« Daniel Antão | Entrada | "SIC quer apoiar cinema comercial" »

outubro 12, 2006

SIC - na série ‘Aqui não há quem viva’ Aparício e Rizzo vivem relação gay

Sílvia Rizzo vai participar em ‘Aqui Não Há Quem Viva’, da SIC, na pele de uma advogada que viverá uma relação gay com a personagem de Sofia Aparício. “Ela vai ter um caso com a ‘Bia’ [Sofia Aparício]”, revela.

A actriz, que, até há pouco tempo, participou na novela ‘Fala-me de Amor’, da TVI, interpreta pela primeira vez uma personagem homossexual. “A ‘Rosário’ é uma advogada lésbica que vai ter um caso com a ‘Bia’” (Sofia Aparício), diz ao CM Sílvia Rizzo, que começou a gravar a ‘sitcom’ sexta-feira e fará parte do elenco durante, pelo menos, nove episódios. Alías, o registo de comédia é onde se sente mais à vontade, porque, como diz, “já nasci a rir”. Inclusive os amigos tratavam-na por Riso. “Um dia, escreveram o nome com dois zês, achei graça e ficou... Rizzo”, conta a actriz, Sílvia Lima de seu verdadeiro nome.

Devido ao registo de comédia do formato, “não vão existir cenas íntimas”. “Não fazia sentido. Se fosse para tratar o assunto de uma forma mais séria, talvez se justificasse, assim não. Apesar de a série abordar este tema, quer na versão feminina quer na masculina, fá-lo de uma forma ‘leve’”, conta Sílvia, adiantando ainda que a ‘Rosário’ vai entrar em litígio com ‘Gustavo’ (Luís Gaspar) o par de ‘Fernando’ (Diogo Morgado).

Já para Sofia Aparício, este tipo de personagem não é novidade. A actriz e Elsa Raposo formaram um casal lésbico na série ‘Um Estranho em Casa’ (RTP 1). E esta também não é a primeira relação lésbica da ‘sitcom’. Mafalda Vilhena e Mané Ribeiro, respectivamente ‘Inês’ e ‘Iolanda’, chegaram a trocar um beijo.

Sílvia Rizzo conta que ‘Rosário’ foi contratada para defender uma clínica onde ‘Bia’ trabalhava. “Despediram-na por estar grávida, mas, sobretudo, por ser lésbica”, explica.

Sílvia Rizzo, que deixou a novela ‘Fala-me de Amor’, da TVI, onde dava vida a ‘Joana’, para poder acompanhar um familiar que estava doente, garante que a entrada em ‘Aqui Não Há Quem Viva’ não significa que troca a TVI pela SIC. “É apenas uma participação, mais nada. Mas, como não tenho contrato de exclusividade e preciso de trabalhar, vou para onde me dão trabalho”, diz. Sílvia teve também uma participação especial na série ‘Os Mistérios da Estrada de Sintra’, da RTP.

PERFIS

Sofia Aparício nasceu a 2 de Junho de 1970 em Viana do Castelo. Iniciou a sua carreira de manequim com apenas 13 anos, pela mão do costureiro José Carlos. Estreou-se como actriz na peça ‘A Dama das Camélias’ e na TV, em 1997, na série ‘Não Há Duas Sem Três’. Foi também apresentadora de programas de moda, nomedamente do ‘86-60-86’ (RTP 1).

Sílvia Rizzo, 38 anos, é casada com António Parente (patrão da NBP, que produz novelas para a TVI) e tem dois filhos. Natural de Lisboa, a actriz estreou-se em TV, em 1996, na série ‘Filhos do Vento’ (RTP) e em teatro na peça ‘A Partilha’, este ano, contracenando com Teresa Guilherme.

HOMOSSEXUALIDADE NA FICÇÃO

Lídia Franco foi uma das pioneiras na interpretação de uma lésbica na ficção nacional. A actriz, que encarnou a personagem de ‘Isabel’, assumiu o amor no feminino na novela ‘Terra Mãe’, em 1998. Depois de Lídia Franco foi a vez de, em 2004, Maria João Bastos dar vida a ‘Susana’, uma pintora, igualmente homossexual, na série ‘Segredo’ (RTP). Mais recentemente, a novela juvenil ‘Morangos com Açúcar’ (TVI) contava a desventura amorosa de ‘Liliana’ (Maria Sampaio), que se apaixonou por ‘Ana Luísa’ (Cláudia Vieira). Mas as produções nacionais também apostam na homossexualidade no masculino, como acontece em ‘Aqui Não Há Quem Viva’, ‘Jura’, ambas da SIC, e ‘Tempo de Viver’, da TVI.

Fernanda Bueno - Correio da Manhã

Publicado por morangostvi às outubro 12, 2006 08:30 PM

Comentários

eu acho que os morangos sao o passatempo mais cul e a Sofia eo Andre sao as minhas personagens preferidas. Adeus.

Publicado por: Carolina às abril 27, 2007 10:09 PM

eu acho que os morangos sao o passatempo mais cul e a Sofia eo Andre sao as minhas personagens preferidas. Adeus.

Publicado por: Carolina às abril 27, 2007 10:10 PM

Comente




Recordar-me?


MORANGOS COM AÇUCAR - CLUBE MORANGOS