outubro 23, 2003

Ferro sem adversário!?!?

"(...) a ausência de concorrência assumida a Ferro Rodrigues torna todas as críticas inconsequentes, para já."

23/10/03 Diário de Notícias

A frase é esta, a fonte é desconhecida.
Mas aquilo que mais impressiona no DN de hoje são as afirmações, bastante sóbrias, de Manuel Maria Carrilho. Em duas páginas com o título "carta aberta aos socialistas", MMC faz a radiografia do PS, aponta as falhas, avalia o futuro e comenta o passado recente e o longinquo.
De tudo aquilo que MMC afirma deixo ficar o que me pareceu essencial, apesar de a carta não me ser dirigida (por não ser eu socialista) considero ser oportuno relembrar a importância do PS na nossa democracia... "(...) pelo seu passado político, pelo seu significado democrático e pela sua expressão eleitoral - um partido chave da democracia portuguesa, na órbita de um processo judicial a que ele é inteiramente alheio."
MMC coloca o dedo na frida, MMC não se assume como adversário de FR mas, reflecte nesta carta aberta aquelas que me parecem ser as preocupações de muitos socialistas e de muitos democratas.
Não está em causa gostar, ou não gostar, do PS... o que está em causa é assumir que este partido é essencial para o país... seja ele muito ou pouco parecido com o PSD.
O que está em causa é não permitir que um grupo de individuos instalados na direcção deste partido político possa, como está já a fazer, hipotecar não só o seu futuro como partido mas também o futuro da nossa ainda jovem democracia.
O que está em causa é a necessidade de FR perceber que o seu tempo acabou, que o estado de direito democrático já só espera que ele com a dignidade que lhe possa restar ponha o seu lugar à disposição do seu partido... sem esperar sebastianicamente por um adversário.

Publicado por ruido em outubro 23, 2003 01:34 PM
Comentários