« OS HOMENS NÃO SÃO COMO AS CALÇAS DE GANGA!!!! | Entrada | Os homens são como os derbys de futebol!!!! »

março 22, 2006

Os Homens são como os Domingos!!


Mais uma vez me encontro sentada a reflectir e a escrever sobre os homens e as tão difíceis relações que mantemos com eles, isto quando conseguimos manter alguma relação. Digo isto porque muitas vezes assistimos ao fenómeno do “one night stand”, ou seja somos apenas a aventura ou acidente de uma noite e pouco mais!! Nesta situação em concreto eles fogem de nós a sete pés, ou muitas vezes são as próprias mulheres que tomam esta atitude, afinal convínhamos também temos que ser selectivas, é um direito que nos assiste, e afinal já chegámos ao século XXI.

Esta semana aconteceu-me um fenómeno invulgar na minha vida profissional, consegui não ter que trabalhar ao domingo. Este dia prometia ser fantástico, finalmente ia poder descansar após uma bela noitada numa qualquer discoteca da moda. A noite correu lindamente e, no domingo, invariavelmente acordei cheia de energia e sem sono nenhum.

Decidi então passear e aproveitar o dia como as outras pessoas “ comuns mortais sem mais nada para se ocupar especialmente ao domingo”. O engraçado da questão é que cheguei a meio da tarde muito aborrecida porque afinal aos domingos não se passa quase nada em lado nenhum. É o dia das famílias standards, dos casais a passearem quer sejam jovens ou idosos, e por aí fora. ...

Após assistir a todo este fenómeno domingueiro, cheguei a mais uma das minhas grandes conclusões: Os Homens são como os domingos, isto porque levamos o ano todo a reclamar eu não temos nenhum e gostávamos de ter e, quando finalmente temos o tão ansiado domingo, vemos que afinal é muito aborrecido ( tal como muitos homens que á noite parecem uma coisa mas de dia revelam-se outra completamente diferente).


Com isto não quero dizer que os homens são aborrecidos, não, realmente há alguns muito interessantes que não se enquadram em nada nesta minha classificação. A grande questão é , não será aborrecido passear todas as tardes de domingo com a mesma pessoa? Beber cafés e chás e tomar lanches standardizados nas pastelarias da moda só para nos verem aparecer, e com companhia?

A resposta para isto é simples, por uma lado pode ser aborrecido se não formos selectivas com as nossas companhias, mas por outro podemos ter a sorte de ter ao nosso lado uma pessoa fantástica e, que não nos aborreça em nada ( GOSTAVA DE SABER ONDE ESTÁ ESTA MINORIA, MAS ENFIM...)

A minha grande reflexão desta semana é que acima de tudo temos que nos sentir bem connosco próprios e com a nossa consciência, com domingo de folga, ou sem domingo, com companhia ou sem companhia........, durante a semana ou ao fim de semana, de dia ou de noite.

A melhor relação que podemos ter é com a nossa alma e o nosso eu interior. Se esta relação for bem sucedida, não nos importa se temos companhia ou não ao domingo, á 2ª, á 3ª, etc, etc.....

Acima de tudo nunca devemos deixar de fazer as coisas de que temos vontade, só porque a nossa vida foge do standard ( especialmente quando estamos quase nos 30 e as pessoas olham para nós tipo BRIGIT JONES versão portuguesa só porque não temos um namorado), só assim conseguiremos ser felizes connosco próprios.

E quem sabe se no meio destas saídas e passeios solitários, não encontraremos companhias interessantes???

COMO COSTUMO DIZER TUDO MUDA MAS NA RUA, EM CASA É QUE NÃO PODEMOS FICAR.... ( SÓ SE ESTIVERMOS Á ESPERA DO CARTEIRO E LEMBREM-SE ELE NÃO VEM AOS DOMINGOS!!)

NÃO DEVEMOS APRESSAR O DESTINO ISSO É CERTO, MAS NÃO CUSTA DAR UMA MÃOZINHA.........................

Publicado por A.Xana às março 22, 2006 12:57 AM

Trackback pings

TrackBack URL para esta entrada:
/g/tb/125865

Comentários

Olá! Adorei este blog!
Esta tua conclusão faz lembrar aquela célebre ideia que todos deveriamos ter presente no dia a dia: "Só damos valor ao que temos (pessoas, bens), quando deixamos de ter".
Essa tua questão dá que pensar. Quando não temos algo (principalmente algo que muita gente que conhecemos tem), é óbvio que também queremos porque achamos que deve ser bom. Quando chega o tão desejado dia em que experimentamos (adquirimos) o que tanto queriamos, levamos um susto e percebemos que afinal não é nada de especial. A vida é assim, complicada. E isto acontece porque somos seres imperfeitos e nunca estamos contentes com o que temos. Bom, já estou a fujir um pouco do assunto.
O que interessa é que os teus blogs estão cada vez melhores e deixam-nos sempre a pensar.
Continua assim, qualquer dia quero ver estes blogs publicados.
Jinhos
Cris

Publicado por: Cris às março 23, 2006 03:32 PM

Acho a tua teoria interessante...e concordo que muitas vezes só damos valor ao que não temos.
Vivemos numa procura incessante de qualquer coisa que imaginamos ser o ideal...e quando chegamos lá...quando chegamos...percebemos que não é bem assim. Isso vai-nos tornando mais exigentes, mais cuidadosas nas nossas escolhas. E neste momento eu encontro-me numa fase de escolhas e opções.Á vezes, o melhor é ficar com aquilo que já temos...

Publicado por: Nina às abril 12, 2006 12:14 AM

Comente




Recordar-me?

(pode usar HTML tags)