« abril 2006 | Entrada | julho 2006 »

maio 09, 2006

OS HOMENS SÃO COMO OS COMBOIOS!!!

Após decidir tirar uns dias para viajar pelo país para descansar, do trabalho, do assédio dos fãs indesejáveis ( isto é, aqueles que são nossos fãs e com os quais não queremos nada), e recuperar energias, decidi fazer algo diferente: VIAJAR DE COMBOIO.

Esta escolha deveu-se ao facto de assim poder contemplar a paisagem calmamente, reflectir sobre a vida , para além de ser uma opção bastante económica e divertida, especialmente para quem viaja sozinha.

Segui então viagem rumo ao tão ansiado descanso, mas claro em min tudo descansa, menos a minha cabeça, sempre ocupada com pensamentos e ideias novas, e por aí fora.

Obviamente, no decorrer da viagem fui observando, reflectindo, comparando e claro concluindo!!!

Constatei então que os HOMENS SÃO COMO OS COMBOIOS, pelas seguintes razões:

• Existem vários tipos de comboio: regional, viagem muito aborrecida , para em todo o lado, não há pachorra que aguente, aqui incluem-se aqueles homens, muito chatos , que querem ir atrás de nós para todo o lado, e não nos dão adrenalina nenhuma, devido a serem tão previsíveis e lentos


• Inter-cidades: Comboio mais rápido, com maior conforto e rapidez, o que permite viagens bastante agradáveis. Aqui incluem-se aqueles homens , muito simpáticos, com os quais passamos bons mas curtos momentos. São comboios que ligam as principais cidades isto é, não vão a todo lado. Aqui vemos retratados aqueles part times que são muito agradáveis, mas fugazes, isto é, não estão lá quando mais precisamos deles, para além de terem horários um pouco mais limitados ( com eles quase que temos que marcar na agenda uma semana antes, que stress!!)

• Alfa-Pendular: O melhor sem dúvida, super rápido, confortável e bastante bem equipado ( carruagem bar, TV, rádio, etc). Este só apresenta uma desvantagem, só o podemos apanhar na Gare do Oriente, em Coimbra ou no Porto, se não estou em erro. Aqui incluo aqueles homens quase perfeitos, inteligentes, bem equipados, leia-se bem constituídos e com boa apresentação mas só existente nalguns sítios....


Aqui não vou generalizar nem pensar que para conseguirmos este espécime de melhor qualidade, temos que ir para Lisboa ou para o Porto, mas dá que pensar... Especialmente porque não moro em nenhuma destas 3 cidades.

Deveremos nós apanhar este comboios regionais, com ligações e mais ligações, e paragens e mais paragens, ou optar logo pelo alfa-pendular?? Deveremos continuar a ligar àqueles que não são mais que uma mera ligação entre estações, ou seja, mais uma pessoa que não é bem aquilo que queremos mas que serve para chegarmos não sei onde? Ou não sei bem a quem??

Ou devermos fazer das tripas coração e optar de uma vez por todas, por uma caminho ++ longo, onde depois teremos uma “viagem” bem mais agradável e confortável??

Bem, eu optei pelo 3º tipo de comboio, pelo menos na minha viagem de regresso a casa. Tive que esperar mais um pouco mas compensou sem dúvida. Já estava farta de mudanças, e mais mudanças em estações e apeadeiros.

Com isto, penso que a minha nova teoria de os homens serem como os comboios ficou bem esclarecida.

Ah, e claro se nos atrasarmos e perdermos um, podemos sempre apanhar o outro que vem a seguir, este pode é não ser o alfa-pendular, ou seja, se levarmos a pior num relacionamento, podemos sempre tentar outro a seguir este pode é não ser o melhor para nós.

Eu continuo a defender que temos que ter um padrão de qualidade mínimo nos nossos relacionamentos, eu tenho-o e não pretendo baixá-lo. Para mim agora só de alfa-pendular para cima. Com isto não pretendo abandonar a minha teoria dos part times, que tem ganho cada vez mais adeptos, pretendo sim elevar a qualidade dos mesmos.

Bem, acho que para a próxima viagem vou ter que escolher outro meio de transporte de forma a continuar com as minhas ilações. Bem mas antes ainda tenho que experimentar o T.G.V............................. agora que fiquei adepta dos comboios.

Publicado por A.Xana às 10:57 AM | Comentários (4)