarto, acertou o despertador, preparou a roupa para o dia seguinte
e arrumou os sapatos.

Depois lavou a cara, pôs creme, lavou os dentes e acertou uma unha
partida.

Por essa altura, o Pai apagou a televisão e disse:

"Vou deitar-me" E foi... sem mais nada...

Notam aqui alguma coisa de extraordinário?......... Ainda perguntam porque
é que as mulheres vivem mais...?

PORQUE SÃO MAIS FORTES........... FEITAS PARA RESISTIR.........

Enviem isto às mulheres fantásticas que conhecem. Elas vão adorar.

E para os homens também, pode ser que eles percebam alguma coisa...

  go_up.gif  Voltar ao topo

Publicado por ferreirasantos em 10:21 PM | Comentários (0)

Respeitinho é muito bonito....

Um casal foi entrevistado num programa de televisão, porque estavam
casados há 50 anos e nunca tinham discutido.
O repórter curioso pergunta à mulher:

- Mas vocês nunca discutiram mesmo?
- Não - responde a mulher.
- Como é possível isso acontecer?
- Bem, quando casámos o meu marido tinha uma égua de estimação. Era a
criatura que ele mais amava na vida. No dia do nosso casamento, fomos de
lua-de-mel na nossa carroça puxada pela égua. Andámos alguns metros e a
égua coitada, tropeçou. O meu marido olhou bem para a égua e disse:
- Um.
Mais alguns metros e a égua tropeçou novamente. O meu marido olhou
para a égua e disse:
- Dois.
Na terceira vez que ela tropeçou, ele sacou da espingarda e deu uns
cinco tiros na bichinha. Eu fiquei apavorada e perguntei:
- Seu ignorante desalmado, porque é que tu fizeste uma coisa dessas,
homem?
O meu marido olhou para mim e disse:
- Um.
Depois disso nunca mais discutimos.

  go_up.gif  Voltar ao topo

Publicado por ferreirasantos em 10:18 PM | Comentários (0)