junho 29, 2006

Avaliação de professores

Uma abordagem cómica de um assunto sério. Daqui a uns dias já volto a este assunto...

Publicado por castafiore às 01:17 AM | Comentários (8)

maio 02, 2006

Melhor mesmo que ser magra...

Publicado por castafiore às 12:12 AM | Comentários (8)

abril 24, 2006

"Discursar como um político" para Tótós


Publicado por castafiore às 12:59 AM | Comentários (3)

abril 09, 2006

Pequeno apontamento sobre a viagem de Sócrates a Angola

in Público, de 8/04/2006

Publicado por castafiore às 08:31 PM | Comentários (5)

abril 04, 2006

Aves engripadas


Publicado por castafiore às 10:20 PM | Comentários (8)

abril 29, 2005

O Incompetente

Em 2002 realizou-se uma prova de remo entre duas equipas, uma composta por trabalhadores de uma empresa portuguesa e a outra pelos seus congéneres japoneses. Dada a partida, os remadores japoneses começaram a destacar-se desde o primeiro instante. Chegaram à meta primeiro e a equipa portuguesa chegou com uma hora de atraso.

De regresso a casa, a Direcção reuniu-se para analisar as causas de tão desastrosa actuação e não encontraram diferenças significativas entre as equipas. Notaram, no entanto, que na equipa japonesa havia um chefe de equipa e dez remadores, enquanto que na equipa portuguesa havia um remador e dez chefes de serviço, tendo decidido rever esta constituição com vista à prova do ano seguinte.

Em 2003 após ser dada a partida, a equipa japonesa começou rapidamente a ganhar vantagem. Desta vez a equipa portuguesa chegou com duas horas de atraso.

A Direcção voltou a reunir após forte reprimenda da Gerência e notaram que na equipa japonesa havia um chefe e dez remadores, enquanto que a portuguesa, após as medidas adoptadas na sequência do fracasso do ano anterior, era composta por um chefe de serviço, dois assessores da gerência, sete chefes de secção e um remador.

Após minuciosa análise, chegaram à conclusão que o remador não se esforçava suficientemente.

Em 2004 a embarcação foi encomendada ao departamento de novas tecnologias e dotada de telemetria directa ao satélite português POSAT com o fim de registar continuamente a posição e a vantagem em relação ao barco japonês. Nesse ano o barco português chegou com quatro horas de atraso.

Após a regata e para avaliar os resultados, celebrou-se uma reunião ao mais alto nível no piso superior do edifício, chegando-se à conclusão de que em 2004 a equipa japonesa havia optado novamente pela ultrapassada constituição de um chefe de equipa e dez remadores enquanto a equipa portuguesa, após uma auditoria externa e um assessoramento especial do departamento de informática, tinha optado por uma formação mais vanguardista, composta por um chefe de serviço, um chefe de secção, um director da qualidade, um consultor, dois auditores do IPQ e quatro seguranças que controlavam a actividade do único remador, ao qual se tinha aberto um processo disciplinar e retirado todos os incentivos devido aos fracassos dos anos anteriores...

Decisão para o futuro: após prolongadas reuniões, decidiu-se que para a regata de 2005 o remador seria contratado directamente ao exterior em regime de outsorcing, já que o remador da empresa era um incompetente.

...

... o pior é que é mesmo assim...

Publicado por castafiore às 12:14 AM | Comentários (2)

janeiro 14, 2005

Santanice

Nova palavra para o dicionário de Português:

Santanice - acto ou acção de alguém que acaba sempre por prejudicar outro alguém e ser também ele prejudicado com esse acto ou acção, sem ter consciência disso. Forma de agir inopinada e irresponsável que prejudica toda a gente envolvida directa ou indirectamente na acção, sem que o autor tenha uma consciência absoluta das consequências dessa acção - "fez-lhe uma santanice", " acabou por se santanizar", "se disse isso, vai ser santanizado"; estupidez, parvoíce, inexperiência, irresponsabilidade de grande dimensão, efeito negativo de algo dito ou feito por um inconsciente com poder para o fazer.

Publicado por castafiore às 11:30 PM | Comentários (0)

agosto 25, 2004

7.ª pergunta impertinente

Como é que se deita fora um boomerang?

Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (0)

agosto 04, 2004

Você não pode morrer sem saber que... - 5

... as formigas espreguiçam-se de manhã quando acordam....

Publicado por castafiore às 01:45 PM | Comentários (0)

julho 21, 2004

Você não pode morrer sem saber que... - 4

... milhões de árvores em todo o mundo são plantadas acidentalmente por esquilos que enterram as suas nozes e depois não se lembram onde as esconderam.

Publicado por castafiore às 12:51 AM | Comentários (1)

julho 20, 2004

Quem te avisa...

Publicado por castafiore às 11:52 PM | Comentários (1)

julho 19, 2004

6.ª Pergunta Impertinente

Porque é que os pilotos Kamikaze usavam capacete?

Publicado por castafiore às 01:30 AM | Comentários (0)

julho 10, 2004

Você não pode morrer sem saber que... - 3

... uma girafa pode limpar as suas próprias orelhas com a língua.

Publicado por castafiore às 12:04 AM | Comentários (2)

julho 09, 2004

5.ª Pergunta Impertinente

Como se escreve zero em numeração romana?

Publicado por castafiore às 12:48 AM | Comentários (3)

julho 05, 2004

Você não pode morrer sem saber que... - 2

Em 1997, as linhas aéreas norte americanas economizaram US$40.000, eliminando apenas uma azeitona de cada salada.

Publicado por castafiore às 11:47 PM | Comentários (0)

4.ª Pergunta Impertinente

Uma tartaruga sem carapaça, é um sem abrigo ou está nua?

Publicado por castafiore às 11:42 PM | Comentários (0)

junho 29, 2004

Você não pode morrer sem saber que...

... O nome completo do Pato Donald é Donald Fauntleroy Duck...

Publicado por castafiore às 11:08 PM | Comentários (0)

3.ª Pergunta Impertinente

Se a "caixa negra" nunca se danifica com a queda do avião, porque é que todo o avião não é feito do mesmo material que a "Caixa Negra"?

Publicado por castafiore às 11:02 PM | Comentários (2)

junho 22, 2004

Lei de Potter

A quantidade de críticas suscitadas por uma questão é inversamente proporcional ao verdadeiro valor da questão.

(in - "A lei de Murphy" - volume I, Arthur Bloch)

Publicado por castafiore às 12:00 AM | Comentários (0)

junho 20, 2004

2.ª Pergunta Impertinente

Se alguém tentar falhar e conseguir, foi um fracasso ou um sucesso?

Publicado por castafiore às 01:30 AM | Comentários (0)

junho 09, 2004

Lei de Segal

Um homem com um relógio sabe sempre que horas são.
Um homem com dois relógios nunca tem certeza.

(in - "A lei de Murphy" - volume I, Arthur Bloch)

Publicado por castafiore às 09:36 PM | Comentários (0)

junho 04, 2004

1.ª Pergunta Impertinente

Porque é que Tudo Junto se escreve Separado, e Separado se escreve tudo junto?

Publicado por castafiore às 11:53 PM | Comentários (0)

maio 06, 2004

Sondagem de opinião

A ONU resolveu fazer uma grande pesquisa mundial. A pergunta era: "Por favor, diga honestamente, qual sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do mundo."

O resultado foi desastroso; um fracasso total:

- Os europeus não entenderam o que é "escassez".
- Os africanos não sabiam o que era "alimentos".
- Os argentinos não sabiam o significado de "por favor".
- Os norte americanos perguntaram o significado de "o resto do mundo".
- Os cubanos estranharam e pediram mais explicações sobre o significado de "opinião".
- E, finalmente, o congresso brasileiro ainda está a debater o que é que "honestamente" quer dizer.


Publicado por castafiore às 11:29 PM | Comentários (0)

abril 15, 2004

Relatório sobre o 11-09

Porque temos de saber sorrir mesmo perante a adversidade e com todo o respeito pelas vítimas do ataque terrorista de 11 de Setembro de 2001, nos EUA, aqui fica a razão "top secret" pela qual Portugal escapou ao atentado...

Um relatório do SIS e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras recentemente revelado informa que o atentado perpetrado nas cidades de Nova Iorque e Washington em 11 de Setembro de 2001 estava destinado a ser cometido, única e exclusivamente na cidade de Lisboa.
Por diversos motivos que passaremos a detalhar, segundo as informações entretanto recolhidas, 2 terroristas de algum lugar do Médio Oriente chegaram a Lisboa com a firme determinação de executar o "castigo de Alá para com os infiéis portugueses". Tal castigo não pôde, porém, ser levado a cabo. Eis a história e o itinerário seguido pelos 2 terroristas uma vez chegados ao nosso país:
Domingo - 23.47 h.
Chegam ao aeroporto da Portela, via aérea vindos da Turquia, saem do aeroporto com oito horas de atraso depois de conseguirem recuperar as bagagens que estavam perdidas. Apanham um táxi. O taxista vê-os pelo espelho e ao ver a pinta de turistas que tinham resolve passeá-los por toda a Lisboa durante uma hora e meia. Ao ver que não abriam o bico depois de lhes ser cobrado 150 euros pela tarifa, resolve tramá-los e por telemóvel chama um cúmplice que entra no táxi na Rotunda de Algés. Depois de uma carga de porrada e de lhes terem roubado todos os seus pertences, deixam-nos em Monsanto na companhia dos esquilos.
Segunda - 4.30 h.
Ao acordarem, conseguem chegar a um Hotel da Segunda Circular. Ao voltar de carro do hotel para o centro, são confrontados com uma manifestação da FENPROF em conjunto com uma de funcionários camarários e outra de agricultores do Alentejo juntamente com alguns condutores de tractores do Oeste. Ficaram retidos no trânsito por tempo indeterminado.
7.30 h.
Chegam ao Rossio (por fim!). Precisam de trocar dinheiro para se movimentarem sem levantar suspeitas. Os seus dólares são trocados por notas de 50 euros falsas!!!
7.45 h.
Chegados à Portela tentam embarcar num avião que se despenhasse sobre a Ponte 25 de Abril. Os pilotos da TAP estão em greve. Exigem que lhes tripliquem o seu ordenado e reduzam as suas horas de trabalho. Os controladores de voo queixam-se do mesmo. O único avião em pista é da Sata Internacional e já tinha 13 horas de atraso em relação à hora prevista da sua partida. O pessoal de terra e os passageiros acampam no aeroporto, gritam palavras de ordem contra o governo e os pilotos. Chega a brigada de intervenção da PSP e distribui paulada por todos os presentes.
19.05 h
Por fim, os ânimos acalmam-se. Dirigem-se ao balcão de uma companhia não identificada e pedem 2 bilhetes para o Porto. Sempre com a intenção de o desviar e fazê-lo explodir contra um dos pilares da ponte. Mas o funcionário do balcão (um tal de Octávio Machado) vende-lhes bilhetes de um voo que já não existia!!!
19.07 h.
Tendo em conta o avançado da hora discutem entre si se deverão executar o seu plano ou não. Fazer explodir a ponte e tudo ao seu redor já lhes parece mais uma obra de caridade que um acto terrorista.
20.30 h.
Mortos de fome, e decididos a cumprir a vontade do Profeta, a todo o custo, vão comer algo no bar do Aeroporto, para recuperar energias; pedem duas chamuças e rissóis de camarão com salada russa
Terça-feira - 14.35 h.
Recuperam no Hospital de São José de uma dose de cavalo de salmonela causada pela salada russa depois de ter esperado toda a noite para que os atendessem. A recuperação teria sido rápida não fosse o desmoronar do tecto da enfermaria onde foram instalados.
1 semana depois...
Uma semana depois têm alta do hospital e ao passarem pelo Bairro Alto vêem-se envolvidos numa rixa entre gangs rivais de skins que se unem para lhes dar outra valente sova. Decidem "dar de beber à dor", que é o melhor visto que nada lhes sai de feição. Várias garrafas de uisque de Sacavém levam-os outra vez ao hospital com uma infecção hepática.
Quarta-feira – 15.00 h.
Escondem-se num contentor do primeiro barco que encontram e resolvem fugir do país na esperança de chegar vivos a Marrocos. Com uma ressaca monumental juram por Alá não voltar a tentar nada no nosso país...

... decidem fazê-lo nos EUA por ser muito mais fácil... e menos arriscado!


Publicado por castafiore às 12:14 AM | Comentários (0)

abril 02, 2004

Novas regras para a reforma

Hoje recebi este email; achei-lhe piada e aqui o deixo...

"Com a passagem para a hora de Verão, os ponteiros dos relógios avançaram directamente da 1h00 para as 2h00. Segundo fontes governamentais, Bagão Félix estará a ponderar a possibilidade de não contabilizar para o tempo de reforma a hora que os portugueses não viveram hoje. Perante a insistência dos jornalistas, o ministro perguntou: «será justo pagar por uma hora que não existiu?» O ministro avançou ainda com a possibilidade de, como compensação, oferecer a todas as famílias dois segundos por menor dependente. «Este é um gesto de solidariedade e justiça que estou seguro que será apoiado por todos os portugueses», disse.

Quanto aos 60 minutos que iriam ser recebidos daqui a seis meses, quando voltássemos à hora de Inverno, a ministra Manuela Ferreira Leite já terá informado todos os serviços públicos que, seguindo a política de contenção que o país vive, deverão ser retidos. Ferreira Leite não prestou declarações, mas o Primeiro-Ministro já prometeu que, em 2006, os portugueses viverão um dia suplementar. «O esforço que é pedido agora aos portugueses terá os seus frutos», afirmou.

Soube-se ainda, junto de fontes bem colocadas, que o Ministério das Finanças já terá entrado em negociações com uma instituição financeira internacional interessada em adquirir a hora que ficará em dívida."

Publicado por castafiore às 11:44 PM | Comentários (0)