maio 22, 2007

Livros e Pés

Hoje foi “Livro no Pé”, ou está a ser… que entretanto vim aqui fumar um cigarro e aproveitei para escrever isto!

“Livro no Pé” porque pões o livro no chão e o pisas. Com um Pé, até repararmos, com os dois, aos saltinhos, se te dizemos que não… que os Livros, só com as mãos. Ris.

Que posso eu pensar? Pensar, sim, porque dizer, digo-te que não.

Penso que, de facto, alguns são mesmo com o Pé! Não valem nada, não é por serem Livros que temos que os tratar com respeito.

Mas penso isto, apenas porque sei que gostas dos Livros… e que o Pé é só por outro acaso… o do desafio da autoridade. Isso também me sabe bem. Sabe-me bem que gostes dos livros e que lhes ponhas o Pé. Espero que entendas que, mesmo assim, te vou continuar a dizer que não!

Está a crescer e eu, cada vez mais, a sentir-me mãe. Também aprendeste a acender e apagar as luzes e a gostar de o fazer!

Parabéns!

É isto que se pensa dos filhos. É isto que se diz aos filhos, sempre tão diferente daquilo que se pensa. Espero nunca te dizer algo diferente daquilo que sinto. Porque o que sinto é orgulho e amor por ti e não posso nunca pensar que devo dizer diferente!

maio 14, 2007

QUANDO JÁ NÃO SOMOS O MAIS NOVO!

É lixado, de repente (porque é sempre de repente e, já agora, é sempre demasiado tarde) saber que já não somos a geração mais nova.

É lixado saber que se morre... que ISTO não é absolutamente nada (e a gente estúpida parece-nos ainda mais estúpida, nós incluídos!).

Esta máquina avaria e que é tão frágil como uma nave espacial. Que qualquer coisita a faz ficar na merda... e já não voa e já não nada (nada de nada, de vazio, não de nadar!).

É lixado saber que qualquer dia é alguém, que não eu, que anda a pensar no que vai fazer aos meus óculos, enquanto gasta o meu dinheiro (com um misto de culpa e de "havias de gostar que eu comprasse isto...").

É lixado saber que, um dia, serei eu a morrer...

É feio, mas é isto, muito disto, que me passa pela cabeça ultimamente!

Isto é mais isto "Coitados dos que ficam"... Coitados o caraças... Quem me dera poder ficar para sempre! E o gostinho que me dá Ficar... até um dia.

CLARO QUE MORREU ALGUÉM... e EU SÓ TENHO ISTO PARA DIZER...

março 26, 2007

Só num país de estúpidos!

Só num país de estúpidos é que o Salazar ganha um concurso...

Nem quero saber de economia, de religião ou de pátria (se é que ele fez algo de positivo por tudo isso... é-me igual ao litro).

Ser preso por discordar, não poder ler o que quero ler, não poder falar o que quero falar, não poder ouvir o que quero ouvir, não é para mim e não entendo que seja para alguém.

Não entendo o voto de protesto. Não entendo a adoração ao ditador. Não entendo que pessoas, supostamente, inteligentes defendam um castrador de ideias que não sejam as suas.

Idiotices e lições de economia à parte... este país, assim, manso! manso! de rabinho entre as pernas à espera de ser mandado não é o meu.

Que gentinha de merda que ainda por aqui anda... que não anda nem desanda, nem morre nem nada, nem deixa que a Primeira República e o Estado Novo e o 25 de Abril passem à história para que, de uma vez por todas, este país volte a ser alguma coisa de jeito.

Tanta gente estúpida...

Ainda mais, quando em segundo lugar fica o outro... o Cunhal...

Não há volta a dar-lhe... pela esquerda ou pela direita... a malta gosta é de ser mandada, e castrada e enrabada!

março 20, 2007

... as igrejas abandonadas nos campos de batalha...

“Não me apetece escrever.
nem bem, nem mal.

Nem coisa nenhuma.
Nem coisa qualquer,
que fique a pairar na inutilidade que não é absolutamente nada

Parar de escrever para poder viver,
ou escrever o necessário para acalmar a vida interior, paralela

sempre outro, para não destruir nada
nem aquilo que devia ser magnífico a arder”

março 19, 2007

E quem diz mal do Sócrates, está certo ou errado?

Eu esperava bem mais... e melhor do Sr. Engenheiro... (aquilo prometia, antes de chegar ao poleiro)
No entanto, embora aquém, é bem mais do que se tinha vindo a fazer (não é difícil, de facto)!

Deve ser esta ideia generalizada que sabem que o tuga médio tem, que lixa muita gente... E, até isso, me dá um gozo dos diabos...

É como aqueles que votam no Salazar só para chatear (enfim, quase como... que esse sentido de gozo ainda não consigo ter!).

Powered by
Movable Type 3.2