setembro 08, 2006

Um dia de praia - 9

Publicado por castafiore às 12:59 AM | Comentários (5)

setembro 07, 2006

Ferradura

Publicado por castafiore às 11:59 PM | Comentários (8)

setembro 05, 2006

Estacas

Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (6)

setembro 04, 2006

Uma cidade sem horizontes-25

Publicado por castafiore às 10:57 PM | Comentários (6)

agosto 27, 2006

Caminhos-28

Publicado por castafiore às 09:26 PM | Comentários (2)

agosto 26, 2006

Um dia de praia - 8

Publicado por castafiore às 11:25 PM | Comentários (2)

agosto 25, 2006

Teia ... de aranha? - 12

Publicado por castafiore às 11:54 PM | Comentários (0)

agosto 22, 2006

Uma cidade sem horizontes-24

Publicado por castafiore às 12:40 AM | Comentários (23)

agosto 21, 2006

À sombra!

Aqui é que se está bem com os 42.º graus de hoje...
Ufa! Ufa!

Publicado por castafiore às 11:43 PM | Comentários (11)

agosto 20, 2006

Quotidianos

Publicado por castafiore às 12:39 AM | Comentários (1)

agosto 16, 2006

Cow Parade - 5

Publicado por castafiore às 01:15 AM | Comentários (61)

agosto 13, 2006

Vista de cima - 6


Publicado por castafiore às 11:24 PM | Comentários (1265)

agosto 09, 2006

Caminhos-27


Publicado por castafiore às 01:00 AM | Comentários (2107)

agosto 08, 2006

Um dia de praia - 7

Devo estar obcecada mas é que não penso noutra coisa...

Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (1076)

agosto 07, 2006

Wishful thinking...

Ai quem me dera ser uma mutante, ter guelras e barbatanas e poder passar os meus dias ali dentro...

Publicado por castafiore às 12:48 AM | Comentários (3127)

agosto 05, 2006

Uma cidade sem horizontes-23

Publicado por castafiore às 11:44 AM | Comentários (1297)

agosto 03, 2006

Coisas de faróis

Publicado por castafiore às 12:29 AM | Comentários (1281)

agosto 02, 2006

Barcos

Publicado por castafiore às 01:19 AM | Comentários (814)

julho 31, 2006

Perfiladas!

Publicado por castafiore às 11:32 PM | Comentários (1)

julho 30, 2006

À tona de água-10


Publicado por castafiore às 10:32 PM | Comentários (1)

julho 29, 2006

Azul & verde


Publicado por castafiore às 11:16 PM | Comentários (3)

julho 28, 2006

Galeria


Publicado por castafiore às 10:16 PM | Comentários (7)

julho 27, 2006

À espera-15


Publicado por castafiore às 12:13 AM | Comentários (584)

julho 26, 2006

Uma cidade sem horizontes-22


Publicado por castafiore às 12:51 AM | Comentários (2633)

julho 24, 2006

Ramificações-3


Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (2094)

julho 23, 2006

À tona de água-9


Publicado por castafiore às 01:56 PM | Comentários (16)

julho 21, 2006

Teia ... de aranha? - 11


Publicado por castafiore às 12:16 AM | Comentários (2)

julho 19, 2006

Deixa-me dar-te o verão

"O verão é feito de coisas
que não precisam de nome"

(José Tolentino Mendonça, De igual para igual)

Publicado por castafiore às 12:00 AM | Comentários (4)

julho 18, 2006

À espera-14


Publicado por castafiore às 11:48 PM | Comentários (1)

julho 17, 2006

Caminhos-26


Publicado por castafiore às 09:43 PM | Comentários (0)

julho 16, 2006

Canavial


Publicado por castafiore às 01:16 PM | Comentários (0)

julho 14, 2006

Papagaios sem penas


Publicado por castafiore às 11:25 PM | Comentários (1)

julho 11, 2006

(no) logo - 4

Publicado por castafiore às 11:40 PM | Comentários (582)

julho 08, 2006

Orgulho nacional

Publicado por castafiore às 01:04 AM | Comentários (443)

julho 06, 2006

Gradeamento

Publicado por castafiore às 11:33 PM | Comentários (624)

julho 04, 2006

À tona de água-8

Publicado por castafiore às 01:10 AM | Comentários (264)

julho 02, 2006

À espera-13


Publicado por castafiore às 09:52 PM | Comentários (2)

junho 30, 2006

Cow Parade - 4


"As vacas tresmalhadas pelo asfalto
da cidade, fazem fugir quem passa.
Amarelo... Vermelho! Uma atravessa."

("Vacas tresmalhadas", Alexandre O' Neill, in Poesias Completas)

Publicado por castafiore às 01:27 AM | Comentários (38)

junho 27, 2006

Caminhos-25


Publicado por castafiore às 12:29 AM | Comentários (2)

junho 25, 2006

Cidade de água

O sol e o mar recolhem-se na infância
De áridas terras e de casas frias.
São um ser que já foi, nessa distância,
De estar no Tempo em praias de outros dias.

Por dentro, é a penumbra do casulo,
Cerrado à luz na expectativa informe.
Se vou nascer - a vida não regulo;
Se vou morrer - a morte ainda não dorme.

Tinha histórias de espectros para contar,
Labirintos de seda para correr.
Tudo o que foi o inverno do luar,
Numa cidade de água a amanhecer...

(Natércia Freire, Antologia Poética)

Publicado por castafiore às 05:54 PM | Comentários (3)

junho 24, 2006

Em caracol


Publicado por castafiore às 01:03 PM | Comentários (8)

junho 23, 2006

Porta de passagem


Publicado por castafiore às 05:54 PM | Comentários (105)

junho 21, 2006

Janela com vista

Convento de Cristo, em Tomar.
Não é só a famosa janela manuelina que tem encanto...

Publicado por castafiore às 11:55 PM | Comentários (265)

junho 09, 2006

Vida do mar

Quantas tardes, eu vou, sózinho, passear
Ao longo do brumoso e soluçante mar ...
E vejo, ao cair do sol nas ondas abrasadas,
Entre as rochas que estão de espuma coroadas,
Tristes habitações de pobres pescadores...
Telhados pra abrigar soluços, ais e dores.
São choupanas onde há postigos e janelas,
Donde a Tristeza vê, ao longe, as brancas velas,
Navios onde vai ao leme a Saudade...
Sopra um vento que traz a viuvez e a orfandade...

(Teixeira de Pascoaes, in Para a Luz. Vida Etérea. Elegias. O Doido e a Morte)

Publicado por castafiore às 12:29 AM | Comentários (1203)

junho 07, 2006

Árvore do paraíso

"Há uma árvore de gotas em todos os paraísos."
(Herberto Helder, in Ou o poema contínuo)

Publicado por castafiore às 11:14 PM | Comentários (2589)

junho 05, 2006

Um pouco mais de azul...

Publicado por castafiore às 10:49 PM | Comentários (2164)

junho 04, 2006

Através...

Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (596)

junho 02, 2006

Texturas

Publicado por castafiore às 12:01 AM | Comentários (8)

junho 01, 2006

Proibição absoluta

Publicado por castafiore às 11:59 PM | Comentários (6)

maio 31, 2006

Caminhos-24

Publicado por castafiore às 11:55 PM | Comentários (6)

maio 30, 2006

Lado a lado

Em Santos.

Publicado por castafiore às 12:02 AM | Comentários (0)

maio 28, 2006

Teia ... de aranha? - 10


Publicado por castafiore às 09:40 PM | Comentários (2)

maio 26, 2006

Campo Pequeno


Publicado por castafiore às 11:39 PM | Comentários (6)

maio 25, 2006

Cow Parade - 3

Praça Duque de Saldanha

Publicado por castafiore às 11:49 PM | Comentários (52)

maio 23, 2006

Telhados de Lisboa


Publicado por castafiore às 01:06 AM | Comentários (5)

maio 22, 2006

Cow Parade - 2

Esta está na Praça de Londres.

Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (1)

maio 16, 2006

Cow Parade

A 1.ª que vislumbrei, em plena Praça de Londres. No próximo sábado vou de mapa em punho fazer cow hunting pela cidade...

Publicado por castafiore às 12:22 AM | Comentários (4)

maio 13, 2006

Hotel Guadiana


Publicado por castafiore às 11:53 PM | Comentários (4)

maio 11, 2006

Refrescar é preciso!


Publicado por castafiore às 11:46 PM | Comentários (3)

maio 08, 2006

Pescaria


Publicado por castafiore às 11:15 PM | Comentários (1)

maio 05, 2006

Despojos do mar


Publicado por castafiore às 12:15 AM | Comentários (2)

maio 04, 2006

O verão todo num só dia

Tavira, no fim de semana passado.

Publicado por castafiore às 12:30 AM | Comentários (6)

abril 28, 2006

Mitologia

Publicado por castafiore às 07:55 PM | Comentários (285)

abril 18, 2006

Imponente

Publicado por castafiore às 11:27 PM | Comentários (1)

abril 07, 2006

Assimetrias

Publicado por castafiore às 08:36 PM | Comentários (296)

abril 03, 2006

À espera-12


Publicado por castafiore às 11:52 PM | Comentários (275)

março 30, 2006

Equilíbrio


Publicado por castafiore às 12:13 AM | Comentários (3)

março 27, 2006

Vedação


Publicado por castafiore às 12:06 AM | Comentários (0)

março 23, 2006

Estalactites


Publicado por castafiore às 11:17 PM | Comentários (0)

março 21, 2006

À espera-11


Publicado por castafiore às 11:54 PM | Comentários (0)

março 19, 2006

Tranquilidade


Publicado por castafiore às 10:48 PM | Comentários (1)

março 17, 2006

Manto branco


Publicado por castafiore às 12:39 AM | Comentários (1)

março 04, 2006

Teia ... de aranha? - 9

Realidade ou ... ficção...?

Publicado por castafiore às 12:07 AM | Comentários (4)

março 02, 2006

Saudades...


Publicado por castafiore às 10:08 PM | Comentários (0)

fevereiro 28, 2006

Sol e sombra

À tarde, na Baixa.

Publicado por castafiore às 07:28 PM | Comentários (1)

fevereiro 27, 2006

Mirones

Às vezes, sem saberem bem como, não se sentem observados lá do alto...?

Publicado por castafiore às 09:29 PM | Comentários (0)

fevereiro 20, 2006

Todos os caminhos vão dar a...


Publicado por castafiore às 11:01 PM | Comentários (2)

fevereiro 15, 2006

Cidade à beira mar estendida

Lisboa ao fim da tarde, claro.

Publicado por castafiore às 12:08 AM | Comentários (4)

fevereiro 02, 2006

Trio

Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (0)

janeiro 27, 2006

Semáforo com vista sobre...

Publicado por castafiore às 12:05 AM | Comentários (2)

janeiro 23, 2006

Caminhos-23

Publicado por castafiore às 11:15 PM | Comentários (1)

janeiro 21, 2006

Lá por cima

Publicado por castafiore às 10:46 PM | Comentários (0)

janeiro 16, 2006

Ramificações-2

Publicado por castafiore às 11:00 PM | Comentários (0)

janeiro 14, 2006

Ao fim de tantos anos...

Em termos de paisagem urbana não há nada que me deixe tão nostálgica como estas fachadas de prédios e lojas antigas que, apesar de recuperadas e modernizadas, mantêm a sua traça original. Acho-as fabulosas!

A antiga Manteigaria União que, como o seu o seu nome indica, assinala o local onde havia uma antiga confecção de manteigas, fica em Lisboa, no Chiado, no princípio da R. do Loreto, e hoje em dia é um actualizado prédio de escritórios (e não sei se também de habitação...)

Publicado por castafiore às 12:21 AM | Comentários (2)

janeiro 12, 2006

Quiosque-2


Publicado por castafiore às 10:01 PM | Comentários (4)

janeiro 11, 2006

À espera-10


Publicado por castafiore às 11:37 PM | Comentários (0)

janeiro 10, 2006

Iluminar


Publicado por castafiore às 11:23 PM | Comentários (1)

janeiro 08, 2006

Uma cara simpática


Publicado por castafiore às 04:33 PM | Comentários (1)

janeiro 06, 2006

Pirolitos


Publicado por castafiore às 11:59 PM | Comentários (1)

janeiro 04, 2006

Emaranhado


Publicado por castafiore às 01:12 AM | Comentários (18)

janeiro 03, 2006

Grelha... de partida?


Publicado por castafiore às 12:18 AM | Comentários (0)

janeiro 02, 2006

Está de chuva


Publicado por castafiore às 12:27 AM | Comentários (0)

janeiro 01, 2006

Bom Ano Novo...


... a todos!

Publicado por castafiore às 02:44 PM | Comentários (3)

dezembro 31, 2005

Lisboa-Dakar


Publicado por castafiore às 01:52 AM | Comentários (3)

dezembro 29, 2005

Mar


Publicado por castafiore às 10:29 PM | Comentários (0)

dezembro 28, 2005

De esquina

Ainda na Baixa.

Publicado por castafiore às 09:59 PM | Comentários (0)

dezembro 23, 2005

Contagem decrescente

Estamos quase no dia 24....

Publicado por castafiore às 11:27 PM | Comentários (3)

dezembro 21, 2005

Estruturante

Publicado por castafiore às 11:40 PM | Comentários (4)

dezembro 20, 2005

Santa Justa

Publicado por castafiore às 01:10 AM | Comentários (0)

dezembro 19, 2005

DN

Publicado por castafiore às 11:09 PM | Comentários (0)

dezembro 18, 2005

Ramificações

Publicado por castafiore às 07:15 PM | Comentários (1)

dezembro 16, 2005

Luzes na cidade

Lisboa, Chiado, fim da tarde.

Publicado por castafiore às 11:52 PM | Comentários (0)

dezembro 13, 2005

Escadinhas

Estas ficam na Baixa, no Chiado, e ligam a R. Ivens à R. Nova do Almada. Diz a tradição que dá azar falar enquanto se sobem ou descem este tipo de escadas e que não se deve parar a meio para descansar...

Há uns anos trabalhei em Alfama perto do Castelo de São Jorge e para vir até à Baixa, à hora do almoço, tinha umas escadinhas deste tipo como caminho mais rápido: as escadinhas de São Crispim. Descíamos sempre em silêncio forçado porque ninguém era supersticioso e essas coisas são uma valente parvoíce, mas a verdade é que nunca ninguém arriscava...

Quando voltávamos o silêncio era mais espontâneo porque subir de uma assentada os 200 e tal degraus parece fácil mas não é... Desconfio desde essa altura que a superstição do silêncio deve ter tido origem nalguém menos atleta que resolveu disfarçar as falhas respiratórias...

Publicado por castafiore às 11:20 PM | Comentários (0)

dezembro 12, 2005

Ninguém escreve ao coronel...

Aqui parece-me mais uma realidade do que o fabuloso livro do Gabriel García Marquez, cuja leitura recomendo vivamente.

Publicado por castafiore às 11:19 PM | Comentários (3)

dezembro 11, 2005

Sombras


Publicado por castafiore às 02:29 PM | Comentários (0)

dezembro 10, 2005

Em fila


Publicado por castafiore às 12:36 AM | Comentários (1)

dezembro 09, 2005

É Natal

Hoje estive de férias e aproveitei para fazer uma coisa que há muito tempo não fazia e me andava a apetecer imenso. Peguei na máquina e fui para a Baixa. Pode estar velha e em muitos sítios poderia estar muito mais bem arranjada, mas eu adoro a Baixa. Não sei se é por me lembrar a minha infância e adolescência ou simplesmente porque gosto mesmo daquele ambiente.

O dia pareceu durar muito mais do que quando entro no Colombo ou nas Amoreiras num "raid" de compras urgentes, sempre em contra relógio e aos encontrões...

Andei a passear, a entrar nas lojas (muito mais interessantes que as dos centros comerciais, mesmo as que são das mesmas marcas...). Tirei imensas fotografias, misturei-me com as centenas de turistas e com as centenas de habitantes dos bairros. Vi desfilar uma banda, entrei nas "clássicas" (Brasileira, Casa Macário, Casa das velas do Loreto, Bertrand...), explorei o potencial imobiliário daqueles prédios abandonados, vi o Tejo de dezenas de ângulos diferentes e de cada um achei-o mais fabuloso do que dos outros, encontrei produtos e lojas alternativas, vi um malabarista que comia fogo e um pedinte que tocava acordeão enquanto um mini cão dançava, ouvi um profeta anunciar o fim do mundo eminente, lanchei chá com scones, passei muito tempo nas livrarias e senti-me muito, muito bem.

E no fim, deliciei-me como uma criança com as iluminações de Natal...

Publicado por castafiore às 11:56 PM | Comentários (1)

dezembro 08, 2005

Uma cidade sem horizontes-21

Publicado por castafiore às 08:54 PM | Comentários (2)

dezembro 06, 2005

Teia ... de aranha? - 8

Publicado por castafiore às 10:47 PM | Comentários (1)

dezembro 04, 2005

Curva

Publicado por castafiore às 09:29 PM | Comentários (1)

dezembro 03, 2005

Aproximação

Publicado por castafiore às 01:38 AM | Comentários (1)

dezembro 02, 2005

Caminhos-22

Publicado por castafiore às 11:56 PM | Comentários (0)

novembro 30, 2005

Alvéolos

Publicado por castafiore às 11:41 PM | Comentários (1)

novembro 28, 2005

Siameses

Publicado por castafiore às 10:37 PM | Comentários (0)

novembro 27, 2005

À espera-9

Publicado por castafiore às 03:19 PM | Comentários (1)

novembro 26, 2005

Uma cidade sem horizontes-19

Em Sintra.

Publicado por castafiore às 08:39 PM | Comentários (1)

novembro 24, 2005

Pegadas

Publicado por castafiore às 11:34 PM | Comentários (167)

novembro 22, 2005

Gaiolas de grilos - um final feliz!

Quando aqui falei nas Gaiolas de grilos da minha infância, não me estava a imaginar tão sortuda que, depois do estúpido deslize de não as ter comprado em Amarante, conseguisse tê-las comigo por perto para matar saudades, assim tão depressa...

E se assim é, só posso agradecer ao carinho e amizade do Miguel, para quem fica aqui o meu enooooorme obrigada.

E vejam bem a pinta com que a minha estante fica...

PS - Sim, estão vazias...

Publicado por castafiore às 09:30 PM | Comentários (1)

Vista de cima-5


Publicado por castafiore às 09:28 PM | Comentários (1)

novembro 20, 2005

Marés


Publicado por castafiore às 04:52 PM | Comentários (3)

novembro 17, 2005

Teia ... de aranha? - 7


Publicado por castafiore às 11:46 PM | Comentários (1)

novembro 15, 2005

Escadas que sobem...

... para um dos patamares de acesso à casa principal da Quinta da Regaleira, em Sintra.

Publicado por castafiore às 10:58 PM | Comentários (1)

novembro 14, 2005

Sim eu sei...

... é um bocado alucinada, mas apeteceu-me...

Publicado por castafiore às 11:29 PM | Comentários (1)

novembro 13, 2005

Caminhos-21


Publicado por castafiore às 07:23 PM | Comentários (0)

novembro 11, 2005

Uma cidade sem horizontes-18

Angra do Heroísmo, novamente...

Publicado por castafiore às 11:55 PM | Comentários (3)

novembro 09, 2005

Quiosque

Foz do Arelho, hoje.

Publicado por castafiore às 11:51 PM | Comentários (4)

novembro 07, 2005

Ruas, ruelas e ... transitos...

... ainda em Santiago...

Publicado por castafiore às 10:01 PM | Comentários (0)

novembro 02, 2005

Caminhos-20


Publicado por castafiore às 10:27 PM | Comentários (2)

novembro 01, 2005

Chá

Hoje fiquei em casa; aproveitei o feriado para fazer arrumações, ler e beber litros de chá. Um dos meus preferidos, o chá verde Gorreana, ainda é fabricado nestas máquinas, que são do séc. XIX, e se encontram em perfeito estado de funcionamento da Fábrica de Chá da Gorreana, ilha de São Miguel, Açores, que vale bem a visita quando se vai para aqueles lados.

Publicado por castafiore às 07:36 PM | Comentários (8)

outubro 30, 2005

De baixo para cima

Publicado por castafiore às 07:30 PM | Comentários (3)

outubro 28, 2005

Incoerência

... ainda em Santiago de Compostela.

Publicado por castafiore às 12:12 AM | Comentários (1)

outubro 25, 2005

Vista de cima-4


Publicado por castafiore às 10:08 PM | Comentários (1)

outubro 23, 2005

Caminhos-19


Publicado por castafiore às 11:52 PM | Comentários (3)

outubro 22, 2005

Patins em linha

Foi desta! Depois de tanta hesitação, já os comprei! Vamos lá ver como é que isto corre... Por via das dúvidas, também comprei as protecções e o capacete... Só tenho pena que o tempo esteja de chuva este fim de semana...

Publicado por castafiore às 01:05 AM | Comentários (9)

Guardiões


Publicado por castafiore às 12:52 AM | Comentários (1)

outubro 21, 2005

Arvoredo


Publicado por castafiore às 12:41 AM | Comentários (3)

outubro 18, 2005

Gaiolas de grilos

Quando eu era miúda, todos os anos, quando chegava o bom tempo, os meus avós ou os meus pais compravam-me uma destas gaiolas de plástico super coloridas e construídas com o formato de pequenos palácios orientais, onde se introduzia um grilo, ou um casal de grilos, que eu alimentava cuidadosamente com folhas de alface durante todo o verão.

Às vezes, a coisa corria mal e os grilos fugiam, pelo que uma ou outra vez tiveram de ser substituídos. Mas, na maioria das vezes sobreviviam estoicamente, muito bem tratados e no meio de uma enorme algazarra, para desgosto de toda a família (menos eu, claro) que dormia ao som do infindável grri-grri-grri....

Tinham sempre nomes pomposos e importantes, de acordo com o personagem histórico que eu tinha estudado mais próximo das férias de verão. Lembro-me de um Napoleão, de uma Josefina, de um Lafayette, de um Nelson, enfim, toda uma panóplia de heróis....

Nunca mais vi estas gaiolas à venda, e no Verão passado, descobri estas numa mercearia em Amarante. Nem imaginam como me senti bem e feliz durante todo esse dia... E nem imaginam o que me arrependo de não ter comprado uma para, mesmo vazia, a pôr ali em cima da estante e ficar só a olhar para ela.

Publicado por castafiore às 11:28 PM | Comentários (4)

outubro 17, 2005

À espera-8


Publicado por castafiore às 11:09 PM | Comentários (2)

outubro 16, 2005

Teia ... de aranha? - 6


Publicado por castafiore às 07:24 PM | Comentários (0)

outubro 14, 2005

Há nomes lixados...

Santiago de Compostela, zona histórica.

Publicado por castafiore às 01:10 AM | Comentários (2)

outubro 13, 2005

Carantonha

Publicado por castafiore às 01:05 AM | Comentários (1)

outubro 12, 2005

Caminhos-18

Publicado por castafiore às 10:38 PM | Comentários (2)

outubro 11, 2005

The only way is up

Publicado por castafiore às 12:38 AM | Comentários (5)

outubro 09, 2005

Uma cidade sem horizontes-17

Açores, Ilha Terceira, Vila Praia da Vitória, Império da Caridade

Publicado por castafiore às 09:25 PM | Comentários (3)

outubro 07, 2005

Vista de cima-3


Publicado por castafiore às 12:38 AM | Comentários (5)

outubro 05, 2005

Azul


Publicado por castafiore às 10:05 PM | Comentários (5)

outubro 03, 2005

À tona de água-7


Publicado por castafiore às 11:57 PM | Comentários (0)

outubro 01, 2005

Oh louro dá cá o pé...


Publicado por castafiore às 09:06 PM | Comentários (0)

setembro 29, 2005

Vista de cima-2


Publicado por castafiore às 11:27 PM | Comentários (4)

setembro 28, 2005

Uma cidade sem horizontes-16


Publicado por castafiore às 10:09 PM | Comentários (4)

setembro 26, 2005

À tona de água-7

O que é que está verdadeiramente cá fora, à tona de água? Aquilo que temos como real ou, ao invés, o reflexo invertido? É que, se por qualquer razão nos pusséssemos de cabeça para baixo, o que agora é inverso passava a verdadeiro... Onde começa e onde acaba a linha divisória? Será num simples espelho de água?

Publicado por castafiore às 11:51 PM | Comentários (2)

setembro 25, 2005

O jardim

"O jardim, como todos os jardins de Ain Krorfa, era na verdade um pomar. Debaixo das laranjeiras havia pequenos canais que corriam de uma fonte construída numa das extremidades de um planalto artificial. As palmeiras mais altas ficavam na extremidade oposta, perto do muro que bordejava o leito do rio; debaixo de uma delas estava estendido um grande tapete de lã, vermelho e branco. Sentaram-se aí, enquanto um criado trazia lume e uma maquineta para fazer chá. O ar estava pesado do odor da hortelã que crescia junto aos canais. (...)."

(Paul Bowles, O Céu que nos protege)

Publicado por castafiore às 08:39 PM | Comentários (0)

setembro 24, 2005

Um dia de praia-6

Açores, São Miguel

Publicado por castafiore às 11:36 PM | Comentários (5)

setembro 23, 2005

Silêncio

"Eu remava num lago. Era uma gruta abobadada sem luz do sol, mas estava claro, havia uma luz transparente e homogénea que irradiava da pedra azul-pálida. Embora não se sentisse nem uma ponta de vento, as ondas subiam, mas não tanto que isso pudesse representar qualquer perigo para o meu barco, pequeno, mas sólido. Eu continuava a remar calmamente entre as ondas, mas quase nem pensava nos remos, estava todo concentrado em absorver ao máximo o silêncio que dominava o lugar, um silêncio como nunca o tinha sentido em toda a minha vida. Era como um fruto que eu nunca tivesse comido mas fosse o mais suculento de todos. Agora, tinha os olhos fechados e sorvia-o. Mas não sem alguma perturbação. O silêncio era ainda total, mas sentia-se uma perturbação contínua; qualquer coisa ainda sustinha o ruído, mas ele estava à porta, a rebentar de vontade de entrar subitamente. Rodei os olhos na direcção daquele que não estava ali, soltei um dos remos da amarração, pus-me de pé no barco que baloiçava, ameaçando o vazio com o remo. Mas o silêncio persistiu e eu continuei a remar."

(Franz Kafka, Parábolas e Fragmentos)

Publicado por castafiore às 11:50 PM | Comentários (0)

setembro 22, 2005

Vista de cima

Publicado por castafiore às 11:17 PM | Comentários (2)

setembro 19, 2005

À espera-7

Publicado por castafiore às 11:56 PM | Comentários (1)

setembro 16, 2005

I was here...

... durante grande parte das minhas férias...

Publicado por castafiore às 02:30 PM | Comentários (3)

setembro 15, 2005

Caminhos-17


Publicado por castafiore às 12:43 AM | Comentários (0)

setembro 14, 2005

Algodão

Durante muito, muito tempo, enquanto fui criança, acreditei firmemente que as nuvens eram almofadas gigantes, feitas de algodão consistente, sobre as quais se poderia andar, correr, saltar, e, melhor do que tudo, rolar, infinitamente, numa superfície macia e fôfa, suficientemente resistente para não cairmos. Era apenas uma questão de conseguirmos chegar lá acima, o que, achava eu, seria possível com alguma facilidade, quando fôsse mais velha.

Ainda me lembro do desgosto (profundo) que tive quando soube a verdade e que a minha fantasia de rolar e saltar e correr e pular nelas nunca poderia ser realidade...

Publicado por castafiore às 12:10 AM | Comentários (1)

setembro 03, 2005

Uma cidade sem horizontes-15

Londres, novamente. Edifíco nas dockland.

Publicado por castafiore às 01:00 PM | Comentários (0)

setembro 02, 2005

Um dia de praia-5

Açores, São Miguel

Publicado por castafiore às 11:56 PM | Comentários (2)

setembro 01, 2005

Teia ... de aranha? - 5


Publicado por castafiore às 02:34 AM | Comentários (0)

agosto 29, 2005

Uma cidade sem horizontes-14

Barcelona, zona do porto.

Publicado por castafiore às 11:17 PM | Comentários (1)

agosto 27, 2005

Um dia de praia-4

Açores, Ilha Terceira.

Publicado por castafiore às 01:56 AM | Comentários (0)

agosto 25, 2005

Caminhos-16


Publicado por castafiore às 09:51 PM | Comentários (3)

agosto 23, 2005

Horários de trabalho

A fotografia não é minha mas a situação é demasiado peculiar para deixar de ser mostrada

Publicado por castafiore às 11:07 PM | Comentários (1)

agosto 22, 2005

... ou acompanhada


Publicado por castafiore às 10:38 PM | Comentários (0)

agosto 21, 2005

Só...


Publicado por castafiore às 09:46 PM | Comentários (5)

agosto 18, 2005

Cascatas

São no Gerês, a água era absolutamente gelada e transparente, cá fora estavam 42.º.....

Publicado por castafiore às 11:35 PM | Comentários (6)

agosto 17, 2005

Consistência-2

Em homenagem a todas as que já arderam...

Publicado por castafiore às 10:19 PM | Comentários (0)

agosto 16, 2005

Sabor a praia


Publicado por castafiore às 10:28 PM | Comentários (3)

agosto 14, 2005

Happy end!

O fim do dia de praia de hoje (ou melhor, de ontem, sábado), eram 21.20 e estava colossal! Aliás 20 minutos antes ainda andava dentro de água, feliz como um peixe!

Publicado por castafiore às 12:18 AM | Comentários (5)

agosto 13, 2005

Caminhos-15


Publicado por castafiore às 02:05 AM | Comentários (3)

agosto 10, 2005

(no) logo-3


Publicado por castafiore às 10:43 PM | Comentários (0)

agosto 08, 2005

Um dia de praia-3

... em Santander.

Publicado por castafiore às 08:37 PM | Comentários (0)

agosto 03, 2005

Às cores

Publicado por castafiore às 01:00 AM | Comentários (6)

agosto 02, 2005

H2O

Publicado por castafiore às 10:04 PM | Comentários (0)

julho 28, 2005

Canídeos-3

Publicado por castafiore às 11:45 PM | Comentários (0)

julho 27, 2005

Consistência

Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (2)

julho 25, 2005

À espera-6


Publicado por castafiore às 10:58 PM | Comentários (3)

julho 24, 2005

Upside down


Publicado por castafiore às 01:52 AM | Comentários (0)

julho 23, 2005

Haja decência!!!

Aviso à porta de uma Igreja em Santillana del Mar, País Basco, Espanha.

Publicado por castafiore às 11:14 PM | Comentários (4)

julho 22, 2005

Às riscas


Publicado por castafiore às 11:53 PM | Comentários (0)

julho 20, 2005

Caminhos-14


Publicado por castafiore às 01:02 AM | Comentários (1)

julho 19, 2005

Alinhamento


Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (0)

julho 17, 2005

Luz ao fundo do túnel


Publicado por castafiore às 08:51 PM | Comentários (5)

julho 16, 2005

Diplomacia...

... ou a arte de tocar em assuntos delicados de forma muito subtil...

Publicidade numa loja de Bilbao especializada em roupas XXL!

Publicado por castafiore às 02:50 AM | Comentários (0)

julho 15, 2005

Teia ... de aranha? - 4


Publicado por castafiore às 12:29 AM | Comentários (1)

julho 14, 2005

Grafitti



Publicado por castafiore às 12:39 AM | Comentários (3)

julho 12, 2005

O caminho faz-se caminhando


Publicado por castafiore às 01:22 AM | Comentários (3)

julho 11, 2005

Um edifício fantástico! - 3

Outra ainda...

Publicado por castafiore às 11:26 PM | Comentários (0)

julho 10, 2005

Clube motard

Tinha-me esquecido completamente desta fotografia! Foi tirada o ano passado em Santa Maria, nos Açores. O Clube Motard tinha estas instalações liliputianas mas nem imaginam a agenda e calendário preenchidos com actividades!

Publicado por castafiore às 11:23 PM | Comentários (0)

julho 06, 2005

Fosforescências


Publicado por castafiore às 11:57 PM | Comentários (4)

julho 03, 2005

Um edifício fantástico! - 2

Mais Gugenheim.

Publicado por castafiore às 11:18 PM | Comentários (1)

junho 28, 2005

Rebuçados XXL


Publicado por castafiore às 11:07 PM | Comentários (2)

junho 27, 2005

Puppy

Esta é outra das minhas paixões de Bilbao. Uma das obras da colecção permanente do Museu Gugenheim, que, ao invés de estar guardada no interior do museu, como seria de esperar, senta-se a guardá-lo na praça principal em frente da entrada, como qualquer bom cão de guarda que se preze. Chama-se extactamente Puppy e trata-se de um cão monumental (repare-se no tamanho comparado com o edifício do museu por trás) cuja estrutura está coberta de relva durante todo o ano e que, graças a um moderníssimo sistema de rega no seu interior, a partir da Primavera, floresce com as mais variadas flôres, criando padrões diferentes todos os anos, de acordo com a opinião do artista.

O autor desta obra de arte da escultura contemporânea é Jeff Koons (sim, o mesmo que se casou com a Cicciolina...). Entretanto o Puppy, tornou-se um exlibris de Bilbao, adorado pelos seus habitantes e pelas centenas, milhares de visitantes do Gugenheim. De diversos pontos da cidade consegue-se avistá-lo devido às suas enormes dimensões, e surgem diferentes enquadramentos muito giros.

Pessoalmente adorei-o também, fotografei-o profusamente e apenas me irritou ligeiramente quando um dia à noite, em plena sessão de fotografias, se ligou sem aviso prévio o muito potente sistema automático de rega ...

Publicado por castafiore às 09:52 PM | Comentários (4)

junho 25, 2005

Um edifício fantástico!

O Museu Gugenheim de Bilbao, claro, conforme declaração de amor previamente efectuada neste blog, na primeira de muitas fotografias que lhe tirei, porque não conseguia decidir qual o ângulo mais fabuloso, qual a melhor perspectiva, qual a ideia mais genial... Sim, admito, fiquei completamente viciada. Até no facto de lhe tocar, naquelas super macias paredes externas compostas por placas de titânio.

Publicado por castafiore às 12:44 AM | Comentários (0)

junho 23, 2005

Stairway to paradise


Publicado por castafiore às 11:07 PM | Comentários (0)

junho 10, 2005

Ponto de passagem


Publicado por castafiore às 12:19 AM | Comentários (0)

junho 09, 2005

Sagrada família

Deixo-vos mais uma foto (outra anteriormente editada pode ser recordada aqui) daquela que considero ser uma das mais fabulosas e megalómanas obras (primas) de arquitectura, de sempre.

Fica em Barcelona (cidade, também ela, fantástica) e trata-se do Templo da Sagrada Família, ex-libris da cidade e obra/cartão de visita do arquitecto Antonio Gaudí.

Recomenda-se visita sem pressas.

Publicado por castafiore às 12:49 AM | Comentários (2)

Caminhos-13


Publicado por castafiore às 12:37 AM | Comentários (0)

junho 08, 2005

xadrez


Publicado por castafiore às 11:36 PM | Comentários (0)

junho 06, 2005

Um dia de praia-2

Esta é uma praia mais "clássica". Porto Santo

Publicado por castafiore às 11:32 PM | Comentários (1)

junho 05, 2005

(no) logo-2


Publicado por castafiore às 11:54 PM | Comentários (1)

maio 24, 2005

Paralelismos


Publicado por castafiore às 11:54 PM | Comentários (0)

maio 23, 2005

Caminhos-12


Publicado por castafiore às 11:55 PM | Comentários (1)

maio 21, 2005

Um dia de praia

Nem todas as praias são iguais. Nem todas têm areia dourada e um mar turquesa à volta. Nem todas têm ondas azuis com espuma branca, enormes e redondas. Nem todas têm pedrinhas e conchas. Vamos visitar praias diferentes, de vários géneros...

Para já temos esta nos Açores, Ilha Terceira: praia de Salgueiros.

Publicado por castafiore às 10:51 PM | Comentários (1)

maio 20, 2005

Another world


Tate Modern, Londres.

Publicado por castafiore às 01:38 AM | Comentários (1)

maio 19, 2005

À porta fechada

Publicado por castafiore às 11:18 PM | Comentários (0)

maio 16, 2005

Bifurcação

Publicado por castafiore às 10:34 PM | Comentários (1)

maio 15, 2005

Outras realidades

"Ao fim da noite, Paras'-ura-ma viu doces sonhos que não foram pensados com a sua mente. Viu-se a si próprio montando um elefante, um cavalo, uma montanha, uma varanda, um touro e uma árvore em flor; viu-se a chorar e a ser comido por vermes; todo o seu corpo besuntado de urina e fezes, coberto de banha e pus; estava a tocar alaúde; ... viu-se a comer muitos tipos de comida deliciosa; viu-se aterrorizado, a ser devorado por uma sanguessuga, um escorpião, um peixe e uma cobra, e viu-se a fugir deles. Viu depois que tinha entrado na órbita do Sol e da Lua; estava a olhar para uma mulher que tinha um marido e um filho... Enfeitado com jóias e coberto de trajes celestiais, deitou-se, no seu sonho, com uma mulher proibida. Viu uma bailarina e uma prostituta e bebeu sangue e vinho; e no seu sonho, todo o seu corpo estava coberto de sangue. Comeu carne de pássaros amarelos e de homens. Subitamente, viu-se preso com correntes e o seu corpo foi ferido por uma faca. Pela madrugada, depois de ter visto tudo isto, acordou cheio de alegria, pois tinha a certeza de ir vencer o seu inimigo."

(Wendy Doniger O' Flaherty, in "Sonhos, Ilusão e Outras Realidades")

Publicado por castafiore às 02:06 AM | Comentários (2)

maio 14, 2005

Canídeos-2

Este é mesmo um rafeiro. Mas tão simpático... E bastante curioso. Estava deitado a pensar nos seus assuntos pessoais mas quando me viu chegar com a máquina fotográfica levantou-se e veio posar... Não ficou mal de todo...

Publicado por castafiore às 03:03 PM | Comentários (0)

maio 12, 2005

Perspectiva


Publicado por castafiore às 12:55 AM | Comentários (0)

maio 10, 2005

Parede de água


Publicado por castafiore às 12:46 AM | Comentários (2)

Uma cidade sem horizontes-13


Publicado por castafiore às 12:16 AM | Comentários (0)

maio 09, 2005

Caminhos-11


Publicado por castafiore às 12:26 AM | Comentários (1)

maio 08, 2005

Canídeos

Adoro cães! Não tenho nenhum exactamente por isso. Moro em Lisboa, e apesar de ter a escassa sorte do meu prédio dar directamente para um enorme jardim, sem trânsito automóvel onde apenas se passeiam peões, cães, ciclistas e skaters, onde existem fontes e tanques e onde oiço os pássaros a cantar e os grilos nas noites de verão, a verdade é que a minha casa não deixa de ser um apartamento citadino que durante a semana tem dias em que só à noite volta a estar ocupado. Impensável, para alguém que goste verdadeiramente de cães, deixar ali um. Por isso, para já, enquanto as circunstâncias forem estas, não tenho cão.

Mas gosto deles. Acho-lhes piada. Às vezes são lindos e bem tratados, outas vezes são patuscos e com um ar pachorrento; outros são muito feios, completamente rafeiros e mesmo assim gosto deles. Têm uma cara (não um focinho) expressiva, olhos de seres pensantes que contemplam a vida e tiram as suas próprias conclusões, um ar determinado e acima de tudo parecem permanentemente ocupados em múltiplos afazeres.

Decidi forografá-los.

Publicado por castafiore às 09:01 PM | Comentários (1)

Urbanismos


Publicado por castafiore às 02:20 AM | Comentários (0)

maio 05, 2005

Smile!

Publicado por castafiore às 01:18 AM | Comentários (2)

maio 04, 2005

A olhar para ti

Publicado por castafiore às 12:45 AM | Comentários (2)

maio 03, 2005

Prémio originalidade

Publicado por castafiore às 11:41 PM | Comentários (1)

abril 30, 2005

Uma cidade sem horizontes-12

Publicado por castafiore às 10:20 PM | Comentários (1)

abril 29, 2005

Prenúncio de neve

Publicado por castafiore às 12:07 AM | Comentários (0)

abril 23, 2005

Coelho de neve

Alguém construiu um coelho de neve. Conseguem vê-lo?

Publicado por castafiore às 09:11 PM | Comentários (0)

abril 20, 2005

Onde a terra acaba

Publicado por castafiore às 11:40 PM | Comentários (4)

abril 19, 2005

Contradições...?

Publicado por castafiore às 12:30 AM | Comentários (1)

abril 17, 2005

Como água que corre


Publicado por castafiore às 04:21 PM | Comentários (0)

abril 15, 2005

É neve a subir...


Publicado por castafiore às 12:27 AM | Comentários (0)

abril 14, 2005

Transparencia


Publicado por castafiore às 11:49 PM | Comentários (0)

abril 13, 2005

Teia ... de aranha? - 3

Todo o dia para cima e para baixo, subi e desci vezes sem conta. Contrariamente ao que pode parecer, descer não é muito cómodo, fico muitas vezes de cabeça para baixo. Ao fim de algum tempo sinto-me tonta. Mas tinha de acabar. E não é fácil. Nuns sítios tenho de cruzar, noutros de fazer um ziguezague; noutros ainda preciso de desenhar círculos. O desenho não é aleatório; previamente pensei muito nele. Tem de ficar exactamente como o imaginei. E não pode ser trabalho mal feito. O fio tem de ser de qualidade, bem confeccionado. Apesar de ter mudado a hora, foi-se fazendo tarde... e escuro! Receei não conseguir terminar atempadamente! Onde iria dormir? Felizmente já vou tendo alguma prática! Quando finalmente acenderam a luz o resultado excedeu as expectativas! A minha casa estava linda! Original e bem diferente das anteriores. Já posso descansar e ficar repousadamente à espera de visitas....

Publicado por castafiore às 12:13 AM | Comentários (0)

abril 12, 2005

Lavagem automática


Publicado por castafiore às 11:59 PM | Comentários (0)

abril 11, 2005

Um dia (quase) de Verão

"Como quem num dia de Verão abre a porta de casa
E espreita para o calor dos campos com a cara toda,
Às vezes, de repente, bate-me a Natureza de chapa
Na cara dos meus sentidos,
E eu fico confuso, perturbado, querendo perceber
Não sei bem como nem o quê..."

(Alberto Caeiro, in "Poemas")

Publicado por castafiore às 10:33 PM | Comentários (0)

abril 10, 2005

Uma cidade sem horizontes-11

Publicado por castafiore às 10:51 PM | Comentários (2)

abril 07, 2005

Bolha de água

Publicado por castafiore às 01:24 AM | Comentários (4)

abril 05, 2005

Descansar... novamente

O que é preciso é ser-se natural e calmo
Na felicidade ou na infelicidade,
Sentir como quem olha,
Pensar como quem anda,
E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica...
Assim é e assim seja...

(Alberto Caeiro, in "Poemas")

Publicado por castafiore às 11:58 PM | Comentários (0)

abril 04, 2005

Teia ... de aranha? - 2


Publicado por castafiore às 11:18 PM | Comentários (0)

abril 03, 2005

Uma cidade sem horizontes-10


Publicado por castafiore às 10:14 PM | Comentários (2)

abril 02, 2005

À tona de água-6


Publicado por castafiore às 05:06 PM | Comentários (3)

março 31, 2005

Caminhos-10

Publicado por castafiore às 11:49 PM | Comentários (4)

março 30, 2005

Espelho, espelho meu...

Publicado por castafiore às 11:13 PM | Comentários (1)

março 28, 2005

Uma cidade sem horizontes-9

"Construí a minha casa a partir de nada, por isso, todo o mundo me pertence"
(Goethe)

Publicado por castafiore às 10:50 PM | Comentários (0)

março 25, 2005

Assim na terra como no céu


Publicado por castafiore às 11:40 PM | Comentários (3)

março 24, 2005

Uma cidade sem horizontes-8


Publicado por castafiore às 11:30 PM | Comentários (0)

março 23, 2005

As Árvores

"Pois nós somos como troncos de árvore na neve. Temos a impressão de que assentam sobre ela, e que com um pequeno empurrão seríamos capazes de os deslocar. Não, não somos capazes, porque eles estão firmemente presos à terra. Mas - quem diria? - até isso é ilusório."

Franz Kafka (1883-1924), in "Parábolas e Fragmentos"

Publicado por castafiore às 12:18 AM | Comentários (2)

março 21, 2005

Sombras chinesas

Sombras, reflexos e outras imagens...

Quando olhamos para um espelho qual das imagens é a verdadeira?

Quando procuramos agarrar a sombra que se reflete na superfície oposta quais os contornos mais consistentes?

Quando nos encantamos com o que vemos gostamos mais da imagem real ou do seu negativo?

Por cada imagem que vemos em cima temos outra em baixo à nossa espera. Por cada uma que olhamos do lado esquerdo encontramos outra à direita. Por cada contorno a preto e branco temos outro a branco e preto.

Qual escolhemos? Qual é o verdadeiro....???

Publicado por castafiore às 10:52 PM | Comentários (0)

março 19, 2005

Teia ... de aranha?

Ou não...

Publicado por castafiore às 12:51 AM | Comentários (0)

março 17, 2005

Sobrevivencia


Publicado por castafiore às 12:48 AM | Comentários (0)

março 16, 2005

À espera-V

Publicado por castafiore às 12:35 AM | Comentários (1)

março 15, 2005

Foi aqui...

... que tive uma magnífica semana de férias.

Publicado por castafiore às 12:42 AM | Comentários (2)

março 14, 2005

Caminhos-IX


Publicado por castafiore às 11:42 PM | Comentários (0)

março 03, 2005

À espera-IV

Esta é dedicada ao B. Carriço do Fragmagens.

Sim, também é nos Açores, mais precisamente S. Miguel.

Publicado por castafiore às 09:28 PM | Comentários (3)

março 02, 2005

Verde!


Publicado por castafiore às 12:06 AM | Comentários (3)

fevereiro 23, 2005

À tona de água-V


Publicado por castafiore às 12:07 AM | Comentários (0)

fevereiro 20, 2005

Uma cidade sem horizontes-VII


Publicado por castafiore às 07:49 PM | Comentários (5)

fevereiro 13, 2005

À tona de água-IV


Publicado por castafiore às 08:17 PM | Comentários (0)

fevereiro 07, 2005

Azul-3


Publicado por castafiore às 08:16 PM | Comentários (1)

fevereiro 06, 2005

Azul-2


Publicado por castafiore às 12:14 AM | Comentários (0)

fevereiro 04, 2005

Água

"Sem esquecer, é claro, que se não existisse tudo o que não são plantas, nem tudo o que não é água, tanto uma coisa como a outra não existiria. A água é tudo quando não acaba em nada, nem no pingo que ainda pinga - ou já não pinga - dos ramos da Roseira, nem no charco que alaga o calhau da Calçada."

(Manuel Zimbro, "O mundo, visto da terra, aqui à volta de casa")

Publicado por castafiore às 12:20 AM | Comentários (0)

janeiro 27, 2005

Uma cidade sem horizontes-VI

Londres, novamente.

Publicado por castafiore às 11:44 PM | Comentários (1)

janeiro 25, 2005

Caminhos-VIII


Publicado por castafiore às 11:00 PM | Comentários (1)

janeiro 24, 2005

À espera-III


Publicado por castafiore às 09:21 PM | Comentários (0)

janeiro 23, 2005

Papagaio sem penas


Publicado por castafiore às 01:24 AM | Comentários (0)

janeiro 22, 2005

À tona de água-III

Aqui na orla da praia, mudo e contente do mar,
Sem nada já que me atraia, nem nada que desejar,
Farei um sonho, terei meu dia, fecharei a vida,
E nunca terei agonia, pois dormirei de seguida.

(Fernando Pessoa, "Poesias")

Publicado por castafiore às 01:10 AM | Comentários (0)

janeiro 21, 2005

Caminhos-VII


Publicado por castafiore às 12:00 AM | Comentários (2)

janeiro 20, 2005

Azul


Publicado por castafiore às 11:54 PM | Comentários (0)

janeiro 18, 2005

Uma cidade sem horizontes-V

Vargos, Tomar

Publicado por castafiore às 11:57 PM | Comentários (0)

janeiro 16, 2005

Ecopontos

Este é um dos muitos ecopontos que existem ao pé de minha casa; foi fotografado hoje à tarde.
Onde os meus vizinhos depositam conscientemente as suas embalagens para reciclar....
... mesmo quando já não cabe mais nada....
... mesmo quando, obviamente, a Câmara já não passa para recolher e esvaziar há muito, muito tempo...
Seria útil, talvez, dar aulas de civismo aos fanáticos da reciclagem e aulas de eficiência prática aos serviços camarários...

Publicado por castafiore às 09:13 PM | Comentários (0)

janeiro 15, 2005

Uma cidade sem horizontes-IV

Bem sei que esta é um clássico, mas não resisto porque gosto imenso desta fotografia; além disso deu-me imenso gozo tirá-la. Não foi fácil: chovia torrencialmente e a multidão era imensa...

Publicado por castafiore às 03:32 PM | Comentários (0)

janeiro 12, 2005

À espera-II

Estas estavam à minha espera no Funchal...

Publicado por castafiore às 11:09 PM | Comentários (1)

janeiro 10, 2005

Caminhos-VI

Bom Jesus, Braga

Publicado por castafiore às 11:40 PM | Comentários (0)

janeiro 08, 2005

Uma cidade sem horizontes-III

Esta fachada é de uma casa em Ourém, na vila velha, mesmo encostada às muralhas.

Publicado por castafiore às 12:01 AM | Comentários (0)

janeiro 06, 2005

À tona de água-II

O Céu beijou a Terra e deixou-lhe impressa no rosto a sua efígie deslumbrante.
O Céu é a imagem da Terra, mas indefinida e transparente.
Noivam, todos os anos, o Céu e a Terra.

Teixeira de Pascoaes (1877-1952) - "O Pobre Tolo - Prosa e Poesia"


O mar de Porto Santo parece-me adequado para ilustrar este belissímo verso.

Publicado por castafiore às 10:11 PM | Comentários (0)

janeiro 05, 2005

Uma cidade sem horizontes-II

Continuando, pelos Açores, ainda na Ilha Terceira, esta casa ficava numa terra mesmo ao lado de Angra do Heroísmo de cujo nome não me lembro...

Publicado por castafiore às 12:18 AM | Comentários (3)

janeiro 04, 2005

Uma cidade sem horizontes

Descobri que pelos vistos gosto de fotografar casas... Não precisam de ser monumentos. Bastam simples casas. Estive a rever fotografias de viagens e constatei que tenho imensas de casas. Podem ser prédios de apartamentos, de escritórios, casas de famílias, igrejas, barracas, mas acabam sempre por ser casas. Casas de uma cidade que não começa nem acaba. Sem princípio nem fim. Casas de uma cidade que se espalha pelo mundo inteiro.

Começo aqui hoje uma nova série de fotografias com este tema.

Esta primeira é dos Açores, Ilha Terceira, Angra do Heroísmo, a terra das minhas raízes paternas.

Publicado por castafiore às 12:51 AM | Comentários (1)

janeiro 02, 2005

À tona de água

Paira à tona de água
Uma vibração,
Há uma vaga mágoa
No meu coração.

Não é porque a brisa
Ou o que quer que seja
Faça esta indecisa
Vibração que adeja,

Nem é porque eu sinta
Uma dor qualquer.
Minha alma é indistinta
Não sabe o que quer.

É uma dor serena,
Sofre porque vê.
Tenho tanta pena!
Soubesse eu de quê!...

(Fernando Pessoa, in Poesias)

Publicado por castafiore às 07:53 PM | Comentários (0)

dezembro 31, 2004

Caminhos-V


Publicado por castafiore às 12:14 AM | Comentários (0)

dezembro 28, 2004

Farol

Para comemorar o regresso às fotografias, uma imagem de Santa Maria, este último Verão.

Publicado por castafiore às 01:18 AM | Comentários (1)

dezembro 07, 2004

Caminhos-IV

Ainda outro caminho nos Açores - Ilha Terceira.

Publicado por castafiore às 11:17 PM | Comentários (1)

dezembro 06, 2004

À espera


Publicado por castafiore às 10:01 PM | Comentários (0)

novembro 29, 2004

Recomeço


Publicado por castafiore às 09:14 PM | Comentários (1)

novembro 27, 2004

Caminhos-III

Continuando nesta categoria, mais um caminho nos Açores - Ilha Terceira.

Publicado por castafiore às 01:36 AM | Comentários (3)

novembro 26, 2004

Perfil


Publicado por castafiore às 02:05 AM | Comentários (1)

novembro 24, 2004

Anoitecer


Publicado por castafiore às 12:01 AM | Comentários (2)

novembro 23, 2004

Conclusão

Publicado por castafiore às 12:11 AM | Comentários (0)

novembro 19, 2004

Caracol

E já agora que recordo os Açores, fica aqui mais uma da Terceira: Hotel do Caracol.

Publicado por castafiore às 12:01 AM | Comentários (1)

novembro 18, 2004

Caminhos-II

Em Agosto editei aqui uma fotografia de um caminho nos Açores que tinha achado particularmente bonito. Quando revi as fotografias de lá encontrei outras que também me agradaram. Deixo aqui mais uma. Esta é também na Terceira, uma estrada que atravessa a ilha transversalmente.

Publicado por castafiore às 11:49 PM | Comentários (2)

novembro 17, 2004

Passeio

Esta também é de Braga. Já não ia lá há algum tempo. Achei que a cidade está gira. E esta zona do centro histórico, pedonal e com ar de "Passeio da Avenida" de outros tempos dá-lhe pinta...

Publicado por castafiore às 11:13 PM | Comentários (1)

novembro 16, 2004

Verão de S. Martinho

Sábado passado, Praia da Torre (ao lado de Carcavelos)... Apetecia mesmo um mergulho...

Publicado por castafiore às 10:41 PM | Comentários (3)

novembro 15, 2004

Braccara Augusta

Rua no centro histórico de Braga.

Publicado por castafiore às 11:43 PM | Comentários (1)

novembro 14, 2004

When you need me ... I'll be there!


Publicado por castafiore às 03:21 PM | Comentários (0)

novembro 13, 2004

Casas

Estas fotografei-as em Ponte de Lima.

Publicado por castafiore às 12:44 AM | Comentários (3)

novembro 12, 2004

No chão

Esta é uma pequena homenagem a uma das séries de fotografias mais giras que tenho visto ultimamente. Vão vê-las ao Amnésia. É aí que encontram a ideia original e a verdadeira arte...

Publicado por castafiore às 12:23 AM | Comentários (3)

novembro 11, 2004

Portas vermelhas

Não me perguntem porquê mas gostei imenso destas portas...
São em Viana do Castelo.

Publicado por castafiore às 12:01 AM | Comentários (2)

novembro 08, 2004

Porto


Publicado por castafiore às 11:29 PM | Comentários (2)

novembro 07, 2004

Sequência


Publicado por castafiore às 02:00 AM | Comentários (0)

outubro 31, 2004

A mulher dos bolos

Na Fundação de Serralves, no Porto, encontra-se a primeira exposição em Portugal da Paula Rego, cujo nome é o de um dos quadros em exposição, e sem dúvida um dos mais curiosos.

Goste-se ou não do estilo é uma referência incontornável na nossa cultura e um marco a reter.

Achei a exposição muito interessante, rica em termos da quantidade do acervo de obras expostas. De algumas gostei, de outras nem por isso: achei-as muito pesadas, muito violentas, algumas quase que me atrevo a dizer de uma violência gratuita, ou que pelo menos não sei compreender.

Os desenhos que serviram de estudos para a obra, porém, são verdadeiras preciosidades, alguns, na minha modesta opinião, ainda melhores, mais interessantes, mais mágicos, do que a própia obra final.

De qualquer maneira, recomendo a todos os que gostem de pintura. Acho que não devem perder.


Publicado por castafiore às 11:45 PM | Comentários (0)

outubro 30, 2004

Tempestade

Hoje, em Viana do Castelo, na praia, está muito mau tempo. Mas é tão bonito mesmo assim...


Publicado por castafiore às 07:36 PM | Comentários (0)

outubro 28, 2004

Património cultural

Açores - Ilha Terceira - Angra do Heroísmo - Paços do Concelho, onde funcionam em simultâneo a Câmara Municipal e o Governo Civil e onde existe o mais rico Salão Nobre de todo o país.

Publicado por castafiore às 11:42 PM | Comentários (0)

agosto 26, 2004

Caminhos

Açores - Ilha Terceira - algures entre as Lajes e Angra do Heroísmo

Publicado por castafiore às 11:55 PM | Comentários (0)

junho 24, 2004

Refrescar

Publicado por castafiore às 12:00 AM | Comentários (2)

maio 01, 2004

Follow the leader


Publicado por castafiore às 10:08 PM | Comentários (1)

abril 17, 2004

Angústia

Publicado por castafiore às 12:10 AM | Comentários (0)

abril 14, 2004

Ninguém

Publicado por castafiore às 12:18 AM | Comentários (2)

abril 13, 2004

Antítese

Publicado por castafiore às 12:29 AM | Comentários (0)