dezembro 22, 2003

...

talvez descubras este canto onde o meu é o teu silêncio

Publicado por ruido em 09:50 PM | Comentários (1) | TrackBack

não posso agarrar nisto, nestas palavras e escreve-las para te enviar, ficam aqui para me lembrar
para me lembrar a dor

acho que morri nesta linha

Publicado por ruido em 09:49 PM | Comentários (0) | TrackBack

talvez porque hoje esteve sol...

como sabes por cá está sempre nublado, mas hoje esteve sol!
sentei-me no meio da tarde e olhei pela janela, faltava qualquer coisa na minha paisagem e demorei muito tempo a descobrir o que era.
a tarde parou enquanto me lembrava
o sítio, deixei de lá ir, ao cais, e só descobri agora porquê.
foi este medo de sentir saudades de lá estar quando caminhava ao teu lado e o sol se punha lá ao fundo onde o rio se encontra com o mar.
demorei muitas horas a pensar nisto, devia ter atirado este e outros pensamentos para o lado de lá das costas. mas diga o que disser, tu sabes que o escrevo, que o sinto e que o penso.
se não tenho tempo, o tempo explica-me e só os meus olhos tristes me prendem a este e a outros pensamentos.
na inveja da noite... num acto irreflectido.

Publicado por ruido em 09:45 PM | Comentários (0) | TrackBack

dezembro 18, 2003

de volta...

Após uma longa ausencia... estamos de volta!

Publicado por ruido em 05:50 PM | Comentários (0) | TrackBack