julho 06, 2004

Em liberdade

Um único ser, mas não existe sangue.
Uma carícia apenas, morte ou rosa.
Vem o mar e reúne as nossas vidas,
sózinho ataca e reparte-se e canta
em noite e dia e criatura e homem.
A essência: fogo e frio: movimento.

("O Mar", Pablo Neruda, in "Cien Sonetos de Amor")

Publicado por castafiore em julho 6, 2004 12:00 AM
Comentários