janeiro 12, 2007

4 Taste

O disco dos 4 Taste encontra-se no terceiro lugar dos álbuns mais vendidos em Portugal. Força 4 Taste, a melhor banda do planeta a par com os DZRT.

Publicado por morangostvi às 11:47 AM | Comentários (108) - Morangos com Açúcar

outubro 17, 2006

Empreendedores e a sua circunstância

Retomo hoje o leitmotiv do meu artigo anterior – a missão de desenvolvimento e inovação empresarial à Florida (10 a 15 de Setembro), uma excelente iniciativa do Embaixador dos Estados Unidos em Portugal, ...
Retomo hoje o leitmotiv do meu artigo anterior – a missão de desenvolvimento e inovação empresarial à Florida (10 a 15 de Setembro), uma excelente iniciativa do Embaixador dos Estados Unidos em Portugal, Alfred Hoffman Jr. –, para me centrar no sistema de ensino norte-americano, em particular no que diz respeito ao empreendedorismo enquanto conteúdo escolar. Também nesta área, e pegando nas premissas do artigo pretérito, os EUA obedecem a uma lógica muito pragmática, procurando incutir nos seus jovens os valores do empreendedorismo, logo a partir dos bancos de escola. Miúdos iguais aos que em Portugal se deleitam com as peripécias da "Floribella" ou dos "Morangos com Açúcar" aprendem muito cedo a fazer um plano de negócios, por exemplo, sem prejuízo das disciplinas mais convencionais (Matemática, língua materna, História, ciências ?) e sem sobrecarregar os alunos com conteúdos escolares.

Armindo Monteiro - Jornal de Negócios

Publicado por morangostvi às 04:06 AM | Comentários (12) - Morangos com Açúcar

Madalena Toscany angaria fundos para Casa Mãe

A manequim Jordana Jardel é uma das convidadas da estilista Madalena Toscany para o espectáculo de angariação de fundos para a Casa do Pombal “A Mãe”, que decorre hoje à noite na Casa do Povo de Aveiras de Cima, Azambuja. O desfile de moda intitulado “Trapos e Palavras em Movimento” está marcado para as 21h30.

O actor dos morangos com açúcar Gustavo Santos, os apresentadores Fernanda Freitas e José Figueiras e a cantora Valéria Carvalho vão participar no espectáculo que será abrilhantado pelo grupo de dança de Leiria "Oito Tempos".

O Mirante

Publicado por morangostvi às 03:54 AM | Comentários (10) - Morangos com Açúcar

outubro 14, 2006

o horário de "Morangos com açúcar" (19 horas) será para manter

A nova telenovela da TVI, "Doce fugitiva", vai estrear na próxima semana e será a nova aposta da estação de Queluz para o horário nobre, onde já estão "Tempo de viver" e "Fala-me de amor", esta quase no final.

O director-geral do canal, José Eduardo Moniz, não quis adiantar o dia exacto da estreia e o horário concreto em que será exibido o conteúdo e foi evasivo sempre que questionado. Moniz assegurou, porém, que o horário de "Morangos com açúcar" (19 horas) será para manter, o que pressupõe que "Doce fugitiva" será transmitida após o "Jornal Nacional", a partir das 21 horas, à mesma hora do que "Floribella", a líder de audiências da SIC.

Rui Miguel Melo - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 01:59 AM | Comentários (15) - Morangos com Açúcar

Gato Fedorento

A confiança no próximo projecto é reforçada pela satisfação com o resultado final da série ‘Lopes da Silva’. Depois das grandes expectativas criadas em redor do programa – que concorreu no horário nobre de sexta-feira com adversário de peso, ‘Floribella’ (SIC) e ‘Morangos com Açúcar’ –, Zé Diogo Quintela considera que o balanço é positivo. “Tivemos boas audiências, acima da média da estação naquele horário e naquele dia, e estamos muito contentes com o trabalho. Achamos que foi a melhor das séries que fizemos, porque tivemos mais meios à nossa disposição”, defende Zé Diogo Quintela.

Miguel Ângelo Ribeiro - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 01:57 AM | Comentários (18) - Morangos com Açúcar

Escola D. Manuel Faria e Sousa recebe equipamento audiovisual oferecido pela Associação de Pais

A Associação de Pais da Escola EB 2,3 D. Manuel de Faria e Sousa entregou esta semana mais algum equipamento audiovisual àquela escola, procurando, desta forma, contribuir para melhorar as condições de ensino naquele estabelecimento concelhio.
Aquela Associação de Pais já havia oferecido, durante o ano lectivo transacto, outro equi-pamento didáctico – microscópios -, audiovisual (leitores de DVD) e informático, neste caso com especial destaque para dois aparelhos “e-beam” – um sistema do tipo quadro electrónico, idêntico ao que se vê numa telenovela da TVI, “Morangos com Açúcar”.

Semanário de Felgueiras

Publicado por morangostvi às 01:56 AM | Comentários (13) - Morangos com Açúcar

outubro 12, 2006

Atirador Rodrigo Dourado vence Prémio Carreira

A Câmara de Santarém distinguiu esta sexta-feira os melhores atletas do concelho nos últimos dois anos. Ao todo foram 67 atletas que subiram ao palco para a homenagem.

A primeira gala do desporto do concelho de Santarém contou com a apresentação da conhecida apresentadora televisiva Tânia Ribas de Oliveira, e com a participação de Diana Chaves (Susana dos Morangos com Açúcar, popular série da TVI), Filipe Gaidão (hóquista da selecção nacional) e do judoca internacional João Cardoso, que colaboraram na entrega de prémios.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 08:35 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Dalila entra em concerto

O desempenho de Dalila Carmo, anteontem à noite, na estreia do programa da TVI ‘Canta Por Mim’, pode levar a actriz a cantar num concerto ao lado de Tiago Bettencourt. A revelação foi feita pelo próprio vocalista dos Toranja.

Dalila Carmo, 32 anos, casada com Vasco Machado, é natural de Vila Nova de Gaia. Entre 90 e 93 frequentou o curso profissional de Ballet-Teatro, tendo, em 91, estreando-se no teatro, na peça ‘Estive Quase Morto no Deserto’. A primeira experiência em TV aconteceu em 93, num telefilme, ainda que a grande projecção tenha sido no ‘Diário de Maria’, em 98, na RTP 1. Já participou em ‘Morangos com Açúcar’, ‘Jardins Proibidos’ e está, agora, em ‘Tempo de Viver, igualmente da TVI.

Ana Lúcia Sousa / Ana Luzia - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 08:35 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

belezas do município estão fazendo sucesso além mar

O retorno da acção promocional do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Turismo (SETUR), na novela portuguesa "Morangos com Açúcar", já pode ser constatada. Na mídia portuguesa, a repercussão da novela no Rio Grande do Norte ocorreu em diversos veículos com várias matérias em cada impresso: Jornal 24 Horas, Revista 24 Horas, Revista Ana, Revista Best Girl, Correio da Manhã, Jornal de Notícias, entre outros.

Diário de Natal

Publicado por morangostvi às 08:34 PM | Comentários (2) - Morangos com Açúcar

Clube que não ganha

Não basta Joana Duarte, Angélico e Diana Chaves pedirem ‘à malta’ para aparecer por ali – até porque se aparecer por ali muita gente não fica ninguém lá em casa para ver.

O‘Clube Morangos’ é uma boa ideia. Mas este é o melhor exemplo de que nem sempre uma boa ideia resulta num bom programa. Ou, mais precisamente, num ‘pograma’ (como por lá se diz) que responda às expectativas de quem o idealizou.

Teoricamente, a fórmula parece não ter defeito: pegar em cinco jovens actores saídos de uma telenovela juvenil bem sucedida e pô-los a apresentar um programa destinado ao público que sempre os preferiu. O problema é que ‘Clube Morangos’ parece (falando do conteúdo que apresentou na sua primeira semana de vida) não ter nada para oferecer a não ser o visual asseado e limpinho e a simpatia dos seus (cinco) apresentadores.

José Eduardo Moniz, recorde-se, já havia confiado programas a figuras no auge da fama – como Zé Maria ou, até, Gisela Serrano. Não funcionaram e depressa desapareceram. Nem a prestigiada Sofia Alves conseguiu, um dia, ter sucesso como apresentadora das manhãs. Ainda assim, os exemplos de Zé Maria, Gisela e Sofia Alves talvez não possam ser exactamente comparáveis a esta nova extensão dos ‘Morangos com Açúcar’ – que se tornou uma marca da casa, com muito peso nos resultados globais da estação e, seguramente, um produto que tem contribuído de forma decisiva para a liderança que hoje a TVI detém.

José Eduardo Moniz confiou, portanto, em alguns dos mais ‘mediáticos’ rostos de ‘Morangos’ para recuperar espaço num horário largamente dominado por ‘Floribella’ – que, dessa forma, passou até a ter um impacto significativo nas decisivas contas do acesso ao ‘prime time’. A questão é que, até ver, o tiro está a sair ao lado. A TVI já cresceu nesse horário, é um facto, mas cresceu pouco. E ‘Floribella’ não baixou. Compreende-se. Não basta Joana Duarte, Angélico e Diana Chaves pedirem ‘à malta’ para aparecer por ali – até porque se aparecer por ali muita gente não fica ninguém lá em casa para ver.

‘Morangos’ é uma telenovela (ou série de longa duração) que funciona muito bem. E devia ser apenas isso: uma telenovela.

Eventualmente, a ideia do ‘Clube’ até poderia ter resultado no passado, em 2004 ou até 2005 – mais que não seja porque, do outro lado, havia um vazio neste ‘target’ específico. Ou, se quisermos, com ‘New Wave’ no ar o ‘Clube dos Morangos’ não teria tanta dificuldade em impor-se e o mais certo era a esta hora já estar tranquilamente embalado. Fica, assim, a sensação de que chegou tarde e a certeza de que chegou para tentar dali empurrar um produto que está a ‘incomodar’. Há, por fim, a conclusão mais óbvia: os actores representam, os apresentadores apresentam. Misturar os papéis não dá bom resultado. Repito: no projecto, a ideia é boa. O pior é o resto.

Nuno Farinha, Director da TV Guia - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 08:34 PM | Comentários (5) - Morangos com Açúcar

A dura Nova Iorque num palco de teatro

Entre os actores, a experiência de uns equilibrou o nervosismo dos estreantes, o que se saldou num balanço positivo, capaz de melhorar em cada exibição até 17 de Dezembro. De destacar a prestação de Maria Santos, que mais uma vez fez de lésbica, agora como Maureen, depois de ter sido Liliana em "Morangos com açúcar". Revemos ainda Sofia Barbosa, a advogada Joanne ( namorada de Maureen) que além de cantar como em "Operação Triunfo" agora também representa.

Sara Oliveira - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 08:33 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Joana Duarte & Zé Milho

Músico dos D’ZRT troca de moranga

Ninguém estava à espera que Vítor Fonseca – conhecido por todos como Cifrão nos D’ZRT ou Zé Milho nos ‘Morangos com Açúcar’ (TVI) – trocasse a actriz Cláudia Oliveira, que interpreta a professora Margarida Prata, por Joana Duarte, que deu vida à Matilde, na novela juvenil que passa no canal de José Eduardo Moniz.

Certo é que Cifrão, por razões do coração, optou por deixar Cláudia Oliveira, com quem namorava há seis anos e com quem tinha planeado uma vida em comum – tinham comprado uma casa num condomínio privado –, porque se apaixonou por Joana Duarte, com quem namora há cerca de um mês.

Confrontado pelo CM sobre o assunto, o músico não nega o novo namoro, limitando-se a dizer: “É a minha vida privada. Peço desculpa, mas não vou comentar”, justifica.

Quanto a Joana Duarte, que é uma das apresentadoras do novo programa da TVI ‘Clube Morangos’, está radiante da vida, tal como fez saber publicamente.

“É uma fase boa da minha vida. Tenho um programa novo e um namorado novo”, confirmou a uma revista, sublinhando não andarem, ela e Cifrão, a fazer secretismo em torno do romance.

“Ainda não calhou aparecermos juntos. Não andamos a esconder o namoro, não mesmo”, referiu.

Apesar dos seus 20 anos, Joana Duarte é peremptória: “Não penso viver junta com ninguém. Cada um continua na sua casa”, conclui.

Alexandra Ferreira - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 08:33 PM | Comentários (49) - Morangos com Açúcar

Moda lanhoso apresenta colecção para o frio

A 1.ª edição do ModaLanhoso, que decorreu no dia 25 de Março passado foi um sucesso comprovado pelo grande número de lojas participantes (cerca de 40) e público interessado em ver o desfile que foi apresentado pela actriz Inês Simões da série “Morangos com Açúcar”.

O Primeiro de Janeiro

Publicado por morangostvi às 08:32 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Gala do Desporto esta noite em Santarém

A cerimónia contará com a presença de Diana Chaves, actriz dos “Morangos com Açúcar” e ex-nadadora federada e também de Filipe Gaidão, uma das maiores personalidades do hoquéi em patins em Portugal.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 08:32 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

banda Blister

Também a banda Blister, que já participou em duas bandas sonoras da série Morangos com Açúcar, vai estar nas Caldas, no dia 6 de Outubro, pelas 22 horas, no Centro da Juventude.

Jornal das Caldas

Publicado por morangostvi às 08:31 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Os canais da mudança

Na apresentação da IV série de ‘Morangos com Açúcar’, o director-geral da TVI referiu: “A televisão portuguesa ganha quanto mais diversificada for. Sinto muita honra em ter a TVI como um modelo que os outros querem seguir. Isso coloca-nos responsabilidades acrescidas porque, obviamente, nos obriga a ser cada vez melhores.” Para este responsável, “tudo o que venha para dinamizar o mercado é bom. A concorrência implica uma luta, um desafio”.

MORANGOS COM AÇÚCAR

Estreou em 2003 e mantém-se no ar. Trinta segundos de publicidade neste espaço custa cerca de 21 035 euros.

Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 08:31 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

"SIC quer apoiar cinema comercial"

"O filme da treta", que sucede ao "Crime do padre Amaro", consolida a aposta nos filmes para televisão?

A SIC quer continuar a apoiar a visão comercial do cinema português - algo que sempre faltou e a que a SIC é muito sensível. Todos os produtores de cinema português que quiserem partilhar essa visão connosco podem contar com uma porta aberta. A partir do momento que o Leonel Vieira veio falar connosco, passámos a constituir uma equipa. Estou convicto que será o filme português mais visto do ano - é uma meta ambiciosa.

A Parada de aniversário da SIC, a decorrer na Avenida da Liberdade, não acontece num momento de glória, uma vez que a SIC não lidera audiências. Qual é o sentido desta estratégia?

A SIC não precisa de ser número um nas audiências para fazer eventos de importância nacional - já o fizemos mais vezes este ano e teremos capacidade e engenho para repeti-los neste e nos anos que seguem.

Não vê estranheza no facto de se conseguir êxito com "Floribella", um produto para crianças? Será mais fácil seduzi-las do que aos adultos?

Depois de "Chuva de Estrelas", "Big Brother" e "Morangos com Açúcar" a "Floribella" é o mais recente fenómeno televisivo nacional. É um produto que, aparentemente, era infanto-juvenil, mas as audiências pintam outra realidade. O que foi difícil foi fazer um produto com essas características que apelasse a todos os públicos. Portanto, a questão da dificuldade em agradar mais as crianças do que a adultos não se coloca.

A SIC pondera algum grande projecto que vá surpreender o mercado?

Infelizmente, e de momento, é difícil à SIC ter possibilidade de fazer grandes projectos em maior número do que já fez este ano.

Dina Margato - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 08:30 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

SIC - na série ‘Aqui não há quem viva’ Aparício e Rizzo vivem relação gay

Sílvia Rizzo vai participar em ‘Aqui Não Há Quem Viva’, da SIC, na pele de uma advogada que viverá uma relação gay com a personagem de Sofia Aparício. “Ela vai ter um caso com a ‘Bia’ [Sofia Aparício]”, revela.

A actriz, que, até há pouco tempo, participou na novela ‘Fala-me de Amor’, da TVI, interpreta pela primeira vez uma personagem homossexual. “A ‘Rosário’ é uma advogada lésbica que vai ter um caso com a ‘Bia’” (Sofia Aparício), diz ao CM Sílvia Rizzo, que começou a gravar a ‘sitcom’ sexta-feira e fará parte do elenco durante, pelo menos, nove episódios. Alías, o registo de comédia é onde se sente mais à vontade, porque, como diz, “já nasci a rir”. Inclusive os amigos tratavam-na por Riso. “Um dia, escreveram o nome com dois zês, achei graça e ficou... Rizzo”, conta a actriz, Sílvia Lima de seu verdadeiro nome.

Devido ao registo de comédia do formato, “não vão existir cenas íntimas”. “Não fazia sentido. Se fosse para tratar o assunto de uma forma mais séria, talvez se justificasse, assim não. Apesar de a série abordar este tema, quer na versão feminina quer na masculina, fá-lo de uma forma ‘leve’”, conta Sílvia, adiantando ainda que a ‘Rosário’ vai entrar em litígio com ‘Gustavo’ (Luís Gaspar) o par de ‘Fernando’ (Diogo Morgado).

Já para Sofia Aparício, este tipo de personagem não é novidade. A actriz e Elsa Raposo formaram um casal lésbico na série ‘Um Estranho em Casa’ (RTP 1). E esta também não é a primeira relação lésbica da ‘sitcom’. Mafalda Vilhena e Mané Ribeiro, respectivamente ‘Inês’ e ‘Iolanda’, chegaram a trocar um beijo.

Sílvia Rizzo conta que ‘Rosário’ foi contratada para defender uma clínica onde ‘Bia’ trabalhava. “Despediram-na por estar grávida, mas, sobretudo, por ser lésbica”, explica.

Sílvia Rizzo, que deixou a novela ‘Fala-me de Amor’, da TVI, onde dava vida a ‘Joana’, para poder acompanhar um familiar que estava doente, garante que a entrada em ‘Aqui Não Há Quem Viva’ não significa que troca a TVI pela SIC. “É apenas uma participação, mais nada. Mas, como não tenho contrato de exclusividade e preciso de trabalhar, vou para onde me dão trabalho”, diz. Sílvia teve também uma participação especial na série ‘Os Mistérios da Estrada de Sintra’, da RTP.

PERFIS

Sofia Aparício nasceu a 2 de Junho de 1970 em Viana do Castelo. Iniciou a sua carreira de manequim com apenas 13 anos, pela mão do costureiro José Carlos. Estreou-se como actriz na peça ‘A Dama das Camélias’ e na TV, em 1997, na série ‘Não Há Duas Sem Três’. Foi também apresentadora de programas de moda, nomedamente do ‘86-60-86’ (RTP 1).

Sílvia Rizzo, 38 anos, é casada com António Parente (patrão da NBP, que produz novelas para a TVI) e tem dois filhos. Natural de Lisboa, a actriz estreou-se em TV, em 1996, na série ‘Filhos do Vento’ (RTP) e em teatro na peça ‘A Partilha’, este ano, contracenando com Teresa Guilherme.

HOMOSSEXUALIDADE NA FICÇÃO

Lídia Franco foi uma das pioneiras na interpretação de uma lésbica na ficção nacional. A actriz, que encarnou a personagem de ‘Isabel’, assumiu o amor no feminino na novela ‘Terra Mãe’, em 1998. Depois de Lídia Franco foi a vez de, em 2004, Maria João Bastos dar vida a ‘Susana’, uma pintora, igualmente homossexual, na série ‘Segredo’ (RTP). Mais recentemente, a novela juvenil ‘Morangos com Açúcar’ (TVI) contava a desventura amorosa de ‘Liliana’ (Maria Sampaio), que se apaixonou por ‘Ana Luísa’ (Cláudia Vieira). Mas as produções nacionais também apostam na homossexualidade no masculino, como acontece em ‘Aqui Não Há Quem Viva’, ‘Jura’, ambas da SIC, e ‘Tempo de Viver’, da TVI.

Fernanda Bueno - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 08:30 PM | Comentários (2) - Morangos com Açúcar

Daniel Antão

“Gostava de ser Ministro dos Negócios Estrangeiros ou então Ministro da Agricultura. Acho que o futuro de Portugal passa pelo estreitamento das relações internacionais, com os PALOP, por exemplo. Quanto à agricultura acho que tem como progredir no nosso país.”

Dá importância a regras de etiqueta?

Sim, ligo a tudo quanto seja boa educação. Principalmente a comer, no trato com as pessoas, respeito, etc. Nunca me esqueço de dizer obrigado, por exemplo. Costumo inclinar o prato da sopa para a frente, ao contrário do que a maioria das pessoas faz. Quando me telefonam espero sempre para que seja a outra pessoa a desligar primeiro, esse tipo de coisas.

Já foi assaltado? Apresentou queixa?

Infelizmente já, há poucos meses. Levaram-me o telemóvel e o leitor de mp3. Foi assustador. Dois toxicodependentes encostaram-me a um muro, apontaram-me uma faca e disseram “Isto é um assalto, não fujas.” Eu dei tudo, que remédio. Tinha imensos trabalhos no mp3. Só fiz queixa quando cheguei a casa mas não valeu a pena porque não fizeram auto da participação.

Interessa-se pela política?

Sim, sou de direita. No entanto, acredito na monarquia. Defendo que o rei é um factor de união social, é a identidade de um povo. Torna um país mais unido.

Gostaria de seguir a carreira política?

Sim, gostava. Gostava de ser Ministro dos Negócios Estrangeiros ou então Ministro da Agricultura. Acho que o futuro de Portugal passa pelo estreitamento das relações internacionais, com os PALOP, por exemplo. Quanto à agricultura acho que tem como progredir no nosso país.

Qual é a moda mais irritante dos últimos tempos?

Neste momento o que mais me irrita é a televisão. A TVI irrita qualquer um. Os Morangos com Açúcar enervam-me profundamente. Desde os actores, os cenários, o argumento… são péssimos. Aqueles programas do tipo Sic 10 Horas e Portugal no Coração também me enervam.

Que aparelhos tecnológicos já não dispensa?

O leitor de mp3, o telemóvel e o leitor de DVD.

O que gostaria que houvesse em Povos?

Talvez um centro comercial pequenino… Mas principalmente, um apeadeiro. Dava muito jeito.

Costuma assistir a peças de teatro amador?

Não costumo assistir, mas faço teatro para crianças na igreja. O grupo chama-se Bee Happy e é de Vila Franca de Xira. Temos feito algumas peças de sensibilização para a toxicodependência, prostituição e outros problemas sociais.

Concorda com o estabelecimento de peso mínimo para as modelos?

Concordo, agora passam a ter um peso mais decente. Com aquela magreza acabam por criar ilusões nas pessoas que depois ficam sempre frustradas por não atingir aqueles padrões.

Se não conseguir emprego na sua área, tem problemas em aceitar outra coisa?

Não tenho qualquer problema. Gostava que fosse na minha área. Mas se não der paciência. Qualquer trabalho é digno. Primeiro interessa receber ao fim do mês.

Qual é a sua viagem de sonho?

Suécia e Japão. A Suécia é um sonho desde pequeno, sempre fui fascinado por aquele país. O Japão porque é completamente diferente do resto do mundo. As pessoas têm uma mentalidade diferente, é um país muito exótico, tem uma cultura espectacular.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 08:28 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

O gozo de lidar com crianças

Em pequena queria ser professora, hoje, como diz, “falo com elas”. Maria da Conceição Bento Ferreira é auxiliar de acção educativa no jardim-de-infância de Casais de Igreja, Torres Novas. Uma profissão que lhe dá muito gozo.

O pai queria que tirasse o curso de professora primária mas o casamento “trocou-lhe” as voltas. Hoje, aos 45 anos, Maria da Conceição Bento Ferreira tem pena de não ter continuado os estudos (ficou pelo antigo sétimo ano) mas, na prática, está a fazer o que o pai sempre quis – estar com crianças.

“Não sou professora mas dou-lhes algumas lições diárias”, diz a auxiliar de acção educativa que mora em Assentis, aldeia vizinha da localidade onde está instalado o jardim-de-infância, em Casais de Igreja (Torres Novas).

Desengane-se quem pensa que às 08h30 da manhã, hora a que os pais deixam os filhos na pequena escola, as crianças ainda vão estremunhadas de sono. “Qual quê, estão mais que despertos e querem logo brincadeira”, diz a auxiliar de acção educativa.

A primeira coisa que fazem, na meia-hora que aguardam pela chegada da educadora (as aulas começam às 09h00) é pedirem para colocar a música dos D’ZRT, confessa Maria da Conceição, a quem as crianças chamam simplesmente São.

A São faz-lhes a vontade e até canta e dança com elas, ao som das melodias do grupo de adolescentes projectado pela série televisiva “Morangos com Açúcar”. É disto que Maria da Conceição gosta, apesar de considerar que nesta profissão é essencial ter uma boa dose de bom senso e muita paciência.

“Estamos a lidar com crianças de três anos, que na maioria dos casos ainda não está habituada a qualquer tipo de regras”, diz a auxiliar, adiantando que o seu papel é, em cada início de ano lectivo, ensinar também as regras básicas da convivência e boa educação.

Digamos que é uma espécie de lição de comportamento, para que pouco a pouco os miúdos interiorizem que não podem fazer tudo o que lhes apetece nem como querem. Há situações que lhe deixam o coração apertado. Como o de uma criança que assim que a mãe a deixa na sala corre a agarrar uma cadeira que arrasta até à janela mais próxima. “Todos os dias faz isso, para acenar um adeus à mãe, e só sai de lá quando perde o carro de vista”.

O bom senso também é fundamental para uma boa relação, quer com os alunos quer com a própria educadora de infância. “É preciso às vezes quase adivinhar os pensamentos da educadora para saber se devo agir em determinadas circunstâncias ou deixar que seja ela a gerir a questão”.

Maria só entrou no mundo de trabalho sete anos após o casamento, tinha já a sua filha mais velha cinco anos. Sentia necessidade de fazer algo e contribuir também para o orçamento familiar.

O primeiro emprego foi no Centro de Dia de Assentis, no apoio a idosos. Trabalhou também no hospital de Torres Novas, onde recolhia as análises dos doentes para o laboratório da unidade. “Não eram trabalhos que idealizei mas dediquei-me a todos de alma e coração”, diz.

Em 1994 concorreu ao concurso lançado pela Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo (DREL-LVT) que pedia auxiliares de acção educativa. Conseguiu um lugar mas não vinculativo. “Foi no tempo de Manuel Ferreira Leite, em que os contratos, de um ano, não podiam ser renovados à mesma pessoa.

Foi por isso que, depois da primeira experiência como auxiliar de acção educativa, esteve três anos em casa. Um período que lhe custou a ultrapassar, primeiro porque não ganhava, depois porque ficava o dia inteiro sem sair de casa. Para contrariar a situação Maria da Conceição até chegou a trabalhar a dias, nas limpezas.

Mas nunca desistiu e em 1997 voltou a concorrer ao concurso aberto pela DREL. Entrou novamente e mais uma vez sem vínculo. Só em 2001/2002 é que “ganhou” o lugar de efectiva.

“Não há nada melhor para nos pôr para cima que a alegria e a ingenuidade das crianças”, refere, adiantando que fica totalmente contagiada. “Por exemplo, elas já andam todas entusiasmadas porque vamos fazer bolinhos para o dia de Todos-os-Santos. E isso também me entusiasma”.

Margarida Cabeleira - O Mirante

Publicado por morangostvi às 08:28 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

A morte de um jovem no Porto baleado pela GNR está hoje em destaque nos jornais

Um projecto que obriga os hospitais a afixar tempos de espera no atendimento, as negociações salariais entre Governo e Função Pública e a morte de um jovem no Porto baleado pela GNR estão hoje em manchete nos jornais. O Público destaca hoje na capa "Função Pública perante oitavo ano consecutivo de aperto salarial" e acrescenta que as "negociações para 2007 entre sindicatos e Governo arrancam hoje sem expectativas". Sobre o caso do jovem morto a tiro pela GNR no decorrer de uma perseguição de carro, terça-feira no Porto, o jornal escreve que o "Agente que baleou jovens em fuga só tinha dado cinco tiros com metralhadora utilizada". O matutino realça ainda que a reforma da Rede de Urgências "ainda deixa um milhão a mais de 45 minutos de distância". Noutros temas de capa o Público escreve "Coreia do Norte ameaça com um teste [nuclear] e França recusa proposta iraniana", "Turcos desviaram avião e pe diram asilo político", "Rendimento de Inserção-Mais de mil milhões de euros serão gastos até 2008", "Governo assume que 36 câmaras perdem apoios do Estado" e "GM e trabalhadores já chegaram a acordo para rescisões na Azambuja". Em manchete no Diário de Notícias surge hoje o título "Hospitais obrigados a afixar tempo de espera no atendimento". O jornal diz que se trata de um "projecto do Bloco de Esquerda, apoiado pelo PS" e que "obriga a afixar os tempos clinicamente aceitáveis no atendimento". "Governo e Municípios em clima de guerra aberta", "Autarcas protestam contra fecho de 14 urgências", "Cavaco mostra exclusão social em Lisboa" e "Bloco de Esquerda quer inquérito ao ´Envelope 9`" são outros títulos de capa do DN.

O Correio da Manhã também realça a perseguição policial e o tiroteio no Porto, na madrugada de terça-feira, no qual um jovem morreu e outro ficou ferido com gravidade devido a disparos da GNR. O CM indica que os "Fugitivos à GNR têm cadastro" e recorda que um "Guarda [foi] detido pela PJ por matar jovem com registo policial que seguia em carro em fuga". O jornal especifica que o "Condutor [do carro em fuga] e um ocupante têm antecedentes criminais por assaltos". A fotografia de capa do CM mostra uma equipa da polícia a retirar o corpo de um dos tripulantes de um veleiro espanhol que encalhou e foi atirado contra as rochas perto de Leixões. "Velejadores morrem na praia", titula o CM. Noutros temas de primeira página, o matutino adianta "Turco desvia avião e escreve ao Papa", "Urgência básica vai ter dois médicos", "Mulher espancada até à morte", "Erro médico pára Rui Costa mais de um mês" e "Função Pública perde poder de compra há cinco anos". O Jornal de Notícias, matutino do Porto, destaca hoje em manchete os disparos da GNR sobre um carro que seguia em fuga com quatro jovens, titulando "Perseguição até à morte". O jornal adianta que o "carro em fuga foi alvejado por rajadas de pistola-metralhadora da GNR" e que um militar foi "detido por suspeita de homicídio". A vítima, escreve o JN, chamava-se Vítor, tinha 21 anos e era canalizador mas estava desempregado. "Ida para os copos acabou em tragédia", indica ainda o jornal. "Professores vão ter mais dois escalões na carreira", "Jovem mãe com sinais de ter sido morta à paulada", "Cristão turco desvia avião para não servir exército islâmico" e "Rui Costa agrava lesão e deve parar um mês" são outros títulos em destaque na capa do JN. O 24horas refere hoje em manchete que a "Namorada de Dino [ou Francisco Adam, jovem actor da série ´Morangos com Açúcar` que morreu num acidente de via ção] sabia que ele consumia drogas". A imprensa económica destaca que o "Sigilo bancário cai para quem recorrer a tribunal" (Jornal de Negócios) e uma entrevista com o presidente da ANACOM . "Isto é negócio, não é acordo entre amigos", diz José Amado da Silva sobre a OPA da PT ao Diário Económico. Os três desportivos puxam para capa o agravamento da lesão do médio do Benfica Rui Costa devido a um diagnóstico médico errado feito por uma clínica a que os encarnados recorrem. A rotura muscular na coxa obriga o jogador a parar um mês, o que o afasta de vários jogos considerados cruciais para o clube da Luz.
Revista de imprensa de Lisboa - LUSA

Publicado por morangostvi às 08:27 PM | Comentários (7) - Morangos com Açúcar

Apaixonada pelas artes

Cláudia Abreu, de apenas 19 anos, dá vida a Regina Engstrand, uma personagem dissimulada. Talvez inspirada por partilhar o nome com a famosa actriz brasileira, a jovem é uma apaixonada pelo mundo das artes.

Cheia de energia chega à sala da Sociedade Euterpe Alhandrense pronta a “bater texto”. Sabe de cor as suas falas e as do actor com que contracena. Sempre preocupada com a dicção, repete automaticamente todas as deixas, que a mãe vai conferindo no guião. Dá sugestões e ensaia os gestos, sob as indicações do encenador. Enche a sala com a sua boa disposição.

Com o brilho nos olhos de quem gosta do que faz, Cláudia confessa “O mais engraçado disto é num dia ser uma pessoa má e no outro poder fazer de uma criança inocente de 10 anos. É mesmo isto que eu quero fazer”, remata.

Até agora a vilafranquense vai juntando no currículo, para além das actuações pelo Grupo Esteiros, várias figurações, uma fala nos Morangos com Açúcar e no programa Os Principais, entre outros.

Acabou o 12º e entrou num curso de realização de cinema, que complementa com o curso de teatro aos fins-de-semana. Não satisfeita, acrescenta que assim que acabar esses cursos, quer tirar um de canto, a sua “grande paixão”.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 08:27 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Fãs juntam-se para ver "Clube morangos"

Algumas dezenas de jovens e adultos concentraram-se ontem frente à galeria do "Diário de Notícias", em Lisboa, para assistir à emissão em directo do primeiro programa "à séria" do "Clube dos morangos", da TVI. As janelas não foram suficientes para todos os que queriam espreitar, e os fãs andavam de um lado para o outro a tentar recolher autógrafos ou fotografar com o telemóvel os ídolos da série juvenil.

Cátia, de 17 anos, conseguiu ver os membros da banda 4 Taste e alguns dos actores, agora transformados em apresentadores de um "talk show" diário. Fã-confessa da série desde a primeira temporada, a jovem garantiu, ao JN, que não se deixa influenciar pelas histórias de "Morangos com açúcar". Também para a Ana, Andreia, outra Ana, Gilson e João - cinco colegas de escola -, com idades entre os 16 e os 18 anos, não são os guiões que os levam a acompanhar a novela. Segundo este último, são as "damas" como a actriz Diana Chaves que cativam a sua atenção. Mas todos concordam que os actores são bem mais apelativos do que as temáticas "repetidas" e "dramáticas". Questionados sobre o que os leva a ver os episódios, responderam que não têm mais nada. "A televisão é sempre a mesma coisa", sublinhou Andreia.

Posição menos crítica teve José Moreira, pai de Diogo, de 7 anos. "Como vai mudando de histórias e personagens, não se torna monótono", explicou. Habitante de Portalegre, José Moreira aproveitou uma deslocação a Lisboa para levar o filho até ao cimo da Avenida da Liberdade. Apesar de considerar que a série se destina a espectadores mais velhos, o pai de Diogo entende que não existem "grandes problemas se for visto por miúdos mais jovens".

O "Clube morangos" teve a primeira edição na quinta-feira, num especial para lançar o programa. Ontem, arrancaram as emissões regulares - de segunda a sexta-feira, pelas 17 horas, que serão apresentadas por Diana Chaves, Joana Duarte, Angélico, Ana Rita Tristão e Gustavo.

Ana Gaspar - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 08:26 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

"Sintra Moda 2006" prepara-se para desfilar

A Associação Comercial e Industrial do Concelho de Sintra (ACISintra) vai promover mais um Desfile de Moda, para apresentação das colecções de Outono/Inverno das lojas do Comércio Local. "Sintra Moda 2006" acontece no dia 13 de Outubro, pelas 21h30, no Grande Auditório do Centro Cultural Olga de Cadaval.

Comentários (0) | 02 de Outubro de 2006

“Sintra Moda” tem como finalidade “promover e reforçar a imagem de actualidade/notoriedade dos estabelecimentos comerciais”.

A animação deste evento de entrada livre vai estar a cargo dos “Fly Dancers”.

À semelhança dos anos anteriores, os manequins são conceituados, tanto ao nível da moda nacional quanto de personagens de telenovelas nacionais: Cláudia Vieira e Núria Madruga (de “Fala-me de amor”), Lúcia Garcia, Vikky, Helena Coelho, Nadia Lopes, Anneli, Jamal, Gémeos: David e Tiago, Luís Lourenço (“Morangos com Açucar”), Rui Santos (“Inspector Max”), entre outros.

O lançamento das colecções Outono/Inverno vai ser assinalado com um desfile de Moda, apresentado por Fernanda Serrano.

Mafra Regional

Publicado por morangostvi às 08:24 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Um modelo argentino é nova aposta da TVI

A "heroína" da nova ficção da TVI é uma típica rapariga de cidade, que descende de uma família de estrato cultural baixo, embora detentora de grande energia. É optimista e dotada de uma enorme alegria de viver. Vai chamar-se "Doce fugitiva" e é a adaptação da telenovela argentina "Kachorra", cujas gravações iniciaram-se há uma semana. Tem estreia marcada para a segunda quinzena de Outubro.

A ficção deverá contar com muitas caras que já participaram em "Morangos com açúcar". São já falados os nomes de Helena Costa, Paula Neves, Rita Pereira, Inês Castelo-Branco, Mariana Monteiro, Francisco Froes, Maria Sampaio e Vítor Fonseca (dos D'zrt) para integrarem a ficção da estação de Moniz, criada, ao que parece, uma vez que se trata de um produto infanto-juvenil, para fazer concorrência a "Floribella", da SIC.

Esta novela, que trouxe altas audiências à estação de Carnaxide, é, por sinal, também uma produção nascida no mesmo país, a Argentina, e foi então protagonizada pela cantora-actriz uruguaia Natalia Oreiro.

A adaptação do original "Kachorra", de 2002, da estação Telefe para o nosso país foi encomendada à Casa da Criação.

Misturando um tipo de comédia quase de situação e momentos de grande carga emocional, a história gira em torno de uma jovem que não gosta do seu nome e prefere ser tratada por "cachorra".

A rapariga é acusada de ser a autora de um crime ocorrido no seu bairro e, como não consegue provar a inocência, é obrigada a fugir para outra cidade mas, também, a mudar de identidade. Aqui, adopta o nome por que era conhecida na sua terra, "Cachorra", muda completamente o seu aspecto e arranja emprego na casa de uma família rica.

O que parece um patinho feio vem a revelar-se uma jovem bela e que não tem nada de ingénua como, à primeira vista, tudo apontava. Reviravolta que também é comum nas receitas das telenovelas.

Mais uma história de conto de fadas, em que a pobre rapariga vai alterar por completo a vida da família rica e trazer transtornos vários à situação bem instituída dos seus elementos.

Para seguir a linha do modelo original sul-americano, a versão portuguesa terá de ter também uma forte aposta no humor.

João Quaresma - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 08:24 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

'Sofia' e 'André' no Clube

Interacção com os espectadores, no estúdio e no exterior, é uma das grandes apostas do Clube Morangos, o talk show a que os fãs dos Morangos com Açúcar podem assistir, a partir de hoje, antes do episódio do dia. Rappel na fachada do edifício do DN, onde o programa vai para o ar, e apresentação dos décors da nova série marcam o arranque do programa. Depois chega o novo par romântico: 'Sofia' e 'André', ou seja, Mafalda e Isaac. Para animar a emissão, nada melhor do que os... 4 Taste. É verdade, eles também vão cá estar! Não percas! A partir das 17.00.

Diário de Notícias

Publicado por morangostvi às 08:23 PM | Comentários (22) - Morangos com Açúcar

Portugal mais apelativo

RTP1 vai mostrar destinos de um País moderno e irreverente em programa original.

Partir à descoberta do País, revelar sabores, desvendar recantos que poucos conhecem, andar de burro, fazer canoagem, voar de balão ou ultraleve com Ruy de Carvalho, Sylvie Dias ou outra figura pública é o que João Catarré e Patrícia Candoso se propõem fazer durante 26 semanas, na RTP1, já a partir de amanhã, sábado.

O canal público procurava dois apresentadores “jovens, curiosos e habitantes na cidade”. A escolha recaiu sobre Patrícia Candoso e João Catarré, a Sara e o Pipo dos ‘Morangos com Açúcar’. Os dois actores, que casaram este Verão, trocaram a TVI pela RTP, fizeram uma pausa na representação, e aceitaram o desafio: ir passear por vilas e aldeias portuguesas, conhecer restaurantes, cafés e tasquinhas, pousadas, hotéis e spas, fazer fins-de-semana repousantes ou cheios de adrenalina.

“Foi assustador quando vi o ultraleve, uma estrutura em ferro, com uns tecidos à volta e um motor de 60 cavalos”, comenta João Catarré falando da experiência mais radical que viveu nos cinco programas que já gravou. Patrícia Candoso, que tem “medo das alturas”, conta que foi por pouco que se safou a uma viagem de balão: “Estava demasiado vento para o balão subir. Mais tarde, quem acabou por ir passear de balão foi um dos nossos convidados”. Para o jovem casal, esta experiência televisiva é uma mais-valia nas respectivas carreiras porque, dizem, acima de tudo são “comunicadores” a quem se exige “versatilidade”.

O novo espaço,‘destinos.pt’ resulta de uma parceria da RTP com o Instituto de Portugal, a TV Tours e a produtora Duvideo. Os patrocinadores querem “um programa diferente”, dirigido a “públicos mais jovens, exigentes e esclarecidos” a quem se quer transmitir a imagem de um Portugal “moderno e apelativo”. Para Nuno Santos, director de Programas da RTP, esta parceria para a criação de conteúdos além de ser um “desafio” para a estação pública faz dela uma “TV mais forte”.

DESTINOS.PT

Canal: RTP 1

Estreia: dia 30

Horário: 11h30

Periodicidade: semanal

Duração: 26 programas

Eugénia Ribeiro - Correio da Manhã.

Publicado por morangostvi às 08:23 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Vêm aí mais realty shows

A TVI tem uma série de formatos para estrear ainda este mês. Novelas portuguesas e concursos voltam à grelha.

A TVI tem uma agenda preenchida para o mês de Outubro e com oferta variada, em que se inclui os habituais formatos de novelas portuguesas, ‘reality shows’ e concursos. Na ‘reentré’ televisiva, o director-geral da estação, José Eduardo Moniz, manifestou o seu agrado pela capacidade de resposta dos outros canais mas prometeu manter a sua aposta nos formatos originais. Os mesmos que lhe têm garantido o sucesso de audiências.

“Temos imensas coisas em carteira”, garantiu. E acrescentou ter preterido vários dos títulos em exibição nos outros canais, “ou porque não se enquadravam nos nossos pressupostos de programação, ou porque não reuniam, em si mesmos, condições de qualidade ou de interesse, não os fizemos”. Peremptório, o homem forte de Queluz fez questão de mostrar que a televisão é um negócio que se rege por leis muito específicas. “Esta actividade, como outra qualquer, especialmente em mercado aberto, exige que tenhamos consciência que a concorrência implica isto mesmo, uma luta, um desafio. O que nós fazemos é, no terreno, mostrarmo-nos mais capazes do que os outros”. Moniz falou assim na apresentação do produto estrela: a quarta série de ‘Morangos com Açúcar’ que estreou a liderar. Mas, apesar do sucesso garantido deste formato juvenil, fez questão de frisar a sua confiança nas “novelas que aí vêm”.

“Não preciso de lançar-me para os jornais e para as rádios, de interromper as minhas emissões de 20 em 20 minutos, para dizer que sou melhor que os outros. Não é assim que funciona”. Ainda assim, e apesar de garantir que não vai responder a ‘Floribella’, Moniz já prepara uma novela para o público infanto-juvenil. Um alvo deixado em aberto com o crescimento dos espectadores que habitualmente seguem ‘Morangos’. “Quem vem depois de nós é que tem de responder com alguma coisa”.

O QUE VEM AÍ

PEDRO, O MILIONÁRIO

‘Reality show’ diário em que um rapaz se faz passar por quem não é.

ESTRELAS NO PALCO

Concurso de famosos a cantar. Júlia Pinheiro apresenta, secundada por Marisa Cruz e Paulo de Carvalho no júri

BIG BROTHER

Quase a voltar, depois de uma exibição de evocação aos seis anos do fenómeno.

CORAÇÃO DE CHOCOLATE

Novela juvenil protagonizada por Rita Pereira.

ANJO DE MULHER

Novela da noite da autoria de Manuel Arouca, com Bárbara Norton de Matos.

29,1% DE SHARE

Apesar do Verão ter sido de disputa entre a TVI, SIC e RTP1, o share das primeiras semanas de Setembro mostra a tendência para o distanciamento da TVI.


Isabel Faria e João C. Rodrigues - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 08:22 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

"Morangos" com vista para Avenida

Já foi local de passeio para as famílias burguesas de Lisboa no princípio do século XX, mas agora, à entrada do século XXI, a Avenida da Liberdade, em Lisboa, vai servir de plateia para mais uma variação da bem sucedida série juvenil da TVI, "Morangos com açúcar".

A partir da próxima segunda-feira, quem por lá vai passear todos os dias úteis, entre as 17 e as 18 horas, vai ser um público na faixa etária dos 4 aos 14 anos, ou até um pouco mais, pois na galeria do edifício Diário de Notícias - com largas janelas para a Avenida -, vai ficar o estúdio que alberga "Clube Morangos".

Trata-se de um programa em directo e que promete revolucionar em Portugal alguns conceitos de "talk-show" e entretenimento, ao importar a fórmula americana do contacto directo com o público jovem das séries bem sucedidas. É o caso de "Morangos com açúcar", que entrou no quarto ano de vida e que agora promete inovar no contacto com os fãs.

Cinco apresentadores -Diana Chaves, Joana Duarte, Angelico, Ana Rita Tristão e Gustavo, escolhidos por Júlia Pinheiro de um lote de 15 candidatos, um DJ permanente (Dj Mee_k), um repórter de exteriores, Paulo Fernandes, e ainda cerca de 25 jovens vão estar na galeria de arte convertida em estúdio.

Mas há mais. Bandas musicais, interacção com os espectadores, reportagens em vários pontos do país, tudo vai vai servir para animar aquela hora em directo que passa a ocupar os finais de tarde da TVI. O tema subjacente, claro, será sempre "Morangos com açúcar".

"Vai ser ousado, com imaginação e com irreverência", explicou o director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, ladeado por Joaquim Oliveira e restante conselho de administração da Controlinvest (proprietária do Diário de Notícias e Jornal de Notícias). Moniz ainda deixou um alerta aos novos apresentadores "Cá estarei para apoiar ou puxar as orelhas, conforme corra".

Ricardo Paz Barroso - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 08:22 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Moda encheu convento

O espaço do convento de São Francisco, em Santarém, foi pequeno para tanta gente que queria assistir ao SantarémFashion, o desfile de moda de várias lojas da cidade que decorreu no sábado à noite, com a participação de manequins de renome. Durante cerca de três horas as pessoas não arredaram pé. Nem mesmo as que tiveram que ficar à porta por já não caberem dentro do monumento.

A festa começou com a música de Custódio Castelo (guitarra portuguesa), Carlos Garcia (viola) e Carlos Menezes (contra-baixo) que interpretaram vários temas entre os quais o conhecido “desfolhei um malmequer num lindo jardim de Santarém…”. Ainda antes de modelos como Núria Madruga, Helena Coelho, Afonso Vilela e outros entrarem na passerelle o cavaleiro Sabino Duarte colocou o seu lusitano preto a dar alguns passos e a ajoelhar-se numa excelente coreografia.

Com o tema “Lezíria em Festa” o SantarémFashion contou ainda com outros traços ribatejanos com a actuação do Rancho Folclórico da Ribeira de Santarém. Que alternou com as espanholas irmãs Romero. A televisiva Fátima Lopes foi apresentando o desfile que começou com pijamas, passou pela roupa de criança e pela colecção Outono/Inverno, mostrando ainda algumas peças de lingerie.

Um dos manequins mais ovacionados de cada vez que pisava a passerelle foi o também actor Rui Santos, o Sérgio da série da TVI Inspector Max. Um grupo de mulheres na frente do palco assobiava e gritava cada vez que ele aparecia, retribuindo este por vezes com um sorriso. Também bastante aplaudida foi Cláudia Vieira, que participou nos Morangos com Açúcar, do mesmo canal televisivo.

Esta foi também uma noite especial para Nuno Garcês, o estilista de Alenquer que apresentou pela segunda vez uma colecção. Esta dedicada ao Ribatejo, onde imperaram os brancos, encarnados e verdes das vestes dos campinos.

O estilista que tem feito a sua carreira como bailarino, já desenha roupas há muito tempo. Mas nunca saíam do papel. Agora que começou a ter a oportunidade de as mostrar em público diz que vai “continuar a trabalhar na moda mas com calma”.

Esta iniciativa contou com a participação de várias crianças que desfilaram pela primeira vez. Como Maria Rodrigues, de 10 anos, filha de uma das lojistas participantes no desfile. Além da experiência de mostrar roupas ao lado de várias manequins conhecidas, o que gostou mais foi de ter conseguido autógrafos de Cláudia Vieira e de Fátima Preto.

No final, o presidente da Associação Comercial de Santarém, Paulo Moreira, que organizou o desfile, pediu desculpas por o espaço ter sido pequeno. Mas afirmou não haver outra alternativa para a iniciativa que foi transferida do Largo do Seminário devido à instabilidade do tempo. Mesmo assim considerou o SantarémFashion uma aposta ganha.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 08:22 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

Futebol dominou as audiências televisivas de 11 a 17 de Setembro

O Sporting-Inter Milão, transmitido na RTP1, encabeçou o ranking com 18,4% de audiência média e 46,8% de share, segundo o MediaMonitor, da Marktest.

«Morangos com Açúcar - Férias de Verão» e «Tempo de Viver», ambos na TVI, são os programas que se seguem. A fechar a tabela ficou a novela juvenil da SIC, «Floribella», com 13,3% de audiência média e 33,3% de share.

Fábrica de Conteúdos

Publicado por morangostvi às 08:21 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Novos "Destinos" na RTP

Juntos já passaram por "Morangos com açúcar" (onde se conheceram), pela novela "Mundo meu" e agora pelo seu próprio casamento, há cerca de um mês. Mas a união entre os actores João Catarré e Patrícia Candoso vai continuar a ser marcada pelo trabalho em conjunto em "Destinos.pt". Trata-se de um programa semanal de 30 minutos, com estreia no próximo sábado, antes do "Jornal da Tarde", na RTP1. A ideia é mostrar vários destinos e pontos de interesse turístico apenas dentro de Portugal, promovendo assim o consumo interno de um país com forte dependência económica no turismo. Numa das duas rubricas, convida-se uma figura pública a eleger um destino. Simone de Oliveira e Ruy de Carvalho são convidados.

RP B
Dina Margato

Publicado por morangostvi às 08:20 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Moda Famalicão 2006 apresenta colecções do comércio tradicional

O público foi aos milhares, os modelos foram 400 e a animação foi mais que muita. A edição deste ano do Moda Famalicão mostrou as colecções seleccionadas pelas lojas de comércio tradicional do concelho e promete ser uma rampa de lançamento para a indústria têxtil da região.
Vários milhares de pessoas encheram o Pavilhão Municipal de Vila Nova de Famalicão para assistir ao Moda Famalicão 2006. Apesar do mau tempo, que se fez sentir na noite da passada sexta-feira, ninguém quis perder a oportunidade de assistir ao espectáculo e ver de perto os manequins Rute Marques e Valentino, para além de diversos actores bem conhecidos da novela juvenil “Morangos com Açúcar”.

O Primeiro de Janeiro

Publicado por morangostvi às 08:19 PM | Comentários (7) - Morangos com Açúcar

setembro 25, 2006

Festa merecia mais adeptos no Restelo

O Belenenses assinalou ontem o seu 87.º aniversário, que coincidiu com os 50 anos de existência do belo Estádio do Restelo. Apesar dos inúmeros apelos e iniciativas, cerca de três mil adeptos estiveram no recinto do emblema da ‘Cruz de Cristo’, uma nota negativa em dia de festa.

O programa das comemorações começou na passada quinta-feira com o Torneio dos Campeões em basquetebol. Uma das iniciativas mais marcantes neste aniversário foi a romagem ao Cemitério da Ajuda (mausoléu do clube) e a S. Domingos de Rana, onde está a campa da ex-glória do clube José António.

Ao intervalo do jogo, as filiais do clube desfilaram. Hoje culminando os festejos de mais um aniversário do clube, o Restelo vai ser palco de um concerto dos D’ZRT e de Tiago (o Crómio dos ‘Morangos com Açúcar’).

Filipe António Ferreira - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:26 AM | Comentários (4) - Morangos com Açúcar

DN cede galeria ao 'Clube Morangos'

A morangomania está imparável. Desta vez, por causa do novo programa Clube Morangos que a TVI vai estrear dia 2 de Outubro, ao final da tarde, a partir do edifício- -sede do Diário de Notícias (DN), na Avenida da Liberdade, em Lisboa.

Ainda longe da verdadeira animação que os fãs de Morangos com Açúcar podem vir a criar quando participarem no Clube Morangos, o espaço vivia ontem a agitação normal de uma equipa de técnicos da TVI que montava cenários, luzes, câmaras...

Ao DN, José Eduardo Moniz, director-geral da estação de Queluz de Baixo, define: "Trata-se de um programa que vem reforçar a aproximação da TVI ao público jovem que nos tem dado a sua preferência. É também a forma de a TVI desenvolver a estratégia na consolidação do projecto Morangos com Açúcar, a marca mais bem sucedida da televisão desde que me recordo."

Com emissão diária, o Clube Morangos é um talk show, feito em directo, de segunda a sexta-feira, a partir da galeria, no rés-do-chão do edifício do DN, um espaço com a arquitectura modernista de Pardal Monteiro.

Construído em 1940, o edifício foi o primeiro na Península Ibérica a ser desenhado para albergar um jornal. Passados 66 anos, depois de ter servido de loja do jornal e, mais recentemente, ter recebido várias exposições, é a vez de o espaço - sob o "olhar" dos murais de Almada Negreiros - receber um dos mais importantes fenómenos televisivos do momento, a série juvenil Morangos com Açúcar.

Diana Chaves, Joana Duarte, Rita Tristão, Daniel Cardoso e Angélico Vieira constituem o naipe de apresentadores que irão conduzir o Clube Morangos, na discussão de várias temáticas que interessam aos jovens e que, inclusivamente, têm espaço na série de televisão: deficientes e sociedade, homossexualidade, ou até mesmo o desporto desta série, o kartcross. Além do debate, onde poderão participar jovens de norte a sul do país, o Clube Morangos vai também ter música - afinal, trata-se de um programa de entretenimento.

A quarta série de Morangos com Açúcar estreou-se na segunda-feira, dia 18, a ganhar, tendo sido vista por cerca de 1,5 milhões de espectadores.

Inês Jindrich (Natasha) e António Camelier (Gonçalo) constituem o par romântico desta série.

Paula Brito - Diário de Notícias

Publicado por morangostvi às 04:25 AM | Comentários (21) - Morangos com Açúcar

setembro 24, 2006

Morangos com Açúcar: Crómio esteve no Modelo em Tomar

Crómio - Morangos com Açúcar

Cerca das 18h00, de quinta-feira da passada semana, eram muitas as crianças e jovens que, no hipermercado Modelo, em Tomar, esperavam com expectativa Tiago Castro, o “Crómio” de “Morangos com Açúcar”, para uma sessão de autógrafos.

Cerca das 18h00, de quintafeira da passada semana, eram muitas as crianças e jovens que, no hipermercado Modelo, em Tomar, esperavam com expectativa Tiago Castro, o “Crómio” de “Morangos com Açúcar”, para uma sessão de autógrafos.
A fila cresceu rapidamente e, quando o actor/músico chegou a euforia foi vibrante, com alguns empurrões e muitos telemóveis no ar para registar o momento. Os fãs gostaram e ninguém saiu dali sem um autógrafo do “Crómio” que, expressou a sua satisfação pelo número de pessoas ali presente. Ao sucesso da sua personagem em “Morangos com Açúcar”, Tiago Castro, 23 anos, junta agora o sucesso do seu CD intitulado “A minha rádio”. O álbum é composto por 15 músicas e metade delas foram compostas e escritas por o próprio. É um CD que tem rock, pop rock, baladas e reggae.

Tiago Castro já trabalhou na RTP, na série didáctica “Ora Viva”, participando também em “Ana e os 7” e “Lusitana Paixão” e fez publicidade.

Cidade de Tomar

Publicado por morangostvi às 03:55 PM | Comentários (11) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar na Expo Eventos

Expo Eventos - Morangos com Açúcar

O Director Executivo da ExpoEventos Miguel Ferreira explicou que “este ano a ExpoEventos, quis por bem ter uma componente social, e daí surgir a ideia, de eleger uma associação para dar o nosso apoio. Depois de feita uma pesquisa, achámos que a Associação “Sol”, que é uma associação que faz um trabalho excelente com crianças” seria a eleita.

Para além disso, Miguel Ferreira contou “que tiveram a ideia de levar as crianças à Exposição, onde foram preparadas algumas actividades direccionadas para elas. Uma das surpresas que quisemos fazer às crianças foi trazer alguns dos elementos da série “Morangos com Açúcar”, que como se sabe é um fenómeno de sucesso entre as crianças e mesmo entre os adultos.
Para além disso o Director Executivo explicou que “foi preparado igualmente um lanche para eles, e penso que foi sem dúvida uma tarde muito divertida para todas as crianças que estiveram presentes”.

ExpoEventos - INSIDE

Publicado por morangostvi às 03:51 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

André Cerqueira é casado com a actriz portuguesa Ana Catarina Afonso, que vestiu a pele da namoradeira ‘Rosete’ na segunda temporada da novela juvenil da TVI, ‘Morangos com Açúcar’.

Ana Catarina Afonso está grávida de sete meses e meio e este será o primeiro filho do casal.

Apesar de trabalharem na mesma área, André Cerqueira confidencia que prefere não misturar trabalho com relações pessoais.

“Tenho cuidado para não trabalharmos juntos”, revela o profissional ao CM.

Cerqueira refere ainda que não esteve afastado mais tempo do nosso país devido à gravidez de Ana Catarina Afonso. “Gostava de fazer uma reciclagem de seis meses, mas a minha mulher está grávida e só deu para estar fora dois meses”, conta ao nosso jornal.

Marco Pereira - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 03:49 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

‘Tempo de Viver’ soma e segue. A novela da TVI, onde Alexandra Lencastre é uma das protagonistas, ganhou anteontem as audiências. A novela contribuiu assim de forma substantiva para o já habitual primeiro lugar da estação. A quarta temporada de ‘Morangos com Açúcar’, que estreou segunda-feira, também continua a denotar fulgor, deixando no encalço a rival ‘Floribella’, da SIC, que já conheceu melhores dias. ‘Jura’, a novela atrevida do canal de Carnaxide, no terceiro dia de exibição teve o pior desempenho: 16.º posto da tabela, depois de um 15.º e 14.º lugares.

Nuno Tadeu - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 03:48 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

Morangos: o fruto do sucesso

A novela juvenil ‘Morangos com Açúcar’ prova, a cada temporada, que é um verdadeiro filão de ouro para a TVI. Desde a primeira temporada – que estreou em Setembro de 2003 – que as receitas publicitárias e os lucros provenientes do ‘merchandising’ e dos lançamentos de discos interpretados por bandas saídas desta série de longa duração não param de aumentar.

Da moda ao comportamento na rua, na escola e fora dela, há toda uma nova geração de telespectadores que cresce a ver este fenómeno e que, por isso, ajuda a engrossar os lucros da estação de Queluz. Não espantam pois as declarações do director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, sobre o futuro desta produção durante a apresentação da quarta temporada:“’Morangos com Açúcar’ é muito mais que uma simples série. É um fenómeno social em todos os aspectos. E deixo-vos um desafio: comecem já a pensar na quinta série”. Um sucesso promissor, tendo em conta que a estreia da quarta série, segunda-feira, dia18, entrou directamente para o primeiro lugar da tabela dos programas mais vistos, com uma audiência de 15,4%.

José Eduardo Moniz omitiu apenas que ‘Morangos com Açúcar’ é também um fenómeno altamente lucrativo para os cofres da TVI. Os lucros aumentaram exponencialmente desde que a novela juvenil estreou. Dos 27 000 euros de proveitos operacionais registados no primeiro trimestre de 2003, a TVI passou para os 49 661 euros no segundo trimestre de 2006. Saliente-se que estes valores compreendem já os lucros resultantes da venda de discos e ‘merchandising’ ligados à novela. A própria estação admite que “a popularidade continuada da série juvenil ‘Morangos com Açúcar’ tem sido a principal impulsionadora das vendas de produtos licenciados.

Os ‘Morangos com Açúcar’ são hoje uma das marcas mais populares junto das crianças e adolescentes em Portugal, com mais de cem produtos licenciados com a sua marca, desde relógios a revistas, de concertos a livros, cosmética e têxteis entre outros”. “As vendas de CD registaram também uma evolução positiva, nomeadamente através das bandas sonoras dos programas da TVI, tal como os ‘Morangos com Açúcar’”, destacam os responsáveis da área financeira.

A novela juvenil, a única produção ininterrupta da televisão portuguesa nos últimos quatro anos, tem sido também uma fábrica de talentos para as novas produções da TVI.

São, neste momento, vários os rostos saídos de ‘Morangos com Açúcar’ que contracenam com actores consagrados nas mais recentes produções de ficção do canal de Queluz e da concorrência. Benedita Pereira e Rita Pereira são das mais bem sucedidas deste naipe de novos talentos. A primeira passou directamente para o elenco das novelas de horário nobre ‘Ninguém como Tu’ e ‘Tempo de Viver’. E Rita Pereira é dada como uma das protagonistas de ‘Coração de Chocolate’, depois de já se ter destacado em ‘Dei-te Quase Tudo’, todas elas produções da TVI.

Aliás, ainda durante a apresentação da quarta temporada, José Eduardo Moniz lançou um repto para aqueles que, pela primeira vez, experimentam a arte da representação e sonham com uma carreira de actor. “Quero que raciocinem do seguinte modo: nada é impossível. Tudo está ao vosso alcance”, desafiou o director-geral do canal. O objectivo, lógico, é garantir a presença de actores reconhecidos pelo público juvenil nas produções ‘adultas’ para, dessa forma, manter os jovens espectadores presos aos ecrãs da TVI.

A capacidade de fidelização de telespectadores de ‘Morangos com Açúcar’ – a novela é vista em média por um milhão e duzentas mil pessoas e no target – garante mesmo à estação de Queluz a possibilidade de cobrar os preços mais altos da sua tabela de publicidade aos anunciantes que desejam ver as suas marcas associadas a este fenómeno televisivo e de audiências. De acordo com os dados avançados pela estação, um ‘spot’ publicitário de cinco segundos no intervalo de ‘Morangos com Açúcar’, em horário nobre, custa 6731 euros (a preço de tabela). Já um ‘spot’ de 30 segundos, no mesmo horário, atinge os 21 035 euros.

Para Edson Athayde, os ‘Morangos com Açúcar’ são o “‘filé mignon’ publicitário” da TVI. “Um programa diário, exibido em horário nobre, e com a maioria da audência, é, em qualquer televisão, de qualquer país do Mundo, o programa mais importante do ponto de vista publicitário”, sublinha o profissional de comunicação brasileiro. Reflectindo ainda sobre o assunto, Edson Athayde lembra que “é importante para as televisões generalistas terem programas âncora”.

E se a periodicidade desses programas é diária, mais estratégicos se tornam. É que, sublinha o publicitário, a “partir deste tipo de programa torna-se mais fácil construir toda a restante grelha de programação do canal”. Edson Athayde chama-lhe o “auditório base”. E adianta: “Este auditório dos ‘Morangos’ é muito alto. É de prever que tudo o que seja autopromovido durante este programa irá gerar maior audiência. E mais gente estará vendo o resto da programação”.

O crítico de televisão Eduardo Cintra Torres diz que ‘Morangos com Açúcar’ é, em todos os aspectos, “uma boa aposta” e, se tiver êxito e audiências pode durar anos. “O modelo é bom para uma determinada faixa etária. A ideia da escola também é interessante, uma vez que os alunos vão circulando. E, até para mudar os cenários basta inventar um incêndio”.

A renovação do elenco faz dos ‘Morangos’ “um viveiro” privilegiado de actores que da novela juvenil passam para os elencos das novelas de horário nobre sem precisarem de grande formação e talento, “basta ter um corpinho bem feito, decorar os textos e debitá-los”. Eduardo Cintra Torres conclui explicando que a novela da TVI é também “um produto completo em termos comerciais”. Porque tem a vertente musical, os discos, o ‘merchandising’...“ e ainda pode ser repetido à noite”. E como lembra o crítico de televisão, as repetições rentabilizam os programas.

Atentos a esta oportunidade, os próprios jovens actores encaram a novela juvenil como uma porta aberta para o mundo da televisão. Inês Jindrich, a recém-chegada Natacha Belanova da IV série, admite:”O meu objecivo era entrar nos ‘Morangos com Açúcar’ e depois, quem sabe, conseguir entrar numa novela com grandes actores”. Os próprios pais dos muitos candidatos aos ‘castings’ promovidos pela NBP encaram a produção como um trampolim para o sucesso. “Estava no 9.º ano e tinha passado para o 10.º. Tive de congelar a matrícula, mas os meus pais apoiaram-me a cem por cento, porque era isto que eu queria seguir. É uma aposta”, acrescenta a ex-modelo de 15 anos.

OS 'MORANGUITOS' MAIS MEDIÁTICOS

CLÁUDIA VIEIRA

Estreou-se em ‘Morangos com Açúcar II’ no papel de Ana Luísa e logo saltou para uma novela de ‘adultos’: em ‘Fala-me de amor' faz de Lara.

BERNARDO OLIVEIRA E ANA GUIOMAR

Bernardo Oliveira e Ana Guiomar faziam de irmãos na segunda série de ‘Morangos’. Agora assumem os papéis de Bernardo e Inês em ‘Tempo de Viver’.

PATRÍCIA CANDOSO

Patrícia Candoso era uma aspirante a cantora na 2.ª série de ‘Férias de Verão’. De seguida surgiu em ‘Mundo Meu’, uma novela em horário nobre.

BENEDITA PEREIRA

Benedita Pereira foi a primeira descoberta de ‘Morangos com Açúcar’. Foi Teresa em ‘Ninguém como Tu’ e é a sensual Mónica em ‘Tempo de Viver’.

HÉLIO PESTANA

Hélio Pestana era o Henrique da 2.ª série de ‘Morangos’. Contratado para ‘Dei-te Quase Tudo’, fez o papel do violento e alcoólico Gonçalo.

AUDIÊNCIAS DAS VÁRIAS SÉRIES DE 'MORANGOS COM AÇUCAR'

I SÉRIE - BENEDITA PEREIRA (JOANA)

- Estreia: 30/09/03

- Vaticinada para o sucesso, fez furor junto do público juvenil. A série de Férias de Verão registou 32,5%

de share e 11,9% de audiência.

II SÉRIE - CLÁUDIA VIEIRA (ANA LÚCIA)

- Estreia: 15/10/04

- A jovem motoqueira ajudou a consolidar a audiência. A série Férias de Verão II foi a mais vista, com 42,1% de share e 11% de audiência .

III SÉRIE - JOANA DUARTE (MATILDE)

- Estreia: 20/09/06

- ‘Morangos com Açúcar – Geração Rebelde’ causou polémica ao induzir fenómenos de imitação nos estudantes. O vírus escolar e a morte do actor Francisco Adam (que fazia de Dino) foram os casos mais mediáticos.

João C. Rodrigues e Eugénia Ribeiro - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 03:43 PM | Comentários (16) - Morangos com Açúcar

As mais belas desfilaram em Peso da Régua

No dia 17 de Setembro, Domingo, Peso da Régua foi palco da 13.º Final Nacional do Concurso Miss Top Model.

O espectáculo para além das tradicionais passagens em sportwear, biquini e traje de noite com o styling do estilista Ricardo Preto, contou com as actuações de José Manuel Concha, Lurdes Santana, além da performance circense de Dani e Vânia, do grupo de dança de hip-hop “Angels of Dance”, que participam no espectáculo da série “Morangos com Açúcar” e do par campeão de danças de salão latino americanas, Armando Tinita e Alexandra Cunha. A apresentação ficou a cargo da conceituada actriz Sandra B.

Em palco estiveram as 12 candidatas escolhidas pelo júri nos eventos de casting realizados no final de Julho na discoteca Queen’s em Lisboa.

Ana Catarina Cunha, Anailsa Andrade, Carla Sofia, Clara Frazão, Jennifer Casanova, Marta Martins, Marta Waddington, Nádia Isidoro, Ribeiro Stephanie, Sara Baroa , Silvia Viana e Tânia Batista brindaram Peso da Régua com beleza e juventude.
No final da noite, o júri elegeu Tânia Batista como a Miss Top Model 2006. Nádia Isidoro foi eleita como a 1.ª Dama de Honor e Silvia Viana como 2.º Dama de Honor. Os títulos de Miss Fotogenia e Miss Simpatia foram atribuídos respectivamente às candidatas Clara Frazão e Carla Sofia.
Antes da final nacional em Peso da Régua, as finalistas foram apresentadas na discoteca “In Seven Seas”, nas Docas de Alcântara e no Centro Histórico de Oeiras.

A produção do evento contou com os apoios a nível nacional de Aroma da Terra, Zp Produções – Clínica de Estética e Centro de Formação Profissional e Cabeleireiro Zézinha Peniche, Escola de Manequins e Modelos Fotográficos Ana Wilson, Concreto e Lois – Sportwear, Poko Pano – Bikinis, Mário Costa – detective.
A produção local da final Miss Top Model 2006 contou ainda com o apoio do Hotel Régua Douro, do Restaurante Zé do Telhado e do Bar Douro In.
O evento, organizado em parceria pela Câmara Municipal do Peso da Régua e a Galshow, foi uma aposta ganha pela Autarquia que reconheceu nesta iniciativa uma forma de promover Peso da Régua a nível nacional, como destino turístico, mas também como cidade com condições favoráveis à realização de espectáculos de projecção nacional, bem como pelo facto de ter dado a oportunidade a todos os Reguenses de assistir a um grande espectáculo de beleza, moda, música e dança. São oportunidades como esta que a Autarquia quer garantir, porque fazem parte dos requisitos para uma melhor qualidade de vida para Peso da Régua e para os Reguenses.

Publicado por morangostvi às 02:00 PM | Comentários (2) - Morangos com Açúcar

Mafra está na Moda

A noite estava fria mas nem assim a "Moda Mafra" deste ano perdeu assistência. Liliana Campos foi ofertada com um cachecol e com um colete para agasalhar a sua apresentação, pela primeira vez, deste evento. Nuno Graciano a acompanhar, não pôde deixar de fazer presentes os apresentadores da edição anterior: Manuel Luis Goucha e Cristina Ferreira, que também marcaram presença. As crianças, como de costume, encantadoras. A música, numa aposta por um estilo diferente, ficou a cargo do "Quarteto Celtic Ensemble", que trouxe consigo um grupo de bailarinos para a abertura do espectáculo.

Ao som do violino, do contra-baixo ou violoncelo, em tons celtas, assistiram sentadas à "Moda Mafra'06" mil pessoas. De acordo com informações da autarquia mafrense passaram "seguramente" pelo palco do Jardim do Cerco, na noite de sábado dia 16, cerca de 3 mil pessoas.

Pela passerele, montada num cenário encantatório, desfilaram marcas e lojas concelhias, mas também internacionais, e jovens estilistas: Pedro Batim, Patrícia Queirós e Andreia Lobato. Micaela Oliveira foi a estilista nacional que encerrou o desfile.

Caras conhecidas como Rita Pereira, a “Vera” da telenovela “Dei-te quase tudo”; Inês Simões, a “Cláudia” de “Morangos com Açúcar”; Marisa Ferreira, ex-Miss Portugal e participante no reality show “Big Brother Famosos”; Rui Santos, o “Inspector Sérgio Calado” da série “Inspector Max” ou José Carlos Pereira, o "Pedro" da "Baía das Mulheres" foram reconhecidos e aplaudidos pelo público do Jardim do Cerco.

A música esteve sempre ao melhor nível, a acompanhar os diferentes momentos desta edição da "Moda Mafra". Faltou o tema da conhecida novela televisiva "Foribela", que a apresentadora tratou de fazer presente pela voz das crianças, depois de terem vestido e desfilado as mais recentes tendências da próxima estação. Os pais deram uma ajudinha e os filhos em nada se atrapalharam.

Jogos de pirotecnia cruzaram-se em alguns momentos no espectáculo que a Câmara Municipal de Mafra – presente através do presidente da Câmara de Mafra, José Ministro dos Santos, Paula Cordas, do departamento sócio-cultural, membros do executivo e demais funcionários - proporcionou aos visitantes.

A mediática e conhecida taróloga Maya encarregou-se da parte das relações públicas com os famosos que rumaram a Mafra para o evento que se torna cada vez mais emblemático, no seio da moda. Assim confirmou o apresentador Nuno Graciano com a expressão "Mafra está na Moda". Quanto a figuras conhecidas, Fernanda Freitas, no âmbito da televisão, e Abel Xavier, no do futebol, foram apenas duas das que não quiseram faltar.

Mafra Regional

Publicado por morangostvi às 01:59 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Morangos Com Açúcar

João Rosa junta em palco a actriz Catarina Gonçalves e a brasileira Daniela Faria. Para a jovem actriz portuguesa que participou na primeira edição de “Morangos com Açúcar” e em “Mistura Fina”, e pode ser vista na série “Serranos”, é a realização de um sonho contracenar com a actriz da Globo que deu corpo a personagens de “Pedra Sobre Pedra”, “A Indomável”, “Suave Veneno” e “Porto dos Milagres”.

Ana Santiago - O Mirante

Publicado por morangostvi às 01:58 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

setembro 21, 2006

Hugo

Hugo - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Publicado por morangostvi às 02:02 PM | Comentários (15) - Morangos com Açúcar

“Numa terra pequena também se fazem grandes coisas”

São nove da noite de sexta-feira. No palco do Festival de Música do Alviela actua a banda portuguesa Expensive Soul, que abriu o programa. A essa hora António César Clemente, 75 anos, está a chegar ao recinto. Desce com cuidado a última ladeira que dá acesso ao vale onde está montado o palco. Caminha apoiado numa bengala. Veio sozinho da localidade vizinha da Louriceira para “ver este ambiente” e apreciar os músicos que vão actuar. “Numa terrazinha tão pequena também se fazem grandes coisas. É preciso é boa vontade”, diz com boa disposição.

No recinto ainda há pouca gente. As clareiras são muitas, os vários bares estão quase todos desertos. Perto das 21h30 os Fingertips preparam-se para entrar em palco. O ambiente entre os espectadores está longe de ser o mais entusiasmante. Tirando algumas dezenas de jovens junto ao palco que vão pulando e cantando, o grupo de Viseu é recebido com alguma indiferença.

A maior parte veio com uma ideia fixa. As crianças e adolescentes para ver os D’ZRT, que tocavam a seguir. Os mais velhos para assistir ao samba de Martinho da Vila que encerrava a noite. Sandra Nobre e Sofia Clemente, mulheres na casa dos 20 anos, vieram da Louriceira para ver o show do brasileiro e também porque sentem a causa da despoluição do rio como sua.

Enquanto os D’ZRT não chegam, Lídia Ribeiro, 49 anos, observa com a filha e algumas amigas a actuação dos Fingertips. Neuza Ribeiro, 10 anos, até está a gostar, mas prefere guardar as energias para quando começar a tocar o grupo popularizado pela série Morangos com Açúcar.

Numa pausa para “abastecimento e desidratação” encontramos Simão e Filipa, um casal jovem que veio de Bugalhos para apoiar a causa do Alviela e “curtir “ os D’ZRT, ele, e os Fingertips, ela. Antes de se dirigirem para a zona do palco onde actuam os D’ZRT lançam a promessa de para o ano voltarem se houver festival.

Só perto das 23h00 a moldura humana começa a ser mais condizente com os 12 mil bilhetes que terão sido vendidos para os dois dias, como havia anunciado o presidente da Câmara de Santarém, Moita Flores, no dia de estreia. Mas mesmo assim longe desse número. Apesar da ajuda de muitas caras conhecidas da política local que fizeram questão de marcar presença. Como os deputados Francisco Madeira Lopes (Verdes) e Luísa Mesquita (PCP), os presidentes da câmara e da assembleia municipal, alguns vereadores da maioria e da oposição e muitos presidentes de junta.

A noite algo fria pode ter contribuído para a pouca procura de cerveja. A máquina dos gelados esteve às moscas grande parte do tempo. As barracas de cachorros e hambúrgueres esperavam com certeza mais clientela. A tenda VIP tinha também pouca gente. Mesmo assim, para estreia não foi mau. E a noite de sábado melhorou em termos de assistência e negócio.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 12:46 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

setembro 19, 2006

«Morangos com Açúcar» visto por mais de 1 milhão no Domingo

Cerca de 1 milhão e 400 mil pessoas, em média, viram o último episódio desta série, que a TVI transmitiu pelas 22 horas.

Entre os mais jovens (dos 4 aos 14 anos) que viram televisão naquele período ( 22h e 23h), a sua preferência foi para este final ( 67,5% de share), preferência igualmente manifestada nos adolescentes e jovens ( dos 15 aos 24 anos) com um share de 66,9%, anuncia a estação de Queluz de Baixo.

Esta série de Verão, que esteve «no ar» desde 17 de Junho teve, nas suas emissões nocturnas, uma audiência média de quase 1 milhão e 70 mil espectadores, com um share médio de 35,1%, «valor que aumenta consideravelmente quando analisamos o comportamento televisivo dos mais jovens (dos 4 aos 14 anos), passando para os 51,1% de share».

Nova série dos «Morangos» regressam esta segunda-feira

A quarta série de «Morangos com Açúcar» estreia esta segunda-feira, à noite, «com o regresso às aulas e ao novo colégio da Barra».

«O Outono está a chegar e a TVI preparou uma grelha de programas a condizer com a estação do ano. As famílias portuguesas vão continuar connosco e, não temos dúvida, vão gostar», concluem.

agênciafinanceira

Publicado por morangostvi às 11:47 AM | Comentários (16) - Morangos com Açúcar

setembro 18, 2006

Novos Morangos com Açúcar

Hoje à noite não percam o primeiro episódio dos Morangos com Açúcar IV. A nova temporada dos Morangos com Açúcar!!!

Publicado por morangostvi às 05:49 PM | Comentários (1207) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 05:24 PM | Comentários (1655) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 05:23 PM | Comentários (527) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 05:22 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 05:13 PM | Comentários (11) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:30 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:28 PM | Comentários (5) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:27 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:27 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:27 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:26 PM | Comentários (16) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:26 PM | Comentários (4) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:26 PM | Comentários (118) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:25 PM | Comentários (2) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV


Publicado por morangostvi às 04:25 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:24 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:21 PM | Comentários (26) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:21 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Publicado por morangostvi às 04:20 PM | Comentários (4) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar - Nova Série IV

Morangos com Açúcar - Nova Série IV


Publicado por morangostvi às 04:14 PM | Comentários (5) - Morangos com Açúcar

SIC e TVI exibem hoje novas apostas

No dia em que arrancam as aulas em muitas escolas do país, também o Colégio da Barra recebe os novos alunos. Na quarta temporada de "Morangos com açúcar", que hoje estreia no horário nobre da TVI, as caras e histórias são novas, mas o espírito da novela juvenil permanece. As temáticas abordadas vão ao encontro da realidade dos jovens e dos pais e professores que os rodeiam.

No elenco encontram-se jovens estreantes mas também actores consagrados como Ana Zannati e Júlio César. A nova temporada marca também o regresso do actor José Carlos Pereira (na foto) às produções da estação.

Na SIC a aposta está virada para os mais crescidos. "Jura" é uma visão sobre relacionamentos e gira à volta de quatro casais de amigos. A insatisfação com a rotina e a procura da felicidade são os motores da ruptura e dos acontecimentos que estão à volta das histórias das personagens.

Cerca de uma hora depois chega à antena mais uma novela da Rede Globo. "Bang bang" pretende recriar, em tom humorístico, o velho oeste dos filmes norte-americanos.

Publicado por morangostvi às 12:52 PM | Comentários (4) - Morangos com Açúcar

Febre juvenil alarma paise educadores

Os pais do pequeno João só despertaram para o problema quando viram o filho, de seis anos, chegar a casa arrasado após um dia de aulas. "Queixava-se de ter sido excluído das brincadeiras com os colegas por não estar a par dos episódios da Floribella", explica Augusto Teixeira, um engenheiro electromecânico de 33 anos residente em Guimarães.

E se, no caso do João, o problema foi resolvido sem dramas de maior - bastou-lhe assistir a um par de horas da aposta forte da SIC para voltar a ser integrado no grupo -, noutros casos a dependência de largos milhares de jovens face aos programas "Floribella" e "Morangos com açúcar" (TVI), líderes de audiência na televisão portuguesa, assume contornos insólitos. A quarta série da novela juvenil da TVI arranca amanhã.

O episódio mais célebre ocorreu há poucos meses, quando dezenas de pré-adolescentes, em histeria colectiva, foram internados de urgência por julgarem estar infectados pelo mesmo vírus que atingiu os jovens actores na série transmitida pela TVI.

Doutor em Sociologia da Comunicação e autor do livro "A televisão no quotidiano das crianças", Manuel Pinto admite que os estudos científicos sobre as consequências da sobreexposição não são concludentes - "há vários factores intervenientes, como o grau de dependência da TV, a existência de outras actividades concorrentes ou a influência de adultos", adianta -, mas, socorrendo-se da sabedoria popular, sempre vai reconhecendo que "tudo o que é demais é moléstia".

"Não sou contrário ao facto de ser este o tipo de conteúdos programados em 'prime time'. Sou crítico do facto de termos um conteúdo tão 'prato único'. Não será de estranhar que se trate de uma fase transitória e que, por efeito de saturação junto do público-alvo, este estado de coisas se venha a modificar", opina o professor da Universidade do Minho.

Já para a investigadora Sara Pereira, cuja tese de doutoramento versou sobre "A televisão para crianças em Portugal", os riscos de dependência incluem "a reduzida interacção social" e "a falta de abertura a outras realidades culturais", o que, em último caso, pode conduzir até ao "isolamento".

Manuel Pinto e Sara Pereira concordam também que, do lote de medidas a adoptar pelos pais para limitar o visionamento, a proibição pura e simples é, de longe, a mais ineficaz. "Mediar" é a palavra-chave.

"Não se trata tanto de restringir, mas de diversificar. Com imaginação, encontrar alternativas interessantes e competitivas", sustenta o ex-Provedor do Leitor do "Jornal de Notícias", enquanto que, para Sara Pereira, "o mais importante é que os pais expliquem os motivos pelos quais não é conveniente que os filhos assistam a tantas horas seguidas os mesmos conteúdos".

O apogeu dessa exposição mediática sem precedentes aconteceu no Verão, altura em que a SIC e a TVI exibiram um total de oito horas diárias dos seus trunfos, repetindo episódios de manhã à noite. "O objectivo é, antes de mais, económico. Pega-se no custo de um programa por dois ou três", defende o crítico de televisão e investigador Eduardo Cintra Torres.

E se é certo que a 'batalha' fratricida não se circunscreve à TV - dos discos aos livros, os produtos licenciados ultrapassam a centena -, não é menos verdade que a continuação da "Flor" e dos "Morangos" dependerá sempre dos resultados das audiências. "Com o regresso às aulas, a 'febre' deverá diminuir", vaticina Sara Pereira.

Sérgio Almeida, Pedro Correia - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 12:51 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar

Uma ilustração representando duas telenovelas da televisão portuguesa ("Floribella", da SIC, e "Morangos com Açúcar", da TVI), referidas como "as séries que são um drama para os pais", é outro destaque do JN.

Alvor de Sintra

Publicado por morangostvi às 12:48 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

TVI: ‘Morangos com Açúcar’ - Duplo em troca de anúncio

Mafalda Matos é a protagonista da quarta temporada de ‘Morangos com Açúcar’, onde interpreta ‘Sofia Sousa’, uma jovem que faz do kartcross o seu principal hóbi. Mas, nas gravações, a jovem actriz cede o papel a um homem. Carlos Ribeiro é o duplo que se sentará ao volante do veículo e a TVI não gastará um cêntimo que seja com a sua participação. Em troca, permite que o piloto conserve os seus patrocinadores na viatura.

Durante dez meses, Carlos Ribeiro gravará dois dias por mês, a troco de publicidade. “Não recebo salário, mas sim o retorno dos patrocínios por o carro aparecer na TV”, explicou ao CM. A nova temporada da novela juvenil da TVI estreia amanhã e vai ter como desporto ‘rei’ o kartcross, como já o foram, em séries anteriores, o motocrosse e o downhill.

Como duplo de ‘Sofia Sousa’, a nova protagonista dos ‘Morangos’, Carlos começou agora a conhecer o mundo da televisão, das gravações e do reconhecimento do público, muito embora a nova série ainda não tenha estreado. “No outro dia estava a jantar no Sardoal e veio um miúdo ter comigo e perguntou-me se eu é que o era o duplo da ‘Sofia’. Foi muito gratificante. Acho que as pessoas começam a ter cada vez mais a noção de que os duplos existem, porque já começa a haver alguma curiosidade sobre o nosso trabalho”, contou ao CM o duplo ‘estreante’.

Desde que se lembra, Carlos sempre gostou de carros. O trabalho como director comercial de uma revista ligada ao desporto automóvel levou-o a experimentar as diferentes modalidades, para perceber melhor o meio onde se movia. Daí aos campeonatos foi um salto. “O kartcross surgiu há três anos. Fizeram-me o convite para experimentar e na primeira corrida em que participei fiz os melhores tempos, o que me levou a continuar a praticar, mas sempre como hóbi”, explica. A preparar a nova época como desportista, tarefa a que se dedica aos fins-de-semana, insiste que nunca fez kartcross para alcançar vitórias, mas que agora terá a preocupação de ficar nos primeiros lugares.

PERFIL

Carlos Ribeiro tem 32 anos, é casado e tem um filho de sete anos, Rúben. Nasceu em Espinho, mas vive com a família em Rio Tinto, para ficar mais perto do Porto, onde trabalha como director comercial de uma revista que fundou com um amigo – ‘Autopress’ – ligada ao desporto automovel. Durante o fim-de-semana, Carlos dedica-se ao kartcross, desporto que pratica há três anos. Actualmente, é patrocinado pela Cofidis, empresa que faz assim a sua primeira aposta no desporto automóvel.

PORMENORES

ACIDENTES

Carlos Ribeiro nunca sofreu nenhum acidente a praticar kartcross. “É um carro que é muito difícil capotar. Já vi alguns acidentes mas nunca vi ninguém magoar-se”, contou ao CM.

GRAVAÇÕES

O desportista já gravou dois dias para os ‘Morangos com Açúcar’. “É um ritmo muito agitado, mas deu para conhecer alguns actores durante o almoço, quando estamos mais descontraídos. A Mafalda Matos é uma miúda simpática e com talento”, disse.

PREOCUPAÇÃO

“A partir de agora vou passar a ter mais preocupação com os lugares que alcanço nas corridas, porque sei que as pessoas vão andar mais atentas ao meu trabalho, vou ter mais visibilidade. Prefiro ouvir dizer que subi ao pódio, do que ouvir que fiquei em quinto lugar”, comentou.

Marta Martins Silva - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 12:41 PM | Comentários (6) - Morangos com Açúcar

setembro 17, 2006

Morangos com Açúcar - Tu sabes porque gostas!

Morangos com Açúcar - Novos Morangos

Publicado por morangostvi às 05:32 PM | Comentários (69) - Morangos com Açúcar

Revista de imprensa: destaques do "Jornal de Notícias"

As séries que são um drama para os pais. Proibir? Evitar? Explicar? Floribella e Morangos com Açúcar levantam novo desafios.

Público

Publicado por morangostvi às 12:46 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

setembro 16, 2006

Abandonado pelos pais aos dois anos Paulo Rocha conta infância dramática

“Sempre vivi sozinho e, com a idade, mais difícil se torna reverter o processo”, Paulo Rocha.

“De vez em quando sinto impulsos para fazer disparates e é o meu pai que me trava e me alerta”, explica o actor.

Abandonado pelos pais quando tinha apenas 2 anos, foi viver com os avós. Aos 14 eles morreram. Foi obrigado a crescer na Casa do Gaiato de Setúbal. Paulo Rocha fala pela primeira vez da sua infância difícil mas diz não sentir falta do carinho que nunca teve graças ao encenador José Manuel Costa Reis, que o ‘adoptou’.

Quem via diariamente Paulo Rocha na série ‘Morangos com Açúcar’ (TVI), na pele de ‘Fred’, sempre bem-disposto, dificilmente percebia que o sorriso contagiante do actor nem sempre foi feito de alegrias. Na verdade, até conhecer o encenador José Manuel Costa Reis, aos 17 anos, Paulo Rocha viveu sempre com o estigma do abandono.

O actor foi entregue pelos pais aos avós maternos quando tinha apenas dois anos. Mais tarde, quando estes morreram, acabou por ser acolhido na Casa do Gaiato de Setúbal, onde viveu dos 14 aos 17 anos. Foi por esta altura que encontrou em José Manuel Costa Reis, na altura seu professor de Teatro na Escola de Artes de Cascais, o pai com que, durante anos, se limitara apenas a sonhar.

“O Zé Manel é o meu pai verdadeiro, aquele que sempre desejei. Não estava à procura de ninguém. Aconteceu naturalmente”, revela Paulo Rocha ao Vidas, com os olhos azuis fixos em José Manuel Costa Reis. “Não fui eu quem adoptou o Paulo. Ele é que me adoptou”, brinca o conhecido encenador, decorador e pintor, recuando 12 anos para falar da primeira impressão que teve deste filho.

“Ele era o mais velho da turma e tinha um ar esgazeado. Praticava ‘kickboxing’, usava botas à ‘cowboy’ e um cabelo enorme. Na ocasião, os professores viviam assustados porque, às vezes, os alunos eram violentos com os docentes que não podiam fazer nada. Como ele me olhava fixamente do lugar que ocupava, com uma postura desconfiada e rude, o primeiro pensamento que me veio à cabeça foi: ‘Chegou a minha vez de apanhar!’ Ele tinha um ar sério e grandes músculos”, conta José Manuel, garantindo nunca ter imaginado a possibilidade dos dois se tornarem o que são hoje.

Para Paulo, “foi uma situação completamente nova”. E muito importante. “A minha aproximação significou mais para mim do que para ele”, diz, contando que a relação entre os dois começou por acidente.

“Um dia magoei-me num treino e quando cheguei à escola mal conseguia andar. Sentia-me sozinho e desamparado. Ele foi o único que se preocupou e perguntou o que se passava com o meu pé”, conta. “Quando acabaram as aulas levou-me ao médico”, diz Paulo que nessa altura experimentou, pela primeira vez, um sentimento de gratidão. “Nunca ninguém se tinha preocupado comigo e o seu gesto tocou-me profundamente”, confidencia. Costa Reis também se lembra do que o tocou. “Senti que o Paulo andava perdido e sozinho. O miúdo não tinha ninguém que tomasse conta dele. É impossível ficarmos indiferentes”, explica, adiantando que ele lhe ligava muito a pedir conselhos.

“É normal os alunos ficarem meus amigos. Eles querem saber como se faz um contrato, como funcionam os ‘castings’ e essas coisas ligadas à representação”, esclarece. “Nessa altura preparava os natais no ateliê que tenho no Chiado. E o Paulo começou a passá-los comigo”, conta. “No teatro, no meio dos meus amigos e dos dele, a relação de pai e filho é oficial. As pessoas perguntam-me ‘então o teu filho está bom?’”, sublinha, lembrando os tempos em Paulo começou a ter mais afinidade com ele.

“Ele não tinha dinheiro e mandava-me mensagens do telemóvel a dizer: ‘Paizão, ligue-me, não tenho tostões!’ Depois as coisas foram-se desenrolando. Apresentei-o à família, aos amigos e tentei dar-lhe os afectos que lhe faltaram ao longo dos anos”, explica.

MÚTUA APRENDIZAGEM

De acordo com Paulo Rocha, “é normal o deslumbramento de um aluno pelo professor, mas a humanidade do meu pai tocou-me”, garante, adiantando que admira a forma como o seu mentor olha a vida: “Gostava de encará-la com a mesma alegria que ele. Mas é um processo que leva anos”, confessa. “Ele tenta sempre transmitir-me que só me devo preocupar com as coisas realmente importantes. Não devo desperdiçar energias com algo que não vale a pena”, acrescenta.

José Manuel Costa Reis explica que a sua maneira de estar na vida passa pelo seu espírito jovem e predisposição para lidar com pessoas mais novas. “Sou solteiro e sem filhos, por isso tenho mais disponibilidade e atenção para dar. Há um universo infantil e juvenil em mim que gosto muito”, diz o encenador. “Adoro brinquedos, sou bem-disposto e vejo a vida de forma positiva.”

De qualquer forma, nem tudo foi pacífico ao longo dos 12 anos de relacionamento entre pai e filho. “Houve algumas lutas pelo meio, porque isto do Paulo me chamar pai tem também, da parte dele, algumas obrigações. Ele não pode passar a vida inteira a desculpar as suas atitudes com a falta de afecto que teve na infância e adolescência, apesar de ser algo com um peso quase inultrapassável”, refere José Manuel, que não se coíbe de educar o filho dentro dos parâmetros paternos, chamando-lhe a atenção quando é preciso.

“As ausências da juventude ao nível dos afectos são difíceis de preencher na idade adulta. Percebo que quando ele vai para Setúbal e encontra o núcleo dos amigos de infância, se esqueça de tudo porque reencontra os afectos de base. Mas há que dosear a forma de agir”, revela o decorador, que diz moldar o filho ao alertá-lo para o que considera serem “padrões estéticos” a nível dos sentimentos e dos comportamentos sociais.

“Digo-lhe para pensar três vezes antes de ser agressivo porque ele, apesar de ser muito doce, a nível dos afectos é bruto. Mas já está bastante melhor”, garante o pintor que diz contar com o filho da mesma forma com que este conta consigo.

“A vida é uma partilha. Tento acompanhá-lo o máximo e, obviamente, também conto com ele”, brinca, levando Paulo a defender-se. “O meu pai é das pessoas mais críticas que conheço. As pessoas acusam-me de alguma dureza e inflexibilidade porque são coisas que, de alguma forma, herdei dele. Sinto-me um pouco esmagado com a sua sabedoria e experiência. Mas ele é um crítico construtivo pois o que me diz faz sentido. Não quer dizer que esteja sempre de acordo. Fico feliz porque sei que as pessoas só se preocupam com quem realmente gostam”, desabafa Paulo, soltando-se à medida que o pai lança a conversa na mesa.

FEITIO DIFÍCIL

De acordo com José Manuel, “o Paulo não tem um feitio fácil, mas tem a extraordinária qualidade de ser humilde. Gosta imenso de aprender. Quando quer saber, pergunta”, justifica o decorador.

Hoje em dia, pai e filho estão em perfeita sintonia, partilhando afectos, intimidades e as coisas difíceis da vida. O actor, de 29 anos, não esconde de ninguém que o encenador, que hoje [dia 16] celebra 60 anos, lhe dá o apoio que só um pai sabe dar.

“Há uma grande amizade e nenhum invade a liberdade do outro. Assim é mais fácil libertarmo-nos e partilharmos tudo”, conclui o actor, seguido pelo pai: “Sei as grandes intimidades do Paulo e ele as minhas ao pormenor. Esse tipo de relação é difícil de conseguir com os pais e filhos biológicos. As carências, ausências, amores e desamores, dúvidas, certezas e preocupações profissionais”, remata o encenador, garantindo nunca ter tido interesse em saber quem era o pai ou a mãe biológicos de Paulo: “Não me interessa e nunca falámos nisso”, diz.

Comovido, o actor escusa-se a aprofundar o passado: “Não sinto a falta daquilo que nunca tive”, explica, referindo-se aos pais biológicos. “Se neste momento tivesse de separar-me do meu pai, aí sim, sentiria falta dele, do seu sorriso, do seu carinho, das chatices... Mas, com pessoas que nunca me foram próximas e com quem nunca partilhei afectos, problemas, nem nada, só existem na minha vida como estranhos que me colocaram no Mundo. Não sinto rancor ou raiva porque deles não guardo memórias”, garante o actor, que adianta ter-se tornado num homem e profissional bem sucedido, apesar da vida nem sempre lhe ter corrido de feição.

“Sinto muito orgulho do homem que me tornei hoje com a ajuda do meu pai, que soube moldar o meu carácter rebelde já era eu um jovem adulto. É isso que é importante. Nada mais importa”, remata o actor.

PORMENORES

- MÃE POBRE

Dificuldades económicas e emocionais fizeram-na abandonar o filho aos cuidados dos pais - avós maternos de Paulo - falecidos quando o actor tinha 14 anos. Fontes próximas garantem que refez a vida noutro país, onde vive actualmente.

- PAI ALCOÓLICO

O pai tem problemas de alcoolismo e reside na Margem Sul. Nunca se aproximou de Paulo, nem quando os sogros faleceram.

- PADRE ACÍLIO

Recebeu-o na Casa do Gaiato, onde Paulo deu os primeiros passos no teatro fazendo itinerâncias pelas aldeias. Foi Acílio Fernandes quem o levou para a Escola de Teatro de Cascais, aos 17 anos.

TROCOU 'MORANGOS' DA TVI POR APOSTAS DA SIC

Paulo Rocha começou a ganhar gosto pelo teatro quando frequentava a Casa do Gaiato, em Setúbal. “Fazia umas itinerâncias pelas aldeias e comecei a ganhar-lhe o gosto. Quando ‘adoptei’ o meu pai, já tinha decidido fazer carreira como actor. Representava num grupo em Palmela”, confidenciou o actor que foi contratado recentemente pela SIC para integrar o elenco de ‘Vingança’, uma adaptação livre das aventuras do Conde de Montecristo, produzido por Teresa Guilherme.

Esta contratação cai que nem uma bomba já que o actor se destacou na série ‘Morangos com Açúcar’ e na telenovela ‘O Teu Olhar’, da TVI. Além disso, era um dos nomes apontados pela produtora NBP para integrar a equipa ‘Anjo de Mulher’, nova novela da estação de José Eduardo Moniz.

Poucos sabem é que Paulo Rocha tem no teatro e no palco a sua grande paixão. Trabalhou como actor do Teatro Experimental de Cascais durante 5 anos e o seu primeiro trabalho foi ‘O Crime da Aldeia Velha’, no Teatro Nacional.

José Manuel Costa Reis explica: “Nunca pedi favores para o Paulo que tinha o péssimo hábito de esnobar trabalhos mais ligeiros. Achava que por não serem intelectuais não devia fazer. Consegui fazê-lo perceber que nesta área, há trabalhos bons e menos bons, mas como temos de pagar as contas, é preciso ganhar dinheiro. Só tem de dar o seu melhor”, afirma.

MORANGOS

Paulo Rocha interpretou o papel de ‘Fred’ na série juvenil ‘Morangos Com Açúcar’, da TVI. Na foto, o actor aparece acompanhado pela colega de trabalho Inês Castel-Branco.

Alexandra Ferreira - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:32 PM | Comentários (35) - Morangos com Açúcar

Há vida para além da TV?

São a antítese dos feios, porcos e maus. Têm boa aparência, são betos e bons, “muito bons”, dizem elas. São vedetas de televisão, saídas de telenovelas, que ganham voz própria, vendem milhares de discos e arrastam multidões ao mesmo tempo que as editoras esfregam as mãos de contentes. Mas até quando?

Saltam do pequeno ecrã para os grandes palcos enquanto a miudagem esfrega um olho. Só os D’ZRT, por exemplo, os primeiros grandes heróis da telenovela ‘Morangos com Açúcar’ (TVI), conseguiram, em menos de um ano, inscrever o seu nome no Coliseu dos Recreios, no Pavilhão Atlântico e até no Rock In Rio-Lisboa. Vieram depois Patrícia Candoso, Tiago, FF e 4 Taste. Mais recentemente apareceu a Floribella, também ela saída da televisão, desta feita da SIC. Em comum têm a particularidade de venderem milhares de discos e arrastarem multidões de jovens e crianças.

Tomás, 11 anos, era tão "doente" (palavra de mãe) pelos D'ZRT que, na festa da escola, pediu ao pai e ao tio que o ajudassem a imitar o grupo. Formaram, então, os T-Shirt. No início até enganaram a pequenada com um ‘playback’ bem feito mas quando se descobriu o embuste, "o final ia sendo dramático", graceja o pai, Pedro. Hoje, alguns meses depois, Tomás diz que já não gosta tanto dos D'ZRT. “Eles já não aparecem tanto na televisão", justifica.

Longe da vista, longe do coração. Chega outro e toma o seu lugar. Este é o ano da Floribella. A cantora/actriz/dançarina, que se revelou num outro programa de televisão, ‘Operação Triunfo’, e que passa o tempo a cantar que não tem nada, ganhou já quase tudo: uma popularidade invejável, o primeiro lugar do top e oito discos de platina (Os D'ZRT já estão em oitavo). Mas até quando? "O mais certo é até durar o programa", afiançam os entendidos. D'ZRT, FF, Tiago, Patrícia Candoso, 4 Tast e Floribella. A pergunta impõe-se: afinal, haverá vida para além da televisão?

Para David Ferreira, presidente da editora EMI-Valentim de Carvalho, "estamos perante fenómenos televisivos que invadem a música popular e que dificilmente se conseguem imaginar sem o apoio da televisão". Para Manuel Moura Santos, agente de Rui Veloso, Jorge Palma e Ala dos Namorados, entre outros, estamos perante fenómenos de ‘marketing’ massivamente produzidos. “Não tenho dúvidas que quando terminarem os respectivos programas de televisão, eles morrem. Neste aspecto a máquina pode ser trituradora", diz. "São produtos que nem sequer são inventados pelos seus executantes. A maioria destes jovens não são músicos, não tocam e alguns nem sabem cantar. É tudo feito em estúdio".

A verdade é que só os fenómenos musicais televisivos ligados aos ‘Morangos com Açúcar’ já venderam, até ao momento, cerca de meio milhão de discos. Luís Jardim, produtor musical que já trabalhou com Sting e Bryan Adams, por exemplo, considera que "quem grava um disco por meio de uma telenovela entra pela porta baratucha da música". Por outras palavras, acaba por perder credibilidade. “Este fenómeno já o observei noutros contextos. Lá fora, os cantores fabricados pela televisão não são levados muito a sério", conta. Uma moda? "Claro que sim. Portugal sempre foi um país de modas. Primeiro foram as canções do 25 de Abril, depois as do festival da canção, agora é a vez das músicas das novelas. São coisas momentâneas, que passam rapidamente. Não acredito que daqui a alguns anos o método continue a resultar", conclui.

O tal futuro, que para Tozé Brito, vice-presidente da Associação Fonográfica Portuguesa e presidente da multinacional Universal, poderá não existir para "noventa e nove por cento destes artistas" é precisamente "a parte mais dolorosa da questão". "Criam-se ilusões em jovens que depois não têm hipóteses de singrar. Até mesmo a própria Sara Tavares, um dos poucos casos de sucesso que saiu de um programa de televisão, teve dificuldades em construir carreira. Aliás, só o conseguiu fazer alguns anos depois de ter participado no ‘Chuva de Estrelas’, porque tem uma voz prodigiosa. Isto serve como aviso à navegação: Tenham cuidado porque são pessoas descartáveis", lembra.

Fonte da editora Som Livre, que lançou o disco da Floribella, reconhece que sem o suporte televisão o sucesso da cantora era mais difícil, mas defende que a novela encontrou um nicho e que isso não é crime. "A Floribella apela ao sonho, como um conto de fadas, entra em casa das pessoas e cativa os miúdos que, entretanto, compram o disco para ter a música ao seu alcance a qualquer momento, sem ter de esperar pela hora da novela", diz. Se a banda Floribella vai continuar a ter sucesso depois da série acabar? "Isso só o futuro o dirá!", remata. João Miguel Almeida, da Farol, editora dos sucessos dos 'Morangos com Açúcar' acredita que há vida para além da televisão. "Estes projectos podem perder alguma visibilidade quando terminar a participação nos programas televisivos, mas acho que vão continuar com o sucesso que merecem", diz. "Os D'ZRT e a Patrícia Candoso já saíram dos 'Morangos' e vão fazer mais discos e concertos", exemplifica. Quem parece pouco importado com isso são os miúdos. Se D'ZRT, 4 Taste, FF ou Floribella estão ou não com os dias contados, para já "tanto lhes faz" que sobre eles se digam "coisas boas ou coisas más". Eles são os reis. E uma coisa é certa: quando estes morrerem vêm outros... ou talvez não!

“E QUANDO ACABAR? Começa-se de novo!”

São jovens, têm a cabeça cheia de sonhos e números dourados no currículo. Mas os artistas envolvidos nos vários projectos que cruzam a música e a ficção estão cientes das dificuldades futuras de se imporem "num meio onde é difícil singrar" e da necessidade de se "renovarem" para voltarem a ter uma "segunda oportunidade", conforme explicou FF ao Êxito. "A tarefa é a dobrar. Temos de nos distinguir da série e fazer vingar uma nova imagem, correndo o risco de o público não a aceitar. Quando esta fase acabar, para alguns de nós será necessário fazer tudo de novo para voltar a pegar", explica.

A opinião é partilhada por Cifrão, uma das caras dos D’ZRT. "É muito complicado sair da ficção para a realidade, porque há o risco de as pessoas se identificarem mais com as personagens do que com o próprio artista", conta. Tiago Castro, o Crómio de ‘Morangos com Açúcar’, reconhece que foi o seu mediatismo nos ‘Morangos’ que lançou a sua carreira musical e diz, por isso, que está ciente do longo caminho que ainda terá de percorrer para singrar no meio: "O meu objectivo não é fazer uma carreira musical a partir da imagem. Não é o Crómio que canta, é o Tiago. Vou fazer tudo para merecer fazer parte da música portuguesa”, promete.

Ana Cloe, que faz coros para Floribella, tem noção de que não será fácil estender a banda para lá de televisão até porque ela está muito ligada à novela e ao seu público, mas remata: “Estamos na expectativa!”

‘GUERRA FRIA’ ENTRE EDITORAS

É uma espécie de ‘guerra fria’ esta que opõe as grandes multinacionais às editoras discográficas associadas aos grupos de media em Portugal. No centro estão os fenómenos musicais saídos dos programas de televisão.

A Farol, editora dos D'ZRT, FF ou Patrícia Candoso, pertence à Média Capital, grupo que detém a TVI que transmite precisamente os ‘Morangos com Açúcar’. Já a Som Livre, que edita a Floribella, embora não fazendo parte da SIC, tem uma relação privilegiada com a estação de Carnaxide e um acordo para editar todas as bandas sonoras das telenovelas da Globo transmitidas por aquele canal.

David Ferreira, da editora EMI-Valentim de Carvalho, diz que a Farol "é um exemplo extremo de concorrência desleal". E explica: "A Media Capital exige que as gravações que passam nas novelas estejam automaticamente autorizadas para inclusão nos discos com as bandas sonoras e assim alavancou, através da liderança da TVI, a Farol para uma posição de mercado que esta nunca teria por mérito próprio. Considerando que nos “ecrãs de publicidade a Farol tem acesso a condições não oferecidas a nenhuma outra editora", David Ferreira afirma que aquilo a que se assiste é um crime. “Faço votos para que as autoridades, da Comunicação Social como da Concorrência, dêem passos para o eliminar". Já Tozé Brito, apesar de preferir "não usar o termo desleal", garante que irá ser "pedido um parecer jurídico junto de especialistas na questão da concorrência".

Contactado pelo Êxito, Tiago Morais Sarmento, da Farol, escusou-se a comentar estas acusações afirmando apenas que "a Farol decidiu trabalhar e desenvolver o catálogo de música portuguesa dando uma oportunidade ao público português de poder ter no mercado boas obras nacionais a preços compatíveis com as suas disponibilidades". O Êxito tentou também ouvir a editora Som Livre, que não quis prestar declarações.

“SÓ SOBREVIVEM OS TALENTOSOS" (Nuno Farinha, crítico de televisão)

Correio da Manhã – O que pensa dos sucessos musicais criados pela televisão?

Nuno Farinha – São uma consequência do sucesso das telenovelas. São produtos – tanto a ficção como a música – especificamente orientados para um público jovem, que reage por impulso e não é muito exigente em matéria de qualidade.

– A televisão passa assim a ser um importante veículo de divulgação musical...

– Sem a televisão dificilmente Floribella e D’ZRT venderiam um décimo do que venderam.

– Como vê a relação entre editoras e televisões?

– É a lei natural de qualquer negócio. Há casos de sucesso que de outra forma nem sequer conseguiriam iniciar uma carreira musical. Mas a partir daí sobrevive quem tem talento. João Pedro Pais, Anjos e Sara Tavares, por exemplo, são intérpretes de qualidade nascidos de produtos televisivos que, à partida, poderiam parecer que apenas exploravam miúdos cheios de sonhos

– Para os jovens actores envolvidos não será difícil desvincularem-se da imagem presente para assumirem outro tipo de papéis...

– Se esses jovens pretenderem ser actores, parece-me aconselhável que a vida na música não se prolongue por muito mais.

Miguel Azevedo / Vanessa Fidalgo - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:30 PM | Comentários (115) - Morangos com Açúcar

setembro 15, 2006

Dicas de fim-de-semana

Assuntos tão diferentes como a moda e os automóveis ecológicos marcam um fim-de-semana entre o sol e a chuva, em que ainda há espaço para o jazz e para o teatro.

Para quem ainda não viu, última oportunidade antes das chuvas para ver a exposição "Mitologias", do IV Festival Internacional de Escultura em Areia. O Festival termina na próxima quarta-feira, dia 20 de Setembro, para visitar entre as 10h00 e as 24h00.

Em Faro, abre no sábado, no Largo da Pontinha, a exposição Energias Renováveis -Mobilidade Sustentável, no âmbito da semana da mobilidade europeia e do dia europeu sem carros. Automóveis movidos a gás natural, outros eléctricos, vão estar à disposição de quem quiser experimentar, os visitantes da exposição poderão ainda provar “almoços solares”, isto é, alimentos cozinhados em fornos aquecidos pela energia do Sol.

Ainda em Faro, “Cavaterra” é a proposta do Teatro das Figuras para este fim-de- semana. A peça, levada à cena pela companhia de novo circo “Circolando”, desenrola-se nas profundezas da terra, abordando a miserável condição dos mineiros, os “homens-toupeira”. Para ver sexta-feira e sábado, às 22h00 no Teatro das Figuras, em Faro.

Em São Brás, os óleos e as telas de Ana Calheta mostram-se na Galeria Municipal de São Brás de Alportel. “A minha filha e eu” é o título da exposição patente na galeria até domingo , entre as 10h00 e as 18h00, no sábado só até às 13h00. Portimão recebe o Fashion Algarve, um desfile de moda a não perder no sábado, com a presença de Augustus e dos modelos Cláudia Borges, Orsi Fehér, Carla Matadinho, Inês Pereira, e Raquel Loureiro, entre outros. A apresentação do evento estará a cargo dos actores das telenovelas da TVI Diana Chaves (Morangos com Açúcar) e Rodrigo Menezes (Fala-me de Amor), Para ver às 21h30 na Alameda da Praça da República.

Em Albufeira, o jazz é para ouvir. Ainda vai a tempo de conhecer o italiano António Ciacca e o seu quarteto que vão animar o auditório municipal de Albufeira, na sexta-feira. Sábado o festival acaba com as actuações dos portugueses Maria João e Mário Laginha e as as músicas do seu último álbum, “Tralha”. Todos os concertos estão marcados para começar a partir da 22h00.

Ainda em Albufeira, mas na Biblioteca Municipal, exposição de pintura “Pedaços de Poesia Debaixo dos Pés" de Orlando Pereira. Para ver entre as 09h30 e as 18h15, até 21 de Setembro.

Mais a Oeste, em Lagos, os olhares prendem-se em “Ponto de Fuga”, uma exposição de fotografia e de artes plásticas, para ver no Centro Cultural de Lagos até 14 de Outubro, das 22h00 às 24h00. A exposição é organizada pelo Centro Cultural de Lagos e a Fundação Serralves.

Também em Lagos, últimos dias para ver o V Festival de Flamenco de Lagos 2006Música e Dança flamencas, com espectáculos no Centro Cultural de Lagos.

Música ainda, mas em Loulé. Concerto recomendado, com as algarvias “Moçoilas” e a banda Marenostrum, para ver e ouvir no sábado, às 21h30, no Cine - Teatro Louletano.

Por fim, voamos para a “História da Tap”. Últimos dias para ver a exposição fotográfica com o historial da transportadora aérea portuguesa, no Algarveshopping, na Guia, Albufeira.

Mário Lino - Observatório do Algarve

Publicado por morangostvi às 04:31 PM | Comentários (2) - Morangos com Açúcar

setembro 13, 2006

Jovem natural de Espinho vai substituir actriz em corridas de kartcross

Espinhense faz de duplo em “Morangos com Açúcar”

Rui Oliveira é natural de Espinho e vai participar como duplo na série “Morangos com Açúcar”, na modalidade de kartcross. Piloto há quase quatro anos, confessa-se um apaixonado pelo desporto motorizado e pela adrenalina que a velocidade lhe transmite. A participação no programa de televisão poderá ser um trunfo para a conquista de alguns apoios e patrocínios.

Foi escolhido para ser um dos pilotos a participar nas filmagens das corridas de kartcross na telenovela da TVI “Morangos com Açúcar”. Depois de um contacto da produtora da série com a Semog, empresa construtora daqueles veículos, Rui Oliveira foi convidado a entrar nas gravações como duplo da protagonista, juntamente com outros três pilotos, que farão também a substituição dos actores em todas as cenas de movimento do kart.
As filmagens da quarta série dos “Morangos com Açúcar” começaram a ser realizadas a 9 de Agosto e vão-se prolongar até Junho do próximo ano. Durante este período de tempo haverá duas gravações por mês, alturas em que o duplo terá que “roubar” alguns dias ao trabalho, para se deslocar até à pista de Mação, em Abrantes. O primeiro episódio da nova série já está concluído e Rui Oliveira aproveitou a oportunidade para fazer algumas revelações aos mais curiosos: “Vai haver um atropelamento na pista e muitos romances ali à volta!”.
Embora não haja nenhum tipo de cachet para os pilotos que entram na série, este jovem, amante das velocidades, considera a sua participação como um trunfo, já que esta lhe pode trazer alguma notoriedade e também algum retorno a nível de patrocínios. Neste momento, são vários os apoios que tem, nomeadamente da Cofidis, Sumol, Delta, Camel, Wilkinson e possivelmente também da Câmara Municipal de Espinho para esta época que vai arrancar.
Depois de desportos, como o downhill ou o kitesurf, é agora a vez do kartcross entrar como modalidade radical na próxima edição da tão aclamada série televisiva. Momentos de muita acção, que vão contar com a performance e perícia de um piloto espinhense.

Ana Luísa Dias - Jornal de Espinho

Publicado por morangostvi às 04:30 PM | Comentários (4) - Morangos com Açúcar

'Morangos com Açúcar' inspiram a linha de calçado 'FF' da Eject

A Eject vai lançar uma linha de calçado FF desenvolvida em parceria com a banda de sucesso da série televisiva Morangos com Açúcar. Cada modelo da linha FF contará com o respectivo autógrafo de um dos elementos da banda, de modo a autenticá-lo, e os modelos estarão disponíveis para compra, via Internet, no site da Eject no prazo de oito a 15 dias.

"É uma parceria entre duas marcas jovens, a Eject e a FF, e uma forma diferente de comunicar com os consumidores. Será a primeira de muitas iniciativas se as coisas correrem bem", admitiu ao DN Joaquim Carvalho, sócio-gerente da Eject. A linha desenvolvida pensando em especial na banda liderada pelo jovem actor Fernando Fernandes "é um bocadinho mais arrojada, e mais virada para o espectáculo".

Para Fernando Fernandes, o actor que lidera a banda e que se tornou conhecido pela personagem Tomé dos Morangos com Açúcar, a ideia de uma linha de calçado Eject exclusiva para a banda surge, afirmou ao DN, "por uma questão de imagem de marca". O jovem garantiu ao DN que o patrocínio de calçado não interfere com quaisquer outros contratos relativos à sua ligação ao projecto televisivo da TVI, "até porque já não estou nos Morangos com Açúcar", sublinhou.

A Eject é uma das mais conceituadas marcas portuguesas no estrangeiro mas muito pouco conhecida do consumidor português. "Temos poucos clientes no mercado nacional. São cerca de 40 e ainda nenhum em Lisboa ou Porto. As pessoas vêem sempre com alguma desconfiança uma coisa nova, diferentes", refere Joaquim Carvalho. E, por isso, o empresário não consegue estimar qual vai ser a adesão do mercado à linha FF. "Não sei. Deve prender um bocadinho mais a atenção na marca", diz, mas não consegue antecipar se haverá um boom de vendas. Certezas, só tem que "as lojas que arriscarem vão escoar bem".

A presença , no passado fim-de-semana, na FIL, em Lisboa, na Smop, com a linha FF e a passagem da banda para ajudar a promoção já deram frutos: um cliente em Cascais. Joaquim Carvalho acredita que, dentro de dois anos, a visibilidade da marca, em Portugal, será já "bastante interessante". "O público sempre gostou bastante da Eject, mas é natural que o proprietário da loja tenha uma mentalidade mais conservadora. Se as coisas ficarem em stock é ele que paga por isso", salienta.

Apresentada em 2001, a Eject levou dois anos a ser aceite. Mas em 2005 assegurou já 30% da facturação da empresa-mãe, a J. Sampaio & Irmão, Lda, que encerrou o ano com quase dez milhões de vendas. Para 2006, as perspectivas são de um volume de negócios de 12,5 milhões.

Diário de Notícias

Publicado por morangostvi às 04:29 PM | Comentários (5) - Morangos com Açúcar

“FF” e a sua Banda...

“FF” e a sua Banda...
...rumo ao Pavilhão Atlântico em Lisboa”

Em 1999, Fernando Fernandes estreou-se em televisão com a sua participação vitoriosa no programa “Bravo Bravíssimo”, voltando recentemente para dar vida à personagem de Tomé na série “Morangos com Açúcar”.

Tendo adoptado o seu nome pelas iniciais, “FF” passou a ser o seu nome artístico. O seu primeiro álbum “Eu aqui” teve entrada directa para os primeiros lugares do top nacional de música, atingindo na semana seguinte o 1º lugar. Após várias semanas no top da tabela, “FF” é já tripla platina estando já muito perto de atingir a quarta.

Durante todo o Verão, o jovem cantor e a sua banda têm marcado uma forte presença nos seus diversos concertos ao longo de todo o país e ilhas, deixando sobretudo a camada mais jovem completamente a vibrar com as suas músicas que não só transbordam uma grande energia como também encantam com as suas baladas. Depois da grande revelação nos coliseus de Lisboa e Porto, chegou a vez de brilhar no Pavilhão Atlântico em Lisboa.

“FF” e a sua Banda é sem dúvida a grande revelação do ano 2006 e, como sempre refere “FF” em palco (apesar de ser um cantor a solo), a Banda é a sua família. Tendo como:
na belíssima voz feminina – a energética “Tânia Tavares”; na guitarra – o seu produtor e director musical “José Castanheira”; no teclado – o “Nuno Louro”; na bateria – “David Jerónimo” e no baixo – “Pedro Martinho”.

É de lembrar a todos os fãs que no próximo dia 30 no Pavilhão Atlântico em Lisboa, “FF” e a sua Banda vão estar na primeira parte do espectáculo dos irmãos “Sandy e Júnior”.

Ana Tavares - INSIDE

Publicado por morangostvi às 04:28 PM | Comentários (8) - Morangos com Açúcar

setembro 12, 2006

Empresária de Angra investe 50 mil euros “em algo de novo”

A representação exclusiva da marca “Hello Kitty”, por produtos da “Walt Disney” e/ou lembranças que fazem com que o Dia dos Namorados seja quando o amor quiser, em Angra existe uma nova loja, com cerca de duas semanas de vida, que pretende dar “um novo colorido ao comércio”. A intenção é de Eugénia Cunha que teve a coragem de investir mais de 50 mil euros.

Chama-se Eugénia Cunha, é natural de Angra do Heroísmo e teve a coragem de investir na sua cidade, assumindo todos os riscos, mais de 50 mil euros (mais de dez mil contos) na abertura de um diferente estabelecimento comercial.
“Cheguei a uma altura em que olhei para o comércio da cidade de Angra e tirei a conclusão que estava tudo muito igual... muita madeira, muito branco, pouca cor. Contactei com um arquitecto do Continente português, não porque cá não existam bons profissionais do sector, mas porque queria investir em algo diferente e nasceu este espaço”, disse.
“Genny” foi a designação escolhida para o estabelecimento comercial que, no final da Rua do Salinas, junto à escadaria de acesso ao edifício dos Corte-Reais, tem lembranças para todos os gostos, carteiras e idades.
Desde a representação exclusiva da marca “Hello Kitty”, muito conhecida da série televisiva juvenil “Morangos com Açúcar” (facto que levou praticamente ao esgotar do stock disponível), passando por produtos da “Walt Disney” e/ou até lembranças que fazem com que o Dia dos Namorados seja quando o amor quiser, a loja, com cerca de duas semanas de vida, “é uma espécie de aventura, sonho que se torna realidade”.
Sem qualquer espécie de apoios, “até porque não me candidatei a nada, para evitar burocracias e gastos desnecessários, quem sabe”, afirmou ao suplemento “Negócios” a proprietária do estabelecimento, “Genny” é “um espaço diferente no comércio angrense, onde se pode encontrar lembranças para todos os gostos e possibilidades”, descreve Eugénia Cunha.
Quem passa ou entra pela loja vê gatos: “penso que todas os espaços devem ter uma marca, um símbolo, e como gosto muito de gatos e me chamo Eugénia, decidi atribuir à loja uma a imagem do gato e a designação Genny”.
Através de vários esforços e contactos, Eugénia Cunha conseguiu estabelecer relações comerciais com algumas fábricas e distribuidores autorizados de produtos da marca “Walt Disney”, facto que leva a que tenha ao dispor dos clientes várias peças (bibelôs, guarda CD’s, caixinhas diversas, luzes de presença, entre muitos outros artigos) com a conhecidas personagens: Mickey, Minnie, Pooh, ...
Para além disso, o recinto tem um espaço que podemos designar por “cantinho dos apaixonados”, ou seja, ao fundo, existe um local reservado com recordações para o namorado e namorada ou para manter acesa a “chama do casamento”.
“Cor, alegria e magia” eram, pelo menos, alguns dos objectivos que Eugénia Cunha pretendia incutir no chamado comércio tradicional de Angra do Heroísmo, em particular, e da ilha Terceira, em geral, algo que, para já, conseguiu, a julgar pelos comentários de alguns clientes do estabelecimento com quem “a União” acabou por falar.
Apostada em iniciar várias campanhas publicitárias ao seu estabelecimento nos diversos órgãos de comunicação social da ilha, o negócio que não pode ser confundido com franchising, apesar das muitas marcas conhecidas que são disponibilizadas, acaba por colocar a nu a capacidade empreendedora de Eugénia Cunha.
“É um ramo em que não existe nada do género em Angra; é um espaço onde se está bem pelas cores, pela magia, pelo imaginário; temos produtos que servem para o mais variado tipo de recordações e a preços muito acessíveis e, por isso, estou confiante que o negócio vai acabar por vingar”, salientou a empresária.

Apostar na divulgação

Falamos em campanhas publicitárias e eis que já hoje, caso tudo corra como previsto, as mesmas vão iniciar-se, nomeadamente junto das escolas básicas do concelho.
Segundo nos disse Eugénia Cunha, o último investimento “foi em balões com a imagem da loja, isto é, o gato, e em colaboração com a Comissão das Festas Sanjoaninas, os trajes utilizadas num cortejo infantil das festividades angrenses há dois anos (trajes das figuras famosas da Disney), vão ser utilizadas.
Cuidem-se os pais que, a partir de hoje, vão buscar os filhos à escola, uma vez que a “Genny” vai estar no terreno a divulgar a loja através da entrega de balões, mas com tal a ser feito por pessoas que vão vestir os ditos trajes, ou seja, pessoas que vão vestir a pele das personagens do nosso imaginário infantil.
Entretanto, fica a nota: para qualquer ocasião, um dos bonecos da nossa infância, em peluche ou afins, por vezes, calha bem.

Pedro Ferreira - A União

Publicado por morangostvi às 04:27 PM | Comentários (4) - Morangos com Açúcar

Moda em Portimão para miúdos e graúdos

A 4ª edição do "Fashion Algarve" vai realizar-se na Alameda da Praça da República, em Portimão, num grande espectáculo de moda a ter lugar no próximo dia 16 de Setembro, pelas 21:30 horas, numa organização conjunta da Câmara Municipal de Portimão e da ACRAL.

Esta edição de 2006 vai dedicar um dia, 15 de Setembro, à moda infantil com o Mini Fashion Algarve, pelas 21:00 horas. Na passarela vão desfilar 120 manequins de palmo e meio, entre os 7 meses e os 14 anos, clientes do comércio tradicional de Portimão, que irão apresentar as propostas Outono / Inverno de 13 lojas. A apresentação do desfile está a cargo do Palhaço Companhia, e a animação musical é assegurada pelos jovens músicos do Conservatório de Portimão Joly Braga Santos.

A vertente social desta iniciativa é materializada na venda de rifas, no valor mínimo de 1 euro, que irão sortear, no dia 15, uma viagem oferecida pela Delta e, no dia 16, uma peça de vestuário assinada pelo estilista Augustus e outra pelo José Pacheco, assim como uma jóia da autoria de Torcato Santos. As receitas desta acção de solidariedade social revertem a favor da CATRAIA – Centro de Acolhimento Temporário para Menores em Risco de Portimão.

Após um ano de interregno, a produção do Fashion Algarve volta a estar a cargo de Carlos Castro que vai trazer até Portimão, no dia 16, um desfile de moda subordinado ao tema do amor, contando com a participação dos estilistas José Pacheco e Augustus e de modelos como Cláudia Borges, Orsi Fehér, Carla Matadinho, Inês Pereira e Raquel Loureiro.

A apresentação do evento está a cargo dos actores Diana Chaves (Morangos com Açúcar) e Rodrigo Menezes (Fala-me de Amor), e a animação musical é assegurada pelo quarteto musical "Corvos".

DA / RS - Jornal Região Sul

Publicado por morangostvi às 04:27 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar no Autocross / Kartcross de Mação

O 34.ª Autocross/Kartcross Vila de Mação, que se realizou nos dias 2 e 3 de Setembro, foi palco da filmagem de episódios da série da TVI "Morangos com Açúcar", tendo as filmagens já começado em Agosto. A Pista da Boavista continua a receber a equipa para filmagens e Mação irá aparecer na nova temporada da série de sucesso da TVI.

Quanto à competição em si, que contou para o Campeonato Nacional de Autocross, teve como vencedores, na pirmeira divisão João Tabaio, na segunda Carlos Santos e na terceira António Santos. Destaque para o segundo lugar da terceira divisão que coube ao maçaense Rui Marques.

Na Taça Nacional de Autocross, o vencedor da primeira divisão foi Pedro Matos e da segunda divisão foi M. Silva. Ainda nesta divisão o segundo lugar foi para o maçaense Paulo Mousaco.

No Campeonato Nacional de kartcross o primeiro lugar coube a Ludgero Santos e já no Troféu Semog o primeiro lugar foi para Henrique Silva e o segundo para o também maçense Alexandre Durão.

Recorde-se que o Circuito da Boavista foi homologado pela Federação Portuguesa de Autocross e Kartcross, tem um comprimento de 1000 metros , a sua largura compreende-se entre os 13 e os 16 metros e o solo é constituído por terra compacta não estabilizada.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 04:26 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

setembro 10, 2006

Bandas Sonoras

"Quando uma novela tem uma banda sonora muito forte, a própria música ajuda a escrevê-la. Ajuda a definir as emoções que os telespectadores sentem em relação a cada uma das personagens", defende João Matos. Viu nascer os D'ZRT nos Morangos com Açúcar II (que ajudou a escrever) e viu afirmar-se a banda da Flor, agora que é responsável pelo argumento de Floribella (com Vera Sacramento e Raquel Palermo). "Fico orgulhoso por ver que tanto um grupo como o outro tiveram sucesso: mostra que as personagens resultaram e são credíveis".

Diário de Notícias

Publicado por morangostvi às 04:24 PM | Comentários (6) - Morangos com Açúcar

setembro 08, 2006

Quarta temporada de «Morangos com açúcar» estreia dia 18

A quarta temporada de «Morangos com açúcar» estreia no dia 18 de Setembro na TVI. Dos 37 actores que vão compor o novo elenco, apenas 13 transitaram da série de Verão, segundo o Jornal de Notícias.
Uma das novidades é renovado Colégio da Barra, que passou para o antigo Colégio de São Rafael.

Na quinta-feira, na apresentação da nova temporada dos «Morangos», o director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, reforçou a confiança no produto e deixou um recado à Casa da Criação, autora do enredo: «Podem já começar a escrever a próxima temporada».

Diário Digital

Publicado por morangostvi às 04:24 PM | Comentários (2) - Morangos com Açúcar

A evolução das personagens

Mesmo em ‘Morangos com Açúcar’ a evolução das personagens é uma constante e tem impacto no desenrolar da acção. Foi assim no caso de Manel, interpretado por Tiago Felizardo, e também no caso de Catarina, papel feito por Filipa Oliveira. De acordo com o realizador Duarte Teixeira, que acompanhou os ‘moranguinhos’ nos últimos quinze meses, “a Catarina era uma miúda muito introvertida que passou a ter um registo mais extrovertido com o decorrer do ano lectivo no Colégio da Barra”.

O realizador recorda que essa mudança de registo foi seguida por outra na altura em que Catarina se torna anorética. “As personagens com mudanças de personalidade e de visual dão mais sumo aos realizadores. Para nós a dificuldade em filmar é a mesma, mas se o actor for bom e se conseguir fazer a alteração de registo, então não há mesmo problema”, frisa Duarte Teixeira. E explica porque razãos acontecem as mudanças nas personagens: “É fundamental haver mudanças nas personagens para o sucesso de uma novela. Quando isso se verifica a novela torna-se mais enriquecedora”.

O realizador de ‘Morangos com Açúcar’ esclarece ainda que existem duas situações em que as mudanças necessariamente acontecem. “As alterações no registo e no visual dos personagens dão-se quando o autor quer dar mais protagonismo a uma figura ou quando a personagem não tem a aceitação esperada do público. Depois há casos em que continua a não haver aceitação e aí dá-se uma nova volta no registo”.

Eugénia Ribeiro e João C. Rodrigues - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:22 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Morangos com Açúcar’ - Quarta série foi ontem apresentada

Revolução na novela da TVI

O elenco para a quarta série de ‘Morangos com Açúcar’ é totalmente diferente daquele que termina agora a temporada de Verão. Ao todo, são 24 actores novos, muitos dos quais experimentam pela primeira vez a arte da representação. Rostos como Diana Chaves ou Francisco Côrte Real deixam de fazer parte da novela da TVI. Aliás, da série ‘Morangos com Açúcar – Férias de Verão III’, que termina brevemente, são apenas 13 os actores que permanecem entre a equipa da novela juvenil da TVI.

Os protagonistas são agora ‘Sofia Sousa’ e ‘André Marquês’, interpretados pelos manequins Mafalda Matos e Isaac Alfaiate, que irão, tal como aconteceu em todas as temporadas anteriores, formar o habitual par romântico (ver caixa). Entre as novas caras estão também José Carlos Pereira, que será o responsável pelo bar do renovado Colégio da Barra, o consagrado Júlio César, o ex-director do Colégio de S. Rafael, e Rita Alagão, a antiga directora de actores da série juvenil e que agora vestirá a pele de uma jornalista.

Outras novidades nesta quarta série são a mudança do Colégio da Barra – ardeu por completo no final da terceira temporada – para as instalações do Colégio de São Rafael. A fusão das duas instituições será porventura a catalisadora de inúmeros problemas, pois os antigos residemtes não aceitam de bom grado a vinda de ‘intrusos’. A professora ‘Maria José’, Ana Zanatti, será, de novo, a directora.

O ‘Bar Azul’ será comprado por desconhecidos e é Sérgio (David Gama), um dos membros dos 4Taste, que assinará contrato como gerente, passando a ter como funcionários o Link (Nélson Patrão) e Sofia (Mafalda Matos).

Os desportos praticados nos ‘Morangos com Açúcar’ também serão diferentes durante este ano lectivo. Nesta série, o desporto-rei passa a ser a natação, mas o voleibol, o basquetebol, o taekwondo também merecerão espaço de destaque. Os patins em linha e o skate passam a ser os desportos radicais, enquanto o kart cross trará de volta a emoção dos desportos motorizados.

Os fãs dos 4Taste continuarão a poder vê-los no pequeno ecrã, assim como ‘Diana’ (Sofia Cró), ‘Manuel Gouveia’ (Tiago Felizardo), ‘Becas’ (Sónia Prata), ‘Lourenço’ ( Tiago Correia), as gémeas ‘Rita’ e ‘Sílvia’ (Margarida e Mariana Martins), ‘Rute’ (Vitória Guerra), a professora ‘Maria José’ (Ana Zanatti) e a professora ‘Julieta’ (Sónia Brazão).

O NOVO PAR ROMÂNTICO DO COLÉGIO

Mafalda Matos, ‘Sofia Sousa’ e Isac Alfaiate, ‘André Marquês’, são os protagonistas da quarta série dos ‘Morangos com Açúcar’. Os dois alunos do Colégio da Barra vão ineterpretar o par romântico da novela, mas só depois de um longo período de animosidade. No início da temporada, quanto mais longe estiverem um do outro melhor para todos.

O problema é que estes dois novos estudantes praticam kart cross, o que os obriga a permanecerem muito tempo juntos no mesmo espaço. A relação entre ambos rapidamente atinge o ponto amor/ódio e as discussões constantes vão acabar por dar azo a muitos beijos e cumplicidades.

OS NOVOS PROFESSORES

PEDRO GÓRGIA

‘Paulo Antunes’ é o novo professor de Matemática do Colégio da Barra. Frequentou colégios religiosos onde lhe foi incutido disciplina, método e estudo. Trilogia que ensina aos alunos.

CLÁUDIA OLIVEIRA

‘Margarida Prata’ é professora de Português estagiária. Insegura mas determinada e cheia de ideias novas para ensinar os alunos, faz de tudo para que as coisas corram bem.

ANDREIA DINIS

‘Teresa Melo’ é professora de Desporto e pratica taekwondo. É simpática, afável e tem muito amigos, mas sente-se muito sozinha. Considera-se uma pessoa muito aberta, mas não o é.


João C. Rodrigues / Ana Lúcia Sousa - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:21 PM | Comentários (36) - Morangos com Açúcar

setembro 07, 2006

Merche Romero concentra atenções na eleição da Miss Rio Maior

Na mesma noite em que o seu namorado, Cristiano Ronaldo, falhava uma grande penalidade no jogo amigável da Selecção com a Dinamarca, Merche Romero regressava a Rio Maior para fazer parte do júri do concurso de misses local, no âmbito da Feira Nacional da Cebola, onde há treze anos atrás foi eleita 1ª dama de honor e miss fotogenia.

“Era muito alta, bastante tímida, as pernas tremiam, andava sempre a puxar a alça dos vestidos para cima e a esconder o corpo”, recordou a apresentadora de televisão e modelo.

“Naquela altura eu não ligava muito em querer seguir a carreira da moda”, contou, perante as doze finalistas do concurso, confessando que “nunca sonhei ser modelo nem ser apresentadora de televisão”.

Merche Romero Gomes aos 16 anos participava no concurso, incentivada pela organização, que andava pelas freguesias de Rio Maior à procura de candidatas. “Passei a minha infância e adolescência na vila da Marmeleira e quase me considero ribatejana”, explicou, daí ter concorrido.

Acabaria por conquistar dois títulos em disputa (curiosamente se fosse este ano teria ganho uma viagem à Madeira, terra do seu amado), mas o júri – entre os quais se encontravam a ex-miss Portugal Carla Caldeira, Sousa Cintra, ex-presidente do Sporting, e Margarida Prieto, esposa do ex-presidente do Benfica Manuel Damásio – não lhe deu o principal.

O semanário local, “Região de Rio Maior”, registou o momento e colocou a sua imagem na contracapa da edição. Pela fotografia pode ver-se que a actual namorada de Cristiano Ronaldo era morena e um pouco mais cheinha de corpo. E o jornal até a apresentou como se chamando “Mercê”.

A ligação afectiva ao concelho perdurou – consta que Merche teve um namorado na Marmeleira – e na passada sexta-feira, quando regressou a Rio Maior, a apresentadora de “Portugal no Coração” não se mostrou intimidada em falar do passado, aproveitando até para rebater as críticas sobre o porte físico na altura, mesmo que não fosse um “patinho feio”.

“Quero enviar beijinhos para todos aqueles que me conheceram, nas fases em que era mais magra ou mais gorda, e dizer que apenas participei uma vez e ganhei alguns títulos, aliás, acho que naquele ano ganhámos todas as concorrentes, porque não era nada fácil e hoje percebo perfeitamente a sensação (de nervosismo) das candidatas”, manifestou, adiantando ter ficado “feliz” por ter integrado agora o júri.

Ao longo das três horas e meia do concurso, Merche emocionou-se várias vezes. Primeiro animou-se com a melodia de “Ele e Ela”, versão de Rui Sá para o tema cantado por Madalena Iglésias. Depois, foram as palavras do irmão – o cantor Óscar Romero – que subiu ao palco e recordou que em 1993 estava na primeira fila da assistência a apoiar a mana candidata a miss.

“Tornou-se uma grande cinderela”, afirmou o músico, que em parceria com Rui Sá entoaria “Perdidamente”, celebrizado pelos Trovante, o que levou Merche a pegar numa caneta para simular um microfone e cantar. Estaria ela num momento nostálgico a pensar no jogador do Manchester United?

Se precisasse algo mais para se recordar, subiria de seguida ao palco um palhaço que recriou com gestos um jogador de futebol. Merche adorou e atirou-lhe uma rosa.

A noite acabou com a entrega do título de Miss Rio Maior 2006 a Cláudia Carvalho, uma lojista de 22 anos, não antes de Merche, sem se conter do “bichinho” das entrevistas, pegar no microfone e falar com as finalistas. A espontaneidade e simpatia da apresentadora só contrastaram no final com a escusa em prestar declarações, ao contrário da abertura manifestada por outros famosos presentes – os actores Núria Madruga (Andreia, da novela Fala-me de Amor, da TVI) e Miguel Bogalho (Cristiano, de Morangos com Açúcar).

Francisco Gomes - Jornal Oeste Online

Publicado por morangostvi às 04:21 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Entrevista ao “Tomé” dos Morangos Com Açúcar

FF derrete corações

Fernando Fernandes (FF) é a grande revelação do mundo da música em 2006. Após ter ficado conhecido na novela “Morangos com Açúcar”, na personagem de Tomé, FF lançou o seu disco a solo que numa semana alcançou logo o primeiro lugar no top de vendas nacionais, com a música “o meu verão não acabou”. FF e a sua banda têm actuado por todo o país e no passado dia 23 de Agosto estiveram em Sesimbra. O Jornal de Sesimbra falou com Fernando Fernandes, antes do espectáculo na Fortaleza de Santiago.

Jornal de Sesimbra: Sempre foi um sonho cantar? Como surgiu o teu gosto pela música?
Fernando Fernandes: Para mim sempre foi um sonho cantar e acho que o gosto pela música nasceu comigo. Veio um bocadinho de herança dos meus pais que gostam de música, mas o grande passo para apostar na minha formação musical foi quando, em 1999, participei no concurso do Bravo Bravíssimo e ganhei, fui representar Portugal a Itália.
Acho que isso foi o grande passo para eu decidir que era uma das coisas que eu gostava de fazer no meu futuro e que agora, felizmente, estou a poder concretizar.
JS: Inevitavelmente temos que falar um bocadinho sobre a tua participação na série “Morangos com Açúcar”. O facto de cantares na série, foi propositada ou surgiu depois?
FF: A personagem era uma personagem que tinha o gosto pela música, portanto, teria que ser alguém que soubesse cantar.
Quando fiz o casting cantei, mas não era obrigatório esse lado de cantor, ou seja, que a personagem Tomé saltasse para a realidade.
Foi uma coisa que foi acontecendo e que as pessoas começaram a achar que poderia ter sucesso cá fora.
Saltou para a realidade meses depois de eu ter entrado.
JS: Estava nos teus planos ser actor?
FF: Sem dúvida que sim, porque eu também tirei um curso profissional de teatro do meu 10º ao 12º ano, na Escola Profissional de Teatro de Cascais. Portanto são as minhas duas grandes paixões: música e teatro.
JS: Se tivesses que optar pela música ou pela representação, qual seria a tua escolha?
FF: Eu acho que nunca terei que optar por uma e outra porque vou tendo tempo para me dividir para as duas coisas. Neste momento, obviamente que estou muito mais dedicado à música e tenciono estar muito mais, mas a possibilidade de continuar a fazer teatro e continuar a fazer televisão, para mim não está sequer acabada, até pelo contrário, é um início e eu tenciono continuar.
JS: Encaras a participação nos Morangos como uma rampa de lançamento para o teu sucesso?
FF: Sem dúvida, os “Morangos com Açúcar” foram uma rampa de lançamento e isso dá para ver, pelo simples facto dos dois singles serem músicas já conhecidas pela própria série e, as pessoas identificarem-nas da série televisiva.
Isso faz com que as músicas tenham muito mais impacto, até nos próprios concertos ao vivo.
JS: O teu primeiro trabalho “Eu Aqui” teve entrada directa para o 7º lugar na tabela de vendas de álbuns, na 1ª semana atingiu o primeiro lugar e é já tripla platina.
Foi um sucesso bastante rápido. Como encaraste ou como encaras isso?
FF: Eu encaro bem, como uma responsabilidade para continuar a fazer o meu trabalho bem feito, continuar a evoluir com aquilo que vou aprendendo, com aquilo que vou fazendo.
Acima de tudo é a estrada que nós estamos a fazer com o álbum “Eu Aqui”, que nos dá para evoluirmos enquanto músicos, e eu estou a fazer essa minha parte.
Não quero sequer aproveitar o simples facto de ter saído dos “Morangos com Açúcar” para me encostar à sombra da bananeira e saborear simplesmente a recepção e a boa adesão que o público me tem dado.
Acho que acima de tudo é aproveitar essa adesão, mas continuar a criar um bom trabalho, sólido, para isto perdurar, porque senão não há nada que dure.
JS: A promoção deste trabalho a solo inclui também uma passagem pelos Coliseu de Lisboa e Porto. Como é que tem sido essa promoção? Tem sido positiva?
FF: Muito positiva. Temos passado por sítios muito interessantes, tenho tido recordações por onde vou passando excelentes, mas acima de tudo, essas duas datas foram muito importantes.
O Coliseu de Lisboa e do Porto são as duas salas míticas que são, significam muito para a carreira de um cantor e também de um actor, por isso, sem dúvida que foi um grande momento para mim, poder pisar o Coliseu. Até porque foi no Coliseu dos Recreios que eu comecei com 11 anos, e para mim regressar àquela casa, mas desta vez com uma responsabilidade minha, um espectáculo que é, acima de tudo, um projecto meu, a responsabilidade torna-se muito maior, obviamente. Mas é engraçado, um bocado irónico talvez, começar ali e de repente o grande passo musical também ser ali.
JS: Como FF, a passagem pelos Coliseus foi uma das passagens mais marcantes até agora?
FF: Sem dúvida que sim, por serem as salas míticas que são no nosso país.
JS: E como é que é a tua relação com os fãs?
FF: Felizmente tem sido muito boa. As pessoas quando me abordam fazem-no sempre de uma forma muito positiva. Nunca tive uma má experiência com um fã ou uma fã.
Até agora tem sido tudo até bastante calmo, é claro que há determinadas situações um bocado mais stressantes, umas situações se calhar de um fanatismo um bocadinho maior, mas nada que não se tente resolver, que não se tenha resolvido até agora.
A adesão tem sido muito boa, e é engraçado constatar que nos espectáculos ao vivo não temos só, obviamente que se calhar 80% são raparigas e jovens, mas acima de tudo não temos só jovens a assistir aos concertos. Temos também os pais desses jovens, e que poderiam simplesmente levar os filhos aos concertos e não cantarem as músicas, mas não é o que acontece, eles estão lá a cantar as músicas, portanto é sinal que ainda lhes diz alguma coisa. E isso é muito bom para mim.
JS: Para miúdos e graúdos também?
FF: Acho que o álbum tem essa capacidade de chegar um bocadinho a todas as idades, a todas as pessoas.
JS: Deve ser complicado para um jovem como tu, com 19 anos, sair do anonimato assim de repente e ser conhecido em todo o lado?
FF: Já o tinha saboreado um bocadinho no Bravo Bravíssimo, que nunca esperei que fosse uma coisa com um impacto tão grande, mas na altura até tinha, era um programa que pelo menos no Natal todas as pessoas viam na televisão, portanto era um programa já muito visto, e tive noção disso durante bastante tempo, apesar de ser ainda muito miúdo, porque tinha 11 anos e depois fiz os meus 12 logo a seguir.
Agora, é claro, que vivo a mesma situação de uma forma completamente diferente, porque os Morangos são mais do que um fenómeno televisivo, é um fenómeno social, portanto, não há nada a fazer.
JS: Vamos falar agora um pouco sobre a vinda a Sesimbra...na próxima 4ª feira, o espectáculo vai ser em Sesimbra, é a 1ª vez que visitas a nossa vila?
FF: Não, eu já estive em Sesimbra, se bem que o fiz bem mais pequenino e não me lembro muito bem, mas já passei por Sesimbra, obviamente.
Agora, claro que vou tentar ver com outros olhos Sesimbra e vou tentar ir um bocadinho mais cedo para também dar uma volta pela vila.
JS: Quais são as expectativas para o concerto que vais dar na Fortaleza?
FF: São óptimas, e essa é uma das razões para parte do making of que está a ser gravado agora, que supostamente poderá sair daqui a 2, 3 meses, seja gravado em Sesimbra.
O concerto vai ser gravado, algumas imagens vão ser aproveitadas para esse making of, por ser uma data que poderá vir a ser bastante especial.
JS: Esse making of vai ser o DVD da tournée?
FF: Sim, é um DVD da tournée. Acho que muitas pessoas se identificarão com o facto de não terem um único espectáculo, num único sítio. Todas as pessoas que estiveram em vários concertos vão ter a possibilidade de se rever no DVD, que é um DVD de tournée.
JS: Quais são os projectos para o futuro?
FF: Neste momento é continuar a fazer estrada com este álbum, é começar a reunir novo material para o próximo ano estar a sair outra novidade.
JS: E a nível da representação?
FF: A nível da representação, por enquanto vou ter de parar um bocadinho, até porque este lado musical ocupa-me bastante tempo, mas eu também me quero dedicar a 100 por cento a este mundo da música, o que tem sido difícil com as gravações.
Agora que já terminei as gravações no final desta série de Verão, vou ter muito mais tempo para a música, portanto, a parte da representação neste momento vai estar um pouco parada, se bem que quando surgirem novos projectos, não só a nível de televisão, mas também de teatro, obviamente que vou ponderar e vou ver se é possível conciliar as duas
JS: Parabéns, Sesimbra recebeu-te de o conseguir, não é tentar arranjar uma maneira fácil de conseguir, pelo contrário, é batalhar até alcançar, porque são as bases mais solidificadas que nós podemos arranjar, é batalhar para lá chegar. Para todas as pessoas que acompanham o projecto FF, um obrigado por me fazerem sentir tão especial e por me sentir um privilegiado quando estou em cima do palco e olhar para as pessoas e vê-las em sintonia comigo nas minhas músicas.

Jornal de Sesimbra

Publicado por morangostvi às 04:20 PM | Comentários (20) - Morangos com Açúcar

setembro 06, 2006

Uma aventura com sabor a “Morangos”

Sentados no chão ou nas escadas de acesso ao primeiro andar do pavilhão de exposições de Rio Maior, os candidatos esperam que surja um sinal para entrarem em cena. É quase meio-dia de sexta-feira. Alguns estão ali há mais de uma hora. De senha numerada na mão, aguardam vez, uns mais nervosos que outros, para participar no casting para figurante da novela televisiva “Morangos com Açúcar”.

As provas de selecção, que decorreram durante todo o fim-de-semana, eram abertas a ambos os sexos e a todas as idades. Mas, pelo menos na sexta-feira, a esmagadora maioria dos cerca de 60 participantes era adolescente e do sexo feminino. Como a Mariana, 13 anos, residente em Rio Maior, que começava a ficar “farta de esperar”. Na mão tem a senha número 31. Veio com as amigas “pela aventura” e “para experimentar”. Apesar de não gostar muito da novela e de a carreira de actriz não a seduzir especialmente.

Sentada no chão a seu lado, Joana, 14 anos, também não veio em busca da fama. “Viemos para ver como isto funciona”. Embora já tenha representado na escola não gostava de seguir uma profissão ligada à representação e prefere optar pela medicina quando for altura de escolher.

A imagem é importante para a selecção e os candidatos sabem disso. O espírito do fenómeno “Morangos” está bem assimilado e traduz-se na forma como vestem, nos acessórios que usam, nos extras para tentar acrescentar mais valia à sua candidatura.

Tiago, 15 anos, caprichou no gel no cabelo. Veio do Juncal, Porto de Mós, graças à atenção do pai, que soube do casting. E como está de férias aproveitou. Com eles trouxeram a pequena Carolina, provavelmente a benjamim dos participantes. “Vai ser divertido, espero dar o meu melhor para passar à próxima fase porque gostava de participar nos ‘Morangos’. Não me importava de ir até Lisboa para filmar”, diz Tiago.

O mesmo pensa a Vera, uma estudante do 11º ano de Rio Maior que já tem experiência nestas andanças. “Já fui a um casting com cerca de 5 mil pessoas na Feira Popular em Lisboa. Sempre tive gosto pela representação e já participei em vários castings. Agora vou tentar outra vez”, diz a jovem que gostava de ser actriz e não se importava de começar como figurante.

Lá dentro, elementos da Valente Produções ultimam os últimos pormenores para começar a acolher os candidatos. Depois seguem-se as provas, para apurar a sua fotogenia, a sua à vontade em palco, a sua expressividade. Quem sabe se para alguns não começa ali o caminho para o mundo do espectáculo.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 04:20 PM | Comentários (256) - Morangos com Açúcar

Cláudia Carvalho ganhou concurso em Rio Maior

Uma miss tímida e envergonhada

No concurso que encheu de público o pavilhão Multiusos de Rio Maior a modelo e apresentadora da televisão, Merche Romero, foi outra das atracções.

Sorriso simples mas cativante, elegância, muita timidez à mistura, mas passadas firmes a desfilar na passerelle convenceram o júri do concurso Miss Rio Maior 2006 a entregar a coroa à candidata número 12. Cláudia Carvalho, 22 anos, não saltou de alegria nem chorou de emoção. Reagiu de forma calma às palavras da apresentadora de televisão Merche Romero, que integrou o júri e que ali havia tentado a sua sorte sem tanto sucesso em 1993 (ver texto ao lado).

Eram quase duas da madrugada de sábado no pavilhão multiusos de Rio Maior quando a jovem recebeu a faixa com o título e a coroa da anterior Miss Rio Maior. Depois fez um último desfile de consagração envergando um vestido de noite azul. As palmas ecoaram forte do público e mais ainda de familiares e amigos que no final a abraçaram. O namorado prendou-a com um beijo carinhoso.

Cláudia Carvalho não estava à espera do sucesso. “Para ganhar é preciso ser extrovertida e nunca o fui muito. Pensava em ser modelo em pequena mas pela vergonha nunca dava o passo em frente. Até aqui estou porque foram as minhas cunhadas que me inscreveram”, analisa a vencedora.

Que confessa ter estado sempre muita tensa com a perspectiva de estar perante tanta gente. “Agora vou festejar com amigos e família”. Namorado incluído, de quem Cláudia disse que só teve um bocadinho de ciúmes pela exposição na passerelle. Apesar de ter ganho um curso de modelo, Cláudia Carvalho tem um sonho de vir abrir uma loja de roupa com a sua marca.

O concurso foi apresentado por Miguel Bogalho, o Cristiano dos Morangos com Açúcar. Do júri, composto por sete elementos, destaca-se a presença da apresentadora de televisão e modelo, Merche Romero, e da actriz e modelo, Núria Madruga.

Ana Luísa Ferreira, 17 anos, de Rio Maior, foi eleita primeira dama de honor. Cristiana Mendonça, 16 anos, do Pé da Serra, foi segunda dama de honor. O título de Miss Fotogenia foi para Marlene Figueiredo, 19 anos, enquanto a sorridente Sara Dias, 18 anos, conquistou o título de Miss Simpatia.

Não faltaram as perguntas da praxe, mas o júri teve em conta cinco factores principais de avaliação na escolha das melhores: atitude, postura, simpatia, beleza e elegância. Das 12, seleccionaram cinco finalistas e nessa altura Cláudia Carvalho foi a mais forte.

As candidatas a Miss Rio Maior 2006 começaram por desfilar com a colecção de Inverno de Maria João Guiomar. Seguiu-se o sempre desejado desfile em biquini, fornecidos pela loja Calzedonia (W Shopping). Concluiu-se com o desfile de vestidos de noite, da responsabilidade do estilista José Pacheco. As sapatarias Celta calçaram as candidatas.

Não ganharam nada mas estiveram também entre as 12 finalistas do concurso Bruna Henriques, Patrícia Marques, Marta Frazão, Joana Morais, Cheila Ramos, Joana Silva e Isabel Vieira. A organização esteve a cargo da equipa composta por Cristina Correia, Alexandra Vieira, Ivo Santos e Heloísa Antunes.

Ricardo Carreira - O Mirante

Publicado por morangostvi às 04:19 PM | Comentários (2) - Morangos com Açúcar

Entrevista a Alberto Miguel Lopes

Deixa as suas filhas verem as novelas sem limites?

Deixo e até acho engraçado. Os “Morangos com Açúcar” é um sucesso espectacular e tem situações muito engraçadas. As novelas só influenciam se os pais permitirem. No meu caso até tenho notado influências positivas.

O Hip Hop “é uma boa onda”?

A minha filha pratica Hip Hop e eu e a minha esposa acompanhamos a secção da Sociedade Filarmónica União Samorense (SFUS) porque achamos muito interessante. Enquanto estão a dançar Hip Hop estão bem e estão a praticar desporto. Apesar de não ser de origem portuguesa é uma boa onda.

As praias portuguesas são seguras?

São seguras e são das melhores. Tudo depende da forma como se aborda o mar. Temos de ter muito cuidado e respeito. A maioria das pessoas que morre é por negligência e descuido.

Alberto Miguel Lopes, 35 anos, abastecedor de combustível, Samora Correia, em entrevista a O Mirante

Publicado por morangostvi às 04:18 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

setembro 04, 2006

Patrícia Candoso e João Catarré

Enlace sem Morangos

Patrícia Candoso e João Catarré casaram-se ontem pelo religioso na Igreja de Santa Maria e São Miguel, Sintra. O enlace, com mais de 100 convidados, aconteceu sem os amigos do casal de ‘Morangos com Açúcar’, como por exemplo Benedita Pereira.

A cerimónia estava marcada para as 13h00. O noivo foi pontual, mas Patrícia, como manda a traição, só chegou 45 minutos depois.

“Ela está feliz”, disse um familiar da noiva, enquanto uma prima de Catarré garantia que ele não estava “nada nervoso”.

A verdade é que João, que surgiu no carro do pai, Francisco Catarré, ficou zangado com a presença dos jornalistas e pediu para que não tirassem mais fotografias. “Já chega”, disse. Mas o pai de Patrícia, António Candoso, conseguiu que os noivos posassem para as objectivas após o enlace.

R.M. - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:18 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Crómio dá autógrafos na sexta-feira, no AlgarveShopping

Uma sessão de autógrafos com o cantor Tiago “Crómio” Castro vai realizar-se na próxima sexta-feira, dia 8 de Setembro, a partir das 18h30, na loja Worten do AlgarveShopping, na Guia.

Esta iniciativa surge no âmbito do lançamento do primeiro álbum de Tiago Castro, o famoso “Crómio” da série juvenil Morangos com Açúcar, que se estreia no mundo da música com «A Minha Rádio».

O primeiro single retirado deste trabalho que inclui 15 temas é «Baby, Eu Fiz Este Som».

barlavento Jornal de Informação Regional do Algarve

Publicado por morangostvi às 04:17 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

setembro 03, 2006

Manequins por um dia no Colombo

Jovens actores trocam televisão por passerelle

Do pequeno ecrã para o palco de todas as emoções, o ‘Tomás Fritzenwalden’ (Diogo Rebelo) de ‘Floribella’ (SIC), a ‘Diana’ (Sofia Cró) de ‘Morangos com Açúcar’ (TVI), o ‘Miguel’ (João Maria Maneira) e a ‘Beatriz’ (Rita Lopes) de ‘Fala-me de Amor’ (TVI) foram as estrelas do desfile da campanha ‘Regresso às Aulas’ do Continente.

O evento teve ontem lugar no Centro Colombo, em Lisboa, e, como seria de esperar, atraiu muitos fãs de palmo e meio.

Perante a exigente assistência – mais de 30 crianças entre os quatro e os 12 anos –, os jovens actores mostraram que também têm talento como manequins. A prova foi o assédio de autógrafos que se seguiu. E mesmo quem viu o seu actor ou actriz favorito com o seu verdadeiro ‘mais-que-tudo’, como aconteceu relativamente à jovem actriz Sofia Cró, de 15 anos, ‘apanhada’ de mãos dadas com o namorado, não se desiludiu.

Os fãs sabem distinguir a ficção da realidade e, como tal, receberam bem o recado: as aulas estão à porta e há que comprar o material escolar. E nesta busca, é claro, os artigos e peças de vestuário da ‘Floribella’, mas também dos ‘Morangos’ estão no topo das preferências.

O leque de ofertas é cada vez maior e manter a fidelidade a uma marca não é fácil. Mas este é um problema que não afecta as novelas nacionais. As audiências não mentem e estão sempre a subir.

T.O. - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:17 PM | Comentários (1) - Morangos com Açúcar

Merche no palco da derrota

Merche Romero regressou a Rio Maior, na noite de sexta-feira, para ser jurada no concurso de misses em que há 13 anos ‘apenas’ foi eleita 1.ª Dama de Honor e Miss Fotogenia. “Era muito alta, bastante tímida, as pernas tremiam, andava sempre a puxar a alça dos vestidos para cima e a esconder o corpo”, recordou.

“Naquela altura eu não ligava muito a querer seguir a carreira da moda. Nunca sonhei ser modelo nem ser apresentadora de televisão”, disse a namorada de Cristiano Ronaldo às 12 jovens que teve de avaliar e que estavam na mesma situação que ela aos 16 anos. “Passei a minha infância e adolescência na vila da Marmeleira e quase me considero ribatejana.” A ligação afectiva ao concelho perdurou e no regresso a Rio Maior a apresentadora de ‘Portugal no Coração’ enviou “beijinhos para todos aqueles que a conheceram nas fases em que era mais magra ou mais gorda. Naquele ano ganhámos todas, porque não era nada fácil e hoje percebo perfeitamente a sensação (de nervosismo) das candidatas”.

A noite acabou com a entrega do título de Miss Rio Maior 2006 a Cláudia Carvalho, uma lojista de 22 anos. Merche, sem conter o ‘bichinho’ das entrevistas, falou com todas as finalistas. Na festa participaram também os actores Núria Madruga (Andreia, da novela ‘Fala-me de Amor’, da TVI) e Miguel Bogalho (Cristiano, de Morangos com Açúcar).

Francisco Gomes, Caldas da Rainha - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:16 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

Regresso às aulas

Um milhão e meio de alunos está prestes a iniciar mais um ano escolar. Nesta altura, as famílias são obrigadas a um esforço financeiro brutal para fazer face a todas as despesas. As compras de manuais pela internet são uma opção para arranjar descontos. Pagar às prestações ou recorrer a crédito bancário são outras soluções de recurso quando não dá para subtrair mais uma parcela a um orçamento sobrecarregado de contas de somar e multiplicar. Algumas autarquias oferecem bolsas para comprar os manuais. Atenta ao enorme potencial de negócio que o regresso às aulas representa, a indústria aposta em agressivas campanhas de marketing que ditam a moda do material escolar.

regresso às aulas

OTiago já tem os livros de Língua Portuguesa e de Matemática e já escolheu a mochila do Homem Aranha. No próximo dia 15, começa uma nova etapa da sua vida vai para a escola, pela primeira vez. Diz que não está nada nervoso. Aprender a escrever, mais do que saber fazer contas, é o que mais o anima. O ATL também não o assusta. Com os seus seis anos, encara a escola como uma grande aventura.

A rotina de vida do Tiago Fernandes, tal como a de um milhão e meio de alunos dos ensinos Básico e Secundário, está prestes a mudar drasticamente. O despertador vai tocar às 6.45 horas. Começa o "corre-corre", nas palavras da mãe, Sandra Sá, que só abranda depois do jantar, quando já são mais do que horas de dormir. As aulas na Escola Básica do 1.º Ciclo da Giesta, em Pedrouços (Maia), começam às 8.15 horas e terminam às 13 horas. O Tiago vai começar a almoçar na escola e passará a tarde no ATL (actividades de tempos livres). Fica lá até a mãe conseguir sair do emprego e ir buscá-lo, depois de pegar no irmão mais velho, o Vítor Hugo, que tem o horário da tarde. Logo a seguir, não há tempo a perder para chegarem atempadamente às aulas de natação e ao futebol.

Sandra Sá, auxiliar de armazém numa editora, descreve, com um sorriso, os sacrifícios que é necessário fazer para que nada falte aos filhos. "Só em livros e material escolar, mais os equipamentos desportivos, para os dois, vou gastar cerca de 300 euros. No ATL pago 95 euros para cada um, só para apoio escolar, sem qualquer actividade. Ou seja, são 500 euros. É praticamente o meu salário." O esforço financeiro, no arranque do ano escolar, é incomportável para muitas famílias que, para conseguirem descontos, optam, cada vez mais, por comprar os manuais através da internet. Outras aproveitam a facilidade de pagamento às prestações que algumas livrarias disponibilizam e até já há quem recorra às linhas de crédito que os bancos criaram para este fim.

O Tiago não vai poder utilizar os livros do irmão, que vai agora para o 2.º ano. Só no próximo ano lectivo entra em vigor a legislação que obriga a uma vigência de seis anos para os manuais escolares e permitirá às famílias pouparem muito dinheiro.

Sandra ainda não pesou a mochila do filho, mas, entre livros, estojo, lanche e outros materiais, é mais do que certo que ultrapasse os 2,7 Kg, que é o peso máximo que uma criança com a estatura do Tiago deveria suportar. Os especialistas têm alertado para o fardo excessivo que as crianças carregam - nunca deveria ultrapassar 10% do seu peso - mas, embora o Ministério da Educação já tenha assumido a necessidade de redefinir as características dos manuais com os livreiros e instalar cacifos nas escolas, a maioria dos estabelecimentos ainda não os tem. A escola do Tiago também não.

Sandra e o marido Vítor trabalham e não têm familiares de quem possam socorrer-se para ficar com os filhos quando eles não estão na escola. Não lhes resta outra alternativa que não seja pagar ao ATL para ficar com os meninos durante umas horas.

Porque querem que as crianças pratiquem desporto e ainda não sabem se a EB1 da Giesta vai ter como actividade de enriquecimento curricular a Educação Física - uma das inovações introduzidas, este ano, no 1º Ciclo, juntamente com a Música - , já trataram de assegurar aulas de natação nas piscinas municipais da Maia, o que representa uma despesa mensal de 31 euros. O futebol, nas escolinhas do Pedrouços, é gratuito. Só tiveram de comprar o equipamento e as chuteiras, que ficaram por 50 euros para cada um.

Com os olhos postos nos "Morangos com açúcar", Tiago vai contando que já sabe escrever "muitos nomes" e se lhe soletrarem as letras é capaz de escrever várias palavras. Quer ser futebolista e idolatra o Figo, embora jogue na posição de defesa. Mas, como ainda faltam muitos anos para concretizar o sonho da bola, para já, vai dedicar-se aos estudos.

Educação pré-escolar As aulas devem começar entre 11 e 15 de Setembro de 2006 e terminar, respectivamente, entre os dias 9 e 13 de Julho de 2007. As férias do Natal e da Páscoa são cinco dias úteis, seguidos ou interpolados, a ocorrer, respectivamente, entre os dias 18 de Dezembro de 2006 e 2 de Janeiro de 2007, inclusive, e entre os dias 26 de Março e 9 de Abril de 2007, inclusive.

Ensinos Básico e Secundário

O 1.º período arranca entre 11 e 15 de Setembro e termina a 15 de Dezembro de 2006. O 2.º período decorre de 3 de Janeiro a 23 de Março de 2007. O 3.º período inicia-se a 10 de Abril e termina, para os 9.º, 11.º e 12.º anos, a partir de 8 de Junho, e para os restantes anos de escolaridade, a partir de 22 de Junho.

Helena Norte, Artur Machado - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 04:13 PM | Comentários (12) - Morangos com Açúcar

Ir ao Avante é como ir a Fátima

Lopes-Graça a abrir

O sinal de que o espectáculo começou é dado pela popular Carvalhesa. As reacções são imediatas e é ver centenas de pessoas a pular na relva, momentos antes do concerto que assinala o centenário do nascimento do compositor Fernando Lopes-Graça. A Orquestra Sinfonietta de Lisboa, sob a direcção de Vasco Pearce de Azevedo, dá vida à pauta do compositor, provocando uma tranquilidade momentânea. O maestro agradece as palmas e alguém do público grita "és o maior a seguir aos Gaiteiros". Há betos de calções, meninas vestidas como o rigor da geração "Morangos com Açúcar" e aqueles que, apenas nestes três dias de festa, adoptam uma postura mais "revolucionária" envergando calças de linho compradas na banca do artesanato do Peru.

Ana Rute Silva - Jornal de Notícias

Publicado por morangostvi às 04:13 PM | Comentários (0) - Morangos com Açúcar

setembro 02, 2006

‘Morangos Com Açúcar’: Actores chegaram ontem a Lisboa

Moranguitos estão de volta

A chegada da equipa dos ‘Morangos Com Açúcar’ ao Aeroporto da Portela, em Lisboa
A equipa dos ‘Morangos Com Açúcar’ chegou ontem de manhã ao aeroporto de Lisboa, depois de 15 dias a gravar em Natal, Brasil. À espera deles estavam familiares, amigos e muitos fãs que aproveitaram para pedir os habituais autógrafos.

Do elenco dos ‘Morangos Com Açúcar’, apenas Catarina Morazzo, ‘Isabel’ a sócia de ‘Susana’ (Diana Chaves) no bar do ‘Fred’, se deslocou ao aeroporto para dar as boas-vindas aos colegas e ao namorado que pertence à equipa técnica.

Na bagagem, os ‘moranguitos’ trouxeram cansaço, boas recordações, vontade de voltar e presentes para familiares e amigos.

Francisco Côrte-Real (‘Afonso’), foi o primeiro a sair e contou ao CM que “a viagem correu bem, deu para fazer de tudo, trabalhar e descansar um pouco”. Nos dias de folga os actores aproveitaram as diversões do Hotel Serchs, onde ficaram instalados, conheceram a cidade de Ponte Negra, foram aos restaurantes da zona e apreciaram um pouco da cultura brasileira.

Para ‘Afonso’ é mais fácil gravar em Portugal: “Lá é mais complicado trabalhar. É um exterior que nós não dominamos, mas é aliciante estar a gravar na praia e andar a cavalo nas dunas” adiantou o jovem actor. Da mesma opinião partilha Diana Chaves que revelou ao CM que “o melhor desta viagem foi poder gravar em sítios paradisíacos. Visitámos dunas, andámos a cavalo e de buggies”. Para a actriz não houve momentos maus, foi tudo bom, apesar de terem passado muito tempo a trabalhar.

Oceana Basílio, a ‘Carla’, explicou ao CM que, apesar de só terem tido dois dias de folga, gostou muito desta experiência que a produção de ‘Morangos Com Açúcar’ lhe proporcionou. “É diferente quando estamos a trabalhar num país que não é o nosso. Até o cansaço sabe bem” contou, entre sorrisos, ao CM.

Rúben Gomes, (‘Diogo’), adorou gravar em terras de Vera Cruz e não esconde que ficou com ‘inveja’ da personagem que interpreta. O ‘Afonso’ acabou a novela numa cabana junto ao mar ao lado de ‘Carla’. O actor explicou: “É muito bom acabar num ambiente de praia com amor, sol e muito calor.”

O CM tentou falar com Daniel Cardoso, o ‘Guga’, mas o actor saiu do aeroporto sem que ninguém se apercebesse, apenas parou para dar autógrafos aos muitos fãs que estavam no local.

DIANA CHAVES

Diana Chaves chegou a Portugal cansada e com muitas saudades da família. À espera da actriz estavam a irmã e o pai que lhe deram um longo e apertado abraço. Para já Diana vai aproveitar para descansar, mas a actriz adianta que “gostava já de voltar à acção”.

OCEANA BASÍLIO

A ‘Carla’ ficou no Brasil com ‘Diogo’ e quem regressou foi Oceana Basílio. Dos quinze dias que esteve no Brasil, o que gostou mais, para além das lindas paisagens de Natal, foi do convívio entre a equipa. A actriz salienta que “não houve nada que a desagradasse”.

CATARINA MURAZZO

A intérprete de ‘Isabel’ foi a única ‘moranguita’ que esperou no aeroporto de Lisboa pelos colegas. A actriz confessa que, em tom de brincadeira, “disse à produção que também gostava de ir por ser irmã de ‘Guga’ (Daniel Cardoso)”, mas o final dela teria que ser mesmo cá.

PORMENORES

BEM RECEBIDOS

A equipa dos ‘Morangos Com Açúcar’ foi muito bem recebida pelo povo brasileiro em Natal. “As ‘moranguitas’ são muito bonitas e chamaram muito a atenção dos brasileiros”, afirma Cristina Lira, assessora da SETRGN. No último dia a SETRGN organizou um jantar privado de despedida para a equipa portuguesa.

TRABALHO E LAZER

Os actores, enquanto gravavam e nos dias de folga estiveram em diversas zonas do Estado do Rio Grande do Norte: Ponta Negra, Cidade de Natal, Pipa, Genipabu, Lagoa do Garuari, Lago de Jacumâ. Andaram de buggies, a cavalo, visitaram as dunas e fizeram compras.

CUSTO DA VIAGEM

150 mil euros (30 mil contos) foi quanto a Secretaria de Estado do Turismo do Rio Grande do Norte, (SETRGN) investiu na ida da equipa dos ‘Morangos Com Açúcar’ ao Brasil. A esta quantia somasse os 18 mil euros (3600 contos) patrocinados pela agência de viagens Terra Brasil.

Ana Lúcia Sousa - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:15 PM | Comentários (16) - Morangos com Açúcar

Portugueses preferiram a TVI

Durante o Verão, os espectadores preferiram a Televisão Independente.

O mês de Agosto termina com a TVI a liderar as audiências. Durante o Verão, os espectadores preferiram a Televisão Independente. O balanço dos últimos oito meses revela que, por dia, em média 6,1 milhões de espectadores passaram pela TVI. A estação teve uma quota de audiência de 32,9%, em média. No horário nobre, a Televisão Independente atingiu os 37,1%, liderando as audiências entre as 20:00 e as 24:00.

No mês de Agosto destaca-se a telenovela «Tempo de Viver» com uma média de 1,2 milhões de espectadores por dia. «Fala-me de amor» atingiu uma média diária de um milhão de espectadores, o mesmo número alcançado pelo Verão dos «Morangos com Açúcar».

O calor dá descanso ao futebol, mas ainda assim Agosto foi o mês de futebol espectáculo na TVI. O Benfica jogou contra o Áustria de Viena e um milhão e oitocentos mil espectadores viram na TVI a vitória dos «encarnados». Foi talvez um pontapé de saída para a época futebolística que aí vem e que, mais uma vez, vai poder acompanhar na Televisão Independente.

TVI

Publicado por morangostvi às 04:12 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

setembro 01, 2006

TVI regressa à liderança em Agosto renhido com a SIC

A TVI venceu a batalha das audiências no mês de Agosto, depois de a SIC ter conquistado a liderança no mês de Julho. De acordo com os dados da Marktest, a estação dirigida por Moniz alcançou um "share" de 28%, enquanto a televisão de Carnaxide registou 27,4%.

A TVI venceu a batalha das audiências no mês de Agosto, depois de a SIC ter conquistado a liderança no mês de Julho. De acordo com os dados da Marktest, a estação dirigida por Moniz alcançou um "share" de 28%, enquanto a televisão de Carnaxide registou 27,4%.

Os valores não incluem os resultados de ontem, só disponibilizados hoje de manhã. Ainda assim, um único dia é incapaz de alterar este cenário. Foi um Agosto discutido taco-a- taco por SIC e TVI. Até mais de metade do mês, as duas privadas andaram com " share" muito idênticos.

A SIC ganhava um dia, a TVI vencia no seguinte e assim sucessivamente. A tendência de vitória a favor da estação da Media Capital começou por acontecer com a transmissão do jogo entre Benfica e Áustria de Viena, na segunda mão da pré-eliminatória, um conteúdo que a TVI transmitiu, depois da primeira mão ter sido exibida pela SIC.

A luta das duas televisões foi também espelhada no horário nobre, com o confronto entre "Floribella" e "Morangos com Açúcar". Analisando os dados no cumulativo do ano, a TVI mantêm-se como líder de 2006, com 31,2% de "share".

A SIC segue em segundo, com 25,5%. No entanto, a estação liderada por Moniz tem vindo a perder quota de mercado desde Janeiro. No início do ano, alcançava os 32,8%. Sete meses depois, perdeu quase 5% de quota, chegando aos 28% em Agosto.

Em tendência de subida está a SIC, que depois da transmissão do Mundial, conseguiu disputar a liderança com a TVI, tendo como principal trunfo a novela infanto-juvenil "Floribella".

Com as baterias apontadas para o mês de Setembro, as duas privadas voltam a medir forças em grelhas renovadas. A SIC aposta em "Floribella", numa nova novela portuguesa e num programa sobre bastidores da estação ("Exclusivo").

A TVI prepara a estreia de uma novela para combater "Floribella",bem como programas de grande entretenimento.

Estações públicas sobem em Agosto

O mês de Agosto fez subir as audiências das duas televisões públicas. A RTP1 passou de uma quota de mercado de 21,6% em Julho para 23,3% em Agosto. Já a 2:, impulsionada pela programação infantil de manhã, conseguiu superar os 5,7% de "share" em Julho ao passar para 6,6% em Agosto, o melhor resultado do segundo canal este ano.

Daniel Vaz - Jornal de Negócios

Publicado por morangostvi às 04:10 PM | Comentários (7) - Morangos com Açúcar

agosto 31, 2006

Festas passam a ser organizadas por empresa municipal

“Dias de comemoração com muito brio que honrarão os 26 mil munícipes do concelho de Montemor-o-Velho”. Assim definiu o vice-presidente da Câmara Municipal, Pedro Machado, o programa das festas anunciado para os dias 2 a 10 de Setembro.
O vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Pedro Machado, referiu, durante a sessão de apresentação das festas de 2006, que “este deverá ser o último ano em que a autarquia organiza directamente” o evento, passando já a partir de 2007 a ser organizado pela Empresa Municipal recentemente criada para o efeito.
Pedro Machado realçou o actual modelo das festas que passou por uma alteração em relação aquilo que era a filosofia das festas concelhias, desde logo pelo aparecimento de um conjunto de actividades que se distribuem pela Feira Comercial e Industrial, pela Feira das Tasquinhas, pela Feira do Artesanato, pela Feira do Livro e pela Feira das Freguesias e Associações. “Este modelo foi criado connosco e achamos que, à semelhança das quatro edições pelas quais respondemos, está, de facto, consolidado”, afirmou.
Em relação ao espaço onde decorrem as festas, que quando este executivo tomou pela primeira vez posse não decorriam no coração da vila, Pedro Machado realçou o espaço privilegiado da vila de Montemor. Espaço que coincide com a Praça da República, o Largo da Feira e os espaços contíguos a esse largo. “Entendemos que esta é claramente a melhor solução para as festas de Montemor”, assegurou, “sendo isto comprovado pela adesão que temos, ano após ano, em relação aos participantes e também pela própria mobilização do público”, seja ele de Montemor ou não.
Corte orçamental não limita qualidade

Os montemorenses são mais uma vez o principal objectivo destas festas que, apesar de um corte orçamental de 25% em relação ao ano passado, mantêm a qualidade de sempre. “À semelhança de outros casos, também neste caso foi feito um reajuste em relação ao orçamento de 2005”, revelou Pedro Machado, sendo que orçamento deste ano ronda os “199 mil euros”. Este corte prende-se, segundo o vice-Presidente, “pela actual conjuntura nacional mas também porque nós mantivemos os apoios estruturais da autarquia”. Ou seja, a opção por manter o nível de apoio nomeadamente em relação ao associativismo local, levou ao corte noutras despesas em que é possível cortar.
No entanto, dos 199 mil euros investidos, entre terrado, entradas pagas e eventualmente outros apoios, o município está a contar recuperar 50% da despesa. “O que significa já que se o orçamento já tem uma redução de 25%, se conseguirmos esses 50% a redução do esforço municipal será ainda maior”, referiu o vereador.
“Não teremos provavelmente a pompa e a circunstância que seria possível caso o orçamento fosse maior, mas fazemos umas festas com brio, que honram os pergaminhos do concelho, umas festas que, naturalmente, enobrecem o município de Montemor”, afirmou ainda Pedro Machado.
Na sequência deste corte, a autarquia decidiu este ano estabelecer um preço simbólico de 1 euro de entrada no recinto das festas. O vereador encara este “pedido” como sendo “uma comparticipação da população de Montemor nas suas festas”. O modelo já vem do Festival do Arroz deste ano, que decorreu em Março, e será mantido para estas festas.
Ao euro de entrada geral, será feito um acréscimo nos dias dos espectáculos, mas haverá um pacote familiar que rondará os 5 euros por casal nesses dias especiais. Quanto a número de visitantes, o responsável pelas festas recordou que, na edição de 2005, e nos dias considerados normais, o número de visitantes rondou os 4 a 5 mil, enquanto nos dias festivos ou com espectáculos de maior dimensão os visitantes atingiram uma média de 15 a 20 mil pessoas por dia. Esta é, no entanto, uma estimativa já que este será o primeiro ano em que se poderá contabilizar os visitantes através dos bilhetes vendidos.

Programa variado e para todos

Em relação ao programa, Pedro Machado salientou a manutenção do apoio ao comércio local, através do concurso de montras e da animação da vila e a já característica componente popular com a participação das associações e Juntas de Freguesia concelhias. Em relação ao tecido associativo, o autarca destacou o cultural e desportivo e a sua participação activa na programação de todas as festas. Participação que “é um ponto de honra para nós”.
A parte comercial e industrial está também este ano assegurada com a realização de mais uma Feira Comercial e Industrial, com a Feira do Livro e com a Feira do Artesanato. No total, a autarquia espera cerca de centena e meia de entidades participantes nos eventos, que ocuparão uma área de 21 mil metros quadrados de feira.
Na área desportiva estão previstos a já tradicional Feira do Cavalo, com vários espectáculos e provas de competição, o Campeonato Nacional de Petanca, o Campeonato do Mundo de Seniores Masculinos de Pesca em Água Doce, o Campeonato Nacional de Semi-Rápidas de Xadrez e o I Intercâmbio Internacional de Karaté e III Torneio de AKMV.
Os cinco palcos do recinto vão acolher espectáculos de Boss AC, FF, GNR e a revista à portuguesa “Isto Só Visto”, para além de outros espectáculos com as filarmónicas do concelho, a IV Noite dos Talentos Vocais, encontros de Fanfarras, Noite do Fado e um desfile e Festival de Folclore.
Do programa destacam-se ainda as iniciativas Freguesias sem Fronteiras, desfile de moda, Feira Antiga e reconstituição da tradição das Cegadas e a sessão solene do Dia do Município, a 8 de Setembro, com a atribuição de medalhas de Mérito Municipal, assinatura de contratos-programa com o associativismo concelhio e o anúncio do vencedor do Prémio Literário Afonso Duarte 2005/2006.


Morangomania chega às Festas de Montemor

FF, GNR e Boss AC são cabeças de cartaz

São três os espectáculos musicais previstos no programa das Festas de Montemor 2006: o “morango” FF, os velhinhos GNR e o rapper da moda Boss AC.
É precisamente este o primeiro grande espectáculo das festas, previsto para a noite do dia 7 de Setembro. Herdando a paixão pela música de sua mãe, Ana Firmino, um dos grandes talentos do canto cabo-verdiano, Boss AC desde cedo revelou o seu invulgar talento.
O primeiro registo discográfico remonta ao ano de 1994, com a sua participação em “Rapública”, compilação que reunia a nata dos então rappers nacionais e que revelou nomes como Black Company, Zona Dread ou Líderes da Nova Mensagem. De todos estes, Boss AC é, ainda hoje, dos poucos que continuam a assinar sucessos no rap nacional.
O álbum de estreia, “Mandachuva”, de 1998, gravado nos Estados Unidos, com a ajuda de Troy Hightower, um dos mais requisitados misturadores de Hip Hop dos EUA, revelou uma maturidade rara e prenunciou o redefinir de novos caminhos na música de AC. O seu segundo álbum de originais, de 2002, “Rimar Contra a Maré” – inteiramente gravado, produzido e misturado pelo próprio autor – foi um disco porventura mais autobiográfico e introspectivo, revelando uma faceta mais adulta do artista que se aventurou definitivamente na fusão com músicas luso-africanas de raiz mais tradicional. O sucesso de “Rimar Contra a Maré” ultrapassou as fronteiras, reflectindo-se, por exemplo, na nomeação do vídeoclip de “Dinero”, para os African Video Awards, na categoria “Melhores Efeitos Especiais, no consagrado canal sul-africano “Channel0”, uma espécie de MTV africana.
Em 2005 “Ritmo, Amor e Palavras” é a consolidação de um sucesso anunciado. Se 2005 foi o ano em que Portugal se abriu para o Hip Hop, confirmando-o enquanto nova orientação cultural das gerações emergentes, foi também o ano de Boss AC. No seu terceiro registo de originais, um disco que se assume como uma poderosa declaração de amor feita de ritmos e palavras, Boss AC reúne uma impressionante galeria de colaboradores dos mais diversos quadrantes, onde se destacam figuras como Pos (Plugwon) dos americanos De La Soul, Da Weasel, Sam The Kid e Pedro Aires Magalhães, entre muitos outros.

O Tomé da novela

FF é a abreviatura de Fernando Fernandes, o verdadeiro nome da personagem Tomé da novela mais “doce” da TV portuguesa: “Morangos com Açúcar”. Tal como na novela, onde desempenha o papel de um miúdo tímido que se liberta através do canto, também na vida real FF tem uma enorme paixão pela música.
“Tudo o que quero” e “O meu verão não acabou” são já dois dos temas do seu primeiro álbum que incluem a banda sonora de “Morangos com Açúcar”.
Uma presença que promete uma noite de coqueluche no dia 8 de Setembro em Montemor-o-Velho.

Recordar é viver

Depois do jovem promessa deste Verão, a animação continua com os velhinhos GNR na noite do dia 9 de Setembro. “ContinuAcção – o melhor dos GNR vol. 3”, editado em Junho deste ano, é o álbum que comemora os 25 anos de carreira do grupo e que certamente estará em destaque no espectáculo de Montemor.
À semelhança de ContinuAcção os fãs dos GNR poderão ouvir temas emblemáticos do grupo, como “Portugal na CEE”, além de outras raridades e alguns temas novos, incluindo o novo êxito radiofónico da versão do tema “Quero que Vá Tudo Pró Inferno” de Roberto Carlos.
“ContinuAcção – o melhor dos GNR vol. 3” é o segundo acto comemorativo dos 25 anos editoriais do grupo. O primeiro ficou assinalado em fins de Março com a edição do álbum “Revistados 25-06”, no qual 14 nomes da cena hip-hop, reggae e R&B nacional pegaram em tantas outras canções dos GNR e mostraram a força e a actualidade das mesmas.
Contam-se pelos dedos os artistas que continuam activos após um quarto de século de carreira, mantendo-se fiéis a si próprios mas sabendo recuperar na sua maturidade a mesma frescura dos primórdios.

“Isto só visto!” porque contado… é uma gargalhada

Ligeiro e bem-humorado onde o humor crítico e apimentado da revista à portuguesa é temperado com cantigas, o espectáculo de revista “Isto só visto!” é servido por um elenco de caras conhecidas do teatro e da televisão de onde se destacam os actores Luís Aleluia, o popular “menino Tonecas”, Maria Tavares, a Clotilde do programa “Sic 10 Horas ” e ” Malucos do Riso”, e João Rodrigo, presença assídua nos “Malucos do Riso”.
Integram ainda o elenco a revisteira Fátima Couto, que neste trabalho se impõe pelo seu inegável talento como actriz e também intérprete de grandes sucessos da música ligeira portuguesa, e ainda Piedade Fernandes e Lurdes Rodrigues, duas presenças muito jovens mas de destacado talento, quer nos palcos quer na televisão, em diversas peças teatrais e participações em telenovelas.
São duas horas de espectáculo para matar saudades do Parque Mayer, no próximo dia 10 de Setembro a partir das 22 horas em Montemor-o-Velho.


Campeonato de Xadrez de Jovens da União Europeia

Pedro Neves subiu ao pódio

O jogador de xadrez Pedro Neves, do Círculo de Xadrez de Montemor-o-Velho, conseguiu o terceiro lugar absoluto sub12 no 4.º Campeonato de Xadrez de Jovens da União Europeia, que decorreu em Mureck, Áustria, de 8 a 17 de Agosto.
Com apenas 11 anos, Pedro Neves alcançou 6,5 pontos dos 9 possíveis, mas não saiu totalmente satisfeito porque “devia ter ficado em segundo”, reclama, acrescentando timidamente que “a única coisa má foi a comida”.
Os campeonatos da União Europeia reservados aos escalões mais jovens do xadrez colocaram em acção 100 praticantes de 21 países, ao longo de nove jornadas disputadas noutros tantos dias. A delegação portuguesa contou com 7 jogadores da selecção nacional jovem de xadrez.
Pedro Neves joga xadrez desde os 6 anos. Especialista em rápidas e semi-rápidas, partidas que se jogam em 5 e 15 minutos, o jovem montemorense já alcançou 3 títulos nacionais e “mais umas quantas taças”, diz sorridente.
A próxima partida é já no dia 3 de Setembro no XIII Torneio Aberto de Xadrez de Viseu.


Canoagem no Centro Náutico

No último fim-de-semana realizou-se no Centro Náutico de Montemor-o-Velho o Campeonato Nacional de Pista Seniores e Juniores, organizado pela Federação Portuguesa de Canoagem, aproveitando assim as condições únicas no país para a prática dos desportos náuticos que a pista de remo de Montemor oferece.
O Centro Náutico reuniu 395 atletas repartidos por 37 clubes perfazendo um total de 679 tripulações ao longo dos dois dias do Campeonato Nacional de Pista. O elevado número de tripulações alcançado deve-se ao facto de cada atleta poder realizar quatro provas, sendo que três delas podem ser de 500 ou 1000 metros e uma de 200 metros.
Os resultados da prova podem ser consultados na página internet da FPC em http://www-fpcanoagem.pt.
Depois do Campeonato Nacional de Verão de Remo 2006, realizado no final do mês de Maio, o Centro Náutico de Montemor-o-Velho voltou agora a acolher mais uma prova de excelência.


Espectáculo fez a inauguração do Campo Pequeno

Grande gala equestre Dom Cavalo anima Montemor

É já na próxima quinta-feira, dia 7 de Setembro, a partir das 23 horas que o Centro Equestre de Montemor-o-Velho recebe a Grande Gala Equestre Dom Cavalo, um espectáculo com a presença da campeão nacional de dressage, onde não faltam as danças sevilhanas.
As Festas de Montemor-o-Velho integram este ano, e à semelhança de anteriores edições, a Feira do Cavalo 2006 organizada pelo Centro Equestre local, em colaboração com a autarquia. O programa da Feira inicia-se dia 6 de Setembro com uma Gincana e Provas de Trote em Pista, seguindo-se um convívio com os participantes.
No dia seguinte, dia 7 de Setembro, a partir das 14 horas, será feita a inspecção e admissão dos equinos inscritos para o Concurso Modelo em Andamento do Cavalo Cruzado de Português e, às 19 horas, decorre a prova de ensino e dressage (P-1, P-2), com a participação do primeiro cavaleiro português a participar nos Jogos Para-Olímpicos da Grécia.
Às 00h30, e depois da grande gala equestre, o picadeiro estará aberto a todos.
Dia 8 de Setembro, dia do Feriado Municipal de Montemor-o-Velho, às 10 horas, terá início o Concurso de Modelo e Andamento do Cavalo Cruzado Português, seguindo-se às 12 horas, o Concurso de Modelo e Andamento do Cavalo Cruzado Português de Sela, estando a atribuição do prémio prevista para as 12h30 e a atribuição de prémios dos primeiros classificados dos Modelos e Andamentos e do Campeão da Feira para as 13 horas.
Da parte da tarde, a partir das 16h30, está prevista a V Apresentação a Cavalo do Traje Regional do Baixo Mondego. A partir das 18h30 o picadeiro é livre e às 22 horas realiza-se a Poule Hípica.
Sábado, dia 10 de Setembro, volta a ser um dia marcante para a Feira com a Final do Campeonato Regional de Saltos, com concorrentes de Cantanhede, Miranda do Corvo, Figueira da Foz, Montemor-o-Velho e São Caetano a prestarem provas de Poules de Iniciados e Pequena a partir das 10 horas e Poules Média e Grande a partir das 15 horas.
A Feira retoma o seu programa nos dias 16 e 17 de Setembro com o Ranking de Saltos de Obstáculos, II Taça da Juventude da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, às 10h30, seguindo-se a prova média do Ranking de Saltos de Obstáculos da II Taça Inês de Castro às 16 horas e a prova grande as 18 horas, em ambos os dias.
Refira-se que este ranking tem em disputa prémios monetários no valor de 1.250 euros. O encerramento e entrega de prémios está previsto para as 20 horas do dia 17, domingo.

Grande gala equestre

Mas o momento alto da Feira do Cavalo 2006, para além da competição, será o espectáculo da próxima quinta-feira, da responsabilidade do Centro Hípico Dom Cavalo, de Leiria, que esteve presente na inauguração do Campo Pequeno, em Lisboa.
O início da gala está previsto para as 23 horas e começará com um espectáculo de fogo de artifício, seguindo-se uma apresentação de cavalo trabalhando em redes longas com exercícios de ares altos, exercícios de alta escola com a presença dos cavaleiros Rodrigo e Mafalda Galiza Mendes, campeão nacional de dressage que participou nos três últimos campeonatos da Europa da modalidade.
A gala inclui ainda um espectáculo de danças sevilhanas acompanhadas com cavalo ao som de música flamenga e um carrossel de cavalos evoluindo ao som de música clássica. Trata-se, sem dúvida, de um espectáculo que promete uma noite diferente em Montemor-o-Velho.


Solidariedade no encerramento da Festa Concelhia da Columbofilia

Decorreu recentemente em Montemor-o-Velho a Festa Concelhia da Columbofilia, que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Luís Leal.
As quatro associações columbófilas do concelho – de Arazede, Carapinheira, Montemor-o-Velho e Pereira – organizaram, com o apoio da autarquia, um dia de confraternização onde se incluíram um jogo de futebol, um almoço convívio e a distribuição de prémios a todos os participantes.
A iniciativa contou ainda com a realização de um leilão de 20 borrachos cujo valor reverteu para a Santa Casa da Misericórdia de Montemor-o-Velho.
O autarca montemorense saudou “um desporto que não ocupa as primeiras páginas dos jornais mas que está na linha da frente da solidariedade social e intervenção concelhia”.
Para o Presidente da Federação Portuguesa de Columbofilia e da Federação Columbófila Internacional, José Tereso, tratou-se de “uma iniciativa que merece os maiores elogios, sendo de salientar o envolvimento da autarquia”, demonstrando a importância da vertente desportiva, mas também social. “É uma sequência lógica de iniciativas que fomentam a amizade, a paz e a solidariedade”, concluiu.
Recorde-se que o Campeonato Concelhio de Columbofilia decorreu paralelamente ao Campeonato Distrital, realizado entre Fevereiro e Junho de 2006, e contou com a participação de 68 concorrentes do concelho.
A classificação total obtida nas Provas de Velocidade e Meio-fundo permitiu ao concorrente da A.D.C.R. Pereira, “Os 3 Dukes”, conquistar a primeira posição com 10.374 pontos. Em segundo lugar ficou José António Neto Fernandes do Grupo Columbófilo de Montemor, com 10.261 pontos. A terceira posição foi ocupada por Rita Gil Oliveira Ferreira, com 10.149 pontos, da Sociedade Columbófila da Carapinheira.


Espera-se bom arroz na colheita deste ano do Baixo Mondego

“Tudo o que se importa, ninguém se importa”

O recente travão imposto pela União Europeia às importações de arroz longo oriundo dos Estados Unidos da América levantou algumas questões e deixou sérios avisos aos países-membros. Em Portugal, afirma categoricamente Carlos Laranjeira da Associação dos Agricultores do Vale do Mondego, “tudo o que se importa, ninguém se importa”.
Durante pelo menos os próximos seis meses, a União Europeia vai exigir que as importações de arroz longo (vulgo agulha) com origem nos Estados Unidos da América sejam obrigatoriamente acompanhadas por um certificado de qualidade emitido por laboratórios independentes e certificados.
Esta decisão de emergência surgiu na sequência de um alerta dado pelas próprias autoridades norte-americanas depois de terem sido encontrados em amostras comerciais vestígios da variedade de arroz longo LL Rice 601 geneticamente modificada e não autorizada para consumo humano.
Os EUA são actualmente o maior exportador de arroz longo para a Europa, atingindo cerca de 20 mil toneladas ao ano, seguindo-se depois países como a Índia, Tailândia ou Guiana. E não é só com a Europa que os EUA enfrentam esta crise. Efectivamente, antes da UE já o Japão proibira as importações do mesmo tipo de arroz e com o mesmo argumento.
As medidas a tomar estão agora por conta de cada um dos Estados-membros já que a legislação europeia determina que sejam cada um dos países importadores é responsável por fiscalizar os organismos geneticamente modificados proibidos para consumo humano.
Carlos Laranjeira, da Associação dos Agricultores do Vale do Mondego, não se mostra surpreendido com o sucedido, tanto mais que considera o acordo de exportação/importação que liga os EUA à UE “leonino”. Os EUA, afirma, “são o país que mais subsidia e defende a sua agricultura e são quem mais guerreia com a UE”.
O produtor do Baixo Mondego lamenta, no entanto, a pouca fiscalização que existe em Portugal onde “tudo o que se importa, ninguém se importa”. Num caso destes, assegura, “há que acautelar tudo na medida em que as multinacionais compram arroz em qualquer sítio e ele chega-nos de barco”, deixando transparecer assim que no alto mar tudo pode acontecer, devendo por isso ser feito um rigoroso controlo à chegada.
“Portugal tem de uma vez por todas que assumir que controla os produtos que entram no país”, afirma ainda Carlos Laranjeira, reconhecendo que, no entanto, será preciso “um trabalho de grande profundidade”.
A este propósito chama a atenção para os especialistas da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, com alguns estudos feitos na área das toxinas e que poderão ter uma palavra a dizer e respostas a dar sobre todas as importações de arroz.

Produtores podem beneficiar

Com as restrições impostas pela UE às importações, os produtores europeus podem claramente tirar benefícios. Carlos Laranjeira recorda que Portugal é o país europeu que consome mais arroz per capita, sendo a Itália o maior produtor dentro da UE.
A produção portuguesa ronda as 120 mil toneladas anuais, sendo que as regiões do Baixo Mondego e do vale do Sado são as duas regiões mais importantes.
Prestes a começar a colheita deste ano no Baixo Mondego, Carlos Laranjeira espera uma boa produção já que este ano “não houve problemas de falta de água e não se viram, de forma acentuada, casos de doença no arroz”.
O arroz é um dos alimentos base da dieta humana, sendo que só a Ásia assegura 90% da produção mundial.


Associação Diogo de Azambuja

Escolas profissionais iniciam ano lectivo com novos cursos

A Escola Profissional de Montemor-o-Velho e a Escola Profissional Agrícola Afonso Duarte, propriedade da Associação Diogo de Azambuja, desde Setembro de 2000, são duas importantes referências no concelho. Pela frente têm um novo ano lectivo e cursos novos.
Os cursos de Técnico de Análise Laboratorial e de Técnico de Turismo Ambiental e Rural, com 20 alunos cada, são as novidades da Escola Profissional Agrícola Afonso Duarte no arranque do ano lectivo.
Duas turmas dão continuidade ao curso de Técnico de Produção Agrícola e outras duas ao Técnico de Processamento e Qualidade Alimentar duas turmas. A estes cursos de Nível III (que dão equivalência ao 12.º ano) há a juntar o de Operador de Máquinas Agrícolas, com uma turma, de Nível II (9.º ano).
Já na Escola Profissional de Montemor-o-Velho a oferta formativa semelhante à do ano passado, havendo a registar cinco turmas novas nos cursos ministrados por este estabelecimento de ensino – Técnico de Informática de Gestão, Animador Sócio-cultural, Sistemas de Informação Geográfica, Higiene e Segurança no Trabalho e Ambiente e Técnico de Construção Civil. No total, são 13 as turmas que frequentarão o ano lectivo.
O Departamento de Formação Profissional Contínua (DFPC) da Associação Diogo de Azambuja está sedeado na Escola Profissional e tem por objectivo responder às necessidades de pessoas, empresas e organismos que necessitem de serviços de formação profissional de qualidade.
Para já é conhecido o calendário dos cursos aprovados para o período entre Setembro e Dezembro. Com duas a três sessões por semana (de duas a quatro horas), entre as 19h00 e as 22h00, ou sábados, das 9h00 às 13h00, as acções de formação distinguem-se entre as que são subsidiadas e aquelas que são suportadas pelos formandos.
No primeiro caso, vão funcionar nove cursos subsidiados pelo Programa Operacional de Emprego, Formação e Desenvolvimento Social (POEDS) e quatro acções de formação subsidiadas pelo Programa Foral, destinadas a funcionários da administração local e regional – Código de Procedimento Administrativo, Microsoft Access, Práticas Administrativas e Inglês para Contactos Profissionais. Vão decorrer ainda dois cursos para licenciados desempregados de Especialista em Gestão de Desporto e Espaços Desportivos e Especialista em Gestão do Património, Ambiente e Turismo Cultural. Formação Pedagógica de Formadores e um Curso de Técnico/a de Obra, homologado e reconhecido pelo IEFP como um complemento específico destinado a profissionais da construção civil, são duas acções não subsidiadas.
Este plano abrange 406 formandos. Relativamente aos cursos em que os alunos suportam os custos da formação, a responsável pelo Departamento, Ana Catarino, diz que são procurados por quem realmente precisa de formação específica para evoluir na carreira, logo o empenho é grande e os resultados, à partida, positivos.


Ponte de Formoselha aberta ao trânsito

A Ponte de Formoselha foi aberta formalmente ao trânsito rodoviário no passado dia 21 de Agosto, facto que o presidente do executivo de Montemor-o-Velho, Luís Leal, registou com agrado.
Com um prazo inicial de execução de três meses, as obras acabaram por demorar 19 meses a ficarem concluídas, razão que levou o edil montemorense a apelar aos organismos oficiais responsáveis “para acautelarem estas situações” uma vez que foi “manifestamente ingrato para as populações, da margem esquerda do concelho, tudo aquilo que tiveram de passar”.
Apesar de só ter sido oficialmente aberta ao tráfego a 21 de Agosto, aquela estrutura que liga as duas margens do Mondego permitia já a circulação do trânsito automóvel ligeiro desde 24 de Julho.
Com a abertura da Ponte de Formoselha em condições normalizadas, Luís Leal defendeu uma proposta do condicionamento ao trânsito de pesados no centro de Formoselha, Santo Varão e Pereira. Desta forma, “vai ser possível melhorar a qualidade de vida dos munícipes, aumentar a sua segurança e protecção” concluiu o autarca montemorense.


Inaugurada no passado fim-de-semana

Nova variante retira trânsito da Carapinheira

"À semelhança da revolução rodoviária que está a decorrer na margem esquerda do Mondego, também as freguesias da margem direita vão ser alvo beneficiações e alterações rodoviárias" afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Luís Leal, na inauguração da nova estrada que desde sábado passado liga Carapinheira a Bandorreira.
O autarca defendeu a procura de "soluções alternativas que reforcem a segurança rodoviária dos carapinheirenses, trazendo ao mesmo tempo urbanidade e modernidade à vila". Desta forma, Luís Leal apontou como soluções para a Carapinheira a construção de duas variantes, a poente e a nascente, que vão ter como objectivo “desviar o trânsito do centro da vila".
O presidente da Junta de Freguesia da Carapinheira, José Rama, mostrou-se satisfeito com a abertura desta nova estrada, referindo que "era uma via que fazia muita falta".
Ainda segundo Luís Leal a autarquia de Montemor-o-Velho vai disciplinar o trânsito na parte antiga da Carapinheira, nomeadamente através da colocação de sinais de circulação rodoviária em sentido único em várias ruas da vila.
No final da inauguração, a comitiva percorreu o novo arruamento até Bandorreira onde esperava uma recepção dos habitantes daquela localidade com um bolo alusivo à construção do novo arruamento.
Recorde-se que a nova infra-estrutura rodoviária tem uma extensão de 500 metros e representa um investimento de 225 mil euros por parte da autarquia montemorense.
A intervenção do espaço urbano da Carapinheira contemplou a construção da estrada, o arranjo urbanístico da zona e a electrificação ao longo da via, que teve um custo de 27.700 euros que se encontra incluído no valor total da obra. A obra começou a ser construída a 30 de Setembro de 2005 e ficou concluída na semana passada.


Pico e Montemor-o-Velho encurtam distâncias

Em 1450, Vasco Gil Sodré, natural de Montemor-o-Velho, foi o primeiro a chegar à Ilha Graciosa, arquipélago dos Açores. Agora, uma delegação de São Roque do Pico veio visitar o concelho de Montemor. Na bagagem trouxe a vontade de conhecer “a realidade do continente” e instrumentos musicais, uma vez que a visita foi um intercâmbio cultural entre a Sociedade Filarmónica de Recreio Santamarense da Ilha do Pico e a Filarmónica de Instrução e Recreio da Abrunheira.
Manuel Joaquim, presidente da Câmara Municipal de S. Roque do Pico, que acompanhou a comitiva, afirmou que estas iniciativas são importantes porque “permitem aproximar os Açores ao continente” que durante muitos anos estiveram “tão longe”.
O autarca de Montemor-o-Velho, Luís Leal congratulou-se pelo esforço da Filarmónica da Abrunheira em divulgar a cultura do concelho e em incutir nos mais novos o gosto pela música, reforçando que “todo o desenvolvimento para ser sustentável tem de passar por mais e melhor cultura”.


Numa iniciativa da LACAM com o apoio da Câmara

Cruzeiro do Alhastro foi recuperado

O Cruzeiro do Alhastro, na Carapinheira, foi recuperado e inaugurado no passado dia 24, após a procissão de velas em honra de Nossa Senhora das Dores. A obra foi patrocinada pela LACAM - Liga dos Amigos dos Campos do Mondego com o apoio da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho num investimento de cinco mil euros.
O Largo do Alhastro alberga o “Cruzeiro do Alhastro” desde tempos imemoriais. Mas este não é o cruzeiro original. Efectivamente, o primeiro era muito simples, com quatro degraus encimados por uma grande cruz de pedra. Pensa-se que por volta de 1940, aquando das comemorações dos oitavo e terceiro centenários da constituição de Portugal e da restauração da independência, respectivamente, o cruzeiro terá sido beneficiado e nele inscritas as datas das duas efemérides.
Muito mais tarde, em 1981, numa iniciativa da Junta de Freguesia, o antigo “Cruzeiro do Alhastro” foi substituído por um outro, incluído num conjunto arquitectónico diferente e posicionado onde actualmente se encontra. O desenho foi de José Luís Pereira de Almeida e o escultor António Carapeto (Zambujeiro) fez os fustes e bases de colunas. A Imagem de Cristo, de autor desconhecido da região do Porto, foi oferecida por Luís Correia de Oliveira.
A valorização deste conjunto arquitectónico foi agora uma iniciativa da LACAM, que contou com o apoio da Câmara Municipal num investimento que atingiu os cinco mil euros.
O escultor António Nogueira fez os capitéis, arcos quebrados e símbolos, enquanto José Faria Laranjeiro foi o autor dos trabalhos de desbaste.
Com esta valorização, o “novo” Cruzeiro do Alhastro é coberto por um templete abobadado, emoldurado por quatro arcos quebrados de calcário decorados com motivos de inspiração gótica, os quais apoiam sobre quatro colunas que encabeçam outros tantos capitéis de estilo coríntio. No centro dos arcos vêem-se, em dois deles, motivos heráldicos da vila da Carapinheira contornados com espigas de arroz, e nos restantes o símbolo do Espírito Santo, representado pela Santa Pomba. A cruz é de secção quadrada e está implantada sobre uma base quadrangular com três degraus de pedra calcária, suportando a imagem de Cristo de estilo clássico.

PROGRAMA

2 de Setembro | Sábado

CAMPANHA DE PROMOÇÃO DO COMÉRCIO LOCAL
a decorrer até 10/09
Área Comercial da Vila de Montemor-o-Velho
Concurso de Montras | Montras em Festa

EXPOSIÇÕES
a decorrer até 22/09
Galeria Municipal de Exposições de Montemor-o-Velho
Exposição MISTURARTE | Exposição Colectiva de Pintura
Exposição Rotativas da Memória | Espólio de Joaquim Maranha
Horário de Funcionamento até 10/09 | 14h00/23h00
Horário de Funcionamento entre 11 e 22/09: dias de semana 14h00/17h30 | sábado 15h00/18h00

DESFILE DAS FILARMÓNICAS CONCELHIAS
17h00
Centro Histórico da Vila de Montemor-o-Velho
Academia Musical Arazedense, Associação Filarmónica União Verridense, Associação Filarmónica 25 de Setembro, Filarmónica de Instrução e Recreio de Abrunheira

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Abertura Oficial | 18h00
Horário de Funcionamento | 18h00/01h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FREGUESIAS EM FESTA
19h00/21h00 | Palcos 2 e 3
Animação e Cultura Popular
Feira das Tasquinhas e Feira das Freguesias e Associações

FREGUESIAS SEM FRONTEIRAS
20h00 | Palco 4
Anfiteatro Municipal de Montemor-o-Velho

5.ª NOITE DAS FILARMÓNICAS E DO DIRIGENTE ASSOCIATIVO
21h30
Palco 5 | Praça da República da Vila de Montemor-o-Velho
Academia Musical Arazedense, Associação Filarmónica União Verridense, Associação Filarmónica 25 de Setembro, Filarmónica de Instrução e Recreio de Abrunheira

3 de Setembro | Domingo

CAMPEONATO NACIONAL DE PETANCA
09h30/19h00
Largo da Feira da Vila de Carapinheira
Organização do Clube Desportivo Carapinheirense | Secção de Petanca

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Horário de Funcionamento | 10h00 / 01h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FREGUESIAS EM FESTA
19h00 / 22h00 | Palcos 2 e 3
Animação e Cultura Popular
Feira das Tasquinhas e Feira das Freguesias e Associações

FREGUESIAS SEM FRONTEIRAS
20h00 | Palco 4
Anfiteatro Municipal de Montemor-o-Velho

4 de Setembro | 2.ª Feira

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Horário de Funcionamento | 18h00/00h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FREGUESIAS EM FESTA
19h00 / 22h00 | Palcos 2 e 3
Animação e Cultura Popular
Feira das Tasquinhas e Feira das Freguesias e Associações

FREGUESIAS SEM FRONTEIRAS
20h00 | Palco 4
Anfiteatro Municipal de Montemor-o-Velho

NOITE DE FADO
22h00 | Palco 2
Feira das Tasquinhas

5 de Setembro | 3.ª Feira

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Horário de Funcionamento | 18h00/00h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FREGUESIAS EM FESTA
19h00/22h00 | Palco 3
Animação e Cultura Popular
Feira das Freguesias e Associações

IV NOITE DOS TALENTOS VOCAIS
22h00 | Palco 2
Feira das Tasquinhas

6 de Setembro | 4.ª Feira

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Horário de Funcionamento | 18h00/00h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FREGUESIAS EM FESTA
19h00/22h00 | Palco 2
Animação e Cultura Popular
Feira das Tasquinhas

DESFILE DE MODA
22h00 | Palco 3
Feira das Freguesias e Associações

7 de Setembro | 5.ª Feira

FEIRA DO CAVALO
14h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Inspecção e admissão dos equinos inscritos para o Concurso Modelo em Andamento do Cavalo Cruzado de Português
19h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Prova de ensino e dressage (P-1, P-2), com a participação de um cavaleiro para-olímpico | 1.º Cavaleiro Português a participar nos Jogos Para-Olímpicos da Grécia
23h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Apresentação do Espectáculo Equestre Dom Cavalo
00h30 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Picadeiro Livre (aberto)

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Horário de Funcionamento | 18h00/01h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FREGUESIAS EM FESTA
19h00/22h00 | Palco 2 e 3
Animação e Cultura Popular
Feira das Tasquinhas e Feira das Freguesias e Associações

CONCERTO BOSS AC
22h00 | Palco 1 - Palco Principal

Feriado Municipal
8 de Setembro | 6.ª Feira

09h00
Arruada pela Associação Filarmónica 25 de Setembro
Hastear da Bandeira e Hino Nacional pela Associação Filarmónica 25 de Setembro
Rua Dr. José Galvão/Praça da República

FEIRA DO CAVALO
09h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Concurso de Modelo e Andamento do Cavalo Cruzado Português
12h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Concurso de Modelo e Andamento do Cavalo Cruzado Português de Sela
12h30 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Concurso de Modelo e Andamento do Cavalo Cruzado Português de Sela | Atribuição de Prémio
13h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Atribuição de prémios dos primeiros classificados dos Modelos e Andamentos e do Campeão da Feira
16h30 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
V Apresentação a Cavalo do Traje Regional do Baixo Mondego
18h30 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Picadeiro Livre
22h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Poule Hípica

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Horário de Funcionamento | 10h00/01h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FEIRA ANTIGA E RECONSTITUIÇÃO DA TRADIÇÃO DAS CEGADAS
Horário de Funcionamento | 11h00/18h00
Palco 4 | Anfiteatro Municipal de Montemor-o-Velho

FREGUESIAS EM FESTA
15h00/22h00 | Palcos 2 e 3
Animação e Cultura Popular
Feira das Tasquinhas e Feira das Freguesias e Associações

SESSÃO SOLENE DO DIA DO MUNICÍPIO
17h00
Paços do Município
Atribuição das Medalhas de Mérito Municipal, Assinatura de Contratos-Programa com o Associativismo Concelhio, Anúncio do Prémio Literário Afonso Duarte 2005/2006

CONCERTO FF
22h00 Palco 1 | Palco Principal

9 de Setembro | Sábado

CAMPEONATO DO MUNDO DE SENIORES MASCULINOS | ÁGUA DOCE
até 18 de Setembro
07h30/20h00
Centro Náutico de Montemor-o-Velho
Organização da Federação Portuguesa de Pesca Desportiva, Federação Portuguesa de Pesca Desportiva de Alto Mar e da Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Horário de Funcionamento | 10h00/01h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FREGUESIAS EM FESTA
15h00/ 22h00 | Palcos 2 e 3
Animação e Cultura Popular
Feira das Tasquinhas e Feira das Freguesias e Associações

ENCONTRO DE FANFARRAS
08h30 | Quartel dos Bombeiros Voluntários
Hastear da Bandeira
08h45 | Quartel dos Bombeiros Voluntários
Recepção às fanfarras
10h00 | Paços do Município
Recepção Oficial às fanfarras
11h00 | Paços do Município/ Quartel dos Bombeiros Voluntários
Desfile
16h00 | Praça da República
Desfile com TATOO
Fanfarras dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz, da Figueira da Foz, da Marinha Grande e de Montemor-o-Velho

CONCERTO GNR
22h00
Palco 1 | Palco Principal

10 de Setembro | Domingo

MOSTRA DE ACTIVIDADES
Horário de Funcionamento | 10h00/01h00
Largo da Feira da Vila de Montemor-o-Velho
Feira das Freguesias e Associações, Feira de Artesanato, Feira Comercial e Industrial, Feira do Livro, Feira das Tasquinhas

FREGUESIAS EM FESTA
15h00/22h00 | Palcos 2 e 3
Animação e Cultura Popular
Feira das Tasquinhas e Feira das Freguesias e Associações

DESFILE E FESTIVAL DE FOLCLORE CONCELHIO
17h30 | Palco 4
Anfiteatro Municipal de Montemor-o-Velho

FEIRA DO CAVALO
10h00/15h00
Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Final do Campeonato Regional de Saltos

REVISTA À PORTUGUESA ISTO SÓ VISTO
22h00
Palco 1 | Palco Principal

16 e 17 de Setembro | Sábado e Domingo

CAMPEONATO NACIONAL DE SEMI-RÁPIDAS - XADREZ
10h00/19h00
Pavilhão Municipal
Organização do Círculo de Xadrez de Montemor-o-Velho

FEIRA DO CAVALO
10h30 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Ranking de Saltos de Obstáculos | I Taça da Juventude Câmara Municipal de Montemor-o-Velho
16h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Ranking de Saltos de Obstáculos | II Taça Inês de Castro | Prova Média
18h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Ranking de Saltos de Obstáculos | II Taça Inês de Castro | Prova Grande
20h00 | Centro Equestre de Montemor-o-Velho
Entrega de prémios e encerramento

29, 30 de Setembro e 1 de Outubro

I INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE KARATÉ E III TORNEIO DA AKMV
a partir das 13h00
Pavilhão Municipal
Organização da Associação de Karaté de Montemor-o-Velho

Paula Alexandra Almeida - Campeão das Províncias

Publicado por morangostvi às 04:09 PM | Comentários (7) - Morangos com Açúcar

Peça de teatro Desassossego

No dia 26 de Agosto teve lugar a apresentação da peça de teatro Desassossego no concelho de Viseu, mais propriamente em Corvos, na Associação Social da Amizade.

Este evento conta com o apoio da Junta de Freguesia de Santos-Evos. Esta comédia de cariz sexual aborda temas de orientação, ou desorientação sexual e até existenciais.

Trata-se de uma comédia teatral projectada por João Rosa e Catarina Gonçalves e encenada pelo mesmo. No elenco conta-se com a presença de Daniela Faria, Catarina Gonçalves e João Rosa. Daniela Faria iniciou a sua carreira artística no Brasil como actriz da rede GLOBO na novela Pedra Sobre Pedra, A Indomável, Suave Veneno e Porto dos Milagres . Trabalhou também para o grupo Bandeirantes na novela Campião. Ainda para a rede Globo teve a oportunidade de participar na série Zorra Total. Já em Portugal participou no reality show da TVI Big Brother Famosos. Presença na televisão tem sido também a actriz lusa Catarina Gonçalves, que actualmente pode ser vista na série da TVI O Bando dos 4.

Recentemente participou no projecto da SIC Maré Alta (1ª e 2ª edição). Ainda para a TVI, trabalhou na série Os Serranos, Mistura Fina, Morangos Com Açúcar (1ª edição) e Ana e os Sete. Dá voz a spots publicitários em televisão e rádio, sendo actualmente a voz da Rádio Europa 90.4 FM. João Rosa dá inicio à sua carreira de actor e produtor em 1998. Foi produtor executivo na empresa de Espectáculos/Eventos [Carlos Sampaio Entretenimento]. Na televisão iniciou-se como figurante muito antes do teatro, mas graças ao teatro conseguiu progredir como actor, o que lhe permitiu participar em várias séries e novelas, em particular destaque na série " SOS Crianças" (TVI).

Sinopse: Uma mulher (a Teresa) que ama e odeia ao mesmo tempo um homem... Coisas, do passado!... A outra (a Célia) já teve um relacionamento com o mesmo, mas não sentiu nem sente nada por ele... No entanto não sabe o que sente pela Teresa!... O homem (o Manel), que é o passado... de ambas!... Bem, esse é... Um pouco egoísta, demasiado distraído, em suma não se interessa pelos pormenores de uma relação. Na sequência de acontecimentos e peripécias confusas, cria-se um relato teatral sexual que usa uma linguagem gritante…

Um enredo divertido abordando as relações amorosas através de conflitos de orientação ou desorientação sexual e até existenciais! Um triângulo interessante dentro de um apartamento... Duas mulheres e um homem... Uma série de cenas paralelas entre o espaço e o tempo, monólogos, flashbacks e diálogos com humor nonsens... Esta comédia não é de "partir a moca a rir" mas promete desassossegar o público, diverti-lo, comovê-lo, chocá-lo…

Notícias de Viseu

Publicado por morangostvi às 04:07 PM | Comentários (10) - Morangos com Açúcar

agosto 30, 2006

Casting na Frimor (pavilhão multiusos)

Durante os três dias da feira vai ainda decorrer um casting para seleccionar figurantes para a série televisiva “Morangos com Açúcar”, sempre das 12 às 24 horas, no pavilhão multiusos. Ainda no domingo, às 20 horas, os artistas da série Kiko, Margarida e Mariana promoverão uma sessão de autógrafos.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 04:06 PM | Comentários (386) - Morangos com Açúcar

Frimor

Às 21 horas os concertos da Banda Riomaiorense “Pópandan” e da Banda do Tiago (da série “Morangos com Açúcar”) encerram a edição de 2006 da Frimor.

O Mirante

Publicado por morangostvi às 04:04 PM | Comentários (5) - Morangos com Açúcar

Carlos Ribeiro com nova imagem

Vai ser apresentada em Mação a nova imagem do Kartcross do piloto de Espinho, Carlos Ribeiro. Uma apresentação dupla, visto que o espinhense igualmente estreia uma nova «máquina» no Troféu Semog.
Carlos Ribeiro vai alinhar com um chassis mais actual e um novo motor, o que aumentará as suas possibilidades de lutar pelos lugares da frente, ou mesmo pela vitória. O Kartcross de Carlos Ribeiro foi um dos escolhidos para as filmagens da série televisiva «Morangos com Açúcar», que a partir de meados de Setembro apresentará a nova modalidade da sua série.
O Kartcross, com o Troféu Semog. Para o final da presente temporada, bem como para o próximo ano, e dentro desta nova imagem, o piloto de Espinho vai continuar a contar com os apoios já existentes. Delta Cafés, Wilkinson, Versátil, Camel Active, PromoRallye, FirstRent, Tommasino, Semog, Masac, MPL, Bicamp, aos quais vai juntar Cofidis, C. M. de Espinho, Sumol, M. Coutinho e Quinta dos Moinhos.
Um final de época em cheio, com Carlos Ribeiro a ter de ser considerado um dos favoritos a lugares do pódio, já na próxima e derradeira prova do Troféu Semog, que se realiza este fim-de-semana em Mação.

Jornal Motor On-Line

Publicado por morangostvi às 04:04 PM | Comentários (8) - Morangos com Açúcar

Troféu Semog termina em Mação

Vai estar ao rubro a Vila de Mação, com a realização da derradeira prova do Troféu Semog.

Uma iniciativa da Semog, o construtor de Kartcrosses de Alcanena, que mais uma vez se transformou num enorme êxito. A prová-lo, o facto do Troféu Semog ter sido escolhido como a próxima modalidade da série televisiva da TVI, "Morangos com Açúcar".

Já na jornada anterior, que se disputou em Sever do Vouga, estiveram lá as câmaras daquela estação de televisão, filmando imagens do Troféu Semog. O mesmo irá acontecer este fim-de-semana, em Mação.

As imagens irão para o ar, no final do próximo mês de Setembro.

Quanto ao Troféu Semog, dois pilotos poderão vencê-lo. Henrique Silva, o líder, e Alcides Calçada, que se encontra na segunda posição, a somente 4 pontos.

A Henrique Silva, bastará classificar-se à frente de Calçada, ou imediatamente atrás caso este último não vença a prova.

Já Alcides Calçada, terá de vencer, e à vitória juntar os pontos dos treinos e da pole. Isto caso Silva fique em segundo. São várias as hipóteses, mas as referidas serão as mais importantes. Uma coisa é certa, Calçada terá de ganhar 5 pontos a Henrique Silva, para vencer o Troféu Semog. Com hipóteses matemáticas, está Saulo Dias, no terceiro posto, mas com menos 20 pontos que o líder, o que quase invalida os seus sonhos de vencer. De qualquer forma, com 12 pilotos inscritos, vai ser um fim-de-semana em grande, no Kartcross de Mação, com a realização da sétima e derradeira prova deste emocionante Troféu Semog, a que há que acrescer a prova do Campeonato Nacional de Kartcross, onde dois pilotos com Semog, lutam pelo título. Filipe Simões e Armindo Lopes, os dois únicos com hipóteses de se sagrarem Campeões. Mas Lopes ou Simões, só 15 dias depois de Mação, em Foz Côa, se obterá a resposta.

Luis Neves - autoportal

Publicado por morangostvi às 02:44 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

agosto 28, 2006

Tiago Castro lança disco

A outra vida de Crómio

Tiago Castro tornou-se conhecido do grande público através da personagem ‘Crómio’, da novela da TVI ‘Morangos com Açúcar’. Mas os primeiros passos foram dados na publicidade de uma marca de refrigerantes. Em Julho passado, avançou para o mundo da música com o álbum ‘A Minha Rádio’.

A sua participação nos ‘Morangos’ já chegou ao fim. Para trás, ficam “momentos marcantes que nunca poderei esquecer”, diz ao CM durante uma visita à Figueira da Foz. Tiago aposta agora tudo no seu disco de estreia.

“O CD é uma prova de que existe muito mais do que o ‘Crómio’ em mim, e estou a comprová-lo numa área em que nem tenho formação”, refere.

O single de estreia, ‘Baby, Eu Fiz este Som’, composto por Tiago, invadiu já as rádios nacionais e locais e o videoclip conta com a participação de Marta Faial (a ‘Daniela’ dos ‘Morangos’), sua namorada na vida real. ‘Crómio’ surge acompanhado nesta aventura musical pelos actores da referida novela Diogo Valsassina (’Tó-Jó’) como baixista e Raúl Abrantes (‘João Baptista’) na bateria. Apesar de a música ocupar agora a maior parte do seu tempo livre, Tiago reconhece: “Ainda tenho um longo caminho a percorrer”.

O actor/cantor diz que lida bem com a fama e que já sentiu “algum tipo de assédio, nada de grave. Pessoas que me contactam por quererem trabalhar comigo em coisas efémeras, de um dia, ou mesmo entrar no mundo do espectáculo”.

Jorge Lemos - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:03 PM | Comentários (7) - Morangos com Açúcar

Povoação em destaque com uma Semana inteira dedicada à Cultura

“FF” encerou no sábado mais uma Semana Cultural da Povoação. Ao rubro estiveram milhares de fãs com a febre do “Jovem de Morangos Com Açúcar”. O pontão da beira-mar da Vila encheu por completo, numa noite em que tudo correu pelo melhor.

Durante cinco dias a Cultura, o Desporto e o lazer na Povoação estiveram em evidência com um vasto leque de actividades todas dignas de relevo. Uma delas foi a grande Final do Concurso de Karaoke com 14 participantes a representar todas as freguesias do concelho. Deste concurso sairam duas vitoriosas: foram elas Cândida Amaral que ganhou uma viagem para os Estados Unidos da América e Maria João Vieira que também arrecadou um prémio muito aliciante, ou seja uma viagem para o continente e um bilhete para um concerto musical.

Outro dos pontos altos desta Semana foi também a Corrida de Montanha Faial da Terra – Povoação, intitulada Subir/Descer. Cerca de 60 participantes, incluindo alguns elementos das equipas do núcleo do Sporting de S. Miguel e Santa Maria, do núcleo do Operário, do Clube Desportivo do Santa Clara, do Clube Desportivo de Água Retorta e do Clube Desportivo do Faial da Terra, percorreram o trilho da Vigia da Baleia, extensão que liga o Faial da Terra à Vila da Povoação, terminando junto aos Paços do Concelho.
Os espectáculos com cavalos lusitanos foi também uma iniciativa muito aplaudida pelos povoacenses em especial pelos lavradores, aos quais foi feita uma homenagem. Para além desses acontecimentos, o dia de sábado ficou marcado por uma tarde desportiva com torneiros de Dominó e Sueca com a participação das equipas da Vila, da Ribeira Quente e do Faial da Terra. O Faial ganhou o primeiro torneio enquanto que a Vila foi a campeã da Sueca.

As noites do Emigrante e Regional foram igualmente muito concorridas pelos locais e não só que não quiseram perder a oportunidade de assistir às actuações de Mark Dennis, Jack Sebastião e David Loureiro e dos grupos folclóricos de S. Pedro da Lomba do Cavaleiro, de S. Paulo da Ribeira Quente, das Camélias das Furnas e do grupo convidado de Danças e Cantares de Água de Pena, do Machico, da ilha da Madeira. O Rancho Folclórico de Poceirão, de Palmela, também teve a oportunidade de fazer uma actuação na zona da Praça Velha, assim como um outro grupo musical do continente que fez um “Tributo ao U2” já no palco principal.

Os grupos locais também tiveram a possibilidade de mostrar o seu talento em palco como foram os casos de um grupo de alunos da Academia Musical da Povoação, dos StampKase e dos New Generation.

Durante o tempo em que decorreu a Semana Cultural da Povoação esteve aberta a Feira de Actividades Económicas e Artesanato que acontece todos os anos pela mesma altura e visa promover o trabalho dos empresários e artesãos do concelho.

O fogo-de-artifício, no dia 26, encerrou com chave douro uma Semana dedicada inteiramente à Cultura, ao Desporto e ao Lazer. Esta é uma organização da Empresa Municipal Espaço Povoação e da Câmara Municipal que conta com a colaboração da Associação Cultural e Desportiva da Povoação, Academia Musical e Agrupamento 766 – Povoação.

AZORESdigital

Publicado por morangostvi às 04:02 PM | Comentários (3) - Morangos com Açúcar

agosto 27, 2006

Brasil: Morangos Com Açúcar

Actores gozam dia de folga

As gravações dos cinco episódios da novela ‘Morangos com Açúcar’, da TVI, estão a correr da melhor forma no Brasil. Os actores gozaram ontem de um dia de descanso, depois de uma longa semana de trabalho.

O dia de ontem foi livre e cada um dos elementos da equipa dos ‘Morangos com Açúcar’, incluindo os actores Diana Chaves (‘Susana’), Oceana Basílio (‘Carla’), Francisco Côrte-Real (‘Afonso’), Daniel Cardoso (‘Guga’) e Rúben Gomes (‘Diogo’), escolheu a seu bel-prazer como aproveitar a folga.

Um elemento da equipa que está a trabalhar com a produção portuguesa adiantou que “alguns dos actores estão a descansar no hotel e outros foram passear nas dunas de Natal, que são muito bonitas, ou na praia”.

Os dias dos ‘moranguitos’ têm sido divididos entre o hotel e as gravações, altura em que também aproveitam para conhecer as belas paisagens. Oceana Basílio disse ao CM que “não dá para aproveitar a cem por cento enquanto se trabalha”, mas a actriz confessou que “é um prazer gravar num sítio paradisíaco”.

Anteontem, os actores estiveram a gravar nas maravilhosas paisagens de Ponta Negra, na cidade de Natal, à beira da praia, mas nos dias anteriores já passearam de buggies e de cavalo e andaram pelas dunas. Segundo o assessor, “tudo está a correr dentro da normalidade, os actores passam muitas horas a gravar”.

O secretário de Estado do Turismo, Renato Garcia, acredita que com a gravação da novela, que será emitida na TVI entre 10 a 15 de Setembro, o número de turistas oriundos de Portugal deverá subir aproximadamente 30% relativamente a 2005, ano em que recebeu cerca de 35 mil portugueses.

Ana Lúcia Sousa - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às 04:01 PM | Comentários (316) - Morangos com Açúcar

Festas Populares

Em Alvito terminam hoje as Festas Populares. No último dia do evento pode assistir ao concurso “Miss e Mister Verão 2006” e a uma sessão de autógrafos com os actores “Bia” e “Lourenço”, da novela Morangos com Açúcar.

Ana Elias de Freitas - Rádio Voz da Planície

Publicado por morangostvi às 03:59 PM | Comentários (122) - Morangos com Açúcar

agosto 01, 2006

Morangos com Açúcar

Olá a todos! Sejam bem vindos ao blog dos Morangos com Açúcar.

Publicado por morangostvi às 12:43 PM | Comentários (74) - Morangos com Açúcar