« O gozo de lidar com crianças | Entrada | SIC - na série ‘Aqui não há quem viva’ Aparício e Rizzo vivem relação gay »

outubro 12, 2006

Daniel Antão

“Gostava de ser Ministro dos Negócios Estrangeiros ou então Ministro da Agricultura. Acho que o futuro de Portugal passa pelo estreitamento das relações internacionais, com os PALOP, por exemplo. Quanto à agricultura acho que tem como progredir no nosso país.”

Dá importância a regras de etiqueta?

Sim, ligo a tudo quanto seja boa educação. Principalmente a comer, no trato com as pessoas, respeito, etc. Nunca me esqueço de dizer obrigado, por exemplo. Costumo inclinar o prato da sopa para a frente, ao contrário do que a maioria das pessoas faz. Quando me telefonam espero sempre para que seja a outra pessoa a desligar primeiro, esse tipo de coisas.

Já foi assaltado? Apresentou queixa?

Infelizmente já, há poucos meses. Levaram-me o telemóvel e o leitor de mp3. Foi assustador. Dois toxicodependentes encostaram-me a um muro, apontaram-me uma faca e disseram “Isto é um assalto, não fujas.” Eu dei tudo, que remédio. Tinha imensos trabalhos no mp3. Só fiz queixa quando cheguei a casa mas não valeu a pena porque não fizeram auto da participação.

Interessa-se pela política?

Sim, sou de direita. No entanto, acredito na monarquia. Defendo que o rei é um factor de união social, é a identidade de um povo. Torna um país mais unido.

Gostaria de seguir a carreira política?

Sim, gostava. Gostava de ser Ministro dos Negócios Estrangeiros ou então Ministro da Agricultura. Acho que o futuro de Portugal passa pelo estreitamento das relações internacionais, com os PALOP, por exemplo. Quanto à agricultura acho que tem como progredir no nosso país.

Qual é a moda mais irritante dos últimos tempos?

Neste momento o que mais me irrita é a televisão. A TVI irrita qualquer um. Os Morangos com Açúcar enervam-me profundamente. Desde os actores, os cenários, o argumento… são péssimos. Aqueles programas do tipo Sic 10 Horas e Portugal no Coração também me enervam.

Que aparelhos tecnológicos já não dispensa?

O leitor de mp3, o telemóvel e o leitor de DVD.

O que gostaria que houvesse em Povos?

Talvez um centro comercial pequenino… Mas principalmente, um apeadeiro. Dava muito jeito.

Costuma assistir a peças de teatro amador?

Não costumo assistir, mas faço teatro para crianças na igreja. O grupo chama-se Bee Happy e é de Vila Franca de Xira. Temos feito algumas peças de sensibilização para a toxicodependência, prostituição e outros problemas sociais.

Concorda com o estabelecimento de peso mínimo para as modelos?

Concordo, agora passam a ter um peso mais decente. Com aquela magreza acabam por criar ilusões nas pessoas que depois ficam sempre frustradas por não atingir aqueles padrões.

Se não conseguir emprego na sua área, tem problemas em aceitar outra coisa?

Não tenho qualquer problema. Gostava que fosse na minha área. Mas se não der paciência. Qualquer trabalho é digno. Primeiro interessa receber ao fim do mês.

Qual é a sua viagem de sonho?

Suécia e Japão. A Suécia é um sonho desde pequeno, sempre fui fascinado por aquele país. O Japão porque é completamente diferente do resto do mundo. As pessoas têm uma mentalidade diferente, é um país muito exótico, tem uma cultura espectacular.

O Mirante

Publicado por morangostvi às outubro 12, 2006 08:28 PM

Comentários

gos to dos actores dos morangos

Publicado por: Inês Silva às outubro 18, 2006 11:08 AM

Comente




Recordar-me?


MORANGOS COM AÇUCAR - CLUBE MORANGOS