dezembro 31, 2009

Boas Festas

Votos de boas Festas e uma excelente entrada em 2010!

abraço a todos

Publicado por D_Quixote em 03:51 PM | Comentários (1)

dezembro 05, 2009

Odeio-te

A tristeza invade o meu espírito de forma tão pura,
Que faz da minha alma uma lanterna da dor,
Tão brilhante que ela é, tão ofendida que ela se sente,
O meu todo, eu!
Esse todo que te odeia por seres feia,
Que te odeia por não rires,
Que te odeia por não saberes amar,
Que te odeia por não saberes sorrir,
Que te odeia só porque te odeia,
E que faz de ti a lua que desejo matar.
Mas matar lentamente, fazer-te sofrer, de forma calma e pacífica.
Talvez matar-te com beijos venenosos,
Sim! Quero encher os meus lábios de veneno e beijar-te.
Por todos os ódios que tenho de ti, e que são tantos que não consigo mencionar,
E é este ódio que me faz dizer todas estas mentiras sobre ti, e sobre o que por ti sinto.
Mas sim! Odeio-te.

de João Galvão

"o grito" by Helena M. P. de Sousa
copyright of the photographer

(antes de mais, as minhas sinceras desculpas pela ausencia prolongada, esperemos que agora sim, consiga manter o poetry mais activo! Quanto a este poema, "noir" e profundo, tal e qual como eu gosto...)

Publicado por D_Quixote em 12:28 PM | Comentários (7)