abril 01, 2005

guardiães do tempo


© direitos reservado ao autor nelson d'aires


guardiães do tempo
de 01-abr-2005 a 15-mai-2005

exposição de nelson d'aires
local:FNAC GAIASHOPPING


guardiães do tempo

Queria conhecer pessoas. Durante alguns fins de semana movi-me numa periferia cujo raio não ultrapassou uma noite fora de casa.
Foi a descoberta de certos lugares como portais de um tempo a que recuei, acontecendo-me então pessoas daquelas que nos olham com
um sentido de humanidade e planura de vida, e uma serenidade nos gestos que causam o espanto de existir.
São elas, em seus vagares, as guardiãs dos lugares e das memórias do tempo , calmos monumentos ao necessário e perene humanismo.
É nesta empatia, na explosão íntima de um momento, que se revela a eternidade dos rostos, que a ganharam por serem genuínos e sãos.
Também assim a realidade poética dos gestos captados se torna estreita pela placidez da distância vencida face à câmara fotográfica.

nelson d'aires

nelson aires em abril 1, 2005 09:39 AM
Comentários

uma imagem duramente real, mas que ao mesmo tempo revela uma humanidade que muita gente ainda não conhece. Parabéns pelo blog.

Jorge Vicente

Afixado por: Jorge Vicente em maio 4, 2005 01:05 AM

...obrigada...por me ter feito sentir tanta "coisa"...às vezes julgo que estou só...nos meus sentires...mas afinal...é só um sentir egoista..

..vou voltar sempre...

pikonera extravestida

Afixado por: pikonera extravestida em maio 8, 2005 02:43 PM